Moscou: o que fazer na deslumbrante capital da Rússia

Escrito por Bruno Mendes

Passear por Moscou é uma experiência incrível para o viajante que ama aquele contato intenso com a história. Na populosa capital russa – são mais de 12 milhões de habitantes – pontos turísticos famosos como o Kremlin, o Mausoléu de Lenin e a Praça Vermelha revelam passagens importantes de diferentes épocas. Mas é claro que outros tipos de atrativos também despertam a atenção.

Além de todos os monumentos, a cidade dispõe de parques urbanos, vida noturna animada e o metrô é uma atração a parte, pois as estações são grandes e decoradas de modo peculiar. Em curtas palavras: Moscou é surpreendente.

O que fazer em Moscou?

Se você ama cidades grandes e pretende montar aquele roteiro recheado de alternativas de lazer, tenha certeza que o seu passeio por Moscou vai superar todas as expectativas. Quer umas dicas? Então olha só!

1. Praça Vermelha

iStock

A Praça Vermelha é um dos mais célebres cartões postais de Moscou e está situada no coração da cidade. Por lá, foram realizados grandiosos desfiles militares na época da União soviética e hoje ocorrem shows e festivais ao longo do ano.

Nos grandiosos 23 mil metros quadrados circulam milhares de turistas de distintas nacionalidades. Reserve um dia inteiro para essa visita, pois há muitos pontos turísticos por perto.

2. Bairro Kitay Gorod

Localizado perto da Praça Vermelha, o Bairro Kitay Gorod é recomendado aos visitantes que planejam curtir a noite. Nas ruas e avenidas contornadas por suntuosas edificações existem excelentes restaurantes, bares, cafés e casas noturnas. É válido passar a noite inteira junto com os amigos em meio à atmosfera superanimada da região. Só uma dica: cuidado com a vodka!

3. Estação de Metrô Mayakovskaya

O metrô de Moscou é mundialmente conhecido pelo tamanho – são mais de 340 quilômetros de extensão em 12 linhas – e grande parte das 196 estações são obras primas arquitetônicas. A estação Mayakovskaya está entre as mais aclamadas pelos moscovitas e turistas, graças ao mosaico no teto feito pelo artista Alexander Deyneka.

A estrutura foi inaugurada 1934 e o nome é uma homenagem ao poeta russo Vladimir Mayakovsky. Nem precisa ter pressa para pegar o metrô, ok? Curta cada detalhe e espere o próximo.

4. Kremlin

iStock

O suntuoso Kremlin está entre os pontos turísticos mais conhecidos da Rússia, sendo um daqueles lugares obrigatórios nos roteiros de viagem. A fortaleza é sede do governo russo desde 1991 e contempla enormes muralhas, 20 torres, catedrais e palácios que foram erguidos em épocas distintas, ocupando cerca de 30 hectares.

Durante a visita, é possível conhecer o Campanário de Ivan, o Grande, e a Praça das catedrais. E vale apreciar de perto o conjunto de peças e ornamentos de enorme relevância no tempo dos czares e de outras fases do passado russo.

5. Parque Gorki

Moscou é uma cidade de inverno rigoroso, mas dependendo do período da viagem será possível programar a visita para parques urbanos de primeira. O Parque Gorki está situado nas margens do Rio Moscou e conta com exuberante área verde e aquele clima natural perfeito para caminhadas relaxantes, piqueniques e brincadeiras ao ar livre que a criançada adora.

Inaugurado em 1928, o espaço tem quadras de vôlei, lago com pedalinho, fontes e algumas esculturas. Se a fome chegar e você não tiver pensado na ideia do piquenique, não precisa se preocupar, pois algumas barraquinhas do parque vendem lanches saborosos.

6. Museu Casa de Tolstói

A casa em que o romancista Leon Tolstói residiu com a família entre e 1882 e 1901 foi transformada em museu no início da década de 1920 por Lênin, e até hoje recebe fãs de literatura do mundo inteiro. No interior da casa, estão a escrivaninha, o quarto dos filhos e algumas peças que dão dicas de como seria a personalidade do autor de Guerra e Paz.

7. Mausoléu de Lênin

O Mausoléu de Lênin está localizado na Praça Vermelha e homenageia o líder da Revolução Russa de 1917. Trata-se de um cômodo escuro com uma estrutura de metal onde o corpo do revolucionário, morto em 1924, está embalsamado.

Erguido em 1929, o mausoléu é uma atração turística concorridíssima em Moscou, por isso, é bom informar que as filas costumam ser enormes. A melhor recomendação é chegar cedo e ter paciência pela sua vez.

8. Antiga fábrica de chocolate Krasny Oktyab

A Krasny Oktyab (que, em bom português, significa “Outubro Vermelho”) foi uma enorme fábrica de chocolate no passado, e hoje é um complexo cultural muito visitado pela turma mais jovem de Moscou. Nos galpões existem galerias de arte, lojas estilosas, academias de ginástica e até bares e casas noturnas.

A presença de belos grafites nos muros é um dos pontos altos da construção. Assim, visitar esse centro de cultura é a oportunidade perfeita para se apaixonar pela arte urbana russa.

9. Bunker 42 (Museu da Guerra Fria)

Instigante e claustrofóbico. Aí estão duas qualificações que podem ser conferidas ao Bunker 42, um museu subterrâneo, situado a 65 metros abaixo do solo, que traz objetos e informações relevantes sobre a Guerra Fria.

Construído a pedido de Stálin, em 1956, o espaço é contornado por túneis, corredores e paredes de 2 metros de espessura – pensadas para impedir a entrada de radiação em caso de ataque nuclear. O que acha de ter uma aula de história em contato direto com o objeto de estudo?

10. Teatro Bolshoi

O Teatro Bolshoi é sede da Academia de Ballet Bolshoi, uma das companhias mais respeitadas do mundo e um símbolo cultural de Moscou. Suas portas foram abertas em 1780, mas, após um devastador incêndio, as atividades culturais foram interrompidas e o monumento só reabriu em 1856.

Ao longo desses anos a construção passou por algumas reformas e a beleza arquitetônica contemplada hoje pelos visitantes é de impressionar. Imensas colunas de pórtico, a escultura de Apolo e o enorme lustre da parte interna da casa de espetáculo são alguns exemplos.

Vale assistir uma apresentação do ballet, ou alguma outra atração, mas fique atento, pois os ingressos acabam rápido.

11. Bosco Café

Há quem diga que comer fora é a melhor atividade em viagens internacionais. Se você for defensor dessa opinião, ou simplesmente queira provar deliciosos pratos entre os passeios, a dica é ir ao Bosco Café, um restaurante que oferece privilegiada vista da Praça Vermelha. Caviar trufado e o ravióli de bacalhau são algumas das boas pedidas do estabelecimento.

12. Gum

Preparado para gastar? O Shopping Gum não é só um encanto arquitetônico, mas um dos centros de compra mais caros do planeta. Presente ao lado da Praça Vermelha (sempre ela), o templo do consumo possui várias lojas de grife, restaurantes e ótimas cafeterias. O Bosco Café fica no térreo, então, depois da refeição dá para fazer um passeio!

Mesmo que você não adquira itens caros, será prazeroso caminhar por mais um majestoso edifício de Moscou, que já serviu como loja na antiga União Soviética.

13. Catedral de São Basílico

A Catedral de Basílico está inclusa no grupo das atrações mais famosas de Moscou e talvez seja a construção de maior apelo visual de Praça Vermelha. Emoldurada pelas conhecidas cúpulas coloridas em formato de cebola e pelos tijolos avermelhados, a igreja está para a Rússia, assim como o Cristo Redentor está para o Brasil ou a Torre Eiffel para a França.

Construída em 1552, a igreja ortodoxa tem 9 capelas e o lado interno é decorado por pinturas a óleo do século XIX e uma série de peças de imenso valor material e histórico.

14. Parque Hermitage

O charmoso Parque Hermitage é um mais um ponto turístico de Moscou para o viajante relaxar, sentindo a boa atmosfera de lugares verdes. Mas além da grama verdinha, é possível encontrar três teatros, cafés, espaço para shows e, no período da neve, uma pista de patinação bem bacana.

15. Rua Petrovka Boulevard

Se a intenção for tirar um dia inteiro para fazer compras e observar o movimento de moscovitas e turistas, a rua Petrovka Boulevard é um bom destino. Além de bons restaurantes, ela abriga o Shopping Tsum, onde funcionam lojas como a Marc Jabs e Gucci.

16. Rua Arbat

iStock

Da mesma forma que a Petrovka Boulevard, a rua Arbat é um bom polo de compras de Moscou. Como o movimento é grande o tempo todo, você poderá dar uma passada no início ou no fim do dia.

Além disso, a Arbat é contornada por edifícios antigos e preservados, possui movimentados bares, galerias de arte e lojas que vendem lembrancinhas turísticas, e abriga a Casa de Alexander Pushkin, museu que celebra a obra e a vida do poeta russo.

17. Jardins de Alexandre

Depois de conhecer o Kremlin, será uma sábia decisão visitar os Jardins de Alexander, este lindo parque com fontes, esculturas e, na temporada mais quente, canteiros enormes com flores coloridas.

É claro que a rica história moscovita também incorpora o surgimento dos jardins. A inauguração aconteceu em 1821 e o objetivo do novo parque era de celebrar a vitória russa sobre as tropas de Napoleão Bonaparte em 1812.

18. Catedral de Cristo Salvador

iStock

A Catedral de Cristo Salvador é mais uma igreja ortodoxa importante em Moscou. Lembrando um castelo de gelo, ela é decorada com lindos domos dourados e sua principal cúpula tem respeitáveis 103 metros de altura.

Erguida como forma de agradecimento divino pela Rússia ter sido salva do domínio napoleônico, a catedral foi demolida por ordem de Stalin em 1931. A reconstrução foi finalizada em 2000, e hoje o templo é mais um entre os pontos turísticos concorridos da metrópole.

19. Cemitério Novodevichy

Visitar cemitérios pode parecer incomum, mas o Novodevichy é um dos pontos turísticos mais conhecidos de Moscou. Localizada no convento Novodevichy, a distinta atração é cercada por belos jardins e a decoração dos túmulos impressiona.

O ex-presidente russo Boris Yeltsin, o compositor Serguei Prokofievo e o dramaturgo e autor Anton Tchekhov são algumas figuras célebres enterradas por lá. Pode confiar: o passeio será menos mórbido do que você imagina.

Algumas informações importantes

iStock

Aprovou as indicações acima? Agora chegou a hora de fazer os preparativos antes da viagem. Enquanto realiza os ajustes que antecedem o embarque, confira algumas informações importantes sobre o destino:

  • Localização: Moscou está localizada nas margens do rio Moscou e faz parte da Rússia Européia, posicionada no lado ocidental do país.
  • Clima de Moscou: na capital da Rússia os invernos são bem rigorosos. Em algumas áreas a temperatura pode chegar à -60°C e a média varia entre -3ºC e -10ºC, entre dezembro e março. Na primavera e no outono as temperaturas são mais agradáveis, mas ainda há possibilidade de dias frios. Por outro lado, no verão os termômetros podem registrar mais de 30°C.
  • Visto: caso você tenha o passaporte brasileiro, não precisa de visto para entrar na Rússia. O prazo de permanência no país em viagens de turismo não deve passar de 90 dias.
  • Moeda: o Rublo Russo é a moeda utilizada na Rússia, mas o dólar e o euro são bastante aceitos no país.
  • Idioma: o idioma oficial da Rússia é o russo, língua pouco conhecida por brasileiros. Infelizmente, mesmo em Moscou não são muitas as pessoas que falam inglês, então, é recomendado fazer cursos rápidos para saber um pouquinho do idioma nativo, ou se virar de maneira criativa pela cidade.
  • Voos para Moscou diferentes companhias aéreas oferecem voos para Moscou, de cidades como Rio, São Paulo e Brasília. O preço varia de acordo com a época do ano, é bom acompanhar os sites para buscar boas promoções.
  • Viu como não dará dor de cabeça organizar o seu passeio?

    Onde se hospedar?

    Há boas opções de hospedagem em Moscou. Como a metrópole oferece ótima estrutura para receber milhares de visitantes todos os anos, é fácil encontrar aquele hotel que combine com cada preferência e que a diária cabe em
    variados orçamentos. Veja estes exemplos:

    1. Hotel Post – $

    O Hotel Post é uma excelente opção de hospedagem para quem deseja economizar na hospedagem e ter aquela graninha extra para aproveitar mais os passeios. Ainda que seja simples, o estabelecimento disponibiliza quartos aconchegantes com minibar, café da manhã e recepção 24 horas. Notícia boa: o hotel fica a pouco mais de 2 quilômetros da Praça Vermelha e de todos os monumentos do entorno. Pertinho!

    2. Kyznetskiy Inn – $$$

    Esse hotel quatro estrelas e superconfortável está situado a alguns passos do Teatro Bolshoi e a 1 quilômetro do centro de Moscou. Decorado com requinte, ele dispõe de bar/lounge, café e chá nas áreas comuns, e oferece atendimento de primeira.

    3. Moscow Holiday Hotel – $$

    Ainda que não seja próximo das principais atrações turísticas de Moscou, esse estabelecimento é um quatro estrelas com ótimo custo-benefício. Os quartos são muito cômodos e bonitos, há café da manhã incluso e equipe multilíngue, o que sem dúvida é imprescindível para facilitar a vida de hóspedes brasileiros que não entendem nada do russo.

    4. Swissotel Krasnye Holmy Moscow – $$$$$

    Para você luxo e sofisticação são itens indispensáveis na escolha do hotel? Se for, opte pelo Swissotel Krasnye Holmy Moscow, localizado a um pouco mais de 20 minutos do Kremlin. Academia, serviço completo de spa, piscina interna, estacionamento com manobrista e muitos outros mimos te aguardam!

    5. Park Inn by Radisson Sadu, Moscow Hotel – $$$$

    O Park Inn by Radisson Sadu, Moscow Hotel possui bar/lounge, restaurante, serviço de lavanderia e há opção de quartos conjugados. A localização é muito elogiada pelos visitantes, afinal é viável ir para diferentes atrações turísticas a pé.

    6. Hotel Vremena Goda – $$$$

    Situado praticamente ao lado do Kremlin, esse hotel é conhecido pelo ótimo atendimento e dispõe de camas extras/dobráveis e máquina de chá e café nos quartos. O serviço de assistência em excursões e na aquisição de ingressos também é oferecido, quesito fundamental para tornar mais fácil a visita aos pontos turísticos mais concorridos.

    12 fotos de Moscou que farão você querer antecipar a viagem

    Os incontáveis monumentos históricos evidenciam a beleza clássica de Moscou, mas a cidade também é fotogênica por outros aspectos. Dá uma olhada nessas imagens e tire as suas conclusões!

    1. Natureza e concreto em belíssimos tons

    2. Fica o convite para um passeio de barco

    3. A Moscou moderna dos arranha-céus

    4. E aquela que preserva o rico passado

    5. Moscou possui belos parques urbanos

    6. O kremlin por encantadora perspectiva

    7. Coloque bons casacos na mala

    8. A noite gelada de Moscou

    9. Uma das charmosas ruas da capital russa

    10. Passeios noturnos também são indicados

    11. Neve e sol no mesmo cenário

    12. Volte Logo!

    Já imaginou quais das atrações turísticas indicadas pretende visitar? Elabore um roteiro bacana e aproveite cada segundo. Moscou é clássica, moderna e surpreendente. Boa viagem!

PARA VOCÊ