15 destinos fantásticos que você nunca encontrará em agências de viagens

Escrito por Caroline Hecke

Agências de viagem representam comodidade, mas isso geralmente é também sinônimo de “mais do mesmo”. É muito raro encontrar roteiros realmente inovadores em uma agência, já que elas geralmente prezam pelos destinos mais populares. Aqui, reunimos uma série de lugares para quem quer exclusividade. Se você quer ir além dos roteiros tradicionais, chegou a hora de desbravar o mundo!

1. Montanhas de Arco-Íris, China

Elas são tão impressionantes que é até mesmo difícil acreditar que não se trata de um truque de edição fotográfica. As montanhas coloridas da China ficam no Parque Geológico Zhangye Danxia e são formadas por camadas de arenito e outros minerais que se depositaram ali há mais de 24 milhões de anos. O local só foi aberto ao público em 2011.

2. Lago Thingvallavatn, Islândia

Com 84 quilômetros quadrados, o Lago Thingvallavatn é o maior do país. Sua área de maior profundidade conta com 114 metros, o que permite a prática do mergulho. A formação rochosa ao fundo do lago de cor azul torna a experiência inesquecível.

3. Crooked Forest, Polônia

A floresta de árvores tortas da Polônia vai colocar você dentro de um cenário de contos de fadas. Estima-se que a floresta tem cerca de 80 anos, sendo que as deformidades nas árvores teriam sido causadas nos primeiros 7 anos, pouco antes da invasão do país na Segunda Guerra Mundial. A teoria mais aceita sobre a forma das árvores é a de que um grupo de marceneiros provocaram as deformidades com o intuito de criar algum móvel de formato exclusivo, mas os planos teriam sido abandonados por conta da grande guerra.

4. Pirâmides do Sudão

Um destino ainda desconhecido pela maioria dos viajantes, as pirâmides do Sudão são consideradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. A região em que ficam as mais de 200 pirâmides está a 200km da capital do país, Cartum. As pirâmides de Meroé ficam na margem leste do rio Nilo e, embora sejam menores, não são menos impressionantes do que as famosas pirâmides egípcias.

5. Ittoqqortoormiit, Groelândia

Se você gosta de frio, pode preparar as malas: Ittoqqortoormiit é tão difícil de visitar quanto de pronunciar. A cidade tem pouco mais de 500 habitantes, uma bela arquitetura e uma vida selvagem intensa, o que inclui baleias e ursos polares. No verão, é possível ver o solo rochoso e aproveitar as temperaturas mais amenas, mas, no inverno, a neve é tão densa que deixa de fora apenas os telhados das casas.

6. Montanhas Tianzi, China

As montanhas Tianzi são tão fabulosas que serviram de cenário para o fantástico mundo do filme Avatar. Localizadas na reserva de Zhangjiajie, estima-se que as montanhas tenham mais de 300 milhões de anos. A vegetação densa e os enormes abismos ficam ainda mais belos com a neblina, que pode fazer parecer que os rochedos são flutuantes, assim como na ficção.

7. Ilhas Lofoten, Noruega

O arquipélago norueguês pertence a Círculo Polar Ártico, mas não pense que a grande beleza aqui vem do gelo. O que chama a atenção são as enormes montanhas que emergem do oceano. Por lá, você pode apostar em programas esportivos, como subir montanhas, esquiar, pescar, mergulhar ou praticar rafting.

8. Ilha Decepção, Antártida

O nome é só mais uma das curiosidades de Decepção, ilha na Antártida. O local é um foco de atividade sísmica e vulcânica e foi explorado por muitos anos para a caça de baleias na obtenção de óleo para fins energéticos. Com a exploração do petróleo, as estruturas locais foram abandonadas. O nome foi dado por sua curiosa formação geológica: as enormes rochas fazem com que seja muito difícil encontrar a pequena entrada para a baía, que fica escondida no interior da ilha. Muitos exploradores já passaram direto por Decepção, imaginando que não haveria mais nada ali além de enormes montanhas, impossíveis de serem ultrapassadas.

9. Huacachina, Peru

Huacachina poderia facilmente ser cenário de filme. A vila é um verdadeiro oásis no deserto peruano. Em meio à imensidão de areia, surge um lago, poucas árvores e algumas casas. Para os turistas, as aventuras incluem as mais típicas brincadeiras de areia, como passeios de buggy e a prática do sandboarding.

10. Aescher Hotel, Suíça

Conhecido como o hotel mais isolado do mundo, o Aescher Hotel fica na região de Appenzell, cidade com cerca de 7 mil habitantes. A edificação fica sobre uma montanha nos Alpes Suíços, garantindo uma vista exclusiva aos seus hóspedes.

11. Meghalaya, India

A região de Meghalaya, na Índia, é a mais chuvosa do planeta. Isso faz com que a vegetação local seja única. Suas florestas abrigam as chamadas “pontes vivas”, que são formadas pela manipulação de raízes de árvores, processo que pode levar cerca de 15 anos. Ao contrário de edificações comuns, as pontes naturais apenas se fortalecem com o passar dos anos, com uma previsão mínima de 500 anos de vida útil.

12. Ilha de Lord Howe, Austrália

Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, a ilha Lord Howe fica no mar da Tasmânia, a cerca de 600 km da costa australiana. Com pouco mais de 300 habitantes, o local tem sua preservação ambiental levada muito a sério, afinal, a ilha é lar de dezenas de espécies de animais e centenas de plantas que não podem ser encontradas em qualquer outro lugar do planeta.

13. Mosteiro de Takshang, Butão

Construído no ano de 1692, na entrada da caverna Taktsang Senge Samdup, o mosteiro fica a 3.120 metros de altura e tem sete templos abertos ao público, sejam religiosos ou turistas. O local de difícil acesso faz com que o combate a incêndios seja precário, por isso, sua edificação já foi palco de enormes incêndios. O prédio atual é um resultado das restaurações feitas ao longo dos séculos.

14. Hotel Ristorante Grotta Palazzese, Itália

Você certamente já viu uma foto do Grotta Palazzese rodando pela internet – e possivelmente até imaginou se tratar de uma fotomontagem. O hotel 4 estrelas em Polignano a Mare foi construído sobre uma rocha e abriga seu restaurante em uma enorme gruta, dando aos visitantes uma vista impressionante do enorme volume de água batendo em seus rochedos.

15. Dubrovnik, Croácia

A pequena cidade de Dubrovnik não é um destino tradicional de viagem, mas passou a aparecer no radar dos viajantes desde que se tornou cenário do seriado Game of Thrones. Alguns dos principais pontos são as muralhas medievais, a Fortaleza de Lovrijenac e o jardim botânico da cidade.

PARA VOCÊ