Chapada dos Guimarães: aventura e natureza no Mato Grosso

Escrito por Nicole Dias

Incríveis formações rochosas, paredões, mirantes, cachoeiras, vida selvagem e aventura. Se é isso que você pretende encontrar quando viaja, já está mais que na hora de conhecer tudo o que a Chapada dos Guimarães oferece.

Continua após o anúncio

Chapada dos Guimarães é o nome tanto de uma cidade do Mato Grosso quanto de um parque nacional que fica dentro dela. E há muito para descobrir sobre o local. Para saber como chegar lá, onde se hospedar e quais são os atrativos imperdíveis da região, o que você precisa é ler abaixo tudo o que preparamos.

Como chegar na Chapada dos Guimarães?

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães fica a aproximadamente 70 quilômetros do aeroporto de Cuiabá. O acesso é feito pela Rodovia Emanuel Pinheiro – MT 251. A estrada é asfaltada e relativamente boa — conta com apenas alguns buracos ao longo do caminho.

8 atrações na Chapada dos Guimarães para incluir em seu roteiro

Você prefere momentos de contemplação da natureza, curtir uma pequena aventura ou comer bem? Seja qual for seu tipo de viagem perfeita, na Chapada dos Guimarães são diversas as possibilidades. Confira algumas delas:

1. Conhecer a caverna Aroe Jari

Alguns atrativos turísticos da Chapada dos Guimarães não ficam exatamente dentro do parque, mas nas proximidades. É o caso da caverna Aroe Jari (“Morada das Almas”), maior gruta de arenito do Brasil. Importante: é preciso o acompanhamento de um guia para chegar até lá.

2. Tomar banho na Cachoeira dos Namorados e Cachoeirinha

A Cachoeirinha é uma das mais visitadas no Parque Nacional por causa do seu fácil acesso. Além disso, é uma boa opção para famílias com crianças, já que as águas não são muito profundas. A Cachoeira dos Namorados é igualmente rasa e cercada por mata nativa. Um regalo aos olhos!

3. Fazer o Circuito de Cachoeiras

Que tal em um mesmo dia, se encantar com a beleza de seis quedas d’água? Essa é a ideia do Circuito das Cachoeiras, que passa pela 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência. Todas são próprias para banho, com exceção da última. Os visitantes dizem que a cachoeira das Andorinhas é a mais bonita entre todas.

4. Chegar ao ponto mais alto do parque: o Morro de São Jerônimo

Para ter uma vista inesquecível da região, a dica é ir até o ponto mais alto da Chapada dos Guimarães. A 850 metros de altura, o Morro de São Jerônimo permite uma observação 360º dos arredores. Para chegar lá é necessária uma caminhada longa e pesada em um terreno levemente íngreme. O esforço vale a pena.

5. Contemplar paisagens incríveis dos mirantes

Na Chapada dos Guimarães não faltam espaços para contemplar a natureza das alturas. O mirante do Centro Geodésico, por exemplo, é facinho de acessar e tem uma vista privilegiada. Já no Morro dos Ventos existem dois mirantes — mas trata-se de uma propriedade privada que cobra ingresso. Do Mirante Alto do Céu, por sua vez, é possível enxergar Cuiabá.

6. Caminhar em áreas naturais no Vale do Rio Claro

Três trilhas incríveis podem ser encontradas no Vale do Rio Claro, cada uma delas levando para uma atração bacana: Poço Verde, Poço das Antas e a Crista do Galo. Os percursos também podem ser feitos com veículos 4 × 4. Há piscinas naturais ao longo do caminho. Não resista: o mergulho vale a pena.

Continua após o anúncio

7. Se encantar pela Cidade de Pedra

Com acesso mais difícil, a Cidade de Pedra é bem preservada e belíssima. São imensos paredões e formações rochosas, que parecem com aquelas cidades de povos antigos. A paisagem é de fazer o coração acelerar. É exigida a presença de guias de domingo a sexta, além de reserva antecipada.

8. Curtir a ótima gastronomia da região

Depois de um dia cheio de caminhadas e descobertas, nada como uma boa refeição, certo? E a Chapada dos Guimarães, apesar de ser uma cidade pequena, conta com boas opções. Entre os mais restaurantes mais conhecidos estão o Bistrô da Mata, Morro dos Ventos, Xá Ica, Tratoria Pomodori e o Restaurante Penhasco (que tem uma vista daquelas!).

5 pousadas na Chapada dos Guimarães para você se hospedar

Definitivamente, em apenas um dia não é possível conferir todas as maravilhas da Chapada dos Guimarães. O jeito é se hospedar pertinho e ir fazendo diferentes passeios ao longo dos dias. Confira algumas opções de pousadas na região para lá de charmosas.

1. Casa da Quineira

Com atenção em cada detalhe, essa pousada encanta tanto pelo visual quanto pelo atendimento. Oferece café da manhã e quartos confortáveis, com ar-condicionado, janelas antirruído e luxos como roupas de cama premium. A pousada oferece 17 quartos e uma excelente localização.

2. Pousada do Parque

A pousada fica a 15 quilômetros da cidade de Chapada dos Guimarães, nos limites do Parque Nacional. A estrutura conta com 8 apartamentos rústicos, porém muito confortáveis. Há ainda área de lazer com piscina, sauna, varanda com redes, quiosque e lareira.

3. Bosque da Neblina

A 831 metros de altitude fica essa charmosa pousada, que também é bastante procurada para a realização de casamentos e piqueniques. Todas as suítes têm varanda com vista para o bosque, além de televisão, ar-condicionado, frigobar e internet wi-fi.

4. Cantos da Mata

Pequena e aconchegante, a pousada é ideal para quem procura por momentos de relaxamento no meio da floresta. São apenas quatro quartos. Crianças abaixo de 6 anos não pagam e animais de estimação não são permitidos em virtude da localização da hospedagem, em meio a uma reserva ecológica.

5. Pousada Cambará

Simples e confortável, a pousada tem o atendimento como seu diferencial. O café da manhã também merece ser mencionado: ele é todo preparado na pousada, com direito a sucos naturais e pães caseiros.

10 fotos da Chapada dos Guimarães que vão aumentar a sua vontade de viajar

Uma imagem pode dizer muito mais do que as palavras. Portanto, deixe que essas fotos do Instagram expliquem um pouquinho do que a Chapada tem.

1. Imagens que transmitem paz

2. Todos os caminhos apontam para o paraíso

3. Imagine fazer fotos românticas em um cenário assim?

4. Não faltam lugares de cair o queixo na Chapada dos Guimarães

5. Daqueles momentos para esquecer de conferir o celular

6. E perceber a imensidão do mundo

7. A Chapada dos Guimarães é um encontro com a natureza

8. De silêncio, de contemplação

9. E é, definitivamente, um destino que merece sua visita

10. Bora curtir uma energia dessas?

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães pode ser visitado durante o ano inteiro, todos os dias. Vale lembrar que entre dezembro e março há maior probabilidade de chuvas, enquanto a época de altas temperaturas é de julho a outubro.