30 paisagens lindas que vão fazer você querer viajar agora mesmo

Escrito por Sheila Almendros

Tem lugar que é tão fotogênico que sai bem na foto até em dia de tempestade, né? A prova viva de que a natureza é perfeita são os registros que você conferirá a seguir, e o melhor de tudo é que todos estes destinos são acessíveis para você ir lá e comprovar seu esplendor pessoalmente. Confira:

1. Voss, Noruega

Essa pequena cidade foi considerada a capital da aventura pelos noruegueses, e não é só de regiões montanhosas geladas, perfeitas para a prática de esportes radicais, que o local é conhecido: há paisagens incríveis para contemplar e também um pouco de história para desbravar, seja no inverno ou verão.
Chegar até Voss é fácil: saindo de Oslo, a viagem de trem dura em torno de 5 horas e meia, enquanto partir de Bergen, o percurso leva apenas uma hora.

2. Islândia

A Islândia é uma ilha nórdica marcada por belos cenários e também por suas diversidades. Possui uma grande atividade vulcânica e um importante gradiente geotérmico, responsáveis pela formação de suas formosas e rústicas paisagens. Sua capital Reykjavik apresenta obras arquitetônicas espalhadas por sua pequena extensão, criando um perfeito contraste com a natureza. Para chegar até lá, basta pegar um voo com destino à alguma capital europeia que faça conexão com o país, como Madri, Londres (Heathrow), Paris (Charles de Gaulle), Milão, Amsterdã e Frankfurt.

3. Manali, Índia

Localizada no vale do Kullu, esta pequena cidade indiana é um verdadeiro reduto para os mochileiros que buscam preços baixos e experiências únicas, principalmente para quem gosta de uma boa aventura. O destino oferece diversas opções para a prática de raftings, trekkings, escaladas, esqui e paraglinding, além dos bares e cafés aconchegantes com música ao vivo em Old Manali.
Como chegar? A partir de Nova Delhi, é possível pegar um voo até o aeroporto de Bhunter, e percorrer os 50km até a cidade de ônibus ou táxi.

4. Banff National Park, Canadá

Como não se apaixonar por esta incrível paisagem fotografada no parque mais antigo do Canadá? Localizado em Alberta, o Banff National Park é formado por geleiras, campos de gelo, densas florestas de coníferas e paisagens alpinas de deixar qualquer viajante boquiaberto! Não é a toa que foi considerado patrimônio mundial da Unesco, não é mesmo? Desde a década de 1990, milhões de pessoas vindas de todas as partes do mundo acessam o parque através da Rodovia Trans-Canadá.

5. Grand Canyon, Estados Unidos

Um dos cartões postais mais conhecidos de Colorado é também um dos pontos turísticos mais visitados nos Estados Unidos, e não é para menos, já que contemplar esta vista paradisíaca é algo indescritível! São 446 km de extensão que podem ser desbravados de várias maneiras: descendo a ribanceira no lombo de uma mula, de caiaque ou bote pelo rio, caminhadas de horas ou dias (para os mais aventureiros, ou de helicóptero, se você tiver alguns bons dólares para desembolsar. Mas, independentemente da escolha ou das possibilidades, pode apostar que a experiência será surreal!

6. Glacier National Park, Estados Unidos

O Glacier National Park fica em Montana, e ligado ao parque canadense Waterton Lakes National Park, formam o Waterton-Glacier International Peace Park, que nada mais são que centenas de geleiras, lagos, cachoeiras e montanhas reunidos em uma só área. Só a parte americana conta com 4 mil quilômetros quadrados de extensão, e por lá você ainda terá o privilégio de conhecer a fauna e a flora regional.
Para acessar este paraíso, é necessário garantir o seu ingresso, e todas as informações você encontra neste site aqui. A temporada mais sugerida para curtir todas as áreas abertas do parque é de julho a setembro.

7. Jericoacoara, Brasil

Que Jericoacoara é um dos destinos mais lindos do Brasil, a gente já sabe! Este paraíso cearense é convidativo em qualquer temporada, já que as temperaturas são altas durante o ano inteiro! Além do clima colaborativo, a paisagem surpreende qualquer um: o azul do céu se misturando com as águas cristalinas, contornado pelo verde da vegetação, formam um cenário perfeito para assistir o nascer ou o pôr do sol. Ficou com vontade de passar suas próximas férias por lá? Confira então o nosso guia completo clicando aqui.

8. Wadi Mujib, Jordânia

A garganta da Jordânia fica entre as cidades Madaba e Karak e é a Reserva Natural com menor altitude do mundo, situada apenas 400 metros abaixo do nível do mar. O local foi nomeado em 2011 como Reserva da Biosfera pela UNESCO, e seu desfiladeiro pode ser percorrido através de excursões organizadas por agências especializadas, subindo ou descendo o rio, conforme o nível da água, e em determinadas épocas, de abril a outubro.
Para chegar até lá é necessário pegar um voo até o único aeroporto internacional da Jordânia, em Amã, e de lá seguir viagem com alguma expedição organizada.

9. Machu Picchu, Peru

Este histórico destino é também chamado de “cidade perdida dos Incas”, pois é o símbolo mais típico do império desta civilização. É também o principal ponto turístico do Peru, despertando a curiosidade de muitos viajantes que se aventuram a percorrer os 2400 metros de altitude para alcançar o topo de uma montanha, onde a construção está localizada. Você pode conferir o guia completo para uma viagem imperdível para Machu Picchu neste post aqui.

10. Parque Nacional Torres del Paine, Chile

Localizado na Patagônia chilena, Torres del Paine é uma paisagem incrível formada em torno de uma imensa massa de montanhas, esculpidas naturalmente ao longo das últimas eras glaciais. Seus visitantes podem desbravar o local com uma caminhada curta, caso a viagem tenha poucos dias disponíveis, ou se aventurar em uma expedição completa por toda a sua extensão, que dura entre 7 a 10 dias.
Para chegar ao parque é necessário seguir viagem rumo a Puerto Natales. De lá são 90 quilômetros pela Ruta 9, com ônibus partindo 7h e 8h da manhã e entre 13h e 15h.

11. Mount Bachelor, Estados Unidos

Este vulcão adormecido fica na região central de Oregon, e sua última erupção pode ter sido há quase 10 mil anos! Por conta disso, a região é altamente segura para a prática de esqui, e a estação montada por lá além de super organizada, também é muito frequentada (dê uma espiadinha no site oficial deles clicando aqui).

12. Painted Hills, Estados Unidos

Ainda em Oregon, precisamente no Condado de Wheeler, há algumas centenas de montes coloridos, denominados como Painted Hills. Cada camada de cor corresponde a uma era geológica, formadas quando a região ainda era uma várzea do antigo rio que por ali percorria. É praticamente uma obra de arte natural e a céu aberto!
Que tal incluir este destino em seu roteiro em sua próxima viagem para os Estados Unidos?

13. Ilhas Virgens Britânicas

A antiga rota do pirata Barba Negra pode não ser tão popular como as suas vizinhas caribenhas, mas é o destino perfeito para quem busca sossego, e porque não, exclusividade? Não espere encontrar grandes construções em Tortola, Virgin Gorda, Jost Van Dyke, Anegada e Out Islands, pois tudo por lá é bem rústico e não há nada que destoe da natureza. O mar límpido e tranquilo é ideal para a prática de mergulho, principalmente entre as ruínas das embarcações naufragadas, que são muitas inclusive, devido a enorme extensão de corais da região.
Não existem voos diretos para as Ilhas Virgens Britânicas saindo do Brasil, mas é possível chegar até o local por conexões realizadas na América Central ou Estados Unidos.

14. Groenlândia

Mesmo que a maior ilha do mundo tenha 80% de sua extensão coberta por geleiras, ainda é um destino com muitas atrações imperdíveis para quem busca uma experiência em meio à natureza por meio de cruzeiros. Assim você poderá avistar de uma vez só Icebergs, baleias e o sol da meia noite, além da fantástica aurora boreal. Em terra firme as atrações também são bem interessantes, como conhecer as ruínas vikings, as nascentes de águas termais e passear de trenó puxado por cães. O roteiro desta aventura dura 13 dias, partindo de Reykjavík, na Islândia, com escalas em Grundarfjorður, Prins Christian Sund, Nunap Isua, Qaqortoq, Hvalsøy, Igaliku, Itilleq, Qassiarsuk, Narsaq, Nuuk, Sisimiut, Ilulissat, Itilleq e Kangerlussuaq.

15. Sa Pa – Vietnã

Esta pequena cidade que faz fronteira com a China fica em uma encosta íngreme, e como pode-se notar, tem uma paisagem única. Seus lindos terraços de cultivo de arroz são muito famosos, e chama a atenção de milhares de turistas de todo o mundo. O mais legal em Sa Pa, além de caminhar pelos arrozais, é que você também terá a oportunidade de conhecer várias tribos que por lá vivem, como os Black H’mong e os Red Dzao.
O acesso ao local não é dos mais fáceis, portanto, a melhor maneira de se chegar até lá é por pacotes de viagens oferecidos por grande parte dos hotéis e hostels de Hanoi (que também fica ao norte do país). O combo inclui o transporte de ida e volta de ônibus ou trem, hospedagem em casa de família ou hotel e todas as refeições inclusas. Já os preços variam entre 50 e 400 dólares (quanto mais confortável for a sua viagem, mais cara ela será).

16. Atacama, Chile

Conhecer Atacama é uma experiência única, e melhor, barata! Há diversos passeios sensacionais que podem ser feitos em apenas alguns dias, como San Pedro de Atacama, Valle de la Luna, Valle de la Muerte, Lagunas Altiplânicas, Salar de Atacama, Salar de Tara, Laguna Cejar, entre outros lugares que rendem boas fotografias e ótimas memórias! A acessibilidade a este destino também é boa, pois você só precisará pegar um voo para Santiago, outro para Calama, e de lá uma van para San Pedro de Atacama, onde os turistas costumam se instalar.

17. Ilhas Feroe, Dinamarca

As exuberantes 18 pequenas ilhas vulcânicas estão localizadas entre a Escócia e a Islândia, mas fazem parte do território dinamarquês. Por ser uma região com farta fauna marinha, a pesca é a principal atividade e renda dos habitantes de Feroe. Em 2007, a National Geographic elegeu este paraíso como “As ilhas mais interessantes do mundo”, e só de olhar para a imagem acima, dá para entender o motivo, né?
Neste vídeo aqui você descobrirá algumas das belezas fantásticas deste destino, que é comumente procurado por turistas que desejam não só assistir uma inesquecível aurora boreal, como também para praticar trekking.
Para acessar as ilhas, é necessário pegar um voo partindo da Dinamarca, Islândia ou Noruega. No verão as possibilidades aumentam mais, com voos saindo também de Edimburgo, Barcelona e Palma de Mallorca.

18. La Jolla, Estados Unidos

La Jolla tornou-se um destino obrigatório em San Diego, Califórnia, principalmente para quem adora assistir o pôr do sol. E não é só isso: a região ainda é cercada por lindas praias com águas cristalinas e restaurantes elogiadíssimos. Para quem gosta de um programinha mais urbanizado, esta cidade litorânea também oferece aos seus turistas galerias de arte, museus e lojas, muitas delas concentradas na Prospect Street.
Já para os mais aventureiros, a La Jolla Cove está aí para ser corajosamente desbravada, por ser uma área com um enorme cânion submarino sob o Oceano Pacífico. Os mergulhadores enlouquecem com tamanha beleza!

19. Porto Rico

Esta simpática ilha também conhecida como “Isla Del Encanto” é um verdadeiro reduto para quem busca um destino cheio de praias incríveis, passeios históricos, comida típica deliciosa, habitantes hospitaleiros e uma floresta tropical lindíssima! Muitos acessam o país através de cruzeiros pelo Caribe, e para isso, é necessário ter visto americano, mas também é possível acessá-la via aérea, partindo do Brasil e fazendo conexões em outros destinos.

20. Lombok, Indonésia

Apesar da Indonésia ter aproximadamente 17 mil ilhas, Lombok é uma das mais indicadas para quem busca uma imersão à natureza com qualidade. Não que as outras não estejam a altura, mas ela se diferencia bastante de sua popular vizinha Bali, por exemplo, por ser mais tranquila. Suas praias semi desertas, florestas e cachoeiras são de praxe conhecer, mas que tal incluir em sua experiência visitar o segundo maior vulcão do país? Além do mais, a culinária local é deliciosa, contando ainda com um atendimento excelente deste povo tão receptivo!

21. Lago Caumasee, Suiça

A Suíça é dona dos mais belos lagos do mundo, mas é em Flims que fica, certamente, o que mais chama a atenção por sua exuberância: O lago Caumassee é este espetáculo que vocês estão vendo, um azul turquesa misturado com verde esmeralda de suas águas, que até parece de mentira, ou manipulação de photoshop!
A melhor época para visitar a região é no verão, quando o clima está favorável para nadar no Caumassee. É necessário pagar uma taxa para isso, mas te dá o direito de não só se banhar, mas também alugar pedalinho, pranchas de stand up paddle e barco. A melhor maneira para chegar ao local é de carro, sendo que uma viagem partindo de Luzern ou Zurique dura em torno de 1h30min. De transporte público também é possível, só que o trajeto é mais demorado, pegando um trem até a cidade de Chur, e em seguida, um ônibus PostAuto com destino a Flims Waldhaus. A caminhada do ponto final até o lago é de aproximadamente 10 minutos, mas também há a opção de subir o trajeto de funicular.

22. Sydney, Austrália

Esta megalópole com 5 milhões de habitantes se destaca por sua variedade. Em meio às lindas praias, que fazem com quem a relação dos australianos com o mar seja muito próxima, também há uma cidade urbanizada e completamente desenvolvida, perfeita para quem deseja ingressar em uma aventura com um pouquinho de tudo! Também é por conta disso que este destino é tão procurado por intercambistas e pessoas vindas de todas as partes do mundo em busca de uma oportunidade em um novo país. Atrações como Ópera House, Harbour Bridge, The Rocks e Sydney Tower fazem o mesmo sucesso que as belíssimas Manly Beach e Bondi Beach, os redutos dos surfistas.

23. Ilha de Páscoa, Chile

Mais fascinante que esta fotografia, só a misteriosa história da Ilha de Páscoa mesmo! Ninguém sabe, por exemplo, como e porque os habitantes construíram, há tantos anos, esses gigantescos e pesados monumentos com cabeça e tronco, espalhados por toda a sua extensão. Independentemente destes enigmas, a verdade é que este destino oferece uma paisagem única e muitas atrações para quem deseja se desligar um pouco da agitação das grandes cidades, como trilhas percorridas com bicicleta ou a pé, conhecer de perto os vulcões Rano Kau, Rano Raraku e a aldeia cerimonial de Orongo, a prática de mergulho autônomo, passeios de caiaque e snorkeling, além das excursões às ilhotas vizinhas.

24. Parque Minnehaha, Estados Unidos

Esta incrível parede de gelo fica no Parque Minnehaha, em Minneapolis, que nada mais é que uma pequena cachoeira congelada durante o inverno. E falando em congelado, é na temporada mais fria do ano que o local ganha outro visual, bem charmoso, com seu tom branco azulado por toda a paisagem, o que rende muitos registros incríveis! Em dias mais quentes, os visitantes podem nadar no lago, fazer trilhas de bicicleta ou a pé, e aproveitar a sombra das árvores para curtir um agradável piquenique. Uma atração perfeita para incluir no roteiro de sua viagem a Minnesota.

25. Rumble Room, Estados Unidos

O Planalto Cumberland fica na área sul de Apalaches, uma região montanhosa que se estende do leste de Kentucky e Tennessee, norte do Alabama, noroeste da Geórgia e terminando em terras canadenses. Lá fica o Rumble Room, uma caverna rocha calcária que, segundo o próprio autor desta imagem, só foi descoberta no final do século passado! Ela tem 1,5 hectare de área e 100 metros de altura, sendo acessada por um fosso de 20 metros de profundidade, seguido de uma escalada em duas quedas d’água de 4 metros e terminando com 610 metros de passagens com 30 centímetros de largura. Vale todo o sacrifício para contemplar uma vista como essa, não acha?

26. Malta

Situada no Mar Mediterrâneo, o arquipélago de Malta tem encantos diferenciados, principalmente por sua apaixonante paisagem. Suas ilhas habitadas Malta, Gozo e Comino oferecem aos seus visitantes uma imensidão de opções turísticas, seja em meio à natureza ou desbravando uma cidade medieval, por exemplo. Confira algumas das atrações principais deste destino clicando aqui.

27. Fernando de Noronha, Brasil

Este paradisíaco arquipélago brasileiro é também um das regiões mais preservadas da nossa natureza. São 21 ilhas e ilhotas que também já serviram de base militar há muito anos, deixando como herança algumas fortalezas construídas, que hoje servem como atrações turísticas históricas. Saiba mais sobre o destino clicando aqui.

28. Lençóis Maranhenses, Brasil

Formada por lagoas de água doce e dunas, os Lençóis Maranhenses são uma unidade de conservação brasileira criada em 1981. É também um dos destinos mais visitados no Maranhão, sendo a temporada de junho a setembro com o maior número de turistas, por ser o período em que as lagoas estão cheias e o clima favorável. Confira o roteiro completo neste link aqui.

29. Fervedouro Bela Vista, Brasil

Localizado no Jalapão, Tocantins, o Fervedouro Bela Vista é um ponto turístico que vem sendo descoberto timidamente pelos brasileiros nos últimos anos. Nada mais é que um poço formado por águas azuis de nascentes de rios subterrâneos, e por conta da pressão da água, os banhistas boiam com muita facilidade. O local é bem estruturado, contando com restaurantes servindo comida típica, banheiros com chuveiro e área de camping. A entrada custa R$15.

30. Bonito, Brasil

Referência em ecoturismo no Brasil, este destino sul matogrossense oferece aos seus turistas atividades totalmente voltadas à natureza, como a prática de mergulho, rafting, exploração em cavernas, entre outros atrativos. Veja o guia completo de Bonito neste post aqui.

Já sabe qual destino escolherá primeiro? Separe a máquina fotográfica e boa viagem!

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS