11 motivos para incluir Mendoza no seu roteiro de férias pela Argentina

Escrito por Bruno Mendes

Mendoza é uma das cidades mais bacanas da Argentina. Localizada nas proximidades da Cordilheira dos Andes e já chegando ao Chile, ela é a quinta maior produtora de vinho do planeta e tem lindas vinícolas para o visitante conhecer durante o passeio. Além disso, a cidade tem boa qualidade de vida e oferece excelentes atrativos ao turistas nos parques naturais e no diversificado cenário urbano.

Continua após o anúncio

A província conta com uma vida noturna vibrante, museus, praças históricas e todo o charme peculiar de lugares frios. Que tal tomar um chocolate quente enquanto aprecia a cordilheira dos Andes ou caminha pelo Peatonal Sarmiento no centro da cidade? Coloque os casacos na mala, pois você terá muitas razões para se divertir bastante e querer voltar a Mendoza na próxima oportunidade!

1. Passar o dia no Parque General San Martin

O parque mais famoso de Mendoza é um excepcional atrativo para quem ama o contato com a natureza. Com quase 400 hectares de área verde preservada, o Parque General San Martin tem mais de 1000 espécies de animais em seu zoológico – cuja área ocupa 40 hectares de toda a área –, trajetos para trilhas e lindas esculturas.

2. Conhecer o Parque Provincial Aconcágua

Atenção aventureiros! O Parque Provincial Aconcágua, localizado a 185 quilômetros de Mendoza e já na fronteira com o Chile, é uma das melhores atrações de Mendoza quando o assunto é aventura. Lá o visitante estará imerso em um ambiente cujas montanhas mais altas da América do Sul representam o que há de mais belo na natureza, poderá fazer trilhas – com todo o cuidado com a altitude, é claro – e tirar fotos de cima do mirante.

É no parque que está situado o Monte Aconcágua, o pico mais alto das Américas com 6.692 metros, que atrai montanhistas corajosos de todos os continentes.

3. Registrar a beleza da famosa Praça Independência

Praticamente todas as cidades têm praças que fazem parte do patrimônio histórico local e pelo grau de importância, são preservadas e viram bons pontos turísticos. A Praça Independência é, nesse sentido, o principal símbolo de Mendoza.

Inaugurada em 1861 e situada no centro da cidade, ela é cercada por palmas, pinheiros e exuberantes coqueiros.  Além de servir como espaço para apresentação de artistas de rua, é um ótimo lugar para dar uma passadinha e tirar muitas fotos, para depois conhecer os museus e almoçar nos restaurantes por perto.

4. Passear pela Cordilheira dos Andes

Não é apenas visitando o Parque Provincial Aconcágua que se pode aproveitar a cordilheira dos Andes. Há vários tours, a partir de Mendoza, para explorar a maravilhosa região de montanhas. No vilarejo de Uspallata o visitante poderá comprar roupas e acessórios para o frio e partir para a estação de esqui Los Petinentes, para passear no teleférico e se divertir na neve do jeito que achar melhor: do esquibunda ao esqui (de fato). Que tal?

5. Rafting no rio Mendoza

Situado numa região produtora de vinhos, o Rio Mendoza é o local certo para quem gosta de praticar rafting. As intensas corredeiras proporcionam momentos de pura adrenalina e os passeios são feitos com a companhia de um profissional e equipamentos de segurança, portanto, não precisa ter medo pois é bem seguro.

6. Provar os vinhos na vinícola Terra de los Andes

Mendoza tem as principais – e melhores – vinícolas da Argentina e produz cerca de 80% dos vinhos do país. Não dá para conhecer a região sem tirar um ou mais dias para visitar pelo menos alguma delas. Quer uma dica de qual ir? A vinícola Terra de los Andes produz alguns dos melhores vinhos da Argentina e conta com um restaurante cujos pratos harmonizam com os diferentes vinhos oferecidos. Então, além de conferir as etapas de produção da bebida você vai fazer a refeição dos sonhos!

Continua após o anúncio

7. Visitar o museu del Area Fundacional

Se a ideia for conhecer um pouco da história de Mendoza, visite o museu del Area Fundacional, localizado na praça del Castillo, pois lá há um acervo especial com objetos que fizeram parte da construção da cidade no período colonial.

Em 1861, um terremoto praticamente devastou Mendoza e, nesse museu, há muros e restos de uma feira que funcionavam no local antes da tragédia.

8. Conferir de pertinho a ponte del Inca

Mendoza também tem belas formações rochosas entre seus destaques naturais. Vale a pena sair um pouquinho da cidade e ir até o distrito de Las Cuevas para apreciar a Ponte del Inca, uma interessante ponte natural que passa por cima do Rio Caves.

Essa maravilha da natureza fica a 2700 metros de altitude, tem 28 metros de comprimento e aproximadamente 27 metros acima do Rio.

9. Vida noturna em Mendoza? Não deixe de ir à Arístides Villanueva

Chegou a noite e depois de curtir o dia inteiro na neve e tomar vinhos deliciosos você não querer ir para o hotel, mas aproveitar a noite de Mendoza. Boa notícia, a cidade tem lugares excelentes para quem gosta de tomar uns drinks, paquerar, escutar boas músicas e muito mais. Na rua Arístides Villanueva há vários bares, boates e cassinos para você se divertir a vontade pela noite e no avançar da madrugada.

10. Caminhar pelo Peatonal Sarmiento

O Peatonal Sarmiento é um dos locais de maior movimento em Mendoza. A região, concentrada em três quadras no centro da cidade, é cercada por árvores e possui vários restaurantes, bares e espaços onde grupos musicais se apresentam. A animação toma conta do ambiente pela manhã e pela noite.

11. Comer no restaurante Bodega Lagarde

Como viajar também é sinônimo de comer bem, é uma excelente ideia conhecer o restaurante Bodega Lagarde, o mais bem avaliado em Mendoza pelo Trip Advisor. Além dos deliciosos pratos, o local conta com selecionada carta de vinhos e espumantes e é elogiadíssimo pelo atendimento.

 
   

PARA VOCÊ