16 experiências que você precisa passar em Mumbai: a maior cidade da Índia

Escrito por Vanessa Herrmann

Mumbai é a capital financeira e a maior cidade da Índia, por isso, boa parte dos grandes negócios, comércios e entretenimento estão concentrados nela. Composta por um grupo de 7 ilhas e uma população de mais de 18 milhões de pessoas, é um ótimo local para conferir as mais variadas atrações, desde imensas construções até florestas urbanas.

Com uma cultura muito diferente da nossa, não é difícil se surpreender com essa gigantesca cidade, que pode fornecer uma grande quantidade de experiências incríveis.

1. Se deparar com o Portão da Índia

iStock

O Portão da Índia é um arco que conta com 26 metros de altura e foi construído em basalto. Ele foi criado em comemoração à chegada do Rei George V e da Rainha Mary. A obra foi iniciada em 1911, mas só foi finalizada em 1924. Ela então, era usada para receber políticos importantes e vice-reis que chegavam ao local. Outro fato que marcou a história do Portão foi a saída através dele das últimas tropas britânicas, em 1947, ano em que a Índia se tornou independente.

Ele é a primeira coisa a ser vista por quem chega pelo porto em Mumbai e está localizado ao sul da cidade, no bairro de Colaba, em frente ao hotel 5 estrelas Taj Mahal Palace e na beira do Mar da Arábia.

2. Se deslumbrar com a fachada do Taj Mahal Palace

iStock

O famoso Taj Mahal não fica em Mumbai, mas, sim em Agra, uma cidade próxima a Nova Delhi. Esse tópico se refere ao hotel 5 estrelas com nome homônimo à grande construção indiana. Além de uma arquitetura belíssima, as instalações são muito luxuosas e o prédio ainda conta com 600 quartos, lojas e restaurantes.

3. Pegar um trem na estação Chhatrapati Shivaji

iStock

A Índia é muito conhecida por sua extensa faixa ferroviária e quando falamos da maior e mais importante cidade do país, não podemos deixar de mencionar sua estação, a Chhatrapati Shivaji. Se você quiser se aventurar andando de metrô pela cidade, pode ir até o local, mas, caso não queira arriscar, pode apenas apreciar a bela arquitetura do prédio, que foi construído no século 19 e é um Patrimônio Mundial da Unesco.

4. Bollywood é a maior indústria cinematográfica do mundo

iStock

Se você acha que Hollywood é a maior indústria cinematográfica do mundo, está errado. Na verdade, é Bollywood que ocupa esse posto. Por ano, mais de 1000 filmes são gravados, o que supera de longe as 500 produções estadunidenses. Seu nome foi criado nos anos 70 é uma mescla do antigo nome de Mumbai, Bombaim, com Hollywood.

5. Conhecer o trânsito caótico

iStock

Não é só a grande quantidade de moradores que faz com que o trânsito seja caótico. Outros fatores influenciam bastante para que isso aconteça, como ruas mal planejadas e falta de aplicação de leis de trânsito. Além de carros, motos e pedestres, também é possível encontrar vários animais perambulando pelas ruas da cidade, como vacas, cachorros, macacos, camelos e outros. Além disso, o som de buzinas é constante.

6. A ponte Bandra-Worli

iStock

Essa é uma ponte que interliga a região central com a sul de Mumbai. Mas, além da questão de descolamento, nesse ponto você pode ter uma vista incrível da cidade rodeada pelo mar. Durante a noite, luzes ficam acesas, dando um charme extra à construção.

7. Conhecer a Ilha da Elefanta

iStock

A uma distância de apenas 10 quilômetros de Mumbai está a Ilha da Elefanta, lá se encontram 7 cavernas construídas por uma civilização que não existe mais. Elas foram feitas pelas mãos de homens em homenagem a deuses hindu. Os indícios de habitação datam o século 2, mas as cavernas foram construídas nos séculos 5 e 6.

O nome foi dado por colonizadores portugueses, que ao chegarem ao local, se depararam com uma escultura de elefante, que foi retirada por eles da ilha e, atualmente, está no Victoria Gardens Zoo.

8. Se divertir no Festival das Cores

iStock

O Holi, também conhecido como festival das cores, é uma festa hindu que acontece na chegada da primavera, em Março. Ele acontece para celebrar a nova estação e homenageia a vitória do deus Krishna sobre o mal. Outra proposta importante do evento é nutrir o bom relacionamento entre pessoas de todas as castas, por isso, ele tem muita música, pó colorido e dança.

9. Conhecer o templo Siddhivinayak


Esse é um templo que é dedicado ao deus Ganesha e foi construído em 1801. Ele é um dos mais ricos de Mumbai e suas portas contam com oito manifestações de Ganesha. Além disso, a parte interior do telhado é revestida em ouro.

10. Curtir a praia de Chowpatty

iStock

Se você adora praia e mesmo estando em uma metrópole como Mumbai, não quer deixar de conhecer a areia de lá, a melhor indicação é a Chowpatty. Não é possível nadar no mar de lá, mas você pode ter uma vista diferente da cidade e ainda conferir como é a interação da população local nesse ambiente, que normalmente costuma acontecer no fim da tarde e noite.

11. Comer no Bademiya

iStock

Se você quer conhecer a típica comida de rua de Mumbai, pode se aventurar no Bademiya. Lá é possível saborear kebabs e baida roti, entre outros pratos. É importante salientar que a comida é bem apimentada, então, se você decidir comer por lá, esteja preparado. Como o ponto fica perto do Taj Mahal Palace, você não terá problema em encontrar o restaurante.

12. Visitar o museu Chhatrapati Shivaji Maharaj Vastu Sangrahalaya

iStock

Esse museu começou a ser construído em 1905, após uma visita do Príncipe de Gales à Índia. Porém, a obra só ficou pronta em 1915, durante a primeira guerra mundial, por isso, o local serviu como hospital militar. Só em 1922 o prédio começou a ser usado realmente como museu.

Você pode encontrar mais de 50 mil peças que estão divididas em diversas galerias, como arte, arqueologia, história natural, religião e outras.

13. Fazer compras no Mahatma Jyotiba Phule

iStock

iStock

Também conhecido como mercado de Crawford, a construção teve iniciativa de Arthur Traves Crawford e aconteceu em 1868. Algumas curiosidades sobre o local é que ele foi o primeiro prédio do país a contar com energia elétrica e seu piso é de uma pedra escocesa, o que faz com que a construção se mantenha fresca durante todo o dia, mesmo com calor intenso.

Para entrar no local é preciso estar acompanhado de alguém credenciado, por isso, é necessário deixar algumas rúpias logo na entrada. Ali é possível comprar frutas frescas e secas, carnes, passarinhos, especiarias, entre outras coisas. Uma dica importante é sempre barganhar quando for adquirir algo.

14. Visitar o parque Sanjay Gandhi

iStock

Também conhecido como Borivali, o parque que conta com 100km² é um dos maiores do mundo dentro de uma cidade. O local conta com uma grande diversidade de animais selvagens, com as cavernas Kanheri, que são parecidas com as da Ilha Elefante, porém, menos extensas. Esse é um dos destinos favoritos dos Mumbaikars, os moradores locais. Por isso, o maior fluxo é durante os fins de semana, já nos dias úteis, é possível passear por lá com muita tranquilidade.

15.Assistir um espetáculo de dança indiana

iStock

A Índia é caracterizada pela uma pluralidade de culturas, idiomas e etnias, isso faz com que a dança seja dividida em várias categorias, mas as principais são: clássica, folclórica e contemporânea. Porém, dentro de cada estilo é possível encontrar um leque de variedades bem grande, o que faz com que a dança no país seja uma forma muito rica de expressão cultural. Mesmo assim, todos os estilos têm algo em comum, como a origem no hinduísmo e uma mescla de dança e teatro.

16. O cumprimento mais usado é o namastê

iStock

Diferente do aperto de mãos ou dos beijinhos no rosto, em Mumbai é muito comum que as pessoas se cumprimentem com o namastê. A saudação é feita com as duas mãos juntas e com uma leve curvatura do corpo. Seu significado literal é “curvo-me a você”.

Mumbai é uma cidade que reúne pessoas de toda a Índia, o que faz com que o local tenha uma cultura muito rica para ser conhecida. Por isso, se for ao país, não deixe de visitar esse incrível ponto.

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS

PELA WEB