15 furadas na Europa que ninguém te contou até o momento

Escrito por Sheila Almendros

Ninguém nunca espera e nem imagina passar por uma furada na viagem dos sonhos, que foi detalhadamente planejada e ansiada por muito tempo. Às vezes, os infortúnios ocorrem por ingenuidade, falta de atenção ou até mesmo falta de informação e, apesar de não serem suficientes para estragar uma viagem por completo, podem causar uma certa dor de cabeça e um leve pânico.

Para evitar tais transtornos, segue uma lista de situações que podem ser evitadas, já que avisar nunca é demais:

1. Não validar o ticket de transporte em Berlim

Não adianta só comprar a passagem: tem que validar nas máquinas localizadas ao lado dos postos de venda. Além de evitar o mico, você evita ter que pagar uma multa que custa muitos euros.

2. Aceitar que os caras chatos na Fontana di Trevi tirem uma foto sua

iStock

iStock

Depois da foto tirada, eles cobram pela “gentileza” prestada.

3. As batedoras de carteira em Madri

iStock

iStock

Apesar desta prática estar presente em todos os lugares do mundo, o que chamou a atenção em Madri foi a infração ser feita por mulheres, sem despertar qualquer suspeita. Para evitar transtornos e sustos, distribua seu dinheiro entre a carteira e uma doleira escondida em suas roupas, e para as mulheres, troquem a bolsa de botão por uma de zíper, para dificultar a “mão leve” de pessoas mal intencionadas.

4. Não validar as passagens de ônibus em Florença

iStock

iStock

Levar multa de 55 Euros e um sermão do fiscal como bônus, com certeza não está nos planos de viagem de ninguém. Portanto, verifique se a máquina de validação fez algum barulho e estampou algo em sua passagem antes de tentar embarcar.

5. Confundir o Abbey Road Studios com a estação

iStock

iStock

A Estação Abbey Road e o estúdio que leva o mesmo nome são dois lugares completamente distintos e distantes. Se a ideia é visitar a famosa faixa de pedestres onde os Beatles tiraram a icônica foto para a capa de seu álbum, procure o endereço do estúdio e esqueça a estação de metrô.

6. Os vendedores de pulseirinha na Piazza del Duomo, em Milão

Os vendedores postos em frente ao ponto turístico mais famoso de Milão oferecem pulseirinhas coloridas e minúsculas como se fossem gratuitas e, após amarrá-las em seu braço, pedem sem a menor cerimônia a quantia de 5 euros por ela. Se você não pagar, eles te acusam de roubo. Caso veja algum deles se aproximando, corra para as colinas.

7. Aceitar ajuda para as suas fotos em Praga

Mais uma pegadinha camuflada de gentileza para roubar turistas. Em grande parte das vezes eles agem em casal, pedem para o turista tirar uma foto deles, e em seguida se oferecem para fazer o mesmo. Para não aparecer com sacolas na foto, eles pedem para segurar suas coisas e após o clique o que eles fazem? Vão embora com elas e se você vai atrás pedindo-as de volta, eles dizem que as coisas são deles e não poupam esforços para fazer escândalo se necessário.

8. Tomar uma multa por entrar em vagão errado no trem na Itália

Se atente às informações em sua passagem e nos trens para não correr o risco de tomar multa. Na Itália e em alguns outros países europeus, os tickets são vendidos por classe (A,B,C e D) e trocar os vagões mesmo por falta de atenção pode lhe custar alguns euros.

9. Ter que comprar outra passagem por não ter conferido os dados direito

Não é permitido o reembolso do valor pago ou fazer qualquer tipo de alteração caso você erre o preenchimento de dados no ato da compra. Confira todas as informações, se preciso inúmeras vezes, para não ter que comprar outra passagem por um erro bobo.

10. Pagar o triplo do preço nas passagens em cima da hora

Quanto mais cedo você comprar as suas passagens, mais barato pagará por elas. Comprá-las em cima da hora pode custar três vezes mais o seu valor real, seja a sua viagem de ônibus, avião ou trem.

11. Os traficantes de Lisboa

Eles estão por todos os lados da cidade oferecendo drogas insistentemente para os turistas, principalmente para homens que estejam sozinhos.

12. Jogar o ticket do metrô fora antes de sair da estação

Nunca, mas nunca mesmo jogue fora seu ticket do metrô em qualquer país europeu antes de sair da estação. Os fiscais adoram pegar um desavisado para faturar uma multa, que pode variar entre 33 a 120 euros. Sempre será necessário que você confirme que pagou por sua viagem e não tentou burlar nada.

13. O golpe do anel em Paris

Alguém te aborda na rua perguntando se aquele anel que ele acabou de encontrar no chão é seu. Depois que você negar, o espertinho tentará insistentemente te vender a tranqueira, alegando que aquilo é uma joia verdadeira e que o preço oferecido por ele é muito bom. Apesar de parecer muito óbvio de que se trata de um golpe, vale avisar para te render umas boas risadas.

14. Ir desacompanhada à Turquia

Infelizmente, existe ainda alguns países como a Turquia que tratam mulheres como mera mercadoria. Algumas viajantes não se sentem seguras por lá quando não estão na companhia de homens em seu grupo e, quando estão, já tiveram que lidar com turcos oferecendo dinheiro e mercadorias por elas. Não é aconselhado andar sozinha em nenhum momento do dia, principalmente à noite, e algumas roupas devem ser evitadas, já que a cultura do estupro é muito comum nesta cultura.

15. Os Gladiadores italianos

iStock

iStock

Homens caracterizados de gladiadores ficam nos arredores do Coliseu e tirar fotos deles ou com eles pode significar uma roubada e 20 euros a menos em seu bolso. Se é muito importante ter uma foto de um cara fantasiado, pergunte antes quanto eles cobram para isso e, se você estiver disposto a pagar, aí sim: garanta um sorriso!

PARA VOCÊ