10 atrações mais arrepiantes do planeta

Escrito por Joyce Bandeira

Se você é um curioso incorrigível e nada faz sua pele arrepiar, pode preparar sua próxima viagem para uma destas 12 atrações turísticas arrepiantes e mais perturbadoras que o mundo já viu.

1. Phnom Sampeau – Camboja

Este lugar, na selva do Camboja, é definitivamente onde você não gostaria de estar após anoitecer. Depois do genocídio cambojano que aconteceu entre 1975 e 1979, incontáveis corpos foram deixados nesta região. Hoje, todos estes ossos são expostos em um memorial de vidro conhecido como Caves Killing, e dividem espaço com morcegos, macacos e, provavelmente, muitos fantasmas.

2. Aokigahara – Japão

A região em Monte Fuji é conhecida por inúmeros suicídios desde o século 19. Segundo a mitologia japonesa, Aokigahara é assombrada por muitos demônios, levando dezenas de pessoas a tirarem suas próprias vidas, todos os anos. Suicide Forest, como também é conhecida, se tornou ainda mais popular depois que o best-seller japonês “O Manual Completo de Suicídio” a recomendou como o lugar perfeito para morrer.

3. Paris Catacombs – França

Debaixo do amor, Torre Eiffel, Louvre e Sena encontra-se outro cenário parisiense bem diferente dos cartões postais: As Catacumbas de Paris. Um labirinto subterrâneo composto por mais de 6 milhões de esqueletos espalhados no chão e nas paredes de forma impressionamente preservada. A atração é considerada a maior cripta do mundo e para os corajosos, é possível viver a experiência de passar uma noite lá.

4. Karosta Prison – Letónia

É viciado na série Orange is the New Black? Então esta é a sua chance de viver uma experiência peculiar. Uma prisão miliar, da antiga Nazi, foi transformada em um hotel boutique onde os hospedes podem pagar para ser tratados como detentos. O pacote inclui vigilância 24h, agressões verbais por guardas e histórias horripilantes sobre celas que abrem sozinhas e lâmpadas queimadas.

5. Ilha das Bonecas – México

Antes de você conhecer este lugar, certifique-se que você não sofre de pediofobia ou pânico de bonecas. A história começou há 50 anos, depois que um homem mexicano encontrou uma menina morta nas proximidades da floresta. Ele passou a recolher centenas de bonecas e espalhar pela ilha com a intenção de apaziguar os gritos constantes do espírito da criança à noite.

6. Church of Bones – República Checa

Se você acredita que todas as igrejas são serenas, belas e angelicais, prepare-se para se surpreender. Esta igreja localizada em Kutna Hora tem a decoração mais bizarra que se viu até hoje, com brasões e altares feitos inteiramente de ossos. Como se já não fosse suficiente, o item mais luxuoso do lugar é um lustre composto de crânios e ossos de todas as partes do corpo humano.

7. Siriraj Medical Museum – Tailândia

Apesar de ser uma ferramenta de aprendizagem valiosa para estudantes e profissionais de medicina, este museu tailandês não deixa de ser assustador. Com um acervo riquíssimo, ele apresenta desde bebes preservados com deficiências físicas até restos mumificados de assassinos em série. Se você enjoa fácil, deixe o almoço para depois da visita.

8. Pripyat – Ucrânia

Em 1986, cerca de 50.000 pessoas foram retiradas as pressas de Pripyat após o desastre nuclear de Chernobyl. A cidade, que nunca mais será segura para viver devido aos níveis de radiação, se tornou um cenário fantasma onde turistas corajosos vão para conhecer. Tudo que ficou para trás, desde brinquedos até a estrutura de um parque de diversão inteiro, seguem sofrendo ações do tempo e se deteriorando. O que torna o clima do lugar ainda mais assustador.

9. Akodessewa – Togo

Também conhecido como “Mercado de fetiches”, é o maior comércio de voodoo do mundo, além de ser uma fonte ilimitada de coisas inquietantes, como itens para sacrifícios de animais, roupas e acessórios ritualísticos. Quem já visitou afirma que o cheiro do lugar é muito ruim e o que mais assusta são as “crazy-eyed voodoo ladies” e os saquinhos de pó mágico.

10. Castelo de Edimburgo – Escócia

A Escócia é conhecida por seus locais assombrados, mas este castelo supera as expectativas. Segundo relatos, pessoas já viram um gaiteiro fantasma, um baterista sem cabeça e prisioneiros coloniais pendurados nas janelas do castelo. As histórias sobre o lugar são tão fortes que em 2001 foi parte de um estudo científico que envolveu voluntários, profissionais e equipamentos “ghostbusting” para detectar presenças sobrenaturais e nos relatórios constam que pessoas sentiram quedas bruscas de temperatura, toques nas roupas e puxadas de cabelo. Assustador!

PARA VOCÊ