16 melhores pontos turísticos cheios de encanto na Ilha de Marajó

Escrito por Sheila Almendros

Já pensou em viver experiências únicas na maior ilha fluviomarinha do mundo? A Ilha de Marajó é praticamente um pedaço intacto da Selva Amazônica, rodeada pelo oceano Atlântico e pelos rios Tocantins e Amazonas, um verdadeiro convite para conhecer a raiz de nosso país tropical. Confira algumas opções turísticas imperdíveis da região:

Continua após o anúncio

1. Soure

Além das maravilhosas praias que pontuadas a seguir, a capital da Ilha também oferece algumas paradas obrigatórias, como o Ateliê Arte Mangue Marajó, a Vila do Pesqueiro e a confecção de remédios naturais, o Bairro Novo e suas fábricas de artigos feitos com couro de búfalo e o centro histórico repleto de construções antigas.

2. Praia Caju-Una

Um destino tranquilo e exótico, longe da agitação e sem infra estrutura. Aproveite para fazer um detox digital por aqui, já que a paisagem paradisíaca colabora. O acesso é difícil e depende da ajuda de nativos.

3. Praia do Céu

Para chegar à Praia do Céu, é necessário pedir autorização para o dono da fazenda do local. E por conta deste controle que esta região ainda permanece sem nenhuma interferência humana. Quase deserta, de águas quentes e paisagem bucólica.

4. Praia do Pesqueiro

Não é fácil chegar na Praia do Pesqueiro por conta própria. O ideal é contratar um guia para ir e voltar. Mas vale a pena o investimento para tomar um banho de água doce levemente salobra, almoçar em um dos restaurantes com ótimo atendimento e redes para relaxar e curtir a paisagem. Destaque para as casas dos pescadores colorindo o cenário.

5. Praia da Barra Velha

Um paraíso intocável e bem preservado, já que a entrada de carros é proibida. O acesso é feito a pé, por uma ponte de madeira, e durante o trajeto, você conhecerá os mangues típicos da região, repleto de caranguejos em seu habitat natural.

6. Praia do Araruna

Um paraíso intocável e de difícil acesso, mas a conservação de sua vegetação é incrível! Não possui nenhuma estrutura turística, portanto, é um cenário perfeito para quem quer se desligar do mundo e curtir a natureza. A visita é feita somente de barco.

7. Fazenda Bom Jesus

Você pode caminhar pelos campos marajoaras da Fazenda Bom Jesus e conhecer de perto o símbolo da Ilha: o búfalo! Outras espécies de animais também vivem na fazenda, como guarás, cavalos, jacarés, entre outros.

8. Restaurante Paraíso Verde

É um dos lugares mais recomendados para experimentar o prato tradicional da região: o filé de búfalo. Há outras opções no cardápio, como peixes, frango e pato.

9. Salvaterra

iStock

Se você procura por sossego, opte em se hospedar em Salvaterra. Há hotéis e restaurantes bem estruturados, com preços mais em conta e boas recomendações. Há ainda o centrinho da cidade, onde a Igreja Matriz serve como ponto de encontro dos moradores aos finais de semana, além das atrações destacadas a seguir:

Continua após o anúncio

10. Museu do Marajó

Apesar de pequeno, o museu conta com um acervo rico e representativo sobre a cultura da região. Objetos antigos, peças indígenas, diversos elementos sobre a cultura local e contos regionais que agradam adultos e crianças.

11. Joanes

Esta antiga vila de pescadores se transformou em um verdadeiro atrativo para os turistas. É possível passear de búfalo, curtir a praia tranquila com ventos refrescantes, cajus que podem ser recolhidos do pé e degustados na hora (e de graça) e admirar tudo isso de cima nas ruínas jesuítas. Leve dinheiro, pois nenhum comércio do local aceita cartões de débito e crédito por falta de sinal de internet.

12. Praia Grande

Seus visitantes, muitas vezes moradores da Ilha, adoram avistar o nascer do sol na extensa areia da orla da Praia Grande. A praia é bem estruturada e os bares em sua volta são super elogiados pelo cardápio de qualidade.

13. Muaná

Muaná é uma região que pede roupas confortáveis, simples e fresquinhas. Conheça o Engenho Palheta recheado de história do período da escravidão, o rio Muaná e seu passeio ecológico e a inexplorada praia da Pescada, banhada pela Baía do Marajó.

14. Anajás

É nesta modesta cidade que acontecem as maiores festas religiosas da Ilha: a festa do Menino Deus, protetor da região, entre os dias 16 e 25 de dezembro, e a quadra junina, com suas manifestações populares dos bois-bumbás e carimbó.

15. Ponta das Pedras

Conheça o farol que marca a entrada do rio Marajó-Açu e a histórica praia da Mangabeira, por onde chegaram os padres mercedários em meados de 1700

16. Igarapé Caraparú

Um pedacinho de nossa Floresta Amazônica ideal para passear de canoa e se refrescar em suas águas geladas.

Para chegar neste paraíso, é necessário ir de avião até Belém do Pará e, em seguida, pegar uma balsa até a Ilha. Com este roteiro completo, a sua viagem definitivamente será inesquecível!