15 coisas que você não deve fazer em Orlando

Por
Atualizado em 29.09.23

Quer aproveitar ao máximo sua viagem para Orlando sem ter que lidar com nenhum contratempo? Listamos algumas furadas que você deve evitar para ter somente coisas boas para contar quando voltar para casa:

Publicidade

1. Ir sem um roteiro pronto

Em uma viagem como essa, uma coisa é certa: não dá para decidir onde quer ir assim que acordar. Os parques possuem dias e horários diferentes de abertura e fechamento, e é de suma importância saber essas informações na hora de montar um roteiro. Assim dá pra intercalar outras atividades entre uma coisa e outra.

2. Não acordar cedo para ir aos parques

Chegar depois das onze da manhã em qualquer parque é pedir para aproveitar pouco. Em épocas de alta temporada então, é quase um risco de nem conseguir entrar! Os parques costumam fechar quando estão lotados e dar com a cara na porta assim é uma frustração muito grande. Portanto, dê preferencia para chegar junto com o porteiro abrindo o cadeado do parque.

3. Furar fila

Em todos os parques há aquele enorme aviso que não é tolerado furar filas. E para não correr o risco de ser expulso, é melhor manter a educação do que passar vergonha por uma atitude mal educada e desnecessária.

4. Não reservar o Fastpass

O Fastpass é um privilégio que a Disney dá aos seus visitantes para escolher 3 atrações sem precisar pegar fila. Basta baixar o aplicativo do parque ou procurar os Totens instalados em locais específicos listados no mapa. Não deixe de usá-lo pois ele te faz ganhar tempo para poder aproveitar muito mais o seu passeio.

5. ir com calçado e roupas desconfortáveis

Roupas e calçados desconfortáveis são totalmente dispensáveis nos parques. Opte por tênis laceados e roupas que não limitem seus movimentos. Assim você continuará 100% disposto até o final do passeio.

6. Não jogar lixo no lixo

Este item entra na lista de coisas básicas que fazemos quando temos educação. Dispensa qualquer tipo de justificativa, né? Apesar de aparecer um funcionário do nada e da forma mais discreta possível para recolher a sujeira do porcalhão, de 30 em 30 passos há uma lixeira disponível para que essa atitude seja evitada.

7. “Na volta eu compro”

Se bater uma paixão por algo de alguma lojinha, não deixe para comprar depois. A possibilidade de você esquecer que loja é, pegar a loja fechada ou não ter mais o que você quer comprar é grande.

8. Ficar muito tempo sem comer/beber líquidos

Alimentação e hidratação é sempre a coisa mais importante a fazer no dia. Não vale a pena pular essas prioridades, passar mal e acabar tendo que voltar cedo pro hotel.

Publicidade

9. Ir sem conhecer as atrações

Subestimar ou superestimar qualquer atração é furada. Não tome nenhum tipo de conclusão por uma mera descrição do mapa, ou porque alguém te falou que não achou legal. Vá e tire suas próprias conclusões, porque você pode se surpreender.

10. Não saber os melhores/piores horários para cada atração

Mesmo sem fastpass é possível fugir das piores filas. É só saber quais atrações são as mais concorridas, e deixá-las para ir no final do dia, pois todos procuram por elas logo na abertura dos parques.

11. Não levar protetor solar/chapéu

Dependendo da época do ano Orlando é super fria de manhã, mas tem um sol muito quente na hora do almoço. Na dúvida é sempre bom levar o protetor e um boné (nos parques esses itens costumam ser mais caros).

12. Ir embora sem comer Turkey Leg/Sorvete do Mickey

Seria como um gringo vir ao Brasil e não experimentar uma coxinha, guaraná ou pão de queijo.

13. Levar mochilas pesadas

Nos primeiros 30 minutos parece que a mochila não incomodará tanto, mas depois de uma hora com ela nas costas, andando… você vai querer arremessá-la longe. Evite levar coisas pesadas, como muitas garrafas de água, por exemplo. Apenas uma é suficiente, pois há diversos bebedouros disponíveis ao longo do parque para você encher a sua garrafa gratuitamente.
E quanto maior a mochila, maior a possibilidade também dela não caber nos armários disponíveis no parque.

14. Ficar de mau humor

Por fome, por cansaço, por grana curta, por problemas no trabalho, na família… deixe se contagiar pela alegria dos parques para aniquilar qualquer tipo de mau humor.

15. Ir para grandes parques um em seguida do outro

Isso também entra como fator importante com base no roteiro. Intercalar parques pequenos ou passeios menos cansativos entre um dia de parque grande e outro é fundamental para o corpo não resmungar de cansaço.