10 dicas para escolher o hostel perfeito com segurança

Escrito por André Macedo

Se você curte viajar, mas fica com dó de gastar seu suado dinheirinho em hospedagens caras, vale a pena ficar em hostels. Porém, nem tudo são flores: para escolher um bom hostel, é preciso muita pesquisa e escavar a internet atrás de informações. Para facilitar sua peregrinação digital, separamos 10 dicas de como escolher um hostel sem cair em possíveis roubadas.

Continua após o anúncio

1. Procure por fotos reais

Sabemos muito bem que fotos publicitárias não são a coisa mais confiável do mundo, não é mesmo? As lentes e ângulos podem fazer o local parecer muito diferente, sem contar na arrumação especial feita para tirar as fotos. O TripAdvisor conta com uma sessão para hóspedes subirem fotos de suas estadias, que são mais confiáveis e próximas da realidade.

2. Veja avaliações em diversos sites, inclusive Facebook

Falando no TripAdvisor, tanto ele quanto outros sites e motores de busca de hostels merecem sua atenção na hora de ler as resenhas. Caso os relatos não sejam o suficiente ou parecem adulterados pelo estabelecimento, a dica é verificar as avaliações na própria página do Facebook do hostel.

3. Confira a distância real até os lugares que você quer visitar

André Macedo / Viajali

André Macedo / Viajali

Não adianta pegar aquele hostel fazenda fofinho e barato, mas completamente fora de mão. Normalmente, os portais de reserva oferecem a distância do estabelecimento até o centro da cidade ou pontos turísticos, mas caso essa informação não esteja disponível, nada que uma pesquisa no Google Maps não resolva.

4. Pergunte quais serviços adicionais eles oferecem

Por receber muitos gringos, alguns hostels oferecem serviços como traslado a aeroportos e desconto em restaurantes, bares e mais. Não sinta vergonha de perguntar na recepção, afinal o ganho é seu!

5. Caso tenha alergia, confira se eles não têm pets

Almas boas costumam avisar logo na descrição do hostel, porém nem todos são assim. Não é incomum ler resenhas de pessoas alérgicas a animaizinhos que sofreram em sua estadia, então analise e não pule as linhas finais das descrições. Caso seja necessário, mande um e-mail perguntando sobre e garanta a felicidade de seu nariz.

6. Para evitar roubadas, prefira reservar em sites confiáveis

André Macedo / Viajali

André Macedo / Viajali

Não importa o quão bem-feito o site do hostel pareça ser, dê preferência aos agregadores como HostelWorld. Assim, você se livra de eventuais roubadas, afinal melhor garantir né?

7. Caso a diferença de preço for pequena, prefira hostels mais “badalados”

A máxima “às vezes, o barato sai caro” deve ser levada muito a sério na hora de escolher seu hostel. Se a diferença entre um hostel baratinho, porém desconhecido, e outro um pouco mais caro e melhor avaliado for pequena (R$10,00 a diária, por exemplo), prefira gastar uns trocados a mais do que ir na sorte.

8. Verifique se o hotel é “festeiro” ou não

A grosso modo, existem dois tipos de hostels: “festeiro” e “tranquilão”. O festeiro é aquele com diversas atividades e festas, um bar badalado e costuma ser próximo a lugares onde a vida noturna é forte. Por mais divertido que seja, se você pretende explorar a cidade e passar o dia andando, você precisará de uma boa noite de sono. Ou seja, só escolha esse tipo de hostel caso você prefira aproveitar a vida noturna do que a, bem, “vida diurna”.
Os tranquilões são aqueles que servem mais como dormitório, ou seja, existem poucas atividades e são ideais para quem pretende turistar pelo destino, mas podem ser entediantes para quem prefere ficar ligado no 220v.

9. Compare os preços e serviços ao de hotéis próximos

Com o crescimento de procura de hostels, cada vez mais novos estabelecimentos estão surgindo e os preços estão subindo. Caso prefira privacidade e mais conforto, dê uma olhada nos hotéis na região e analise se não compensa ficar em algum deles.

10. Não confie 100% na dica de seus amigos

Não é só porque seu amigo diz que ficou em um lindo hostel perto de tudo que é necessariamente assim. Calma, não estou chamando seus amigos de mentirosos! É que as noções de espaço e conforto podem variar de pessoa para pessoa, por isso procure a opinião de diversas pessoas e nunca escolha um hostel baseado apenas na opinião de um amigo.

 
   

PARA VOCÊ