Guiana Francesa: praias e atrações deste pequeno país sul americano

Escrito por Carla Brasiliense

A Guiana Francesa pode não ser um destino muito popular entre os turistas, mas que com certeza surpreenderá qualquer viajante que decidir conhecer o país. Este território francês na América do Sul é ideal para amantes de história e ecoturismo, já que estamos falando de um local onde 90% de sua área é ocupada pela selva amazônica.

Aprecie a mistura de culturas encontradas na Guiana Francesa: uma gastronomia com referências criolas, chinesas, africanas e brasileiras, festas que celebram o carnaval durante o mês de fevereiro, além de suas atrações históricas e praias singulares.

Onde fica a Guiana Francesa?

Localizada na América do Sul, Guiana Francesa é um pequeno país que abrange uma superfície com cerca de 84 mil km², e faz fronteira com o Brasil (Amapá) e Suriname. Seu principal acesso é pelo aeroporto de Caiena, capital do país, ou por barco, partindo de Oiapoque, no Amapá.

5 curiosidades sobre a Guiana Francesa que você precisa saber

  1. A Guiana Francesa é o principal território da União Europeia presente na América do Sul, servindo como um departamento ultramarino da França na costa atlântica.
  2. O idioma oficial é o francês e a moeda usada é o euro.
  3. Cristianismo, islamismo e hinduísmo são as principais religiões praticadas no país.
  4. O destino abriga o principal centro espacial europeu.
  5. Você encontrará muitas referências ao estilo de vida africano nas proximidades do rio Maroni, preservadas pelos escravos foragidos no século XVIII que se abrigaram por lá.

10 atrações em Guiana Francesa que merecem a sua atenção

Conheça um pouco mais sobre a história deste território francês através de seus pontos turísticos mais visitados:

1. Fort Diamant

Localizado em Caiena, o Fort Diamante está em uma posição estratégica nas proximidades do rio Mahury. Uma área linda, onde é possível fazer piquenique no gramado e curtir a tarde. Você ainda encontrará alguns bichinhos espalhados pela mata (o bicho preguiça é um dos mais avistados). O edifício não é aberto ao público, apenas ocasionalmente e para visitas escolares.

2. Zoo de Guyane

Tenha contato com os animais e sinta mais de perto a natureza no Zoo de Guyane. Por lá há diversas espécies da região, entre pássaros coloridos e felinos (como o popular gato grande). Para os aventureiros: há uma área com uma ponte de corda em que você pode ir andando de árvore em árvore, tendo um contato maior com a vida selvagem.

3. Museo Departamental Alexandre-Franconie

O viajante conhecerá toda a história e biodiversidade da Guiana Francesa neste museu, com um acervo repleto de coleções arqueológicas, etnográficas, e também narrativas de fatos históricos, como a exploração dos prisioneiros de guerra e exilados políticos a partir de 1852.

4. Ponte Binacional Franco-Brasileira

Com 378 metros de extensão entre o Amapá e Guiana Francesa, a ponte que fica sobre o Rio Oiapoque é a primeira ligação terrestre na fronteira. Caso você queira chegar de carro na Guiana Francesa, terá que desembolsar uma taxa a partir de 175 euros (varia de acordo com o modelo do veículo).

5. Space Museum

Simuladores espaciais, filmes e maquetes fazem parte do acervo deste museu, localizado no Centro Espacial de Kourou. O tour guiado com duração de 4 horas te apresentará algumas réplicas de foguetes e naves, e também o funcionamento de uma estação espacial. Aproveite para tirar muitas fotos!

6. Ilha do Diabo

A Ilha do Diabo já funcionou como um presídio cercado por água e tubarões, para dificultar qualquer tentativa de fuga de seus “moradores fora da lei”, muitos deles inimigos políticos e assassinos condenados à prisão perpétua. Foi considerado como a penitenciária mais temida do mundo, em 1935, abrigando mais de 80 mil homens, e hoje é um dos pontos mais visitados para a prática de ecoturismo na Guiana Francesa.

7. St. Sauveur Cathedral

Não deixe de visitar a igreja St Sauveur durante o seu passeio por Caiena. Localizada na região central da capital, sua estrutura amarela chama a atenção por quem passa por ela. A sua construção é marcada pelo estilo creole, uma das marcas registradas da cultura da Guiana Francesa.

8. Jardin Botanique

Visitar o jardim botânico da Guiana Francesa, em Caiena, precisa estar no roteiro de qualquer turista que aprecia a natureza e deseja conhecer a flora local. Aprecie sem moderação os corredores alcatroados, muitas árvores e arbustos, além das lindas flores. A entrada é gratuita.

9. Parque Guiana Amazonian

Conhecer o pulmão do mundo pode ser uma aventura e tanto para os mais destemidos, já que adentrar a área da Amazônia pertencente à Guiana Francesa só é possível de piroga (aqueles barquinhos indígenas a remo, sabe?). A Guiana Amazonian tem 20.300 km² de área extremamente protegida pela União Europeia, para a sua devida preservação. É possível conhecer também o local sobrevoando de avião.

10. Fort Cépérou

Se você deseja ver a cidade toda com uma vista de 360°, suba no ponto mais alto de Caiena, no Fort Cépérou. O local não possui nenhuma estrutura para receber o turista, mas oferece uma visão privilegiada da região central e do rio. Leve lanchinhos e aprecie tudo isso durante o seu piquenique no gramado.

Praias de Guiana Francesa

Aproveite estes belos cenários para registrar as melhores imagens com sua câmera, além de curtir momentos contemplativos:

1. Rémire-Montjoly Beach

Apesar de concentrar pouquíssimos pontos apropriados para o banho de mar, a Rémire-Montjoly Beach é um convite para curtir um dia de descanso. Sua faixa de areia é extensa, sem nenhuma infraestrutura (não conte com quiosques e banheiros), e o ideal é que você leve seus comes e bebes para lá (não se esquecendo de recolher o lixo antes de ir embora, ok?).

2. Les Îles du Salut

Uma das praias mais belas da Guiana Francesa, com muitas árvores, rochas e um mar mais agitado. Foi nesta região que os colonos franceses se refugiaram para tentar se curar da febre amarela, e por isso o nome de “Ilha da Salvação”. Que tal adicionar um pouquinho de turismo histórico ao seu roteiro?

3. Plage des Hattes

Uma praia pequena e tranquila, com apenas 5 km de extensão e de águas quentes. Conhecida por ser um dos maiores locais de nidificação de tartarugas marinhas do mundo. Se sua viagem está marcada entre os meses de fevereiro a julho, aproveite para avistar os animais colocando os seus ovos na areia. Será uma experiência e tanto!

4. La Plage des Roches

A praia mais rochosa de Guiana Francesa faz jus ao seu nome, deixando o acesso ao mar um pouco mais dificultoso. Mas independentemente da falta de estrutura do local, incluir a La Plage des Roches em seu roteiro se faz necessário pela esplendorosa vista que você terá de seu entorno. Fica a dica!

Se você é o turista que não abre a mão de experiências em meio à natureza e lugares com bastante história para contar, Guiana Francesa é o seu destino ideal. Aproveite!

PARA VOCÊ