Cristo Redentor: como conhecer o cartão-postal do Rio de Janeiro

Escrito por Marta Stegani

Praias maravilhosas, cenários de tirar o fôlego… não é à toa que o Rio de Janeiro é conhecido como a Cidade Maravilhosa. Mas, quem reina onipresente, de braços abertos para quem chega, é o Cristo Redentor. Muito mais que um cartão-postal, uma das Sete Maravilhas do Mundo.

Continua após o anúncio

Ele está instalado no alto do Morro do Corcovado, a mais de 700 metros de altura e é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, recebendo milhões de turistas do Brasil e de todo o mundo. Se você ainda não conhece o Cristo Redentor, aqui nós damos o caminho das pedras para você viver essa experiência incrível!

História do Cristo Redentor

O Cristo Redentor foi construído na França pelo artista franco-polonês Paul Landowsky, baseado em um projeto de 1923 do engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa. Ele veio ao Brasil de navio, em pedaços separados, e foi montado sobre o Morro do Corcovado. A montagem aconteceu no ano de 1930 e a inauguração em 1931. Em 2007, por votação popular, foi eleito uma das Sete Maravilhas do Mundo e em 2012 foi considerado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Informações sobre o Cristo Redentor

Veja aqui algumas informações úteis sobre o Cristo Redentor para ajudar na sua visita.

  • Ingressos: não existe apenas a venda de ingresso para o Cristo Redentor. Você escolhe fazer a visita pelo trem ou pela van oficial e ingresso inclui a entrada na estátua e o transporte ida e volta.
  • Valor: Trem do Corcovado – alta temporada: R$ 79 / baixa temporada: R$ 65; Van Paineiras-Corcovado – compra direto no Centro de Visitantes: R$ 30 (baixa temporada), R$ 44 (alta temporada); embarque Largo do Machado e Copacabana: R$ 63 (baixa temporada), R$ 77 (alta temporada); embarque Barra da Tijuca: R$ 92 (baixa temporada), R$ 106 (alta temporada).
  • Meia-entrada: tanto pelo trenzinho quanto pela van, não há a opção de meia-entrada.
  • Compra pela internet: para evitar filas e escolher o horário de embarque, é possível comprar o ingresso pela internet tanto pelo Trem do Corcovado quanto pelas vans oficiais.
  • Restaurantes e lanchonetes: o Centro de Visitantes Paineiras-Corcovado, onde acontece a saída das vans, é um complexo digno de um dos maiores pontos turísticos do mundo. Ali você encontra restaurante, lanchonete, hamburgueria, loja para comprar lembrancinhas e uma exposição que conta a história do local.

A paisagem do caminho já faz bater a ansiedade pelo que aguarda no final.

Qual a melhor maneira de ir ao Cristo Redentor?

Existem apenas duas formas de chegar ao Cristo Redentor: através do Trem do Corcovado ou das vans Paineiras-Corcovado. Quem pensa em ir de carro, táxi ou outro meio chega apenas até parte do caminho. Entenda:

  • Trem do Corcovado: a viagem, que dura 20 minutos, é ao ar livre, em meio à Mata Atlântica e te deixa aos pés da estátua, onde você deverá pegar um elevador ou subir uma escada rolante para chegar ao monumento.
  • Van oficial: a saída das vans acontece do Centro de Visitantes, que fica no Parque Nacional da Tijuca. Você também pode embarcar em outros três pontos da cidade, que te levarão ao Centro de Visitantes e lá você fará a baldeação para chegar ao monumento. A distância entre Centro de Visitantes e a estátua é de 2,5 km e o tempo estimado é de 10 minutos, podendo variar, dependendo das condições de trânsito.
  • Carro: você só pode chegar até o Centro de Visitantes. Se você não tem ingresso, pode fazer a compra ali mesmo e embarcar na van oficial. Vale lembrar que no local não há espaço para estacionar.
  • Táxi: táxi ou transportes por aplicativos não sobem ao Cristo Redentor. Eles podem ir até o Centro de Visitantes, onde você terá que terminar o trajeto na van oficial. Se essa for a sua escolha, fique atento, pois a maioria dos taxista fazem a corrida a preço fechado, sem utilizar o taxímetro, e o sinal de celular no local é irregular, o que dificulta a chamada.
  • Van não-oficial: as vans não-oficiais são uma saída para quem se depara com uma longa fila na entrada no Trem do Corcovado ou descobre que não há mais ingressos. Porém, é preciso ficar atento, pois muitas vezes as vans levam apenas até o Centro de Visitantes, onde o turista se depara com uma longa fila para comprar ingressos.

Se você quer evitar filas e curtir mais o programa, é essencial comprar o ingresso com antecedência e embarcar tranquilamente no horário escolhido. Quem deixa para comprar na hora está sujeito a fila, especialmente nas férias, finais de semana e feriados.

Trem do Corcovado

Chegar ao Cristo Redentor pelo Trem do Corcovado é uma das formas mais deliciosas. Todos os anos mais de 600 mil pessoas chegam ao monumento pela centenária Estrada de Ferro do Corcovado, o passeio turístico mais antigo do país. A locomotiva atravessa a Mata Atlântica garantindo um visual incrível e com muitas surpresas pelo caminho.

  • Preço do ingresso: ingresso inteiro (alta temporada): R$ 79; ingresso inteiro (Baixa temporada): R$ 65; crianças de 5 a 11 anos em ambas as temporadas: R$ 51; idosos acima de 60 anos: R$ 25,50.
  • Gratuidade: crianças até 4 anos não pagam, desde que estejam no colo do responsável.
  • Vendas antecipadas: para evitar filas e escolher o horário que quer embarcar, você pode comprar o ticket pelo site ou nos postos de venda.
  • Vendas no local: os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria da estação, que funciona das 8h às 19h, na Rua Cosme Velho, 513 – Cosme Velho.
  • Horário de operação: de segunda a domingo, das 8h às 19h com saídas a cada 30 minutos.

Não se perca: é considerada alta temporada todos os finais de semana e feriados do ano e baixa temporada de segunda a sexta – exceto feriados. O valor do transporte já está incluso na taxa de visitação.

Van oficial

Outra forma de chegar ao Cristo Redentor são as vans oficiais Paineiras-Corcovado, que partem de Copacabana, Largo do Machado e Barra da Tijuca. As tarifas incluem o transporte ida e volta e o ingresso de acesso ao monumento.

Continua após o anúncio

  • Preço do ingresso: embarque Largo do Machado e Copacabana: R$ 63 (baixa temporada), R$ 77 (alta temporada); embarque Barra da Tijuca: R$ 92 (baixa temporada), R$ 106 (alta temporada).
  • Desconto: crianças de 05 a 11 anos, brasileiros ou estrangeiros residentes a partir de 60 anos possuem tarifas reduzidas.
  • Gratuidade: crianças até 4 anos não pagam.
  • Vendas antecipadas: para evitar filas e escolher seu horário, compre com antecedência pelo site oficial.
  • Pontos de venda: os ingressos podem ser adquiridos diretamente no local de embarque no Largo no Machado, em Copacabana e no Shopping Città America, na Barra da Tijuca.
  • Pontos de embarque: Largo do Machado: bilheteria ao lado da saída do metrô – de segunda a sexta, das 8h às 16h e sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h; Copacabana: Praça Lido, em frente à Avenida Atlântica – de segunda a sexta, das 8h às 16h e sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h; Barra da Tijuca: Shopping Città America – diariamente, das 9h às 15h.

As vans vão te deixar no Centro de Visitantes, onde você fará baldeação para chegar até o topo.

Centro de Visitantes

A maneira mais econômica de conhecer o Cristo Redentor é indo direto para o Centro de Visitantes e, a partir dali, fazer o último trecho de van.

  • Preço do ingresso: R$ 44 (alta temporada), R$ 30 (baixa temporada).
  • Desconto: crianças de 05 a 11 anos, brasileiros ou estrangeiros residentes a partir de 60 anos possuem tarifas reduzidas.
  • Vendas antecipadas: você pode escolher seu horário e comprar seu ticket pelo site e escolher a opção de embarque Paineiras.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 18h.

Não existe nenhuma linha de ônibus que passe pelo Centro de Visitantes, mas você pode chegar até lá de táxi, uber, bicicleta ou carro – lembrando que não há local para estacionar. Ah, e na alta temporada, a fila para comprar ingresso pode chegar a 90 minutos, então a dica é: programe-se!

15 fotos do Cristo Redentor para entender sua grandeza

É impossível passar e não admirar o Cristo Redentor, que está sempre ali imponente olhando para a cidade. Confira algumas imagens que mostram sua beleza e presença.

1. Ainda no avião você dá cara com ele

2. Sempre de braços abertos…

3. Olhando para o Rio de Janeiro

4. Bem no alto… a mais de 700 metros de altura

5. No topo do Parque Nacional da Tijuca

6. De onde quer que se olhe, lá está ele

7. É só procurar com atenção…

8. O monumento é uma das Sete Maravilhas do Mundo

9. E faz parte da paisagem carioca

10. Pode ser visto até das nuvens!

11. Sempre iluminado e iluminando

12. Tão grande, mas ao mesmo tempo pequenino

13. Um verdadeiro espetáculo!

14. Não se esqueça de fazer seu pedido…

15. E claro, a pose clássica

Este é apenas um dos rolês imperdíveis do Rio de Janeiro. Aproveite a cidade para conhecer os principais pontos turísticos, as praias maravilhosas e, no intervalo, os típicos bares cariocas. Se apaixone e volte mais vezes!