Estocolmo: um guia completo da mais bela cidade da Suécia

Escrito por Bruno Mendes

A capital da Suécia é um espetáculo arquitetônico e a natureza da cidade está perfeitamente incorporada ao cenário urbano organizado, que sintetiza toda a infraestrutura do nono país no ranking do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Viajar para Estocolmo proporcionará alegria para viajantes de todas as idades e com as mais variadas preferências, afinal, o local oferece distintas atrações turísticas e muita tranquilidade.

Calma, limpa, sem grandes congestionamentos e muito segura, Estocolmo tem cerca de 900 mil habitantes, mas conserva a calmaria apreciável daqueles interiores bucólicos. Será uma excelente ideia organizar a trip para uma das metrópoles com a melhor qualidade de vida do mundo.

O que fazer em Estocolmo?

Embora a capital sueca seja tranquila e respire ares pacatos, não é enfadonha e possui ótimos atrativos turísticos. Uma certeza: você não vai ficar um dia sem ter o que fazer. Olha só esses lugares bem bacanas para visitar.

1. Palácio Real de Estocolmo

Localizado no centro histórico de Estocolmo, o Palácio Real de Estocolmo é a residência oficial da família sueca. Interessantíssima mostra do barroco europeu, a construção do século XVIII tem sete andares, com 600 aposentos e reúne obras de artes que traduzem um pouco do rico processo histórico do país nórdico.

Se você gosta de história e ama apreciar decorações e exemplares de alto nível arquitetônico, não deixe de conhecer este palácio que abre todos os dias entre maio e setembro.

2. Museu Skansen

Esse museu é um tanto quanto diferente da maioria dos outros por uma razão simples, trata-se de um museu ao ar livre. O museu Skansen é, na verdade, o primeiro museu a céu aberto do mundo e está situado a ilha de Djurgården, que fica na região leste de Estocolmo.

O charmoso espaço cultural contempla um zoológico com animais escandinavos, além de peças e construções que mostram um pouco como era o modo de vida na Suécia em séculos passados. Escolas, comércios, casas com móveis, você visitará uma espécie de cidade em miniatura, construída em meio a admirável natureza.

3. Ilha de Djurgården

A ilha de Djurgården é conhecida como a ilha do lazer, pois abriga parques de diversões e alguns museus. Como dá para ter uma ideia pela imagem, o lugar possui belíssima área verde e é aquele típico atrativo para você curtir pela manhã, tarde e noite.

4. Saluhall

Provar as delícias gastronômicas de cada região é uma das atividades mais especiais em viagens, certo? Melhor ainda é quando além de comer, você visita um ambiente bonito e aprazível, como o Saluhall, o mercado público de Estocolmo.

Mesclando o rústico com o sofisticado, o local dispõe de vários estandes com diferentes exemplares da culinária sueca. Ande sem pressa e prove algumas almôndegas, torta de batata com salmão e muito mais.

5. Gamla Stan, o centro histórico

O centro Histórico de Estocolmo é considerado um dos melhores atrativos da cidade e reúne as características originais do passado medieval. Foi nessa região, hoje repleta de museus, restaurantes, cafeterias, lojas de roupas e de souvernires, que a capital da Suécia foi fundada em 1252.

Localizada na ilha de Stadsholmen, a Gamla Stan é mais uma atração para você passar o dia inteiro, com toda a calma. Tire muitas fotos para postar no Instagram e aprecie cada detalhe de um traçado urbano antigo, mas tão preservado e belo.

6. Gröna Lund

Gosta de adrenalina? Você precisa dar uma passada na Ilha de Djurgården e conhecer o Gröna Lund, o parque de diversões mais antigo da Suécia, construído em 1883. Ao curtir alguns brinquedos, será viável sentir aquele friozinho na barriga agradável e apreciar uma vista impecável de algumas regiões de Estocolmo.

7. Museu do Abba

Se você é jovem talvez não tenha ouvido falar do Abba, mas é evidente que seus pais conhecem um dos grupos pops mais famosos do planeta. O Museu que saúda a banda sueca dispõe de vídeos, fotos, roupas que os músicos usaram em shows importantes e estrutura interativa para fã nenhum botar defeito.

Lá no museu está apresentada um pouco da história pessoal de cada um dos integrantes e também existem algumas surpresas bem bacanas. Certamente depois do passeio alguns sentirão uma vontade de procurar álbuns do Abba no Spotify.

8. Catedral de São Nicolau de Estocolmo

Ao caminhar pelo centro histórico, não deixe de conhecer a catedral de Estocolmo, mais um ponto turístico que encanta os visitantes pelo requinte arquitetônico observado tanto no lado de fora quanto no interior.

Construído no século XIII, o templo recebe um grande fluxo turístico todos os anos e é o local onde as bodas da realeza sueca é realizada. Atenção: não passe direto e observe com atenção a magnífica escultura de São Jorge e o dragão, criada por Bernt Notke em 1489.

9. Praça Sergels

A Praça Sergels é aquele típico ponto de parada entre um passeio e outro, que fica perto de dezenas de atrações turísticas, mas também existem coisas boas curtir por lá. Observe o Kristallvertikalccent, um imponente obelisco de vidro com encantadora iluminação noturna, e assista às apresentações dos artistas de rua que por lá se apresentam todos os dias. É gratuito, mas certamente você colocará alguns trocados na caixinha.

Ah, se bateu aquela vontade de fazer compras, saiba que a praça tem uma galeria de compras extensa no piso subterrâneo. Há boas opções.

10. Parque Rålambshovparken

Os dias ensolarados em Estocolmo solicitam contato com a natureza, ou seja, manhãs e tardes inteiras em um parque urbano interessante. Vale a pena seguir para o Rålambshovparken, uma concorrida atração do verão sueco, onde o pessoal aproveita para sentir o ar puro e faz caminhadas, curte um piquenique entre amigos e até pratica esportes, como vôlei de praia, bocha e futebol.

11. Museu do Vasa

Mesmo aqueles não tão interessados em museus precisam conhecer o Vasa, um espaço que conta a história de um navio sueco que naufragou ao partir para o mar Báltico. Erguido com o propósito de ser o maior navio de guerra mundo, o Vasa afundou em 1628, poucos metros depois da partida e das 150 pessoas a bordo, entre 30 e 50 morreram.

Ironicamente, a tragédia foi responsável pelo surgimento de um dos museus mais importantes em Estocolmo, que conta com o próprio Vasa, que foi retirado do mar e tem sua estrutura quase intacta exposta ao público. O local também disponibiliza informações sobre o navio em filmes, maquetes e painéis.

12. Museu Nórdico

O Museu Nórdico é mais um espaço destinado à preservação cultural que merece ser visitado na capital sueca. Depois de vislumbrar a construção semelhante a uma catedral, ou algum castelo medieval charmoso, o visitante irá se deparar com uma estátua gigante do rei Gustav Vasa, que governou a Suécia entre 1523 e 1560, e conferir alguns registros da cultura sueca do século XVI até hoje.

13. Södermalm, o bairro mais cool de Estocolmo

Se você é fã de ruas e avenidas cheias de galerias de arte, cinemas, cafeterias peculiares, brechós, bares e toda uma atmosfera descolada e bem jovial, precisa dar uma passada em Södermalm, bairro que é a morada dos personagens dos livros da trilogia Milleniun.

Caminhe pelas vias e descubra uma série de lojinhas que vendem aqueles produtos vintages bem bonitos. Certamente você irá comprar itens retrôs com cara de antiguinho e depois fazer um pit stop para tomar uns choppinhos.

14. Passeio de barco

É digno adicionar à lista essa sugestão. Por Estocolmo ser uma cidade formada por várias ilhas, será um privilégio fazer um passeio de barco e observar um pouco do arquipélago urbano por uma perspectiva única.

15. Passeio de bicicleta pela cidade

Por questões ambientais e até mesmo de saúde, o hábito de andar de bicicleta vem sendo estimulado nas cidades mais desenvolvidas do mundo e em Estocolmo não é diferente: parte considerável da população usa a famosa magrelinha, não só nas atividades de lazer, mas também para ir ao trabalho.

O que acha de conhecer diferentes áreas da cidade utilizando a bike? Será superválido fazer um passeio guiado e chegar a alguns pontos turísticos por intermédio do meio de transporte. Além do prazeroso vento no rosto e do exercício físico, você observará em detalhes o trânsito organizado e cordial.

16. Katarinahissen

Quer ir a um trecho alto de Estocolmo para fazer alguns registros fotográficos interessantes ou mesmo admirar a gama de belezas do entorno? Construído em 1882, O Katarinahissen (ou elevador Katarina) é a pedida. Não perca a chance.

17. Praia de Långholmen

O inverno sueco é longo, por isso, os moradores e turistas aproveitam o verão para curtir ao máximo os parques e até as praias. Isso mesmo! Ainda que esse tipo de atrativo não tenha protagonismo em Estocolmo, será bacana conhecer a singela e limpíssima praia de Långholmen.

Ok, sem comparação com as maravilhosas praias brasileiras, mas vale dar uma passadinha. Animada e muita cheia nos fins de semana ensolarados, a área é ótima para fazer piqueniques, sentar e conversar com os amigos e até recarregar as energias para passeios posteriores.

18. Biblioteksgatan, a quinta avenida de Estocolmo

Não dá para menosprezar a hora de fazer as compras nas viagens, concorda? Se a sua intenção é ir para um ambiente de compras refinado e luxuoso, passe na Biblioteksgatan e lá encontrará várias opções de joias, roupas de grifes famosas e casacos de pele, bolsas e muito mais. Mesmo que você não queira ou não possa obter os itens nada baratinhos, será gratificante caminhar em mais uma área tão bonita da cidade.

19. Jardim Zoológico de Bergius

Integrante da Universidade de Estocolmo e da Academia Real Sueca de Ciências, o Jardim Zoológico de Bergius é mais um destino imperdível para os viajantes que amam o contato com a flora. Veja como é belo o pomar de groselhas, ou as mostras de plantas que ainda são novas, como lingonberry, chokeberry e cranberry, e sinta o ar puro de uma região quase desconectada do centro urbano.

20. Ópera Real Sueca

A Ópera Real Sueca foi fundada pelo rei Gustav III em 1782, mas por muito tempo permaneceu fechada. A belíssima construção, que hoje contempla essa valiosa atração cultural de Estocolmo, foi restaurada e tem projeto do arquiteto Axel Anderberg.

A fachada neoclássica da parte externa é tão graciosa quanto os recantos interiores. Inclua na programação esse passeio e caso consiga ingresso, não perca a espetacular apresentação do balé clássico sueco.

21. Fotografiska

O museu da fotografia de Estocolmo, aberto em 2010, é um dos mais visitados da cidade e, sem nenhum mistério, é parada obrigatária para todos os amantes de registros fotográficos. Contando com exposições de fotógrafos reverenciados no mundo inteiro, o espaço tem sessões por onde profissionais em início de carreira exibem seus trabalhos.

Fique muito tempo observando cada imagem e você poderá ter boas inspirações para fotografar a capital sueca por novos ângulos e cores. Será?

22. Restaurante Aifur

Há vários restaurantes de alto nível em Estocolmo, mas destacaremos nessa lista o Aifur por uma característica bem peculiar: ele é um restaurante Viking, muito bem decorado e envolto em atmosfera ímpar, capaz de transportar os clientes para outros tempos. Garçons fantasiados, músicas temáticas, iluminação com rusticidade específica, tudo muito planejado.

Deguste as carnes com um garfo peculiar e tome uma (ou mais) cerveja do velho continente nesse ambiente único. Só uma recomendação: faça a reserva com antecedência pois o estabelecimento é muito concorrido.

O que você precisa saber sobre Estocolmo

Conseguiu imaginar a sua passagem pela capital sueca depois de observar as fotos e ler sobre os atrativos acima? Então confira estas informações importantes que devem ser guardadas antes de viajar, pois é muito chato ter que lidar com perrengue ao invés de se divertir, certo? É tudo muito simples, veja só.

  • Localização : 15 ilhas englobam Estocolmo e a cidade fica no centro-sul da costa leste da Suécia, pelo lago Malar.
  • Clima de Estocolmo: é muito melhor visitar Estocolmo durante o verão, entre junho e setembro, quando o sol brilha de maneira agradável e os dias se tornam propícios aos passeios ao ar livre. Nessa época a temperatura máxima fica em torno de 22°C e eventualmente chega aos 27°C. Por outro lado, o inverno é bem rigoroso e na estação, que começa em dezembro e termina em março, os termômetros marcam entre 4°C e -6°C, podendo esfriar ainda mais em determinados dias.
  • Visto: se você pretende passar 90 dias na Suécia, não precisará de visto. Contudo, antes de viajar certifique-se de que está tudo ok com o seu passaporte e consulte o site da embaixada para verificar quais documentos pessoais são obrigatórios.
  • Moeda: ainda que a Suécia faça parte da União Europeia, a moeda local não é o Euro, mas Coroa Sueca. Nas casas de câmbio você poderá comprar a moeda sueca, utilizando o real brasileiro.
  • Idioma: há distintos idiomas minoritários utilizados por parte da população sueca, mas o oficial do país é a língua sueca. É sempre bom conhecer novos idiomas e se você se matricular num cursinho para, ao menos, adquirir noções básicas do “sueco”, ótimo, mas com certeza você irá se virar em Estocolmo utilizando o inglês.
  • Voos para Estocolmo: não há voos direto de cidades brasileiras para Estocolmo. De todo modo, a Gol, LATAM, Azul e Avianca e outras companhias aéreas oferecem voos com escalas, cujos preços variam em períodos diferentes.

Pronto, agora é só fazer aquele planejamento financeiro básico, organizar os documentos e já ir pensando na hospedagem.

Onde se hospedar?

Estocolmo não é das cidades mais baratas, mas tem ótimos hotéis por preços e características que satisfazem diferentes orçamentos. Você não abre mão de luxo e quer um 5 estrelas impecável? Pretende economizar na estadia para gastar mais nos passeios? Calma que iremos ajudar todo mundo.

1. Reimersholme Hotel -$$

Esse albergue tem 39 quartos, bar/lounge e restaurante, lavanderia e uma equipe multilíngue para o viajante não passar dificuldades. Ótimo estabelecimento para quem deseja poupar grana.

2. Lydmar Hotel – $$$$$

Esse luxuoso hotel fica bem pertinho do Lago Malaren e oferece uma vista de primeira ao privilegiado hóspede, que não dispensa mordomia e serviços de alto nível. A acomodação oferece restaurante, 2 bares, equipe multilíngue e um terraço impecável.

3. Hotell Dialog – $$$

Esse hotel de três estrelas é simples e muito confortável, tornando-se outra boa opção para os viajantes mais econômicos. Os quartos possuem cortina blackout, banheiro privativo e ar condicionado, e na área em comum há bar/lounge.

4. Hotel Rival – $$$$

Situado bem perto da região central de Estocolmo, esse hotel conta com quartos decorados, ótimos bares (são três), serviço de lavanderia, wifi gratuito e muito mais. Fica a dica, viajante exigente com acomodação.

5. Stockholm Inn Hotel – $$$

Essa acomodação também fica perto do centro de Estocolmo, a poucos passos de muitos pontos turísticos. Elogiado pelo ótimo atendimento, o hotel tem TV lcd nos quartos e oferece assistência em excursões.

E aí, aprovou as opções indicadas? Se você escolher qualquer uma destas cinco irá acertar. Pode acreditar!

Coisas que você deve conhecer para ir a Estocolmo

Toda beleza é inspiradora e combina com arte, concorda? Fotogênica em suas mostras naturais e urbanas, Estocolmo é uma cidade que também encanta escritores e cineastas, portanto, já foi cenário de alguns livros e filme. Estas são algumas produções artísticas em que os personagens passearam pelas ruas da capital sueca.

Os Homens que Não Amavam as Mulheres – Stieg Larsson

Esse clássico moderno do gênero mistério traz como protagonistas uma dupla de detetives, formada pela enigmática e inteligentíssima hacker Lisbeth Salander e pelo jornalista Mikael Blomkkvist, que precisa solucionar um intrincado enigma que envolve a elite sueca.

Deixa Ela Entrar – John Ajvide Lindqvist

Esse best-seller, que deu origem ao filme homônimo, é uma surpreendente história de vampiro. A trama traz a história de um introspectivo garoto de 12 anos, que desenvolve amizade com uma misteriosa garota da mesma idade. De forma enigmática, após esse encontro algumas mortes começam a acontecer nas imediações.

Os Homens que Não Amavam as Mulheres – David Fincher

O livro Os Homens que Não Amavam as Mulheres, foi adaptado para o cinema em 2009 por uma produção sueca, mas em 2012, o cineasta David Fincher dirigiu uma elogiada versão da história escrita por Stieg Larsson, que foi um sucesso de bilheteria. Em 2012 o filme foi agraciado com o Oscar de melhor montagem.

Nós Somos As Melhores!, de Lukas Moodysson

Esse interessante filme sueco traz a história de duas amigas inseparáveis que amam punk e decidem montar uma banda. Ao incluírem no grupo uma garota cristã sem nenhuma feição à ideologia do estilo, a situação ganha contornos novos.

Que tal conhecer essas obras antes de visitar Estocolmo? Uma pequena sugestão: vai lendo um desses dois livros durante a viagem de avião. Certamente algumas imagens da capital sueca irão passear pela seu imaginário.

11 fotos de Estocolmo que irão fazer você antecipar a trip

Encerremos esse guia com algumas fotos de Estocolmo que ilustram a beleza da capital sueca por diferentes ângulos. Escolha a sua preferida!

1. Qual sua nota para o luar de Estocolmo?

2. E para esse dia ensolarado?

3. O centro histórico é um espetáculo

4. Quando as construções históricas interagem perfeitamente com a natureza

5. Aquela pausa para um cafezinho

6. Estocolmo é limpa, tranquila e segura

7. Após alguns minutos de caminhada você poderá encontrar um castelinho assim

8. Esse pode ser o visual da janela do seu quarto de hotel

9. Escolha viajar na época do verão europeu…

10. Pois mesmo sendo belo, o inverno é intenso

11. Que dia será o embarque?

Gostou do guia? Ficou com vontade de pesquisar o preço das passagens aéreas para Estocolmo? Não pense duas vezes, pois você viverá momentos inesquecíveis em uma das mais bonitas cidades do mundo.

PARA VOCÊ