Cachoeiras de Macacu: o que fazer na terra das águas cristalinas no Rio de Janeiro

Escrito por Bruno Mendes

A opção de viajar para Cachoeiras de Macacu ainda não é tão comum entre entusiastas de ecoturismo, mas o belíssimo município fluminense precisa ser descoberto. Por lá, quedas d’águas acessadas por trilhas, montanhas e ruínas compõem um cenário irresistível.

Se você quer escapar do poluição e do barulho das metrópoles e entrar em contato com mostras autênticas da natureza, eis o destino perfeito. Confira esse guia bem bacana e veja como se divertir neste recanto conhecido como “terra das águas cristalinas”.

Índice do conteúdo:

Mapa de Cachoeiras de Macacu

A cidade de Cachoeiras de Macacu é vizinha dos municípios de Tanguá, Nova Friburgo e Rio Bonito, e fica a 75km de distância do Rio de Janeiro e a 45km de Guapimirim.

Cachoeiras de Macacu: pontos turísticos imperdíveis

Pronto para caminhar na mata e tomar muito banho de cachoeira? Você vai adorar bater perna por esse belo trecho do território do Rio de Janeiro.

1. Parque Terra Santa

Esse santuário ecológico, situado no bairro Japuíba, fica na mata atlântica e conta com diversas esculturas bíblicas. Mesmo para quem não é religioso, vale a pena observar os ornamentos e a magnífica área verde do entorno.

  • Endereço: Rod. Presidente João Goulart, RJ 116, Km 27,5
  • Valor de entrada: R$ 20
  • Horário de funcionamento: abre aos sábados e domingos, das 09h às 16h.

2. Cachoeira do Jequitibá

A Cachoeira do Jequitibá não é muito frequentada e, portanto, é um excelente local para o visitante curtir a natureza em total clima de tranquilidade. Chega-se até ela por uma trilha de intensidade moderada. São aproximadamente trinta minutos de caminhada pela mata.

Não se esqueça de ir com tênis ideal para trilha e de levar roupas confortáveis, água e repelente.

  • Endereço: o ponto de referência para a atração é a ponte Presidente João Goulart, que corta o Rio Macacu na região Central de Cachoeiras de Macacu. Desta área até o início da trilha, muitos aventureiros utilizam veículos 4×4 ou motocross.
  • Valor de entrada: para fazer a trilha é de graça, mas o custo do acesso até o início dela costuma variar de acordo com a temporada.
  • Horário de funcionamento: é recomendável curtir o passeio durante o dia .

3. Parque Estadual dos Três Picos

Considerado o maior parque do estado do Rio de Janeiro, este atrativo imperdível para os amantes de montanhismo fica em área com cerca de 60 mil hectares, que compreende os municípios de Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo, Silva Jardim, Guapimirim e Teresópolis.

Trilhas com distintos níveis de dificuldades, pontos de escalada, acesso a mirantes e muito mais. Um passeio para o visitante observar as características geográficas do Rio de Janeiro pelas melhores perspectivas possíveis. Prepare-se para tirar muitas fotos!

  • Endereço: o acesso por Cachoeiras é feito na estrada do Jequitibá, 145 – Boca do Mato.
  • Valor de entrada: gratuita.
  • Horário de funcionamento: abre de terça a domingo, das 8h às 17h.

4. Poço das Samambaias

Essa espécie de piscina natural, muito agradável para toda a família, tem pontos de salto de mais de dois metros de altura e é cercada por pedras e vegetação.

Atração ideal para o viajante que quer brincar e ao mesmo tempo relaxar em meio ao ar puro, barulho de pássaros e muito verde. Bom, né? Só um alerta: você pode até levar comidas e bebidas, mas lembre-se de colocar papéis, plásticos e latas no saco e levar tudo de volta. Preserve a natureza!

  • Endereço: Av. A – Boa Vista.
  • Valor de entrada: gratuita.
  • Horário de funcionamento: a recomendação é que a visita seja feita pelas manhãs e em dias claros, sem chuva.

5. Pedra do Faraó

A Pedra do Faraó fica localizada exatamente no limite entre Cachoeiras do Macacu, Nova Friburgo e Silva Jardim. Conhecida também como Pedra da Visão, a formação rochosa recebeu esse nome por se assemelhar ao formato da cabeça de um faraó.

O acesso até o mirante, que fica perto do cume, não é dos mais fáceis e exige técnica e condicionamento físico. Ao longo do trajeto em mata fechada é comum encontrar alguns animais silvestres e peçonhentos, ou seja, é uma aventura para os fortes!

  • Endereço: o início da subida é feito em Nova Friburgo (bairro Macaé de Cima), a um pouco mais de 40 minutos da região central de Cachoeiras do Macacu.
  • Valor de entrada: gratuita.
  • Horário de funcionamento: recomenda-se que o caminho no local seja feito em dias claros.

6. REGUA – Reserva Ecológica de Guapiaçu

Há mais de 15 anos garantindo proteção aos remanescentes da mata atlântica e à biodiversidade de Cachoeiras de Macacu, a REGUA é uma reserva natural que recebe anualmente turistas, mas também universidades e centros de pesquisa.

Conhecer essa reserva é uma oportunidade e tanto para fazer trilhas, observar diferentes espécies de animais e entender da melhor forma por que é tão importante preservar os recursos naturais.

  • Endereço: Rod. Joao Goulart, 2 – Funchal.
  • Valor de entrada: para buscar a informação, entre em contato com a administração da REGUA.
  • Horário de funcionamento: busque as informações no contato disponibilizado no site da REGUA.

7. Igreja de São José da Boa Morte

A Capela São José da Boa Morte foi erguida no século XVIII, mais especificamente no ano de 1734. Hoje, a construção encontra-se em ruínas, que garantem um adorno histórico a um local repleto de exemplares da natureza.

  • Endereço: fazenda de São José da Boa Morte, próximo à estrada RJ 122, altura do rio Guapi- Açu.
  • Valor de entrada: gratuita.
  • Horário de funcionamento: manhã e tarde.

8. Poço das Bruxas

O Poço das bruxas é mais uma opção de lazer para o visitante se sentir completamente imerso às maravilhas naturais de Cachoeiras de Macacu. No espaço para banho há lugares com correntezas e uns cantos mais calminhos e com menos pedras, bem interessantes para a criançada.

  • Endereço: Av. Castelo Branco, perto do número 4534.
  • Valor de entrada: gratuita .
  • Horário de funcionamento: manhã e tarde, mas é indicado visitar o local logo cedo e, preferencialmente, em dias claros.

9. Cachoeira das Sete Quedas

Apontada como uma das cachoeiras mais bonitas do município fluminense, essa é mais uma atração cujo acesso é feito por uma trilha de mata fechada. A caminhada é tranquila de fazer e, ao terminá-la, será um prazer se refrescar nas águas frias e transparentes da queda d’água.

  • Endereço: a trilha tem início no bairro Boca do Mato.
  • Valor de entrada: gratuita.
  • Horário de funcionamento: recomenda-se que o passeio seja feito pela manhã ou início da tarde.

Como deu para perceber pelas atrações indicadas acima, a natureza confere o ar da graça em Cachoeiras de Macacu. Esqueça baladas ou ruas cheias de lojas. A cidade é bucólica e diurna, portanto, ao visitá-la procure acordar cedo para aproveitar ao máximo. Não tenha dúvidas: você vai curtir muito!

Cachoeiras de Macacu: pousadas para uma estadia confortável

Separamos algumas pousadas bem bacanas, que ficam próximas dos principais pontos turísticos de Cachoeiras de Macacu. Veja só!

1. Pousada Água Fresca

Localizada a um pouco mais de 1 km do Parque Estadual dos Três Picos, a pousada Água Fresca conta com piscina e sauna e dispõe de quartos simples e aconchegantes.

  • Endereço: Estrada RJ 116, Km 50,3 – Boca do Mato.
  • Diária: a partir de R$ 253.

2. Pousada Itatiba

A pousada Itatiba é bastante concorrida entre os visitantes de Cachoeiras. Além de ter quartos confortáveis, restaurante e cozinha compartilhada, o estabelecimento ainda oferece bicicletas aos hóspedes, sem custo adicional.

  • Endereço: Av. Castelo Branco 2290 – Valerio.
  • Diária: a partir de R$ 475.

3. Pousada do Escultor

Observar a bela vista das serras e o canto dos pássaros são alguns dos privilégios dos hóspedes da pousada do Escultor. O local ainda tem duas churrasqueiras, piscina, sauna a vapor e wifi gratuito.

  • Endereço: R. Pastor Lota, 1916 – Tuim.
  • Diária: o preço varia conforme a temporada. Para saber quanto custa no período desejado, entre em contato com a pousada.

4. Casa d’Irene

Dispondo de cômodos agradáveis, cozinha compartilhada, estacionamento privativo e até sala de yoga, essa pousada também oferece ótima vista para montanhas e o rio próximo.

  • Endereço: Villa Indiana, 300 – Boca do Mato.
  • Diária: a partir de R$ 181.

5. Estação Bocca do Matto

Com piscina e espaço verde perfeitamente adequado ao perfil predominante de Cachoeiras de Macacu, a Estação Bocca do Matto disponibiliza wifi gratuito e um delicioso café da manhã.

  • Endereço: R. Jose Ribamar P Ramos, 500.
  • Diária: a partir de R$ 200.

Cada uma das pousadas acima permite que os hóspedes se sintam inclusos na atmosfera bucólica de Cachoeiras em todos os momentos do dia.

11 fotos de Cachoeiras de Macacu que farão você antecipar a viagem

Antes de fechar a página, dê uma olhadas nestas 11 imagens que selecionamos cuidadosamente dessa cidade com múltiplos encantos.

1. Cortar as estradas de Cachoeiras de Macacu já será um privilégio

2. Ah, essa natureza!

3. Quando ruínas interagem com a paisagem natural

4. Quem dera poder acordar com essa vista!

5. O anoitecer em Cachoeiras é desse jeito

6. Siga pelas trilhas contemplando cada aspecto da flora

7. No fim da trilha você pode tomar banho de cachoeira e tirar fotos criativas

8. O núcleo urbano de Cachoeiras também é belo

9. Um passeio terapêutico…

10. e surpreendente!

11. Quero ir de novo!

Adquira roupas leves, tênis confortáveis, protetor solar, repelente e aproveite como nunca. Cachoeiras de Macacu te espera!

PARA VOCÊ