Saco do Mamanguá: o que fazer no único fiorde brasileiro

Escrito por Marta Stegani

O Saco do Mamanguá é uma paisagem única no Brasil. Trata-se de um fiorde, ou seja, uma grande entrada de mar cercada por altas montanhas rochosas, algo comum nos países escandinavos. O mar esverdeado segue por 8 km, formando mais 30 praias, escondendo cachoeiras e abrigando diversas espécies de animais marinhos.

Continua após o anúncio

Esse pedaço de paraíso é o lugar para quem quer descansar, se desconectar do mundo e se conectar com a natureza. E a conexão é no sentido literal, pois a energia elétrica chegou ali há pouco tempo e o sinal de internet é quase inexistente. Interessado em conhecer toda essa exuberância e desfrutar dessa tranquilidade? Continue aqui e descubra o que fazer no Saco do Mamanguá e dicas preciosas para preparar sua viagem!

Mapa de Saco do Mamanguá

O Saco do Mamanguá está localizado no município de Paraty, ao sul do Rio de Janeiro e próximo ao litoral norte de São Paulo. O acesso ao local é feito através de barcos ou lanchas que partem de Paraty-Mirim, ou por trilha, porém é necessário bom condicionamento físico. Se você estiver de carro, existe diversos estacionamentos em Paraty-Mirim, onde você poderá deixar seu veículo e seguir a viagem.

O que fazer no Saco do Mamanguá

Ao contrário de sua vizinha Paraty, que é mais badalada e cheia de turistas, o Saco do Mamanguá exala tranquilidade. Descubra as atividades que vão fazer você tirar o pé do freio e se sentir em outro mundo.

1. Pico do Pão de Açúcar

É do Pico do Pão de Açúcar que se tem a vista mais incrível do Saco do Mamanguá! Para chegar lá é necessário percorrer uma trilha de 1.5 km que se inicia na Praia do Cruzeiro. Apesar de ser considerada curta, ela é íngreme e exige um bom condicionamento físico.

Passando pela trilha, cada gota de suor terá valido a pena. Do topo, é possível ter uma visão completa do Saco do Mamanguá, a formação do fiorde, as montanhas e o mar esverdeado, garantindo as mais belas fotos da viagem!

2. Cachoeira do Rio Grande

Outra preciosidade escondida no Saco do Mamanguá são as cachoeiras, e a mais procurada pelos turistas é a Cachoeira do Rio Grande. Para chegar até ela é necessário navegar até o fim do manguezal e depois percorrer uma trilha, porém, esta com menor grau de dificuldade. Depois, é só desfrutar da deliciosa queda d’água que desce por uma pedra inclinada e forma um tranquilo poço para banho com águas geladas e cristalinas.

3. Passeio de canoa pelo manguezal

Ao fundo do Saco do Mamanguá está localizada a maior e mais conservada área de manguezal da baía de Ilha Grande. Para preservar o ecossistema, o passeio pode ser feito apenas de caiaque ou canoa. No caminho você vai se deparar com muitos pássaros e caranguejos que vivem no local. Essa é uma atração imperdível!

Continua após o anúncio

4. Stand Up Paddle

As águas tranquilas do Saco do Mamanguá são perfeitas para a prática do stand up paddle. Você pode alugar o equipamento lá mesmo e aproveitar para conhecer as região. É comum ver muitas pessoas relaxando em suas pranchas no fim de tarde.

5. Explorar as praias

O Saco do Mamanguá é formado por 33 praias de águas tranquilas e cristalinas que podem ser acessadas através de trilhas ou barco. A mais famosa e estratégica delas é a Praia do Cruzeiro, que está localizada bem no centro da região, mas outras que também merecem a visita são a Praia Grande, Praia do Engenho e a Praia da Costa.

6. Restaurante do Dadico

O Restaurante do Dadico é o mais famoso do Saco do Mamanguá. Lá é servido peixe fresquinho, ostras tiradas do mar ali mesmo e um delicioso camarão, que vai muito bem com uma caipirinha. O local é simples e acolhedor e o atendimento é feito pelo próprio Dadico, um caiçara cheio de simpatia. Além dos sabores e da hospitalidade, o restaurante tem uma vista de tirar o fôlego!

Você pode conhecer o Saco do Mamanguá em apenas um dia, nos passeios que parte de Paraty,ou acrescentar alguns dias a mais no roteiro e se hospedar ali para curtir com calma o paraíso.

Onde ficar no Saco do Mamanguá

Quem escolhe se hospedar no Saco do Mamanguá pode contar com algumas opções de pousadas, campings, um hostel ou casas.

1. Refúgio do Mamanguá

A pousada Refúgio do Mamanguá é a opção perfeita para descansar após um dia desbravando o paraíso. O local conta com dez suítes de frente para o mar com janelas amplas e decks de madeira para admirar a vista privilegiada para o Pico do Pão de Açúcar. Na diária estão inclusos café da manhã e jantar, translado de chegada e saída a partir de Paraty-Mirim, bem como o uso de canoas para conhecer a região. As suítes comportam de duas a três pessoas e são equipadas com ventilador, luz para leitura e chuveiros quente.

  • Endereço: a pousada fica na margem direita de quem entra no Mamanguá, logo após a Praia Grande, em frente à primeira ilha.
  • Diária: a partir de R$ 700.

2. Mamanguá Eco Lodge

O Mamanguá Eco Lodge é um lugar daqueles que você se sente em casa. As suítes ficam de frente para um jardim, que fica de frente para o mar. Os quartos acomodam de três a quatro pessoas e contam com ar-condicionado e rede na varanda. Na pousada há um restaurante onde é servida culinária à base de frutos do mar, massas, carnes e drinks. Os hóspedes também podem contar com uma piscina e têm serviços de praia à disposição para não se preocupar com absolutamente nada!

PARA VOCÊ