O que fazer em Copenhagen: dicas da capital da Dinamarca

Escrito por Flávia Resende

É fácil cair de amores por Copenhagen, uma cidade que consegue ser, ao mesmo tempo, moderna e histórica, inovadora e tradicional. Apesar de não ser um destino barato, a cidade atrai turistas interessados em sua atmosfera tranquila, arquitetura e boa cozinha.

A seguir, listamos alguns pontos legais para serem visitados na cidade dinamarquesa, onde se hospedar e onde comer. Vamos lá?

Mapa de Copenhagen

Copenhagen é a capital da Dinamarca, país vizinho da Alemanha e Suécia, no norte da Europa. Com aproximadamente 777.218 habitantes, a cidade foi uma colônia de pescadores até 1517, quando Valdemar O Grande deu a cidade para o bispo Absalon. No século XV, a cidade se tornou capital da Dinamarca e Suécia.

O que fazer em Copenhagen

Apesar de Copenhagen não ser um destino barato, há vários lugares para visitar gratuitamente. Entre eles estão alguns dos principais pontos turísticos da cidade. Confira 10 atrações que devem ser visitadas na cidade.

1. Jardins de Tivoli

Inaugurado em 15 de agosto de 1843, o Tivoli é o parque temático mais antigo do mundo. Localizado a alguns minutos a pé do City Hall, e bem próximo à Estação Central de Copenhagen, o parque possui uma arquitetura exótica, tem jardins exuberantes e edifícios históricos. À noite, as luzes coloridas transformam o parque em um cenário de conto de fadas.

O parque consegue agradar a todos os públicos porque conta com diversos restaurantes, shows, natureza e várias atrações como montanha-russa e um carrossel que eleva as pessoas a 80 metros de altura.

  • Endereço: Vesterbrogade 3, 1630 København V.
  • Horário de funcionamento: sexta e sábado das 11h às 24h, domingo a quinta das 11h às 23h.
  • Valor de entrada: 60 DKK (coroa dinamarquesa) para crianças de 3 a 7 anos; 120 DKK para maiores de 8 anos. Os brinquedos são pagos à parte.

2. Igreja de Mármore

A Igreja de Frederik é mais conhecida como Igreja de Mármore e fica no bairro de Frederiksstad, onde também fica o Palácio Amalienborg. A construção tem a maior cúpula do norte da Europa com 31 metros de expansão sobre 12 colunas.

A conservação da igreja faz com que se pense que ela foi construída há alguns anos, quando, na verdade, sua construção teve início em 1749, pelo rei Frederik V em honra a Deus. Anos depois, o arquiteto da igreja, Nicalai Eigtved, e o rei Frederic V faleceram. A construção ficou parada por 100 anos por falta de fundos e foi retomada em 1847.

  • Endereço: Frederiksgade 4, 1265.
  • Horário de funcionamento: segunda a quinta e sábado das 10h às 17h, sexta e domingo das 12h às 17h.

3. Palácio de Amalienborg

Residência principal da família real dinamarquesa, Amalienborg foi construído nos anos 1750 como o centro do distrito de Frederiksstaden. Tem quatro mansões rococó idênticas (1750-1758) ao redor de uma praça octogonal com uma estátua do rei Frederik V montado em um cavalo.

As mansões foram construídas inicialmente como casas da nobreza, mas foram tomadas pela família real depois do incêndio que destruiu o Palácio de Christianborg em 1794. No museu do palácio, os visitantes podem aprender a história da família real. Além disso, podem assistir do pátio do palácio a troca da guarda, todos os dias às 12h.

  • Endereço: Amalienborg Slotsplads 5, 1257 København K.
  • Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 17h.
  • Valor de entrada: adultos pagam 95 DKK, pa crianças de 0 a 17 anos a entrada é gratuita.

4. Castelo de Rosenborg

O castelo foi construído no início dos anos 1600 por Christian IV, um dos reis escandinavos mais conhecidos por seu longo reinado e envolvimento na Guerra dos 30 Anos.

No interior do palácio, que mudou muito pouco ao longo dos séculos, os visitantes podem conhecer relíquias como os aposentos do rei, tapeçarias históricas que representam os conflitos entre a Dinamarca e a Suécia e as coleções de vidro veneziano do século XVII e objetos de porcelana Flora Danica.

  • Endereço: Øster Voldgade 4A, 1350.
  • Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 16h em abril e maio, todos os dias das 9h às 17h de junho a agosto, todos os dias das 10h às 16h em setembro e outubro, terça a domingo das 10h às 15h em novembro e dezembro.
  • Valor de entrada: a partir de 115 DKK.

5. Palácio de Christiansborg

Situado na Ilha de Slotsholmen, o palácio abriga a Suprema Corte da Dinamarca, o gabinete do primeiro-ministro e o Parlamento dinamarquês. As salas de Recepção Real ornamentadas do palácio são usadas pela família real dinamarquesa e pelo primeiro-ministro para eventos formais.

Algumas partes do palácio ficam abertas para visitação, como a Cozinha Real, os Estábulos Reais e as Salas de Recepção Real que contém obras de arte, pinturas (algumas salvas do palácio durante o incêndio) e tapeçaria contemporânea com detalhes da história da Dinamarca.

  • Endereço: Prins Jørgens Gård 1, 1218.
  • Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 17h.
  • Valor de entrada: 150 DKK.

6. Pequena Sereia

A estátua sentada em uma pedra ao lado do calçadão de Langelinie é o ponto mais famoso da cidade. A sereia, inspirada no conto de fadas de Hans Christian Andersen, foi criada em 1913 pelo escultor Edvard Eriksen como uma homenagem ao autor.

Nas fotos, a estátua dá a impressão de ser grande, mas ao chegar perto, sua altura impressiona, pois ela tem apenas 1,25 metros de altura e pesa cerca de 175 quilos.

  • Endereço: Langelinie, 2100 København Ø.

7. King’s Garden

Localizado no centro da cidade, o jardim é um espaço aberto urbano que foi estabelecido no início do século XVII como jardim e horta do Castelo de Rosenborg, para o rei Christian IV. Foi usado como área de lazer para o rei e seus visitantes e também fornecia frutas e vegetais para a corte do Castelo de Copenhagen. O hotel ainda funcionou como horta até o fim do século XIX, início do século XX.

O Castelo de Rosenborg foi construído em um pequeno trecho do jardim. Em frente ao castelo, atualmente são plantadas flores de Crocus sativus – do estigma dessas flores é extraído o açafrão – que chamam a atenção no início da primavera.

  • Endereço: Øster Voldgade 4A, 1350.
  • Horário de funcionamento: todos os dias das 6h às 18h em fevereiro e março, das 6h às 21h em abril, das 6h às 22h de maio a agosto, 6h às 20h em setembro, das 6h às 19h em outubro, das 6h às 18h em novembro e das 6h às 17h em dezembro e janeiro.
  • Valor de entrada: gratuita.

8. Cais de Nyhavn

O velho porto de Copenhagen é muito popular entre moradores e turistas. Não faltam opções de lazer ao longo do porto como restaurantes, cafés e bares onde dá para curtir a atmosfera e contemplar uma vista bem pitoresca de casas coloridas do século XVIII que foram renovadas.

Nyhavn (Novo Porto) é também conhecido como o porto histórico onde muitos navios históricos de madeira estão ancorados. No final do porto fica o Memorial da Âncora, que é dedicado a homens e mulheres que serviram na Marinha Real Canadense e a Marinha Mercante Canadense durante a Primeira Guerra Mundial, a Segunda Guerra Mundial e a Guerra da Coreia.

  • Endereço: Nyhavn, København K, 1051.

9. Zoológico de Copenhagen

O jardim zoológico de Copenhagen, fundado em 1859, é um dos mais antigos do mundo e expõe mais de 2.000 espécimes de 250 espécies. É famoso por seu grande zoológico infantil, onde crianças podem chegar perto dos animais, tocar em cobras, brincar com coelhos e cabras, e montar um pônei; e sua Casa de Elefantes (construída em 2008).

  • Endereço: Roskildevej 32, 2000 Frederiksberg.
  • Horário de funcionamento: segunda a sexta das 9h às 18h e sábado e domingo das 9h às 20h.
  • Valor de entrada: crianças de 0 a 2 anos não pagam, crianças de 3 a 11 anos pagam 105 DKK e adultos 195 DKK.

10. National Aquarium Denmark

Inaugurado em 22 de março de 2013, o maior e mais moderno aquário do norte da Europa está localizado no mar do Porto de Kastrup, a 15 minutos do sul do centro de Copenhagen. A construção é inspirada nos padrões em espiral da natureza: redemoinhos de água, cardumes de peixes, padrões climáticos e galáxias em espiral. No interior, a combinação de sons e imagens é usada para dar a sensação de estar submerso na água.

O aquário combina água doce e salgada e tem em exibição mais de 20.000 peixes divididos em 53 aquários. O maior deles tem de 7 a 8 metros de profundidade e conta com uma passagem para os visitantes, que têm a sensação de estar dentro do aquário. Em exposição estão várias espécies de tubarões e arraias, focas, lontras marinhas, medusas, crocodilos, cobras tropicais, anfíbios e répteis.

  • Endereço: Jacob Fortlingsvej 1, 2770 Kastrup
  • Horário de funcionamento: segunda das 10h às 21h e terça a domingo das 10h às 17h.
  • Valor de entrada: 95 DKK para crianças de 3 a 11 anos e 170 DKK para adultos.

Copenhagen é uma das melhores cidades para se locomover de bicicleta. As atrações próximas umas às outras podem ser visitadas a pé ou pedalando. Maravilha, né?

Clima em Copenhagen

Os verões têm temperaturas agradáveis e dias um pouco nublados. Os invernos são frios, longos, com ventos e, principalmente, nublados. A época quente, de junho a setembro, dura cerca de três meses e tem temperatura média de 17°C. Já o período frio, de novembro a março, tem temperatura média de 6°C.

A estação mais seca vai de fevereiro a junho e a mais úmida vai de junho a fevereiro. A época com mais probabilidade de chover é no mês de junho.

Curiosidades sobre Copenhagen

Toda cidade tem suas caracterícticas e pecualiaridades. Antes de viajar para Copenhagen conheça alguns fatos sobre a cidade como língua local e qual a moeda usada:

  1. A moeda em Copenhagen é a coroa dinamarquesa.
  2. A língua local é o dinamarquês.
  3. É fácil se locomover na cidade usando bicicletas alugadas, transporte público ou trem. Com um City Pass dá para andar de ônibus, trens e metrô no centro de Copenhagen.
  4. Walt Disney se inspirou no parque Jardins de Tivoli para criar a Disneylândia na Flórida.
  5. É a cidade onde viveu Hans Christian Andersen, autor de famosos contos de fada como A Pequena Sereia, A Polegarzinha, O Soldadinho de Chumbo e O Patinho Feio.

Além da língua local, também é possível se comunicar em inglês na cidade. Antes de escolher o lugar exato onde vai se hospedar, vale procurar mais informações sobre a área.

Onde ficar em Copenhagen

Cada área de Copenhagen tem sua própria identidade, por isso é bom saber mais sobre onde o hotel está localizado para encontrar aquele que faz mais seu estilo. Se você gosta de tranquilidade, não é uma boa ideia se hospedar em uma região com a vida noturna movimentada, por exemplo. Confira nossas opções:

1. Copenhagen Downtown Hostel – $$$

Para quem gosta de ambientes animados, o hostel de estilo retrô é uma boa opção. Tem um bar bem colorido e animado que tem shows e oferece jantar gratuito todas as noites (para quem reservar o quarto pelo site).

A cinco minutos a pé da Praça da Prefeitura e dos Jardins Tivoli, o hostel aluga tablets gratuitamente, tem armários, e quartos com banheiros individuais ou compartilhados com roupa de cama incluída. A maioria dos quartos tem vista para a Praça Vandkunsten.

  • Endereço: Vandkunsten 5, 1467.

2. Urban House Copenhagen – $$$

Localizado próximo à estação central, o hostel tem mais de 950 camas (quartos individuais, duplos e compartilhados com até 10 camas), cervejaria local, quiosque, aluguel de bicicletas e várias outras comodidades. Também disponibiliza um palco, área verde externa e um lounge com livros e jogos de tabuleiro.

  • Endereço: Colbjørnsensgade 11, 1652.

3. Steel House Copenhagen – $$$

Luxuoso hostel localizado no centro de Copenhagen. Os hóspedes podem fazer o check-in online através do aplicativo do hostel e não precisam passar pela recepção, podendo ir direto para o quarto ou para o bar.

Os quartos disponíveis são: individual e duplo, com ou sem varanda; e compartilhado para todos ou para mulheres (quatro ou seis camas). Todos os quartos têm banheiros privados, roupa de cama, toalhas, luzes de leitura, armários individuais e tomadas individuais.

  • Endereço: Herholdtsgade 6, c/o Arp-Hansen Hotel Group A/S, 1605.

4. Generator Copenhagen – $$$

O hostel tem uma localização privilegiada em uma rua tranquilo perto do King’s Garden, no Palácio Roseborg, e entre duas estações de metrô. Com uma arquitetura bem moderna, tem cinco andares com quartos individuais e compartilhados (misto ou feminino), computadores, entre outros. No térreo ficam o bar, TV e uma sala grande com vista para o terraço.

  • Endereço: Adelgade 5-7, 1304.

5. CitizenM Copenhagen Rådhuspladsen – $$$$

Localizado próximo ao Museu Nacional da Dinamarca e do Palácio Christiansborg, o hotel tem 238 quartos equipados com refrigeradores, TV, iPads, banheiros com efeito de chuva e produtos de toalete de grife. Os hóspedes também têm telefones, cofres e garrafas de água. O hotel também conta com restaurante, bar e cafeteria.

  • Endereço: Andersens Blvd. 12, 1553.

Os bairros de Copenhagen vão do moderno ao hippie e do multicultural ao chique, e o que não faltam são boas opções de hospedagem.

Restaurantes em Copenhagen

Esteja você procurando apenas por uma refeição rápida, que não vai comprometer seu orçamento, ou um restaurante mais refinado, Copenhagen tem tudo isso para oferecer. De pizzas self service a restaurantes com estrelas Michelin, aqui estão nossas indicações para você.

1. Café Komplet

O estabelecimento serve comida típica dinamarquesa e tem, inclusive, opções sem glúten. O ambiente é acolhedor, tranquilo e tem um bom atendimento, que é feito pela proprietária.

  • Endereço: Store Kongensgade 65, 1264.
  • Horário de funcionamento: todos os dias das 11h às 18h.

2. Geranium

Localizado no oitavo andar do Estádio Nacional de Futebol, o restaurante gourmet dinamarquês com três estrelas Michelin, oferece uma bela vista panorâmica de alguns parques.

Serve comida europeia, escandinava, dinamarquesa e tem opções veganas, sem glúten e vegetarianas. O menu degustação contém vários pratos harmonizados com vinhos.

  • Endereço: Per Henrik Lings Allé 4, 8. Sal, 2100.
  • Horário de funcionamento: quarta a sábado das 12h às 15h30 e das 18h30 às 24h.

3. Pizzeria La Fiorita

Um ambiente descontraído, que serve comida italiana, europeia, pizza, vegetariana e vegana. O lugar é pequeno e serve pizzas de todos os sabores. Pode ser que você encontre o interior da pizzaria cheio e tenha que comer do lado de fora.

  • Endereço: Charlotte Ammundsens Pl. 2, Kld, 1359.
  • Horário de funcionamento: segunda a sábado das 11h às 22h e domingo das 13h às 22h.

Uma das melhores maneiras de conhecer as tradições de um país e seu povo é experimentando a culinária local. Uma ótima forma de unir o útil ao agradável!

Dicas de quem já foi a Copenhagen

Os dinamarqueses são conhecidos por serem as pessoas mais felizes do mundo. Nos vídeos a seguir é possível sentir um gostinho de como é estar em Copenhagen.

Copenhagen – Dinamarca

O vídeo compila as principais atrações turísticas da cidade, que ganham ainda mais vida em um dia bem ensolarado.

Conhecendo a Dinamarca

No vídeo são mostrados os passeios pelos famosos canais da cidade, castelos antigos, onde experimentar a culinária dinamarquesa, as bicicletas para aluguel na cidade, como comprar tickets para o metrô, entre outros.

Tour por Copenhagen

Conheça Copenhagen brevemente filmada de dentro de um ônibus a caminho do porto.

Há muito o que ver e fazer na capital da Dinamarca e, o melhor, sobre duas rodas. Quem não sabe andar de bicicleta é melhor já ir praticando para aproveitar todas as experiências que Copenhagen tem a oferecer.

Mais fotos de Copenhagen que vão aumentar sua vontade de viajar

Copenhagen consegue ser charmosa e moderna, o que pode ser comprovado nas fotos que selecionamos, pra te deixar com muito mais vontade de fazer as malas.

1. A beleza da cidade não consegue ser capturada em uma foto

2. A natureza convive em harmonia com monumentos históricos

3. O porto fica ainda mais encantador em um dia ensolarado

4. Um ótimo exemplo de modernidade e história

5. As cores de Copenhagen são algumas das marcas registradas da cidade

6. Uma paisagem de tirar o fôlego

7. Copenhagen deve ser explorada a pé para não perder nenhum detalhe

8. Cenários que capturam nosso olhar por todos os cantos da cidade

9. Parada obrigatória para conhecer mais sobre a história da cidade

10. O porto ganha um toque mágico à noite

Impossível não querer visitar Copenhagen depois de conferir essas fotos, não é?

Entre turistas, moradores, bicicletas, canais e uma arquitetura colorida, a pequena Copenhagen deixa sua marca no coração de quem passa por lá. Esteja você visitando a cidade por um dia ou mais, Copenhagen vai te proporcionar bons momentos que vão fazer com que você queira voltar!

PARA VOCÊ