Guia para uma viagem inesquecível pela Costa do Dendê

Escrito por Vanessa Herrmann

A Costa do Dendê é uma uma faixa do litoral que fica entre Salvador e Itacaré, na Bahia. Essa é uma região que conta com praias de tirar o fôlego, de tão bonitas. Por ali, você pode desfrutar o sossego em areais brancas, tranquilas e pouco intocadas, com águas cristalinas e até mesmo piscinas naturais nos horários de maré baixa.

Um dos fatores que faz com que essa região seja quase um paraíso é que o acesso não é dos mais fáceis. Dependendo do destino escolhido, você pode ter que combinar transportes como o catamarã e ônibus que passa por estradas de terra. Porém, ao chegar ao seu destino, você verá que todo esse trabalho para os deslocamentos vale a pena.

Para que você conheça as principais praias da região e os meios de transporte para chegar até cada uma, montamos um guia com dicas imperdíveis.

Escolha a data ideal

iStock

A Bahia é um estado em que o calor está presente o ano inteiro, mas alguns meses contam com uma maior quantidade de chuva, como junho, julho e, principalmente, abril e maio. Além disso, você também deve pensar se procura por épocas em que as praias estão mais vazias ou mais lotadas.

A época de alta temporada acontece no verão e também é quando as passagens ficam mais caras. Mas, na baixa, é possível encontrar alguns estabelecimentos fechados.

Defina as praias que quer conhecer

Vanessa Herrmann

Como são várias opções de praias para aproveitar e os deslocamentos entre elas não são tão simples, dependendo do seu tempo de viagem, talvez seja preciso escolher entre as que você tem mais vontade de ir. Então, que tal conhecer um pouquinho sobre as principais delas para depois ver quais mais te interessam e montar o seu roteiro do melhor jeito para você?

Segunda Praia, Morro de São Paulo

É ideal para quem gosta de praias movimentadas, mas sem deixar uma paisagem incrível de lado. Nessa praia, você conta com uma grande quantidade de bares e restaurantes. O movimento por ali não é grande só durante o dia, à noite também aparece bastante gente para aproveitar os estabelecimentos que estão presentes e de vez em quando ainda acontecem alguns luaus, se informe!

Quarta Praia, Morro de São Paulo

iStock

Se você escolheu Morro de São Paulo por gostar do agito, mas também busca um pouco de tranquilidade, saiba que isso é possível, sim. A Quarta Praia é um exemplo disso, ali você pode descansar em uma extensa faixa de areia e ainda aproveitar um mar tranquilo, que conta com piscinas naturais nas marés baixas.

Moreré, Boipeba

Vanessa Herrmann

Moreré é uma das praias mais bonitas da ilha de Boipeba. Ali você pode desfrutar de um dia sossegado na sombra dos coqueiros e apreciar a linda paisagem do mar transparente e da areia branquinha. Além disso, na maré baixa as piscinas naturais são incríveis para mergulhos.

Taipu de Fora, Maraú

Vanessa Herrmann

Essa é uma das praias mais bonitas de toda a região. Por ali, você pode escolher entre uma grande quantidade de piscinas naturais para mergulhar quando a maré está baixa.

Além disso, é uma ótima opção para quem gosta de sossego, pois grande parte da extensão de areia de Taipu de Fora é bem deserta. Mas se você gosta de um pouco de agito, não se preocupe, também é possível encontrar alguns beach clubs por ali.

Barra Grande, Maraú

Vanessa Herrmann

Essa é a praia é a porta de entrada para a Península de Maraú e é onde fica o centrinho, por isso, ali é onde grande parte do movimento está concentrado. Você conta com uma maior opção de restaurantes e bares pertinho ou até mesmo na beira da praia e ainda pode apreciar a vista para a baía de Camamu. A água é tranquila independente da maré.

Defina a cidade de chegada

iStock

Dependendo do seu destino, faz mais sentido pegar um voo para Ilhéus do que Salvador ou vice-versa. A cidade de chegada vai depender do seu roteiro e de quanto dinheiro você quer gastar. As opções de avião são: Salvador, Ilhéus e Valença. Para ter uma ideia melhor, basta conferir o tópico abaixo que detalha os meios de transportes possíveis.

Pesquise todos os meios de transporte

Vanessa Herrmann

Aqui serão listados os meios de transporte para que você possa escolher como se deslocar de um lugar para o outro.

Para Morro de São Paulo

Vanessa Herrmann

  • Saída de Salvador

Táxi aéreo: do aeroporto de Salvador, você pode pegar um teco-teco que leva apenas 30 minutos para chegar ao seu destino.

Lancha: essa é uma opção que leva 2h30 e você vai precisar ir até o Terminal Marítimo do Mercado Modelo. De lá, você vai direto para o Morro de São Paulo.

Transporte semi-terrestre: já aqui é feito um combo lancha, que sai do Terminal Marítimo e te leva até Mar Grande, em Itaparica, daí você pega van ou ônibus, que te leva até o Atracadouro e de lá você pega uma lancha rápida para Morro de São Paulo. A vantagem dessa opção é que existem agências que fecham esse roteiro e você ganha uma pulseira com embarque prioritário. Além disso, você consegue transfer saindo do aeroporto ou do seu hotel para te levar até o Terminal Marítimo, que é onde o deslocamento começa.

Marítimo, terrestre e marítimo: primeiro você precisa pegar um ferry boat do Terminal Marítimo São Joaquim até Bom Despacho. Depois, você pode pegar um ônibus, táxi ou van até Valença. De lá, você consegue pegar uma lancha rápida até Morro de São Paulo. Os translados duram aproximadamente 3h30, mas o percurso vai demorar mais que isso, já que devem fazer alguns deslocamentos e/ou esperar o próximo meio de transporte.

Carro: você pode fazer um roteiro parecido com o da opção acima, mas de carro. O ferry boat que sai do Terminal Marítimo de São Joaquim e vai até Bom Despacho também leva carros. De lá, você vai até Valença de carro, mas deve deixar o veículo lá para pegar a lancha para Morro de São Paulo, já que carros não entram na ilha.

  • Saída de Valença

Lancha rápida: você pode sair do Terminal Central, a viagem dura aproximadamente 30 minutos. Já a lancha que sai do Atracadouro Bom Jardim leva 15 minutos.

Para Boipeba

  • Saída de Salvador

Táxi aéreo e barco: essa é uma opção que leva apenas 40 minutos. Mas você deve comprar o combo com seu agente de viagens ou com uma agência de viagens.

Ferry boat, ônibus e lancha: você precisa pegar o ferry boat que sai do Terminal Marítimo de São Joaquim até Bom Despacho e de lá pegar um ônibus até Valença. Chegando em Valença, você tem três opções: a primeira é pegar uma lancha rápida até Boipeba; já a segunda e a terceira opções são feitas com a Expresso Boipeba, você pode pegar um ônibus até Graciosa ou Torrinhas e de um desses lugares pegar a lancha para Boipeba. É bom lembrar que quanto mais rápido for o trajeto, mais caro será.

Lancha, jipe e barco: você pode pegar uma lancha de Salvador até Morro de São Paulo e depois fretar um jipe que sai da Segunda Praia e chega até a ponta sul da ilha. De lá, você pega um barco que te leva até Boipeba. Essa é uma opção que pode ser feita com agências de viagem.

Transporte semi-terrestre: essa opção é bem parecida com o semi-terrestre que vai até Morro de São Paulo, porém conta com Boipeba como destino final.

Carro: você pode pegar o ferry boat no Terminal Marítimo de São Joaquim e de lá seguir de carro até Valença ou Torrinhas, onde o veículo deverá ficar em um estacionamento para que você pegue a lancha rápida até Boipeba.

  • Saída de Ilhéus

Transfer e lancha: você pode pegar um transfer de Ilhéus até Torrinhas, de lá você pega uma lancha rápida até a Ilha de Boipeba. Quando for se programar, é importante saber que o horário da última lancha é às 16h.

Península de Maraú

  • Saída de Ilhéus

Ônibus e lancha ou barco: você pode pegar um ônibus até Camamu, o percurso dura 2h30. Depois disso, você pode escolher entre uma lancha rápida, que leva 30 minutos ou um barco, que demora aproximadamente 1h30.

Carro: você pode alugar um carro no aeroporto de Ilhéus e ir até Maraú. Esse percurso dura aproximadamente 3 horas. Mas como o trecho conta com estradas de terra, é preciso se informar como está a condição desse trecho. Você pode conseguir essa informação com o seu hotel ou pousada.

Táxi: como os carros podem entrar em Maraú, você também pode chamar um táxi para te levar até lá. O tempo é o mesmo da opção anterior.

  • Saída de Valença

Táxi: é possível pegar um táxi de Valença até Maraú ou até Camamu, nessa segunda opção é preciso pegar uma lancha ou barco para chegar até a Península.

Carro: você pode pegar o ferry boat no Terminal Marítimo de São Joaquim até Bom Despacho e de lá seguir de carro para a Península de Maraú, o trecho é de aproximadamente 300 quilômetros.

Ônibus, lancha ou barco: você também pode pegar um ônibus até Camamu, que leva 2h30 e de lá seguir para a Península de lancha rápida, 30 minutos ou barco, 1h30.

Barco e táxi: essa é uma opção em que você pega um barco no Terminal Modelo e vai até Mar Grande, na ilha de Itaparica. De lá você pode seguir de táxi até Maraú, esse trecho de carro demora aproximadamente 4 horas.

  • Saída de Salvador

Ferry boat, ônibus, lancha ou barco: nessa opção você pode pegar o ferry boat em Salvador e ir até Bom Despacho. De lá você pega um ônibus até Camamu, que leva 4 horas. Depois disso basta escolher entre a lancha rápida e o barco para chegar até a Península.

Monte um roteiro

iStock

Depois de conferir algumas opções de praias que compõe a Costa do Dendê e pesquisar todos os meios de transporte, chegou a hora de montar o roteiro ideal para você. Pense muito bem nos tempos de deslocamento, quanto dinheiro você pretende gastar e qual tipo de viagem você pretende desfrutar. Para quem gosta de bastante calmaria, por exemplo, Boipeba pode ser uma excelente escolha. Confira todas as atrações turísticas:

Tirolesa, Morro de São Paulo

Vanessa Herrmann

Se você é daquelas pessoas que gostam de adrenalina, se aventurar na maior tirolesa dentro da água do Brasil, que tem 60 metros de altura e 360 de comprimento pode ser uma ótima pedida. A vista do Farol do Morro já é compensadora, mas descendo pela tirolesa você ainda cai direto na água cristalina da Primeira Praia

Piscinas naturais de Taipu de Fora, Maraú

Vanessa Herrmann

As piscinas naturais de Taipu de Fora são ótimas para mergulhos e isso acontece devido a grande quantidade de corais que se encontram por ali. Porém, é importante ficar atento com a lua, é preciso ir na cheia ou nova e no horário em que a maré estiver baixa.

Pôr do sol na Ponta do Mutá, Maraú

Vanessa Herrmann

Para os apreciadores do pôr do sol, qualquer lugar em que seja possível ver o sol descendo já está bom. Mas alguns lugares ajudam e muito para uma experiência inesquecível, e esse é o caso da Ponta do Mutá. Ali você ainda pode aproveitar um petisco ou uma cervejinha em algum dos restaurantes que ficam na beira da praia.

Passeio até Castelhanos

Se você quer relaxar em uma praia tranquila o passeio até Castelhanos pode ser uma boa pedida. Esse é um ponto de difícil acesso e que fica longe do centro da ilha, por isso, relaxar por ali será moleza. Sem contar que a paisagem é incrível e na maré baixa você ainda pode mergulhar nas piscinas naturais formadas pelos corais.

Piscinas naturais de Moreré

Para quem quer aproveitar um mergulho em piscinas naturais, mas não quer se dar o trabalho de ir até Castelhanos, Moreré é bem mais acessível e não deixa a desejar no sentido de águas cristalinas e paisagem de tirar o fôlego. Porém, não se esqueça de se certificar da lua e do horário da maré baixa.

A Costa do Dendê conta com praias para quem quer calmaria e também para quem procura agito. O que você pode encontrar em todas elas são paisagens de tirar o fôlego. Agora basta escolher qual é seu destino dos sonhos e começar a montar o roteiro ideal.

PARA VOCÊ