16 melhores atrações grátis nas maiores cidades da Europa

Escrito por Rafael Sanson

Se você está se programando para fazer uma viagem pela Europa, provavelmente vai querer aproveitar o tempo da melhor maneira possível. Mesmo aqueles que não estão com o orçamento limitado ou o dinheiro contado, também, em muitas ocasiões, preferem procurar alternativas de programas econômicos durante a passagem no velho continente. Por isso, apresentamos uma série de atrações sem custo que você pode encontrar nas maiores cidades europeias.

1. Amsterdã, Holanda: Concertos abertos ao público

A opção de programa gratuito na capital holandesa são os concertos que ocorrem no Boekmanzaal, na Casa de Ópera da cidade, às terças-feiras, e na sala Concertgebouw, às quartas. Sempre iniciando às 12h30, os shows contam com a participação, dentre outras atrações, da Orquestra Filarmônica da Holanda. Na Casa de Ópera, a temporada de concertos gratuitos acontece entre os meses de maio e setembro. Já no Concertgebouw, as apresentações vão de setembro a junho.

2. Atenas, Grécia: Monumento de Filopapo

A subida do Monumento de Filopapo é ideal para conseguir uma vista belíssima e um ângulo incrível da cidade de Atenas. O ponto turístico fica a apenas 15 minutos de caminhada dos portões da Acrópole e, além de não ter custo, não oferece dificuldades para os visitantes.

3. Barcelona, Espanha: Catedral de Santa Eulália

Na capital da Catalunha você não deve ter dificuldades para encontrar um programa gratuito. Um passeio pela famosa rua La Rambla ou um banho de sol nas praias são alguns exemplos. Outra boa possibilidade sem custos, por exemplo, é uma visita à Catedral de Santa Eulália de Barcelona. Construído entre os séculos 13 e 15, e finalizado nos anos 1800, o local é muito bonito e leva você a um pedaço da história da cidade.

4. Berlim, Alemanha: Reichstag

Um dos prédios históricos de Berlim é o palácio de Reichstag, que, desde 1999, é a casa do parlamento federal da Alemanha (Bundestag). A visitação gratuita permite aos turistas o acesso ao topo do edifício, o que proporciona além de uma bela vista da cidade, também o conhecimento da rica história que envolve o local.

5. Bruxelas, Bélgica: Comic Art Walk

Na capital da Bélgica, uma alternativa de passeio sem custos é uma caminhada pela chamada Comic Art Walk (“caminho de arte dos quadrinhos”, em tradução livre). Ao longo de uma das ruas da cidade há cerca de 30 paredes de edificações que foram transformadas em painéis de pintura com desenhos animados no melhor estilo das revistas em quadrinhos. Entre as ilustrações você pode encontrar belos desenhos e até figuras de personagens famosos.

6. Budapeste, Hungria: capela da caverna Gellért Hill

Visitar a bela e pequena capela da caverna Gellért Hill é uma boa alternativa de passeio gratuito na capital da Hungria. O local foi construído na década de 1920 e atendeu pacientes durante a Segunda Guerra Mundial. Depois do conflito, a caverna foi lacrada e assim permaneceu por 40 anos antes de ser reaberta e passar, então, a abrigar cerimônias religiosas.

7. Istambul, Turquia: Parque Gülhane

Uma das atrações gratuitas mais populares entre os habitantes e turistas em Istambul, na Turquia, é o Parque Gülhane, primeiro parque público da cidade. Inaugurado em 1912, quando deixou de ser apenas o jardim do Palácio real Topkapi, o local é formado por belos cenários, com muita natureza e campos recheados de árvores. Nos fins de semana de verão, acontecem shows abertos ao público, que podem ser um ótimo programa para aqueles que não se importam tanto com multidões.

8. Lisboa, Portugal: museus aos domingos

Na capital portuguesa, a dica para economizar uma grana e realizar um bom programa turístico é visitar os melhores museus e galerias de arte da cidade aos domingos. Grande parte desses locais não cobram entrada nesse dia da semana, inclusive o Museu Nacional do Azulejo, que expõe a mundialmente famosa arte portuguesa em ladrilhos.

9. Londres, Inglaterra: Museu Britânico e Museu de História Natural

Sem dúvida, um dos grandes atrativos de Londres também é a visitação aos museus e galerias da cidade. Porém, dois locais se destacam por, além de não terem custos, apresentarem atrações mais interessantes: o Museu Britânico e o Museu de História Natural. O primeiro é um dos mais importantes do mundo e possui itens de toda a história da humanidade, incluindo uma múmia de “Ginger” (3.300 aC) e um fragmento da barba da Grande Esfinge, entre outros. Já o outro pode ser um excelente programa para famílias com crianças, pois mostra muitos animais e até esqueletos de dinossauros, o que deve entreter bastante os pequenos.

10. Madrid, Espanha: Museu do Prado

Com itens das melhores coleções de arte europeia, entre pinturas e esculturas, o Museu do Prado tem entrada sem custo, todos os dias, durante o período da tarde. As obras, algumas datadas do século 12, são exemplares de arte clássica e deixam o passeio ainda mais interessante na capital espanhola.

11. Milão, Itália: comida grátis

Tudo bem que para conseguir comer sem gastar, você precisa comprar um drinque em algum bar da grande cidade italiana de Milão na hora do happy hour. Porém, vale a dica, já que é possível passar um bom momento sem ter custos com comida. Os pratos são, em sua maioria, no estilo “finger food”, mas a variedade é incrível.

12. Moscou, Rússia: Praça Vermelha

Se você for à capital da Rússia, certamente não deixará de conhecer a Praça Vermelha, uma das mais famosas do mundo. Com construções históricas e um ambiente muito bonito, atualmente a área é bastante usada para a realização de shows, mas na era da União Soviética, ali aconteciam os desfiles militares. No local você consegue ver, entre outras construções históricas, o Mausoléu de Lenin, as torres do Kremlin e a Catedral de São Basílio.

13. Munique, Alemanha: Jardim Inglês

A belíssima opção de passeio grátis na cidade alemã de Munique é o parque Jardim Inglês. O local é bonito e muito grande, com dimensões maiores que as do Central Park, em Nova York, nos Estados Unidos. Além de pistas para andar a pé e de bicicleta, o ambiente com riachos, lagos, monumentos e até três pequenas ilhas tornam o passeio ainda mais interessante. Para aqueles mais radicais que quiserem se aventurar, há algumas corredeiras em que as pessoas costumam surfar (imagem).

14. Paris, França: luzes da Torre Eiffel e Museu do Louvre

Na capital francesa, há duas opções de atividades sem custos que envolvem dois dos maiores símbolos da cidade. Todos os dias, no final da tarde e começo da noite, a cada hora, as mais de 20 mil lâmpadas da Torre Eiffel se acendem e se apagam rapidamente, em um show de luzes incrível que dura cerca de 5 minutos. Já no famoso Museu do Louvre, a dica é para visitar no primeiro domingo do mês, quando a entrada é gratuita para todos. Nos demais dias, a entrada é livre apenas para menores de 18 anos.

15. Roma, Itália: Panteão

O Panteão, na capital italiana, é o prédio mais bem conservado da Roma Antiga. Desde o século 7 o local é utilizado pela Igreja Católica, mas quando foi concebido, o propósito era servir como templo para todos os deuses. Além de bela, a construção faz parte da rica história da cidade e sua civilização. A entrada livre faz com que haja quase sempre um grande número de pessoas passeando pelo local, então, para evitar o estresse causado por um ambiente lotado de pessoas, o ideal é programar a visita para antes das 9 horas da manhã.

16. Viena, Áustri a: jardins do Palácio de Schönbrunn

Na capital austríaca, a dica para aproveitar um passeio sem custos são os jardins do Palácio de Schönbrunn, um dos destinos mais procurados pelos turistas na cidade. Apesar de o monumento permitir visitas grátis, a área no seu entorno é aberta ao público. Como a extensão é grande, é praticamente impossível conhecer todo o local em apenas em um dia. Assim, se você for visitar os jardins do Palácio de Schönbrunn, recomenda-se que leve água e um bom tênis para caminhada.

PARA VOCÊ