19 atrações turísticas na Croácia para você incluir no roteiro de viagem

Por
Atualizado em 21.01.20

Pode-se dizer que a Croácia é uma das principais surpresas da Europa. O país não é tão famoso quanto a Espanha,França, Itália ou Inglaterra, mas somente no verão recebe mais de 800 cruzeiros de todas as partes do mundo, e é um encanto por vários aspectos. Dos imponentes monumentos históricos às aprazíveis e animadas vias urbanas de Zagreb e das belíssimas e azuladas águas do mar Adriático aos lagos do parque nacional de Plitvice há muito o que se apreciar por lá

Publicidade

O país que passou a integrar a União Européia em 2013 e tem pouco mais de 4 milhões e 400 mil habitantes tem lindos e importantes museus e é cercado das ilhas mais bonitas do mundo. Confira 19 atrativos turísticos por diferentes cidades da Croácia e prepare-se para momentos inesquecíveis nesse lugar do mundo que você precisa descobrir (ou redescobrir).

1. Palácio Diocleciano

iStock

Erguido por ordens do imperador romano Diocleciano, o palácio homônimo, situado na cidade de Split, começou a ser construído no século 3 e de acordo com registros históricos, foi inaugurado um década depois, embora possa ter passado por transformações na idade média. Foi lá que o imperador viveu seus últimos dias e por essa causa histórica, o espaço tem fundamental importância para a Croácia.

Além de apreciar o contorno arquitetônico da área externa do palácio, o visitante na parte de dentro, irá poder contemplar uma espécie de cidade em miniatura com ruelas, casas que pertenciam aos nobres com privilegiadas vistas para o mar, praças, templos religiosos, restaurantes e lojas que vendem souvenires turísticos. Visitar a principal atração turística de Split é, de alguma forma, abraçar um passado que ainda é vivo em terras croatas.

2. Ilha de Mljet

iStock

A ilha de Mljet é pouco explorada até mesmo pelos croatas e a população é de um pouco mais de 1000 habitantes. Localizada nas proximidades de Dubrovnik, essa idílica e arborizada mostra da natureza croata é uma dessas atrações consideradas imperdíveis para quem tem apreço por locais paradisíacos e isolados.

iStock

Há dois lagos por lá, onde é possível nadar e uma vasta área de florestas com trajetos muito bacanas para apreciar a vista utilizando bicicletas ( inclusive há locais que alugam o transporte). Na frente do maior lago, existe uma ilhota e lá está construído o monastério de De St Mary, que pode ser acessado por um ferry boat.

Com fauna bem diversificada – há diferentes espécies de cobras, tartarugas, veados, e javali – , a ilha também presenteia o visitante com a caverna de Odisseu, um formação natural que ganha lindas cores com a irradiação solar. Detalhe: de acordo com a mitologia grega, o herói Odisseu sofreu um naufrágio e fincou marada em Mljet por sete anos.

3. Parque Nacional Krka

iStock

O viajante que for a cidade de Sibernik, situada na região da Dalmácia Central, precisa conhecer o Parque Nacional Krak, um dos mais famosos da Croácia. Se o cenário já é encantador pela foto acima, visto de perto é ainda mais interessante: são sete cascatas, área para o visitante tomar banho e uma vastidão verde preservada, ideal para quem quer relaxar e respirar o ar puro.

Pela passarela de madeira de aproximadamente 2 quilômetros, é possível fazer uma trilha e observar de perto as nuances de um parque de flora e fauna diversificadas. A área ainda contém pontes de madeira, grutas espetaculares, além de um museu etnográfico e alguns restaurantes bem na entrada.

Publicidade

4. Rua Tkalciceva na capital Zagreb

iStock

A rua Tkalciceva em Zagreb é aquela típica via que conduz a animação noturna( embora também exista movimento mais cedo) de uma cidade. Há restaurantes simples e mais sofisticados, boates, kebabs, cafeterias estilosas e lanchonetes para o proveito de croatas e turistas.
As opções gastronômicas na rua são diversificadas e, portanto, ela vai agradar diferentes públicos. Além de ser perfeita para quem é bom de garfo, é o destino certo para a turma que prefere tomar drinks, cervejas e se divertir em ambientes mais informais.

Depois de curtir as praias em alguma ilha paradisíaca ou visitar museus, será uma excelente ideia aproveitar esse espaço democrático, bonito e muito organizado que preenche a noite de Zagreb.

5. Museu de Mimara

iStock

Certamente entre os museus mais imponentes da Croácia, o Museu de Mimara, foi aberto em 1987, embora esteja localiza-do em um palácio renascentista do século 19. O belo gramado da área externa e a construção com suas suntuosas colunas já são, por si só, um convite para o apreciador de obras arquitetônicas tirar muitas fotos, mas é recomendado conferir o interior.

Há mais de 3700 obras de arte que representam várias civilizações, esculturas da antiguidade até o século 20, raridades egípcias e da Grécia antiga e do período romano e imagens de artistas como Goya, Velasquez, Rembrandt, entre outros. O Minara é o local ideal para você absorver conhecimentos históricos de maneira completa e empolgante.

6. Parque Nacional dos Lagos de Plitvice

iStock

Com total merecimento, o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice é considerado o melhor atrativo turístico da Croácia. Se as águas azuis já são bonitas pela fotografia, pode ter certeza que o contato ao vivo é ainda mais espetacular. É mais indicado visitar o parque no verão, já que as águas ganham a coloração especial no contato com o sol, portanto, não deixe de ficar atualizado quanto a previsão do tempo e escolher o melhor momento para apreciar os lagos.

O parque tem 19 hectares e os lagos interligados por cachoeiras. O cenário natural está todo dentro de uma mata fechada e essa característica garante um aspecto silvestre e preservado que é sempre mais especial para quem ama a natureza.

Ainda que não seja permitido nadar nos lagos( ok, você inicialmente poderá ficar chateado, mas logo depois encontrará ÓTIMAS compensações)há muitos de trilhas e mirantes em grandes paredões para você fazer os melhores registros fotográficos e sentir a satisfação de estar em um lugar único.

7. Dubrovnik

iStock

A graciosa Dubrovnik está entre as cidades mais visitadas da Croácia e mesmo que seja pequena – há um pouco mais de 40 mil habitantes – tem muitas atrações turísticas e uma arquitetura de encher os olhos. Em razão do seu medieval, ela tem muitas muralhas construídas entre os séculos 15 e 16, casas e vias de pedras, por onde o viajante poderá encontrar restaurantes, museus e centros culturais, igrejas, lojinhas e todos os equipamentos urbanos de uma localidade com excelente infraestrutura turística e que não perde o charme do passado.

Logo após passar por um dos grandes portões de Dubrovnik, o visitante entrará em contato com outro tempo e – com o perdão do lugar-comum -conhecerá um dos melhores museus a céu aberto do planeta. Caminhar pela Placa Ulica, ir à Catedral da Assunção da Virgem Maria e ter o privilégio de observar a vista da cidade a partir do forte de Lovrijenac, são boas opções no passeio. Aproveite!

Publicidade

8. Split

iStock

A grandeza histórica também pode ser encontrada em Split, a segunda maior cidade croata e onde está erguido o palácio Diocleciano, indicado messa lista. Apesar de respirar história, como é comum entre as cidades da Croácia, Split é uma cidade badalada e que lota de turistas farristas durante o verão, sempre dispostos a curtir o clima nos bares, restaurantes e baladas enquanto conferem o visual e a brisa do Mar Adriático.

Se por dentro do Palácio mais famoso da cidade há opções interessantes de lazer, o turista também poderá se divertir nas praias urbanas, passear no Riva de Split – um calçadão à beira mar com alguns restaurantes por perto – e visitar a colina Marjan, que tem espaços para trilhas, mirantes e algumas capelas de pedra.

Uma dica: para ter acesso fácil aos principais atrativos turísticos é recomendado ficar hospedado em hotéis perto da região central.

9. Costa Dálmata

iStock

Caso não exista a possibilidade de conhecer cada cidade por um período maior, você pode fazer um passeio pela Costa Dálmata, uma região na costa leste do Mar Adriático que vai de Dubrovnik até o conjunto de ilhas de Zadar, com passagens pelas esplêndidas Vis, Jelsa, Hvar, e Brac, região indicada para a prática do Windsurf.

Publicidade

Há passeios de cruzeiros por essa costa e ferries também realizam o serviço de interligar as ilhas. Vale a pena percorrer por essas ilhas e conhecer, mesmo que de maneira rápida, o traçado histórico das áreas urbanas e os indescritíveis cenários naturais das praias, florestas e formações rochosas de toda a região.

10. Hvar

iStock

A Hvar é um dos points da badalação croata e é até chamada de ” a nova Ibiza”, pois atrai muitos solteiros jovens com o interesse de curtir as festas em meio as lindas paisagens. De toda forma, a ilha também um centro histórico belo e muralhas, igrejas e as habituais construções antigas que não deixam encantar em cada trecho das ilhas.

iStock

O viajante que preferir escapar das festas e baladas ou até mesmo aproveitar diferentes atividades após os embalos, pode passar pela Catedral de Santo Estevão, localizada na praça central da cidade, e na mesma região percorrer as vielas que separam as construções de pedras e parar em alguns dos charmosíssimos restaurantes.

11. Ilhas Brijuni

iStock

Saindo um pouco do roteiro tradicional da Croácia que passa por Zagreb, Hvar, Split e Duubrovnik, o feliz desbravador da Croácia poderá conhecer as interessantes ilhas Brijuni, localizadas no arquipélago de Istria. As 14 ilhas que correspondem a área do Parque Nacional Brijuni recebem turistas que poderão apreciar safaris – há muitas espécies de plantas diferentes – e até pegadas de dinossauros.

A descomunal beleza é comum entre as ilhas, mas cada uma delas têm suas peculiaridades. Na ilha Veli Brijuni( essa que tem as pegadas), por exemplo, há uma vila romana e uma igreja erguida por cavaleiros da idade média. E olha só amantes de música clássica e teatro: no verão ocorrem muitas apresentações ao ar livre.

12. Museu de Arte Contemporânea em Zagreb

iStock

O Museu de Arte Contemporânea de Zagreb foi erguido em 1954 com o proposta de fazer documentação artística e promoção de eventos da arte dos novos tempos. Em 2003, o novo edifício do museu começou a ser construído e hoje ele é o principal centro de referência da arte contemporânea da capital da Croácia.

Há áreas para exposições ao ar livre, instalações para oficinas de audiovisuais, auditório, restaurante, biblioteca com sala de leitura, espaço multimídia e três níveis de espaços de exposições com mais de 12 mil obras de artistas do mundo inteiro, cujas elaborações são dos anos 1950 até agora.

13. Ilha de Vis

iStock

É impossível se cansar do repertório de belezas que existe na Croácia, e a ilha de Vis – situada na região da Dalmácia Central – é mais uma localidade que merece ser visitada. Ao contrário de Split e Havar, esse recanto é bem identificado pela tranquilidade e por ser um ótimo pólo gastronômico, com maior destaque para frutos do mar.

Ir à praia de Stiniva, conhecer áreas militares abandonadas pelo exército da Iuguslávia ou mesmo fazer proveito de toda infraestrutura hoteleira e opções de lazer das cidades Komiža e Viška luka – as principais de Vis – são algumas das atividades indicadas na região.

14. Ilha de Corcula

iStock

Não há confirmação oficial, mas muitos acreditam que o famoso explorador e mercador Marco Polo nasceu na em Córcula, uma localidade encantadora, banhada por águas transparentes e com muitos vinhedos. A ilha fica a aproximadamente duas horas depois de Split em um agradabilíssimo trajeto de ferry boat, por onde dá para ver de pertinho, em todo o trajeto, o que há de melhor no território croata.

Mesmo que a natureza roube a atenção, o viajante ficará encantado com as ruas estreitas e intimistas, praças bucólicas e as plenamente identificáveis construções de pedras da cidade de Kórcula. E entre passeios e descobertas, não se pode deixar de provar o vinho branco Grk, encorpado e de sabor único que é sempre solicitado por turistas. Só um alerta: ele é….,digamos, um tanto quanto forte e mais alcoólico, então, tenha certa cautela, tudo bem?

15. Arboreto Trsteno

iStock

Vale começar dizendo que o Arboreto Trsteno, situado em Dubrovnik, serviu de cenário para a série Game of Thrones e por essa razão é muito visitado por fãs da obra, de toda forma a relevância histórica e o encanto do local vão além desse fato. A atração foi jardim de uma casa de veraneio pertencente a uma família nobre do século 15 e hoje é um recanto muito aprazível que fica só um pouco mais de 20 minutos do centro de Dubrovnik.

A área verde é muito conhecida pela enorme coleção de plantas do mediterrâneo e exemplares da flora de outros continentes, como cactus mexicanos, rosa japonesa, eucaliptos da Austrália, etc.

16. Museu de Relacionamentos Terminados

Conhecer um dos museus mais inusitados do mundo pode ser uma boa em sua visita à Croácia. A história é simples: depois do término da relação de 4 anos dos artistas Dražen Grubišić, Olinka Vištic, eles decidiram juntar presentes e todos os pertences que acumularam e tiveram significados para eles e expor no Museu dos Relacionamentos Terminados, localizado em Zagreb.

Como o museu alcançou sucesso, alguns casais( ou melhor, ex casais) doaram peças que simbolizaram a união; como cartões, fotos antigas e algumas coisinhas mais peculiares, como um machado que serviu para destruir peças domésticas, um gnomo atropelado por um carro depois de rompimento pra lá de conflituoso e até um vestido de noiva. Em todas as peças há um recadinho com explicações sobre a relação. Que tal?

17. Plaza de San Marcos

iStock

A praça de São Marcos está situada na parte velha de Zagreb e, da mesma maneira que tantas outras praças importantes pelo mundo, é cercada de importantes monumentos históricos que contam marcos relevantes da cidade e do país, como a igreja de São Marcos, a sede do governo croata( Banski dvori ), o tribunal constitucional da Croácia, e o Parlamento croata.

Logo após conhecer e fotografar cada um desses lugares( ou apenas algum deles), o visitante poderá dar uma volta e sentir o clima de um local que, embora seja visitado por turistas de todas as partes, conserva as nuances autênticas da Croácia. Vale fazer esse passeio pelo fim de tarde.

18. Praia Zlatni Rat

iStock

Zlatni Rat( significa chifre dourado) é a praia mais famosa da Croácia, e é claro que não pode ficar de fora dessa lista. Localizada na cidade Bol, que fica na ilha de Brat, ela é super lembrada pelo formado de V da faixa de areia em contato com as águas verdes e azuladas.

Podendo ser apreciada tanto por banhistas que desejam relaxar na espreguiçadeira quanto amantes de windsurf( o local é bem favorável para a prática), a super exclusiva formação triangular pode ser alterada em razão da movimentação da maré. Olha essa foto aérea: será que não ficou curioso para conhecer?

19. Anfiteatro de Pula

iStock

O Anfiteatro de Pula, também conhecido como Arena de Pula, foi construído no século I em solicitação do imperador Vespasiano, que também foi responsável pela construção do Coliseu em Roma. O local pode ser visitado e apreciado em suas minúcias durante o dia pela noite é palco para concertos, balé e ópera.

Nos períodos áureos a arena já comportou mais de 20 mil pessoas nas galerias e assentos de pedra pelo público que queria assistir as batalhas com muito sangue. Hoje cerca de 5 mil pessoas podem conferir os espetáculos por lá.

Lindas praias, ilhas paradisíacas e formidáveis mostras do passado. A Croácia é um país privilegiado pela natureza e por toda a riqueza histórica. Descubra essa maravilha européia e fique certo de que ela estará na sua lista de viagens inesquecíveis!