16 imagens do espetacular parque natural de Zhangjiajie, na China

Escrito por Douglas Ciriaco

A China é um país repleto de paisagens espetaculares e, sem dúvida, algumas das mais incríveis podem ser conferidas no Parque Florestal Nacional localizado na cidade de Zhangjiajie. Primeiro do gênero no país asiático, o parque foi criado em 1982 e compreende uma área de 4.810 hectares — ou 4,81 milhões de metros quadrados. Ele está situado dentro da área de interesse paisagístico de Wulingyuan e desde 2004 faz parte da Rede Mundial de Geoparques da Unesco.

Quem se interessa por paisagens exuberantes e está planejando visitar um parque no qual a imersão é quase completa, com direito inclusive a uma passarela com chão de vidro localizada a nada menos do que 1.519 metros de altura, vai conhecer agora uma excelente opção de destino.

1. Ponte com chão de vidro nas alturas

iStock

Que tal uma ponte de vidro localizada a 300 metros de altura? A estrutura tem seis metros de largura, 430 metros de comprimento e liga duas formações rochosas do cânion do parque. Quem não tem medo de altura sem dúvida alguma vai se maravilhar vendo a natureza da posição bastante privilegiada oferecida pela mais alta e longa ponte de vidro do mundo.

2. Passarela de vidro ao redor na montanha

iStock

Se apenas a ponte não é o suficiente para estimular a sua produção de adrenalina, talvez uma passarela localizada a 1.519 metros de altura também com chão de vidro possa dar conta do recado. A estrutura fica no entorno do topo da montanha Tianmen, palavra que pode ser traduzida como “portão do paraíso”.

3. Nem só de vidro

iStock

As passarelas com chão de vidro podem assustar aqueles que não sentem tanta firmeza em pisar em plataformas deste material, mas fique tranquilo: a maioria dos trechos que cercam o topo da montanha é bem tradicional, com parapeito de madeira e chão de pedras sem nenhuma transparência. A vista, porém, será sempre incrível, independentemente de onde se pisa.

4. A imponente montanha Tianmen

iStock

Além das estruturas de vidro, a montanha Tianmen conta ainda com uma longa estrada percorrendo as suas entranhas. Subindo e descendo pela formação rochosa, a via está repleta de curvas — 99 ao todo — e conta até mesmo com alguns túneis, ressaltando toda a grandiosidade da engenharia chinesa.

5. Subindo a montanha sem fazer manha

iStock

Além de permitir o deslocamento dos turistas por toda a montanha, a estrada de 11 quilômetros compõe muito bem com a vegetação e com as formações rochosas de Tianmen. Sem dúvida, elas ajudam a deixar a paisagem ainda mais sensacional.

6. Maior teleférico do mundo

iStock

Um dos grandes destaque do parque, a montanha Tianmen reúne também inúmeras surpresas, como o maior teleférico do mundo. A estrutura liga a estação de trem de Zhangjiajie até o topo da montanha, em um trajeto de 7.455 metros realizado por 98 carros. Da base até o topo, o bondinho sobe nada menos do que 1.279 metros a uma inclinação de 37 graus.

7. Um passeio espetacular

iStock

Além da adrenalina de percorrer quase 7,5 quilômetros a bordo de um teleférico, a experiência aqui é elevada ao máximo graças às paisagens exuberantes com as quais o turista tem contato ao longo do caminho. Dependendo da hora do dia e das condições climáticas, a névoa que se forma ao redor dos picos da montanha deixa tudo ainda mais sensacional.

8. Portão do paraíso

iStock

Como dito anteriormente, a palavra “tianmen” pode ser traduzida para o português como “portão do paraíso”. E a grande razão para a montanha ter este nome é a presença de uma formação rochosa que deixa a impressão de uma espécie de portal para outra dimensão. Como por ela é possível ver o céu, nada mais justo do que ela ser nomeada desta forma.

9. Pico da Caneta Imperial

iStock

A interação da chuva com as rochas de Zhangjiajie resultaram na formação de inúmeros picos. Alguns deles formam o conjunto apelidado de Pico da Caneta Imperial, que recebe este nome em referência às canetas símbolos da soberania chinesa utilizadas por imperadores a partir de Xian (Xiandi, em português), líder chinês entre os anos 189 e 220 da era moderna.

10. Caverna de Huanglong

iStock

Uma das primeiras cavernas chinesas abertas à visitação para turistas, a Caverna de Huanglong (que pode ser traduzida como Caverna do Dragão Amarelo) tem 15 quilômetros de comprimento, alcança alturas internas que chegam a 140 metros e cobre uma área de 480 mil metros quadrados. Pelo trajeto, o visitante encontra alguns trechos secos e bolsões de água, além de estalactites e estalagmites, formações rochosas típicas deste tipo de ambiente.

11. Elevador Bailong

iStock

Mais uma prova da capacidade chinesa de erguer obras faraônicas em meio à natureza é o Elevador Bailong (traduzido literalmente para Elevador dos Cem Dragões). A estrutura fica na lateral de um penhasco e chega a 326 metros de altura, oferecendo uma belíssima vista panorâmica para os visitantes. Elevador externo mais alto do mundo, a sua construção foi cercada de controvérsias a respeito dos impactos ambientais da obra.

12. Lago Baofeng

iStock

Com um quilômetro de comprimento, o lago é mais uma beleza natural que ajuda a compor a estonteante paisagem da região de Zhangjiaji. Cercado por árvores e rochas, ele fica junto do monte Baofeng e oferece uma combinação incrível de brisas frescas, cachoeiras e tranquilidade.

13. Pagode chinês no meio do nada

Uma boa pedida para conseguir uma excelente vista de todo o parque é subir até o pagode (templo) chinês Pavilhão das Seis Maravilhas. Além de ver de perto uma construção tipicamente chinesa, o visitante terá a chance de conhecer novos ângulos e experimentar toda a calma que apenas um local como este pode oferecer.

14. Topo do mundo

iStock

Tianmen não é, obviamente, o lugar mais alto do mundo. Mas quando você estiver em uma das passarelas que cercam a montanha, é bem provável que seja exatamente esta a sensação: eu estou no topo do planeta. A imagem acima, com o charme da névoa completando a vista, deixa isso bem evidente.

15. Exuberância natural

iStock

Se as estruturas construídas pelos chineses são um show à parte no parque florestal de Zhangjiajie, elas não passam de coadjuvantes. As grandes protagonistas aqui são as variadas formações rochosas, as florestas densas, as cachoeiras e os lagos que fazem parte da área paisagística de Wulingyuan — tudo aqui é de tirar o fôlego.

16. Coisa de cinema

Usar a expressão “cenário de filme” para definir as belezas de Zhangjiajie não é nenhum exagero. Não só porque a vista realmente parece ter saído de uma obra cinematográfica, mas também porque esta área serviu de cenário para boa parte das filmagens de Avatar, o premiado filme de James Cameron.

Nem só do caos de Pequim vive a China. Quem ama visitar a natureza tem muito o que ver por lá.

recomendados para você

    152
  • 10 coisas que você precisa saber sobre o novo parque da Disney na China

    10 coisas que você precisa saber sobre o novo parque da Disney na China

  • 152
  • 17 fotos de Kyoto que provam que essa cidade é realmente fotogênica

    17 fotos de Kyoto que provam que essa cidade é realmente fotogênica

  • 152
  • 10 motivos para viajar para as Maldivas, esse verdadeiro paraíso

    10 motivos para viajar para as Maldivas, esse verdadeiro paraíso

  • 152
  • 13 cidades belas e encantadoras do Oriente Médio

    13 cidades belas e encantadoras do Oriente Médio

  • 152
  • Tóquio: o que fazer na moderna e tradicional capital japonesa

    Tóquio: o que fazer na moderna e tradicional capital japonesa

  • 152
  • 12 lugares incríveis em Macau: a ex colônia portuguesa na China

    12 lugares incríveis em Macau: a ex colônia portuguesa na China

  • 152
  • Xangai: 15 atrações incríveis deste destino chinês milenar

    Xangai: 15 atrações incríveis deste destino chinês milenar

  • 152
  • 10 bons motivos para você conhecer o Mar Morto

    10 bons motivos para você conhecer o Mar Morto