20 igrejas brasileiras maravilhosas que merecem a sua visita

Escrito por Juliana Trinci

Em uma viagem à Europa, é muito comum adicionar algumas igrejas históricas em seu roteiro turístico. Mas, com qual frequência você faz isso também em seus roteiros brasileiros? A verdade é que, mesmo que pouco procuradas por turistas, as igrejas brasileiras têm sim uma bagagem cultural e histórica muito grande, e muitas delas refletem um período artístico importantíssimo da época em que foi construída. Conheça algumas delas a seguir:

1. Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape – Iguape -SP

Construída entre os séculos, XVIII e XIX, a Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape demorou 80 anos para ser finalizada. Os materiais incorporados em sua obra, como pedra portuguesa, arga massa e óleo de baleia, juntamente com a riqueza de detalhes de seu interior e sua história, chamam a atenção de qualquer visitante. Várias imagens estão dispostas pela Basílica, entre elas a Nossa Senhora das Neves e Bom Jesus de Iguape, padroeiros do município.

2. Igreja de São Francisco – Califórnia – PR

Construída por migrantes mineiros em 1957, a história da Igreja de São Francisco começou juntamente com a cidade de Califórnia, quando o local foi registrado como um município. Hoje é considerada o principal ponto turístico da região, e conhecida por ter uma das maiores torres do Paraná. Seu estilo possui predominância gótica e barroca, com destaque para o mosaico instalado em sua fachada representando o seu padroeiro.

3. Igreja São Francisco de Assis – Belo Horizonte – MG

IStock

Um verdadeiro museu em forma de templo, a Igreja de São Francisco de Assis (também conhecida como Igreja da Pampulha), foi uma encomenda de Juscelino Kubitschek, então prefeito de Belo Horizonte, a Oscar Niemeyer. Além das curvas já conhecidas do arquiteto, o interior do templo também possui belíssimas obras de arte, como os painéis de Cândido Portinari.

4. Igreja Nossa Senhora do Brasil – São Paulo – SP

A paróquia é o principal ponto de referência do bairro Jardim América, localizada na zona oeste da capital paulista. Inspirada na construção da Igreja de São Francisco, na cidade mineira de Ouro Preto, seu estilo neobarroco foi o grande responsável pelo título de um dos mais elegantes templos do município. Em seu interior, painéis de pastilha cerâmica remetem a mesma arte encontrada na Igreja São Basílio de Moscou, que chamam a atenção de milhares de casais que sonham em oficializar laços matrimoniais em meio à tanta beleza.

5. Catedral da Sé – São Paulo – SP

IStock

Não tem quem não conheça a Catedral da Sé! O que começou como uma simples igrejinha, hoje é um dos maiores templos neogóticos do mundo! Além da majestosidade de seu interior com grandes vitrais e decoração refinada, o visitante poderá conhecer também a cripta onde estão guardados os restos mortais de personagens importantes para a história paulistana, como o Cacique Tibiriçá, primeiro cidadão de Piratininga.

6. Basílica de São Bento – São Paulo – SP

IStock

Destino obrigatório para todo apreciador das artes, em todos seus sentidos. Além da decoração de arte sacra em seu interior (como as doze esculturas em tamanho real dos 9 apóstolos, feitas em gesso), o visitante também pode conferir as missas com sessões de canto gregoriano. Não deixe de passar na lojinha do mosteiro, repleta de iguarias feitas pelos monges.

7. Nossa Senhora da Candelária – Rio de Janeiro –  RJ

Com uma planta no formato de uma cruz latina, a igreja da Candelária é um dos principais cartões postais do Rio de Janeiro. Sua cúpula é feita de pedra de lioz portuguesa e a decoração interna marcada pelo estilo Neorrenascentista. Vale a pena a visita!

8. Igreja São Luiz Gonzaga – São Paulo – SP

Denominada como um templo de arte e fé, a Igreja de São Luiz do Gonzaga é um local para encher os olhos por tamanha beleza. São dezesseis vitrais, colunas em mármore verde e branco cinzento, e no altar-mor, há uma imagem de São Luiz Gonzaga, feita em mármore branco de Carrara. Linda né?

9. Igreja Nossa Senhora de Lourdes – Canela – RS

IStock

Conhecida popularmente como Catedral de Pedra, a Igreja Nossa Senhora de Lourdes é um marco na cidade de Canela, nas Serras Gaúchas. Seus vitrais representam a ladainha de Nossa Senhora, e um quadro esculpido também em seu interior narra a Santa Ceia — um ponto turístico na região central que todo amante do estilo gótico deveria visitar.

10. S. do Bom Jesus de Matosinho – Congonhas – MG

A igreja foi fundada pelo minerador português Feliciano de Mendes, que doou toda sua fortuna para a construção do templo. Famosa por sua fachada, adornada pela estátua dos profetas, a obra foi assinada Antônio Francisco Lisboa, conhecido popularmente como Aleijadinho. Internamente o edifício é todo decorado no estilo rococó.

11. N. S. às Portas do Carmo – Ouro Preto – MG

Este importante templo católico é um exemplar notório da tradição rococó no Brasil. É também um monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), trazendo muito mais importância à história não só da igreja, como também da cidade. Os altares laterais foram produzidos por João Nepomuceno Correia e Castro, modificando a criação original de 1779 feita por um artista desconhecido, enquanto o frontispício em pedra entalhada foi assinado por Aleijadinho.

12. Igreja e Convento de São Francisco –  Salvador – BA

Uma das Igrejas mais luxuosas de Salvador foi fundada em 1686 pelo superior franciscano Frei Vicente das Chagas. Sua fachada é simples comparada com as demais igrejas que vimos até aqui, porém seu interior é de deixar qualquer turista boquiaberto, tamanha sofisticação! Com decoração feita em talha dourada, o pavimento é feito de mármore colorido representando folhas. Forte representante do estilo barroco brasileiro, é classificado como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa do mundo. Por fazer parte do Centro histórico de Salvador, também leva o título de patrimônio da Humanidade.

13. Igreja Matriz de Santo Antônio – Tiradentes – MG

Não se tem a data exata da construção dessa igreja, mas em 1732 o templo já estava finalizado. Depois disso, ao longo dos anos, o edifício passou por diversas melhorias, como a adição de uma escultura em pedra sabão feita por Leandro Gonçalves Chaves, denominada como o Relógio do Sol, tornando-se um dos cartões postais da cidade.

14. Igreja Nosso Senhor do Bonfim – Salvador- BA

Quem nunca teve uma pulseirinha colorida do nosso Senhor do Bonfim, que atire a primeira pedra! A Igreja foi fundada em 1754, e é uma representante das igrejas coloniais com duas torres sineiras laterais. Para as pessoas que gostam de uma bela festa: anualmente, precisamente na segunda quinta-feira de janeiro, a igreja promove a tradicional lavagem da escadaria do Nosso Senhor do Bonfim.

15. Nossa Senhora de Lourdes – Belo Horizonte – MG

Esta igreja teve sua construção finalizada em 1923, mas apenas em 1958 foi definida como basílica. O templo é decorado com estilo predominante neogótico, e seu principal destaque é a imagem de Nossa Senhora de Lourdes, com mais de 100 anos de história.

16. Catedral Metropolitana de Brasília – Brasília – DF

IStock

Primeiro monumento arquitetônico construído em Brasília, este templo é uma das obras assinadas pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer. Em seu interior, três anjos esculpidos por Alfredo Ceschiatti passam a sensação que estão voando sobre nossas cabeças. Também chama a atenção as esculturas de bronze que se encontram na praça de acesso.

17. Basílica da N. S. da Aparecida – Aparecida -SP

IStock

Mundialmente conhecida, a Basílica de Nossa Senhora da Aparecida é um dos maiores templos religiosos do Brasil, recebendo mais de 19 mil romarias por ano. Erguida para acomodar a imagem de Nossa Senhora que foi encontrada por pescadores no Rio Paraiba, a igreja surpreende por sua magnitude: sua torre possui 107 metros de altura e dezoito andares, contando com o mirante. A cúpula central tem 70 metros de altura e 78 metros de diâmetro.

18. N. S. do Carmo da Antiga Sé – Rio de Janeiro- RJ

Local onde ocorreu a coroação de Dom Pedro I e posteriormente Dom Pedro II, o templo é todo talhado em madeira com ornamentos em ouro. Em 2006, a igreja ficou fechada para restauração e só voltou a ser aberta ao público dois anos depois. Debaixo do edifício foram encontradas diversas estruturas arqueológicas que ficam disponíveis para visitação do público mediante agendamento prévio.

19. S. de São Miguel Arcanjo – Bandeirantes – PR

O que mais chama a atenção de quem visita o Santuário de São Miguel Arcanjo é a enorme estátua de seu padroeiro, com 20 metros de altura, feito em aço inox. Antigamente, a igreja funcionava em um barracão de uma fábrica de chocolates desativada, mas tornou-se pequena demais para receber tantos devotos, o que levou Leonir Palla e Padre Roberto Morais de Medeiros, com a ajuda de doações, erguer o novo prédio, em 2009.
Segundo padre Roberto, o tamanho da estátua de São Miguel é proporcional à devoção dos cidadãos da cidade.

20. Nossa Senhora da Conceição – Manaus – AM

A primeira igreja de Manaus foi construída em 1785, mas em 1850 um incêndio provocou a destruição de todo o seu acervo. A nova matriz começou a ser construída somente cinco anos depois, levando vinte anos para ser finalizada. O templo é decorado com estilo grego e conta com diversas obras de arte vindas da Europa.

E aí? Por qual igreja você começará a sua aventura histórica e cultural?

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS

PELA WEB