12 coisas que todo mundo que vai a Orlando pela primeira vez deve saber

Por
Atualizado em 27.10.23

Primeira vez na Terra da Magia? Antes de fazer as malas, anote essas simples dicas que te ajudarão a otimizar tempo, dinheiro, manter a energia em dia e o melhor, aproveitar ainda mais cada segundo dessa merecida viagem!

Publicidade

1. Você vai precisar se planejar

Há muita coisa para fazer em Orlando e, como cada dia é precioso, é necessário um bom planejamento antes de começar a viagem. Faça um roteiro de todos os dias de sua estadia. Para isso você precisará também …

2. Atentar-se aos horários de cada parque

Tendo essa informação em mãos ficará mais fácil para planejar o seu roteiro e incluir atividades mais leves em dias que serão dedicados aos parques que fecham cedo, ou dar preferência para dias em que os parques ficam abertos até mais tarde. Diversos grupos no Facebook e sites especializados de Orlando disponibilizam esses dados.

3. Faça um parque por dia

Há muitas atrações e detalhes que não podem ser perdidos e isso requer uma visita feita sem pressa. Melhor sobrar tempo do que faltar.

4. “Conforto” será a regra da sua viagem

Nada de saltos, roupas incômodas e mochilas pesadas. Você andará bastante e quanto mais confortável você estiver, melhor.

5. Intercale programações leves entre um parque grande e outro

Uma visita ao Madame Tussauds, conhecer um dos shoppings da cidade ou curtir as áreas de lazer do seu hotel ou resort podem recarregar suas energias entre um parque grande e outro, principalmente depois de um dia de aventura até tarde da noite. Essa parte do roteiro é muito importante para que você aguente o tranco.

6. Faça uma lista de tudo que deseja

A coisa mais fácil de acontecer em uma viagem a Orlando é você esquecer de comprar alguma coisa ou ir a algum lugar. São tantas (deliciosas) distrações que uma listinha vem a calhar. E isso inclui desde conhecer um personagem, comer algo que alguém indicou e te deixou com vontade, uma roupa do outlet e até aquela lembrancinha que ficará linda na estante da sua casa.

7. Não se aborreça com o clima

Se o dia estiver muito quente, frio ou chuvoso, não se preocupe, o seu passeio continuará sendo inesquecível. Algumas atrações fecham por questões de segurança quando chove ou venta muito, mas além dessa medida ser para o seu próprio bem, há uma infinidade de outras alternativas que continuarão funcionando.

8. Você esbarrará com algumas taxas de serviços e gorjetas

Nos Estados Unidos existe um hábito muito comum de dar gorjetas a quem te serve em um restaurante ou arruma o seu quarto. Os impostos também são cobrados à parte do preço que você encontra nas prateleiras, e variam de região para região. Em Orlando esta taxa é 6,5% a 7% do valor do produto.

9. Separe um dia ou dois para compras

Assim como os parques, os Outlets e lojas como a Ross também são gigantescos, e requer tempo e disposição para visitá-los. São muitas opções e você não vai querer perder nenhuma promoção. Então o melhor é que isso seja feito em um dia dedicado só a esta atividade.

10. Alugue um carro se alugar uma casa

Se ao invés de se hospedar em um hotel que ofereça o serviço de locomoção aos parques e outlets, você optar por alugar uma casa, um carro será primordial. Tudo em Orlando é afastado e você perderia um bom tempo procurando por transporte público, além de não ter a liberdade de ir e voltar para os lugares quando quiser.

11. Use e abuse do Fast-pass

O fura fila mais querido e diplomático da Disney é oferecido gratuitamente pelo parque, e você poderá ir em até três atrações (por parque) com este serviço. É necessário somente que você esteja com seus ingressos em mãos para agendar antecipadamente pelo aplicativo da Disney no seu celular, ou no dia da visita ao parque tanto pelo aplicativo (nos parques o Wi-Fi é liberado) como nos totens disponibilizados em áreas específicas. Você escolhe a atração, dia e hora que deseja ir e chega no horário marcado na sua entrada especial.

12. Você terá que mostrar o passaporte ao comprar uma bebida alcóolica

Canva

Menores de 21 anos são proibidos de comprar bebida alcoólica nos Estados Unidos, e com os turistas não seria diferente. Da mesma forma que eles precisam mostrar a identidade, você precisará mostrar o seu passaporte para quem te vender a bebida, portanto, deixe-o sempre em mãos.