Pacotes Orlando 2019: como se organizar para garantir a viagem perfeita

Escrito por Sheila Almendros

Organizar uma viagem pode parecer um tanto quanto difícil, principalmente quando ela durará muitos dias no exterior. Só de imaginar tudo o que deve ser devidamente pensado pode assustar os mais inexperientes no assunto, que acabam recorrendo às agências de viagens por oferecerem todo o pacote pronto para esta experiência. Mas sabia que sua viagem sairá muito mais em conta se este planejamento for feito por você?

Se tratando de Orlando, economizar cada centavo poderá render dólares a mais para serem gastos durante a sua estadia (já que todo mundo adora aproveitar umas comprinhas, não é mesmo?), além de te dar a liberdade de personalizar as suas férias de acordo com a sua expectativa (e porque não, de seu sonho). Veja a seguir os 14 passos fundamentais para organizar a sua viagem, e garantir que ela seja divertida, longe de problemas:

1. Tire o seu passaporte e o visto, nesta ordem

Sheila Almendros

Todo brasileiro precisa de um passaporte para viajar para outro país fora do Mercosul, e antes de dar qualquer passo para fechar a sua viagem, é necessário ter este documento em mãos, ou verificar se está dentro da validade (ele não poderá ser usado caso esteja faltando 6 meses para vencer). Veja neste post o passo a passo para tirar o seu passaporte, ou renová-lo a tempo de embarcar.

Para entrar nos EUA, além do passaporte válido, é necessário também ter um visto, adquirido no consulado americano através de alguns procedimentos. Saiba como adquiri-lo entrando neste site.

2. Escolhendo a época ideal para viajar

Sheila Almendros

Se o seu período para viajar é mais flexível, permitindo que você fuja da alta temporada (julho e dezembro), o ideal é escolher a época que melhor atende as suas expectativas. Prefere curtir os parques com temperaturas mais amenas ou quer ir durante os dias mais quentes para aproveitar as atrações aquáticas? Deseja fugir das longas filas ou o seu sonho é conhecer os complexos em alguma festividade importante? Veja todas essas informações neste post para escolher o melhor período.

3. Pesquise as melhores passagens aéreas para o período escolhido

Giphy

O seu maior investimento neste planejamento, sem dúvidas, será a compra das passagens aéreas. Pesquisar com antecedência os melhores preços te ajudará não só a definir o período da sua viagem (caso os valores sejam os seus maiores influenciadores), como também garantir uma economia bastante bem-vinda no orçamento. Clicando aqui você encontrará 7 dicas infalíveis para encontrar passagens aéreas baratas.

4. Pesquise a melhor localização para se hospedar (casa e hotel)

Giphy

Há uma série de fatores a serem considerados ao escolher onde se hospedar em Orlando. Muitas pessoas preferem reservar um hotel próximo dos parques ou dentro de um dos complexos, caso a ideia seja se deslocar de translado. Já os grupos com mais de 4 pessoas podem garantir uma boa economia alugando uma casa. Mas para quem não abre mão da liberdade e prefere alugar um carro, é viável se hospedar em algum hotel mais distante que ofereça diárias bem mais em conta. Independentemente da sua escolha, avalie duas coisas muito importantes em todas as opções: conforto e segurança.

5. Comprando os ingressos para os parques e shows

Sheila Almendros

As formas mais seguras de garantir ingressos, tanto para os parques como para os shows (Blue Man Group, Cirque du Soleil, etc) é comprar diretamente dos sites oficiais, agências de turismo ou na própria bilheteria durante a viagem (esta última opção é a mais cara de todas). Antes de comprá-los, é importante entender como funciona cada um deles, e este post do Viajali te ajudará bastante nesta missão.

6. Pesquisando os melhores lugares para compras

Orlando é o paraíso das compras para nós brasileiros, e muitos viajantes já vão com as malas preparadas para receber suas novas aquisições durante a viagem. Mas para não perder o foco, explore todas as suas opções de lojas e escolha as que mais te interessam incluir no roteiro. Vale também fazer uma listinha de tudo o que deseja adquirir, assim nada será esquecido entre tantas oportunidades com precinhos tentadores. Veja este mapa com as lojas mais promissoras da cidade.

7. Montando o seu roteiro

Sheila Almendros

Esta é a parte mais pessoal da organização de sua viagem, pois é em seu roteiro que você incluirá todo o seu dia a dia, de acordo com o seu desejo, ritmo e necessidade. Nele, você deverá incluir:

  • Os parques (incluindo os dias em que você repetirá alguns deles – se houver);
  • As compras (outlets devem ter dias específicos só para eles, enquanto algumas lojas podem ser visitadas depois de algum parque que encerrará suas atividades mais cedo);
  • As refeições (caso você queira almoçar/jantar em restaurantes específicos dentro ou fora dos parques);
  • E o dia para curtir o hotel e descansar, caso sobre um tempinho.

Dica: tente intercalar os dias de parques com os dias de compras, para que a viagem seja menos cansativa.

8. Como alugar um carro

IStock

Nem todo mundo aluga um carro quando viaja para Orlando, preferindo utilizar translado, táxi ou Uber, mas ainda é a melhor solução para se deslocar na cidade, já que o transporte público por lá é um pouco demorado, e ainda te dá a liberdade de ir e vir sem se preocupar com horários. Para isso, há algumas opções de locadoras encontradas nos aeroportos, como Alamo, Hertz, Budget, National, Avis e Sixt, e você pode garantir um veículo logo que aterrizar, ou em alguma agência de turismo brasileira antes mesmo de viajar (esta última opção oferece algumas formas de parcelamento convidativas).

Vale lembrar que a idade mínima exigida para alugar um carro nos EUA é de 21 anos, sendo devidamente habilitado no Brasil. Locatários menores de 25 anos devem pagar uma taxa adicional de aproximadamente $35 por dia.

9. Agendando o Fastpass+ na Disney

Com os ingressos devidamente comprados, você poderá agendar todos os seus Fastpass+ na Disney e tirar o melhor proveito das atrações mais concorridas, isso porque ele te dará o direito de entrar na fila mais curta, na hora em que você escolher. Baixe o aplicativo My Disney Experience em seu celular e defina até 3 brinquedos de cada parque, de acordo com as datas estipuladas em seu roteiro. Clicando neste link, você encontrará dicas imperdíveis de como aproveitar este benefício da melhor maneira.

10. Comprando a moeda local

IStock

A melhor maneira de gastar em Orlando é levando dólares em espécie, já que as taxas de IOF de cartões de crédito ou pré pagos são um pouquinho altas. Você pode adquiri-los em casas de câmbio, e conferir os melhores preços logo que fechar a viagem, aproveitando para comprá-los nas oscilações da moeda.

Importante: cada indivíduo poderá levar para os EUA a quantia de 10 mil dólares. Valores maiores que esse deverão ser declarados no site da Receita Federal, e apresentados no aeroporto antes de embarcar.

11. A importância do seguro viagem

IStock

Não deixe de contratar um seguro viagem antes de embarcar para Orlando, já que o sistema de saúde pública dos EUA é um dos mais limitados do mundo. Assim você evita gastar o que nem pode caso aconteça algum acidente ou problema de saúde. Há inúmeras opções com preços acessíveis, que cobrem não só assistência médica, como também extravio de bagagem. Saiba mais clicando aqui.

12. A bagagem perfeita para Orlando

IStock

Em Orlando, o conforto deverá ser garantido em todos os dias em que você baterá perna, não só nos parques, como também em dias de compras. Para isso, tenha ao menos um ou dois pares de tênis confortáveis, peças que não limitem seus movimentos, além das habituais roupas íntimas e pijamas. Se atente às temperaturas no período de sua viagem, e garanta que as peças estejam de acordo com o clima local (averiguar a previsão do tempo pode te ajudar). Mesmo que a ideia seja comprar por lá, o ideal é que você leve ao menos três trocas de roupas como precaução.

A não ser que você tenha algum evento específico programado que exija um dress code mais elaborado, saltos, sapatos sociais e roupas mais formais são dispensáveis.

13. Dirigindo nos EUA

Sheila Almendros

Para dirigir nos EUA, é necessário estar devidamente habilitado em seu país de origem, e apesar de ter algumas regras diferentes das nossas leis de trânsito (muitas delas até mais rigorosas), não será difícil se habituar a elas. Conheça neste post as mais importantes para que você se sinta seguro no volante durante a sua viagem a Orlando.

Importante: para sua maior comodidade, alugue um carro com o sistema SunPass devidamente instalado. Com ele, você poderá passar pelos pedágios sem precisar parar nos guichês. Os valores (bem baixos, por sinal) serão devidamente debitados em seu cartão de crédito registrado na locadora.

14. Dicas para quem não domina o Inglês

Sheila Almendros

Pode parecer assustador viajar para um país que você não tenha domínio da língua, mas em Orlando isso não é um problema. Toda a cidade é devidamente preparada para receber os brasileiros (já que somos a maioria circulando por lá), e mesmo nas lojas, os vendedores sempre dão um jeitinho de arranhar um “portunhol” para melhor te atender. Uma solução que também poderá te ajudar é baixar o aplicativo do Google Tradutor em seu celular. Com ele é possível escrever e até falar o que você deseja traduzir, e também ouvir como se pronuncia determinada palavra ou frase.

Agora que você já sabe o passo a passo completo de como montar a sua viagem a Orlando, que tal começar a planejar as suas próximas férias?

PARA VOCÊ