17 dicas para você se tornar um mestre na arte de arrumar malas

Publicidade

Fazer as malas da forma mais eficaz com itens ocupando o mínimo de espaço possível é uma arte que poucos dominam. Quem já viajou muito termina desenvolvendo técnicas próprias para não passar os transtornos que uma mala mal feita pode trazer, mas você pode aprender muita coisa antes de ter que passar por experiências ruins. Para ajudá-lo nessa tarefa, listamos algumas dicas compartilhadas por pessoas com experiência no assunto.

1. Faça uma lista dos itens a levar

Alguns dias antes da viagem, comece a fazer uma lista de todas as coisas que você lembrar que deve levar, incluindo roupas, peças íntimas, sapatos, aparelhos eletrônicos, produtos de higiene pessoal e remédios. Então faça a sua mala baseando-se nessa lista e incluindo novas coisas que lembrar enquanto está fazendo essa arrumação.

Anote separadamente os itens que você só vai poder guardar depois, como escova de dentes, escova de cabelo e chinelos, que são coisas que você geralmente vai precisar usar até o último momento antes de sair de casa para o seu destino.

A lista é importante não apenas para lembrar o que deve ser levado para a viagem, mas também é essencial para que você não esqueça nada quando fizer as malas de volta para casa. Por isso, guarde-a para conferir novamente todos os itens na volta.

2. Leve sacolas extras

Leve algumas sacolas extras para guardar roupas sujas durante a viagem e use outras para guardar embalagens que correm o risco de abrir na mala, como shampoo, protetor solar e perfume, para minimizar os efeitos de possíveis acidentes. Use sacolas também para guardar os sapatos, para que as solas deles não entrem em contato com outros itens da mala ou com a própria mala, sujando-os.

3. Leve o mínimo possível

Essa é uma dica especial para quem tenta colocar todo o guarda-roupa na mala de uma viagem que vai durar só um fim de semana: leve o mínimo possível! Tente levar peças que você poderá combinar com outras e usar mais de uma vez. Pense em quantas viagens você realmente usou toda a roupa que levou? Provavelmente, nenhuma. Então não vale a pena levar tanta coisa assim.

Toda a logística de quais tipos de roupa levar vai depender do clima do local para onde você vai. Por isso, essa pesquisa sobre como é o clima da região na época do ano durante a sua viagem é essencial, apesar de muitas vezes o tempo não obedecer ao que a gente espera.

A importância em não levar uma mala tão cheia se deve a dois fatores. Primeiro, você deixa espaço para as coisas que trará da viagem (e você sempre trará mais do que imaginava) e, em segundo lugar, você evita pagar as abusivas taxas sobre a bagagem com peso maior do que o permitido. Levar o mínimo possível é uma atitude que evita transtornos no futuro.

Publicidade

4. Faça as malas de forma organizada

Otimize a organização da mala, procurando preencher espaços vazios, sem simplesmente jogar os itens de qualquer maneira uns sobre os outros. Tente deixar as coisas que você vai precisar usar constantemente de forma mais fácil de ser alcançada e não embaixo de uma pilha de outras coisas que você não vai usar tanto. Dessa forma, você vai precisar colocar por último na mala os itens que vai usar mais.

5. Enrole as roupas depois de dobrá-las

Para otimizar o espaço ocupado pelas roupas uma dica é dobrá-las e, então, enrolá-las em rolinhos bastante compactos. Encaixe um rolinho no outro para preencher os lugares vazios.

6. Uma dica para não amassar tanto roupas

Fazer caber várias peças de roupa em um espaço pequeno, geralmente, quer dizer ter várias delas amassadas. Para amassar menos as roupas mais delicadas, como vestidos e roupas sociais, antes de dobrá-las, coloque-as estendidas dentro de sacolas plásticas grandes e então as enrole ou dobre, evitando ao máximo o contato de tecido com tecido.

7. Guarde coisas dentro dos sapatos

Uma boa forma de otimizar a arrumação da mala é colocar meias ou itens menores, como carregadores, dentro dos sapatos. Assim você ocupa um espaço que ficaria ocioso e libera lugar para ser ocupado por outras coisas.

Uma questão sobre os sapatos: leve os confortáveis, a não ser que você realmente vá a um evento elegante. Nesse caso, leve um específico para esse evento e todos os outros pensando que você deve andar o dia inteiro usando-os.

8. Guarde peças intimas em sacolas

Por questão de higiene e para encontrá-las mais facilmente dentro da imensidão da mala, guarde peças íntimas dentro de sacolas plásticas, tirando o máximo de ar possível, ou dentro de nécessaires.

9. Use elásticos para manter tudo compacto

Elásticos podem ser usados para manter os seus rolinhos de roupas mais compactos, evitando que essas peças se espalhem pela mala durante a viagem. Mas é claro que é preciso avaliar quais peças podem mesmo ter um elástico em volta, evitando amassar mais ainda as roupas delicadas.

10. Deixe as coisas mais pesadas perto das rodinhas

Na arrumação da mala, além de tentar deixar os itens que você mais usa em cima das outras coisas, tente também deixar as coisas mais pesadas mais próximas das rodinhas da mala. Assim, elas não caem e não amassam o que está embaixo, quando você estiver carregando a mala de pé.

11. Use calçados fáceis de tirar e de colocar

Para o trajeto, além de roupas confortáveis que lhe permitam dormir, se for o caso de uma viagem longa, procure usar calçados que sejam fáceis de ser retirados e colocados de volta, quando você passar pela inspeção de segurança do aeroporto.

Publicidade

Para viagens internacionais, você vai precisar retirá-los e colocá-los na bandeja para passar pelo raio-x, para colocá-los novamente nos pés lá na frente. Então evite calçados que compliquem sua vida nessa hora. O ideal é o tipo de sapato que você apenas desliza o pé para tirar e para colocar.

12. Use a lavanderia durante a viagem

Procure saber sobre o serviço de lavanderia de onde você vai se hospedar. Se você conseguir lavar suas roupas, você pode levar menos peças para reutilizá-las novamente. Isso é especialmente útil se você vai passar mais do que uma semana em um destino.

13. Leve plástico-bolha para empacotar coisas frágeis

Itens guardados em embalagens de vidro, como perfumes e bebidas alcoólicas, podem quebrar com todo o sacolejo que as malas sofrem ao serem jogadas no avião na ida e na volta. Mesmo que a bagagem tenha um aviso de “frágil”, não espere muito da companhia aérea em relação a realmente tomar cuidado com ela. Portanto, previna-se.

Leve um tanto de plástico-bolha para empacotar itens frágeis na volta — vai que você decide comprar algo delicado que nem estava imaginando adquirir antes de fazer a viagem?

Publicidade

14. Guarde itens menores em nécessaires

Essa dica a maioria das mulheres aplica instintivamente, mas é valiosa para os homens também. Porque colocar desodorante, aparelho de barbear e escova de dente em qualquer lugar da mala, só vai causar transtorno na hora de encontrá-los quando chegar ao destino. Por isso, tente colocar esses itens de higiene pessoal, que tendem a ser menores, em uma bolsinha bem organizada.

15. Leve cosméticos em frascos menores

Shampoos, condicionadores, perfumes, loções e cremes ficam muito melhor de transportar, se você os armazenar em frascos pequenos. Muitas lojas vendem frascos para esse fim. Afinal, você não vai usar todo o shampoo que está no seu banheiro em casa em uma semana, não é mesmo? Assim, você evita carregar mais peso na mala.

Líquidos, cremes ou pastas em geral devem ser despachados na mala que vai dentro do avião. Em voos internacionais, não tente levar esses itens com você na bagagem de mão, sob pena de ter que se desfazer deles para entrar na área de embarque.

16. Saiba o que você pode levar ou não na bagagem de mão

Procure saber as regras vigentes de segurança aeroportuária para viagens internacionais. Qualquer tipo de bebida, inclusive água, líquidos, cremes e pastas em geral (até pasta de dente e desodorante) não podem ser carregados na bagagem de mão: devem ir junto com a mala despachada para dentro do avião. Procure saber a quantidade máxima de peso permitido para cada tipo de bagagem e os tipos de itens que podem ser transportados ou não em cada uma delas.

O site do Aeroporto Internacional de Guarulhos traz as regras que valem para viagens internacionais em qualquer país. E atenção: as regras para as bagagens de mão valem também para usuários de voos domésticos que passam pela mesma área de inspeção de quem fará o voo internacional. Portanto, mesmo que você não voe para fora do país, pode ter que observar esses cuidados ao transportar líquidos.

Procure saber sobre tudo isso com antecedência e busque informações atualizadas em órgãos oficiais, pois essas regras podem mudar com o tempo.

17. Pese a mala antes de ir para o aeroporto

Isso vale para a viagem de ida e de volta. Procure uma forma de pesar sua mala antes de ir para o aeroporto para saber se passou ou não do limite permitido por bagagem. Existem balanças portáteis próprias para esse fim.