Principais dúvidas sobre seguro viagem Europa e dicas para escolher o seu

Por
Em 31.08.22

Se você está planejando ir para a União Europeia, saiba que, além de comprar passagens e reservar passeios, você também precisa contratar um seguro viagem para a Europa. Esse serviço é importantíssimo, pois garante sua segurança no exterior e auxilia com imprevistos, desde problemas com bagagem até questões de saúde. Confira a matéria abaixo e tire suas dúvidas sobre o assunto!

Publicidade

5 opções confiáveis de seguro-viagem para a Europa

Se você está em dúvida sobre qual seguro-viagem contratar para a Europa, veja abaixo mais detalhes sobre alguns dos melhores serviços disponíveis, organizados de acordo com suas notas no Reclame Aqui:

1. Universal Assistance

Com centrais de atendimento em mais de 150 países do mundo, a Universal Assistance possui diferentes planos de seguro-viagem para a Europa. A seguradora conta com serviço VIP delay, que garante acesso a salas VIP em casos de atraso de voos, e aplicativo completo, com teleatendimento médico e ferramentas como tradutor, gerenciador de despesas e conversor de moedas e tamanhos.

2. Assist Card

Fundada em 1972, a Assist Card é membro do grupo Starr Insurance Companies desde 2011. A empresa oferece diferentes tipos de seguro-viagem para a Europa, todos com cobertura contra a Covid-19. Inclui serviços como assistência médica e odontológica, atendimento por telemedicina em português, repatriação sanitária, rastreamento de bagagem, serviço de concierge e acompanhamento de menores.

3. GTA – Global Travel Assistance

A Global Travel Assistance é uma empresa que atua no mercado há mais de 30 anos e oferece seguros específicos para vários tipos de viagem, seja a lazer, para estudos ou a negócios. Entre os benefícios da GTA, estão planos especiais multiviagens, com validade anual, e central de atendimento 24h em português.

4. Intermac Assistance

A Intermac Assistance é uma multinacional brasileira com mais de 20 anos de atuação no ramo de seguros e turismo. Um diferencial é que todos os planos incluem doenças preexistentes, gestantes até a 28ª semana de gravidez e prática de esporte não profissional. Além disso, a empresa conta com coberturas modulares, que permitem personalizar as coberturas tradicionais conforme as necessidades do viajante.

5. Porto Seguro

A Porto Seguro é uma empresa brasileira com mais de 70 anos de atuação que oferece serviços diversos, inclusive seguro-viagem para a Europa. Além dos benefícios tradicionais, o plano também inclui a possibilidade de cobertura para a prática de esportes radicais e o uso de motocicleta.

Dicas anotadas? Pesquise e compare as coberturas oferecidas por cada seguradora com calma e atenção. Assim, você poderá escolher o plano mais adequado para a sua viagem. E o melhor: com um bom custo-benefício!

Publicidade

O seguro-viagem é obrigatório para a Europa?

seguro-viagem Europa

Canva

Sim! O seguro-viagem é obrigatório para os países que fazem parte do Tratado de Schengen, incluindo toda a União Europeia, com exceção da Irlanda. A cobertura mínima é de 30 mil euros em despesas médico-hospitalares, garantindo que os turistas possam circular livremente pelo continente e tenham amparo da seguradora em situações de emergência.

Em quais países o seguro-viagem é obrigatório?

O seguro-viagem é obrigatório em 26 países da União Europeia. Dessa forma, será necessário apresentar a apólice do seu seguro-viagem na passagem pela imigração para viajar para qualquer um dos seguintes lugares: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Liechtenstein, Luxemburgo, Malta, Noruega, Portugal, Polônia, República Tcheca, Suíça e Suécia.

Além disso, mesmo que na Irlanda o seguro-viagem não seja obrigatório, é recomendado contratá-lo. Isso porque o sistema de saúde na Europa tem um valor muito alto, principalmente em emergências.

O que o seguro-viagem para a Europa cobre?

Existem diferentes tipos de seguro-viagem e coberturas para a Europa – dos serviços básicos e obrigatórios até planos para situações mais específicas. Veja abaixo os principais deles:

Coberturas obrigatórias

Segundo as diretrizes da SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, responsável pelo controle e fiscalização das seguradoras no Brasil, todos os planos de seguro-viagem para o exterior têm a obrigatoriedade de cobrir os seguintes serviços:

  • Despesas médicas, hospitalares e odontológicas, em casos de acidentes pessoais, enfermidades agudas ou súbitas durante viagens;
  • Translado médico para clínicas ou hospitais, em consequência de acidente ou enfermidade;
  • Translado do corpo falecido até seu domicílio ou sepultamento;
  • Regresso sanitário do segurado, devido a doenças graves ou acidente.

Dessa forma, independentemente do plano ou seguradora que você escolher, já estará ciente de que poderá contar com essas proteções durante a sua viagem.

Coberturas facultativas

Além da cobertura obrigatória citada, também existem outras opções facultativas para deixar o contratado ainda mais resguardado, como indenizações e assistências por conta das situações abaixo:

  • Cancelamento da viagem ou regresso antecipado, caso ocorra algum imprevisto;
  • Extravio, furto, roubo, dano parcial ou destruição da bagagem;
  • Perda, furto ou roubo de documentos, cartões de crédito e de débito;
  • Despesas com funeral, caso ocorra o falecimento durante a viagem;
  • Despesas com medicamentos ou tratamentos emergenciais.

Assim, antes de contratar um seguro-viagem, não deixe de conferir todas as coberturas que estão sendo oferecidas pelo plano, pois elas podem variar dependendo da empresa e do valor pago.

Seguro-viagem para casos específicos

Para pessoas que apresentam maiores riscos durante as viagens, como idosos, gestantes e esportistas, existem planos de seguro específicos com coberturas ainda mais amplas. Entenda mais sobre eles:

Publicidade

  • Seguro-viagem para gestantes: o seguro-viagem para gestantes oferece cobertura para consultas, exames de emergência, partos prematuros, entre outras especificidades durante a viagem. No entanto, a maioria das empresas restringe essa proteção até a 37ª semana de gestação e 40 anos de idade da mãe. Por isso, é importante atentar-se a esse limite antes de contratar o serviço.
  • Seguro-viagem para idosos: o seguro-viagem para idosos costuma ser mais caro do que o de adultos por apresentar maiores vantagens. Além de todas as obrigatoriedades, geralmente inclui o dobro da cobertura mínima, direito a acompanhante no hospital e cobertura de doenças preexistentes, garantindo que pessoas na melhor idade possam viajar tranquilamente.
  • Seguro-viagem para esportistas: destinado a esportistas amadores que pretendem praticar surf, esqui, mergulho, rafting ou qualquer outro esporte radical durante a viagem. Esse tipo de seguro garante a cobertura médica em caso de acidentes, disponibilizando o valor total do plano para cada eventualidade que possa acontecer durante os dias no exterior.

O seguro-viagem ideal é aquele que oferece serviços essenciais para atender às suas principais necessidades. Pesquise com atenção para escolher a melhor opção para você.

Como fazer o seguro-viagem para a Europa?

seguro-viagem Europa

Canva

Se é a sua primeira vez contratando um seguro-viagem para a Europa, siga este passo a passo para ter sucesso nessa etapa superimportante:

  1. Entre no site da seguradora ou em um comparador de preços;
  2. Informe sua data de embarque para a Europa e de desembarque no Brasil;
  3. Analise os planos disponíveis, considerando suas necessidades;
  4. Escolha o que melhor se encaixa no seu perfil de viajante;
  5. Informe seus dados pessoais para emissão do seguro-viagem;
  6. Realize a pagamento à vista ou parcelado;
  7. Receba a apólice do seguro-viagem no seu e-mail;
  8. Confira se todos os dados do contrato estão corretos. Se sim, imprima o documento para levá-lo na viagem e deixe-o salvo no seu celular.

O processo para contratação do seguro-viagem é muito simples, mas precisa de atenção, já que esse serviço garantirá a sua segurança fora do país.

Como escolher o seguro-viagem

Com tantas opções de seguro-viagem disponíveis, pode ser que você fique em dúvida de qual escolher. Pensando nisso, veja as dicas a seguir para te ajudar a tomar a melhor decisão.

  • Pesquise sobre a seguradora que você deseja contratar, veja as avaliações dos clientes nas redes sociais e certifique-se de que ela é realmente confiável;
  • Compare os preços e as coberturas oferecidas, procurando o que melhor atende suas necessidades;
  • Se a sua viagem incluir outras pessoas, veja também opções de planos coletivos, que podem ser mais econômicos;
  • Leia todo o contrato antes de fechar o serviço, para estar ciente de todas as coberturas oferecidas;
  • Garanta que o plano escolhido é adequado para a sua idade e qualquer outra especificidade que você apresentar;
  • Tire todas as suas dúvidas com a empresa antes de contratar o serviço, entrando em contato por chat ou telefone;
  • Entenda como funciona o processo para acionar o seguro-viagem, caso seja necessário.

Seguindo essas dicas, você estará preparado(a) para escolher o melhor seguro-viagem para seu passeio na Europa e poderá aproveitar cada dia com tranquilidade.

Dúvidas sobre o seguro-viagem para a Europa

Quando o assunto são dúvidas sobre seguro-viagem para a Europa, algumas questões são muito comuns. Veja os esclarecimentos a seguir e fique por dentro de tudo que você precisa saber!

1. Qual o valor mínimo do seguro-viagem para Europa?

O seguro-viagem para a Europa precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil euros em despesas médico-hospitalares, em caso de doença ou acidente.

2. Quanto custa o seguro-viagem para a Europa?

Considerando as opções mais básicas, o valor do seguro-viagem para a Europa pode variar de R$ 12 a R$ 30 por dia. Porém, alguns cartões de crédito também oferecem esse serviço gratuitamente para seus clientes. Vale a pena conferir o seu!

3. Onde comprar seguro-viagem para a Europa?

As seguradoras mais recomendadas para viagens para a Europa são Assist Trip, Assist Seguro Viagem, GTA, Intermac Assistance, Vital Card, ITA Travel e Travel Care e Universal Assistance.

4. Pode entrar na Europa sem seguro-viagem?

Pode ser que o seguro-viagem não seja solicitado na sua entrada na Europa. Porém, por ser um documento obrigatório, é recomendado que você contrate o serviço e esteja preparado para apresentá-lo na imigração.

5. O seguro-viagem para Europa cobre a Covid-19?

A cobertura para a Covid-19 não está entre os requisitos mínimos do seguro-viagem, porém já existem planos que oferecem esse acréscimo no contrato.

6. Como acionar o seguro-viagem?

O primeiro passo para acionar o seguro-viagem é ligando diretamente para a seguradora. Ou, então, você pode resolver o problema incluso na sua cobertura e, posteriormente, solicitar reembolso à seguradora.

7. Como solicitar o reembolso de um gasto particular?

Para solicitar o reembolso de algum gasto que deveria ser coberto pelo seguro-viagem, você precisa comprovar suas despesas com documentos, como notas fiscais, exames ou laudos médicos.

Com todas as suas dúvidas esclarecidas, agora é hora de conhecer as melhores roteiros para a Europa. Escolha o seu e aproveite ao máximo a viagem!