Cachoeira Santa Bárbara: conheça este espetáculo da natureza

Escrito por Nicole Dias

Se engana quem acha que as cachoeiras mais lindas do mundo estão apenas na Islândia, Canadá ou na Croácia. Há quedas d’águas impressionantes aqui no Brasil mesmo, com águas limpíssimas, natureza preservada e aquela energia que apenas alguns lugares têm.

Hoje é dia de conhecer um pouco mais sobre a Cachoeira Santa Bárbara, uma das atrações mais populares da Chapada dos Veadeiros. Confira como chegar, quais são as melhores épocas para visitar e tudo o que você precisa saber sobre esse destino mágico em Goiás.

Onde fica a cachoeira Santa Bárbara

A Cachoeira Santa Bárbara fica em Cavalcante, Goiás. A cidade fica a 322 km de Brasília e 515 km de Goiânia. No local, existem inúmeras cachoeiras e quase todas podem ser acessadas através de trilhas.

Como chegar a cachoeira Santa Bárbara

Sabe aqueles pontos turísticos que são super acessíveis? Essa cachoeira não é um deles. Primeiro, é necessário chegar a comunidade Kalunga Engenho II, onde um guia deve ser contratado. Em seguida, ainda há a distância de 6 quilômetros até a cachoeira, que pode ser percorrida a pé ou de carro durante um trecho. Há também uma travessia de rio no meio. Parece pesado, mas é recompensador.

5 coisas que você precisa saber sobre a cachoeira Santa Bárbara

Planejando um mergulho nessa cachoeira dos sonhos? Então veja cinco informações essenciais antes de sair colocando o pé na estrada:

1. O acesso à cachoeira é pago

Nada de sair explorando por você mesmo. Para chegar até a Cachoeira Santa Bárbara, a presença de um guia é obrigatória. O contrato já é feito no Centro de Atendimento ao Turista (CAT) na própria comunidade Kalunga. Há um valor para grupos, em média de R$100. Também deve-se pagar uma taxa de visitação de R$20 por pessoa.

2. É preciso fazer uma trilha para chegar até lá

Há uma distância de 6 quilômetros da reserva até a cachoeira. Uma parte dela pode ser percorrida com veículos 4 × 4, que são contratados no local. Mas quem resolve ir andando não se arrepende: a paisagem é linda. No caminho ainda há uma pausa na Cachoeira Santa Barbarinha, que também não deixa a desejar.

3. Há um tempo limite para cada grupo permanecer no local

Embora dê vontade, não é possível ficar o dia inteiro aproveitando a magia da cachoeira. Cada grupo tem uma hora de permanência máximo no local.

4. O horário de visitação é das 7h às 17h

De acordo com quem já visitou a Cachoeira Santa Bárbara, o melhor horário para conhece-la é pela manhã. Como há uma limitação do número diário de visitantes, quem chegar muito tarde pode acabar ficando de fora. Sábado costuma ser o dia mais movimentado, enquanto domingo tem menos turistas.

5. A época mais indicada para visitar é na seca

A melhor época para fazer passeios na Chapada dos Veadeiros é nas temporadas em que não chove tanto. O período de seca na região vai geralmente de abril até setembro. Depois de outubro as cachoeiras ficam mais cheias e perigosas, enquanto as estradas também podem sofrer com os danos do tempo.

10 fotos que aumentarão sua vontade de ir à Cachoeira Santa Bárbara

Se ainda não se convenceu que esse é um daqueles lugares que merecem entrar na sua lista das próximas férias, essas fotos farão você mudar de ideia:

1. Dá pra acreditar que essa água é de verdade?

2. Momentos de paz e conexão com a natureza

3. É ou não é um lugar mágico?

4. O acesso não é dos mais fáceis, mas vale a pena!

5. Se você chegar cedinho, garante uma foto exclusiva

6. E refresca até a alma

7. Onde está o teletransporte quando a gente mais precisa?

8. Passar um dia em um cenário desses é inesquecível

9. E sequer é preciso sair do Brasil

10. Partiu Cachoeira Santa Bárbara?

Curtiu? Então confira aqui mais 8 passeios na Chapada dos Veadeiro que você precisa incluir no roteiro.

PARA VOCÊ