21 pontos turísticos que não podem faltar em seu roteiro na Nova Zelândia

Escrito por Juliana Trinci

Um lugar onde você vai se divertir, independentemente do clima que estiver, certamente é a Nova Zelândia, este país composto por ilhas, cheio de belezas naturais para serem apreciadas e aproveitadas ao máximo. Um verdadeiro paraíso, diga-se de passagem.

O local fica bem isolado dos demais países (dizem que foi um dos últimos territórios a ser povoado) o que fez com que o país desenvolvesse uma fauna e flora única e intocada. Por isso, durante a sua viagem, você terá um contato único com a natureza, poderá fazer trilhas radicais, esquiar, mergulhar ou se quiser, apenas relaxar e curtir o este paradisíaco destino.

Onde fica a Nova Zelândia?

A Nova Zelândia é um país insular, ou seja, composto por um conjunto de ilhas que fica na Oceania, próximo à Antártica. Infelizmente não existem voos diretos partindo do Brasil, mas você pode chegar até lá fazendo escala em Buenos Aires (são 12 horas de viagem) ou através de cruzeiros que partem da Austrália.

21 pontos turísticos na Nova Zelândia que merecem a sua visita

Este é o destino perfeito para visitar com a galera, em casal ou em família, pois agrada todos os tipos de turistas. Garanta roupas de frio, botas de caminhadas e roupas de banho na sua mala — tudo isso para aproveitar a mesma viajem. Conheça algumas das atrações que não podem faltar em seu roteiro:

1. Milford Sound

Imagine um grande vale, cercado de rochedos e falésias derretidas esculpidas por geleiras e inundado de água glacial: este é o Milford Sound. O lugar de rara beleza é um dos pontos altos da Nova Zelândia, e não é para menos: quem já visitou jura que jamais conheceu nada tão magnífico! Por lá, além de apreciar a paisagem, você também poderá andar de caiaque, fazer passeio de barco e brincar com os golfinhos.

2. Parque Nacional Abel Tasman

Um lugar perfeito para você descansar e se conectar com a natureza, seja se hospedando em algum estabelecimento, acampando ou até mesmo fazendo um único dia de passeio. Esse parque conta com praias de areia fofa e dourada, um mar com água convidativa para um banho e toda a fauna e flora espetacular que existe ali.

3. Parque Nacional Fiordland

Local certeiro para quem gosta de aventuras marítimas, o Parque Nacional Fiordland é propicio para mergulhar e praticar a pesca submarina. Bonito por cima e por baixo da água! Outras atividades convidativas são canoagem, passear de cruzeiro e apreciar os paredões rochosos, as cachoeiras e os animais, como os lobos-marinhos da Nova Zelândia e os pinguins-de-Fiordland. Considere também conhecer o parque de cima: existem empresas que oferecem um voo de helicóptero com vista panorâmica. Imperdível.

4. Parque Nacional de Tongariro

Composto por uma área com quase 80 mil hectares, este parque possui lagos, prados, fontes termais e três vulcões. Tudo isso atribui um lugar de beleza impar e muito interessante — dado este fato, é um dos patrimônios da humanidade. Por lá você pode esquiar nos meses de inverno, nadar durante os períodos mais quentes ou fazer uma trilha, que é tão fantástica que vamos explicar melhor no tópico a seguir:

5. Trilha de Tongariro

Tongariro é um lugar propício para trilhas devido as suas montanhas e vulcões. Falando em vulcões, eles ainda estão em atividade, mas fique tranquilo: existem equipes que sabem exatamente quando eles entrarão em erupção, garantindo a segurança dos viajantes. A melhor época para praticar esta atividade é no verão, e você pode escolher entre os itinerários mais curtos ou os mais pesados, que costumam demorar 4 dias. Ambas oferecem uma experiência sem igual e a única coisa que difere é o grau de dificuldade que você é capaz de atingir.

6. Cavernas de Glowworm

Um verdadeiro paraíso subterrâneo, as cavernas de Glowworm demonstram como a natureza pode ser espetacular. Passeando em seu interior, você se encantará pelas estalactites (formações rochosas que surgem no teto, como se fossem goteiras de água derretendo aos poucos) e estalagmites (formações rochosas que surgem no chão que também se parecem com goteiras derretendo aos poucos). A junção dessas formações, a escuridão e os vagalumes fazem o teto do local parecer um céu estrelado. Magnífico!

7. Bay of Islands

Bay of Islands é formada pelas cidades de Opua, Paihia, Russell e Kerikeri, e ilhas costeiras entre Cape Brett e a península de Purerua. Por lá você pode fazer passeios em cruzeiros de um dia, fretar iates ou alugar um caiaque, para se deslumbrar com toda a beleza local, além de ver o show dos simpáticos golfinhos.

8. Fox Glacier

Este município é composto por uma pequena vila e algumas geleiras. Aproveite o local para fazer um passeio completo: comece conhecendo as geleiras em uma caminhada guiada, ou fazendo um voo de helicóptero para ter uma vista panorâmica do local. Em seguida, aproveite toda a hospitalidade dos moradores da vila em seus cafés, lojas e galeria. Se quiser passar a noite por lá, não pense duas vezes, já que Fox Glacier é cheio de confortáveis e acolhedoras hospedarias.

9. Cataratas de Huka

Cataratas por si só já é algo magnífico de ser ver, e as de Huka não ficam atrás. De uma beleza estonteante, o local é de fácil acesso para quem está de carro, mas se você estiver bem empolgado, aproveite para se aventurar pela trilha. Ao chegar lá não deixe de fazer um passeio de Jetboat e passear por dentro das cataratas.

10. Aoraki/Mount Cook National Park

Este parque é super extenso e por ele você pode fazer trilhas, praticar esqui ou montanhismo. Há um centro de informações com uma infraestrutura completa, com museus, salas de vídeos e funcionários que te auxiliam em relação às atividades que você pode praticar no local. Espere por encontrar uma paisagem tipicamente neozelandense: cascatas, lagos, montanhas e geleiras iluminadas pelo sol.

11. Glaciar Franz Josef

Glaciar Franz Josef é uma geleira imensa e muito bela que fica localizada na hospitaleira cidade homônima.
Você pode fazer um passeio de helicóptero até o local e depois seguir a trilha no gelo. O percurso é moderado, porém muito bem sinalizado, e a chegada ao topo fará todo esforço valer a pena.

12. Lago Taupo

Situado entre as cidades de Taupo e Turingi, este enorme lago de água doce (com 193 quilômetros de extensão) está em cima da caldeira de um vulcão com o mesmo nome. Não precisa se assustar, pois ele está dormente há muitos anos, e você poderá se divertir nas inúmeras atrações que estão ao redor do lago sem grandes problemas: desde trilhas a pulos de bugue-jump.

13. Sky Tower

Uma das maiores torres no hemisfério sul da atualidade com seus 328 metros de altura, a Sky Tower é um dos cartões postais da nova Zelândia. A vista de seu topo é um espetáculo, com dois níveis de visitação, e se você estiver com ânimo (e coragem), pode caminhar ao redor da plataforma ou pular da torre. Tudo isso, obviamente, como toda a segurança possível.

14. Museu da Nova Zelândia Te Papa Tongarewa

Este museu conta toda a história de Nova Zelândia de uma maneira lúdica e bem interativa. São diversos andares, disponibilizados de maneira bem organizada e com funcionários que atendem muito bem os turistas. Acervo grande, com coleções que falam sobre história natural (plantas, animais, insetos entre outros), cultura, biblioteca e arquivos. Ponto forte: as esculturas ultra realistas, algumas são realmente assustadoras. A entrada é free.

15. Hot Water Beach

Situada na Península Coromandel, a Hot Water Beach é uma atração e tanto, mesmo que imprópria para banho. Ali os turistas podem alugar uma pá e cavar suas piscinas naturais, e curtir a água morna (vem quente debaixo, e as ondas trazem as águas frias do mar).

16. Reserva Marinha Te Whanganui-A-Hei

A Reserva Marinha Te Whanganui-A-Hei é um lugar que parece ter saído de um sonho! Ali, o turista encontrará toda infra estrutura para fazer um mergulho inesquecível, e lembrar desta experiência para o resto da vida.Prepare-se para conferir jardins de esponjas, belíssimos corais, recifes, estrelas do mar e alguns cardumes, tudo com snorkel. Não é a toa que o local serviu de cenário para filmes como O Senhor dos Anéis, O Hobbit e as Crônicas de Nárnia.

17. Museu Memorial da Guerra de Auckland

Construído em cima de um vulcão inativo, este é um dos museus mais importantes de Nova Zelândia, pois possui uma exposição permanente referente a Guerra de Auckland, apresentações de dança, música e mostras itinerantes. O local conta com tour guiada e uma infraestrutura de primeira.

18. Jardins de Hamilton

Ocupando um espaço de 58 hectares, este conjunto de jardins é um dos cartões postais de Waikato. Por ali, você vai encontrar muito verde e tranquilidade para caminhadas. Não deixe de tomar uma bebidinha quente no café Turtle Lake, que fica bem no centro dos jardins, ou fazer uma refeição no restaurante com o mesmo nome. Dependendo da época do ano, você poderá se surpreender com uma das atrações que ocorrem no Centro de Convenções, como o Hamilton Gardens Arts Festival.

19. Arthur’s Pass National Park

Este parque nacional possui 1.185 km² de extensão, predominantemente ocupado por montanhas. Existem diversas coisas que você pode fazer por lá: trilhas longas e curtas, esquiar, praticar montanhismo, ou apenas aproveitar a conexão com a natureza. O parque conta com um centro de visitantes, onde você pode abastecer o carro, comer alguma coisa ou ir ao banheiro, além de pegar dicas com os funcionários para fazer do seu passeio algo inesquecível.

20. Mount Ngauruhoe

Com certeza você já deve ter visto imagens do Mount Ngauruhoe por aí: ele é um vulcão que esteve em atividade pela última vez em 1977, e hoje é um lugar de rara beleza que recebe diversos turistas, e os mais corajosos amam escalá-lo.
Por conta disso, é um passeio para quem gosta de aventuras — tem que ter preparo físico, e o ideal é que seja feito em turmas para maior segurança.

21. Hobbiton

Os amantes da saga “O Senhor dos Anéis” não podem deixar de visitar Hobbiton, a cidade fictícia dos Hobbits. Ela fica a apenas duas horas de carro de Auckland, em um imenso (e incrível) vale, e o visitante poderá contar com um guia para explicar tudo sobre cada cantinho do cenário, que foi deixado intacto pela produtora responsável pela gravação dos filmes para justamente servir como ponto turístico da região. Aproveite para entrar em todas as casinhas e tirar diversas fotos! Mais informações, acesse o site oficial do local.

Depois de conferir todas as dicas, ficou mais fácil de entender porque a Nova Zelândia merece a sua atenção, não é mesmo?

PARA VOCÊ