13 passeios para colocar em um roteiro de 24 horas em San Francisco

Escrito por Talita Ribeiro

Sempre quando alguém me pergunta qual é o meu lugar predileto, a resposta está na ponta da língua: San Francisco, que fica no melhor país do mundo, a Califórnia. Não, você não leu errado, a Califórnia é tão diferente do resto dos Estados Unidos que parece ser um lugar a parte. Apaixonante.

Passar apenas um dia em San Francisco é pouco, mas se você não pode esticar a estadia, não se preocupe, dá para aproveitar algumas das atrações mais famosas! E também conhecer alguns lugarzinhos incríveis. Segue a minha sugestão de roteiro, com muita caminhada e comidinhas pelo caminho 🙂

1. Ferry Building

Comece seu passeio tomando um café da Blue Bottle acompanhado de um pãozinho feito na padaria da estação, que hoje abriga vários restaurantes e espaços gastronômicos. Se você for uma formiguinha atômica, como eu, pode começar o dia de uma forma beeem doce, experimentando o melhor S’mores da sua vida na Dandelion. Ele é formado por um biscoitinho na base, marshmallow, chocolate meio amargo e flor de sal.

2. Exploratorium

Você pode ir andando pela baía, em direção a famosa Golden Gate, sem pressa, olhando a bela paisagem pelo caminho. A primeira parada que eu recomendo é o Exploratorium, um centro cultural de ciências, completamente interativo, onde você pode se encantar e desvendar os “mistérios do mundo”. Sério, é muito legal, independente da sua idade, mas se você for ou estiver com uma criança, pode ser que se divirta ainda mais. Ah! Não quer ficar duas a três horas do seu dia lá? Vá pelo menos na lojinha do Exploratorium, que conta com muitas lembrancinhas e produtos legais.

3. Píer 39

Seals in the sun ? #pier39 #sanfrancisco

A post shared by She Travels (@shetravelsblog) on

Confesso, acho bem armadilha de turista esse lugar, com seus restaurantes e lojas caras, porém, AMO a parte com os leões marinhos. Então, sempre paro um pouquinho para vê-los, tirar fotos e sigo. Aqui você pode contratar também alguns passeios pela baía e também para a cadeia.

4. Musee Mecanique

Monday fun day and more clown intrigue. #museemecanique #touristforaday

A post shared by chickenmedic (@chickenmedic) on

Está ficando com fome? Resista bravamente as mil e uma opções de frutos do mar do Fishermans Wharf e siga para o Musée Mecanique, cuja entrada é gratuita e onde estão alguns dos fliperamas e máquinas de jogos mais clássicas.

5. Maritime National Historical Park

#nofilter

A post shared by Lauren McMullen (@laurenmcmullen15) on

Daqui você tem uma bela vista da Golden Gate Bridge e pode tirar fotos clássicas da ponte. Se você quiser atravessá-la, terá que continuar andando pela Bay Street, mas se esse for o seu plano, recomendo que compre o passe do Big Bus para fazer um citytour mais básico e rápido pela cidade.

6. Embarque no bondinho

Ser clichê em viagem pode sim ? #sf❤️ #sf10orless

A post shared by Talita Ribeiro (@talitaribeiro) on

A essa altura do passeio você deve estar cansado e com fome, então, minha sugestão é que você pegue o bondinho, na esquina da Hyde com a Beach Street. E só desça no ponto da Lombard Street, para tirar a famosa foto da rua super inclinada, florida e em zigue-zague.

7. Pizza, Burrito ou Brunch

Dá para seguir a pé para o Washington Square Park, onde há algumas boas opções de restaurantes ao redor. Eu recomendo muitíssimo o Tony’s Pizza Napoletana, que já ganhou diversos prêmios internacionais com sua deliciosa pizza margherita. Se você preferir comer comida mexicana, pode ir ao Tacolicious. Para comidas típicas do Brunch, como os eggs benedict ou panquecas, pode tentar a sorte no Mama’s, mas prepare-se para uma espera considerável.

8. Onde a Rússia, a Itália e a China se encontram

#chinatown #sanfrancisco #travelgram #travelingram #latergram #beingtourist #neverstopexploring #wandering

A post shared by Son Trinh (@sonny0321) on

Você pode seguir pela Stockton Street ou pela Columbus Ave rumo à Chinatown – a maior do mundo! –, passando por lojinhas russas e restaurantes italianos pelo caminho. Se você gosta do movimento Beatnik, precisa conhecer o Vesuvio Cafe, a Jack Kerouac Alley e a livraria City Lights. Ah! E o famoso portal chinês (Dragon’s Gate) está na esquina da Bush Street com a Grant Ave.

9. Union Square

Infelizmente, a praça está com muitas obras ao redor, então, só vale a pena ir até ela se você quiser ver as lojas que ficam nas ruas que a cruzam Há uma belíssima Apple Store, Tiffany, Macy’s – onde fica uma Cheesecake Factory –, Gucci e outras marcas famosas.

10. Market Street

O melhor hambúrguer do meu mundo é o do @superduperburgers da Mission Street, em San Francisco – junto com o Bacon, Egg and Cheese do @whitmansnyc em NY. Sim, eu acho ele melhor que o do @shakeshack e infinitamente superior ao do @burger_joint mas, antes que alguém se revolte nos comentários, essa é só uma avaliação pessoal. O sanduíche do Super Duper consegue ser suculento, mas com pão crocante e vegetais fresquinhos e tudo bem saboroso. A carne é temperadinha e servida no ponto, rosada por dentro, mesmo sendo um fast-food, com traços de slow food – feito com ingredientes de produtores locais. Ah! E o double (com dois hambúrgueres) custa US$ 8! Ou seja, pode entrar para a lista #sf10orless que eu inventei agora, só para poder escrever essa declaração de amor ❤️ ? ?

A post shared by Talita Ribeiro (@talitaribeiro) on

Nesse momento, eu já estaria com fome de novo e ficaria em dúvida entre: tomar um Sundae incrível na Ghirardelli – e ganhar um chocolatinho recheado de caramelo, assim que entrar na loja –, ou comer o melhor hambúrguer do mundo no Super Duper da Mission Street (sim, essa é a melhor unidade). Caso opte pela segunda opção e seja maior de idade, na mesma rua há uma sex shop muito bacana chamada Good Vibrations.

11. Mission Dolores Park

Para ver o pôr do sol, eu aconselho que você pegue um metrô-ônibus-uber para esse parque que tem uma bela vista da cidade. Se você resistiu bravamente ao sundae da Ghirardelli, pode se entregar ao delicioso sorvete da Bi-Rite Creamery.

12. Noite no Castro

#castrotheatre #castro #sanfrancisco

A post shared by Enjoying life ??✈️☀️⛱??? (@ctrimoulet) on

Nenhum lugar de San Francisco tem uma noite tão animada como a do Castro, independente da sua orientação sexual ou gênero. Sim, o bairro é conhecido pelo movimento de direitos civis LGBT, pelo seu clássico teatro e, claro, pelos bares.

13. Noite na Haight-Ashbury

A post shared by bscxtwo (@bscxtwo) on

Se preferir, você também pode seguir para essa região, onde surgiu a cultura hippie e hoje há bares, lojas, restaurantes, livrarias… A Amoeba, loja de discos, é um clássico local e recebe shows de bandas e cantores independentes. Vale a pena conferir a sua programação.

Sim, dá para fazer tudo isso em um dia! Eu já testei e aprovei esse roteiro, porém, o melhor seria esticar um pouquinho a viagem e visitar também o Golden Gate Park, o SFMOMA, Sausalito… Mas isso já é tema para outro post 😉

PARA VOCÊ