28 bares no Rio de Janeiro para um rolê típico carioca

Escrito por Marta Stegani

Se tem algo que resume mais o estilo de vida carioca do que a praia, esse algo é um botequim. Aliás, pode-se até dizer que um é complemento do outro, afinal, não existe jeito melhor de terminar um dia de sol e mar do que em uma mesa de bar com música, cerveja e petiscos. Inclusive, muitos bares no Rio de Janeiro são considerados Patrimônio Cultural por traduzirem bem o espírito da cidade.

Se a botecagem é o seu negócio, aqui você vai encontrar sugestões de todos os tipos, com cerveja gelada e muita diversão, anota aí!

Bares tradicionais no Rio de Janeiro

Aqui estão aqueles botecos famosos, com anos e anos de história, mas que mantêm a receita do sucesso e por isso são tão queridos pelo público e estão sempre cheios.

1. Jobi Bar (Leblon)

O Bar Jobi existe desde 1956 no coração do Leblon. O espaço não é grande e as mesas por ali são sempre disputadas. O bar é famoso pelo chopp bem tirado, pelo tradicional bolinho de bacalhau português e pelo filé com queijo mais querido da cidade. Prova da preferência e tradição é que o Jobi é considerado um Patrimônio Cultural Carioca.

2. Bar Urca (Urca)

O Bar Urca é mais um Patrimônio Cultural Carioca com 80 anos de história. Vá com calma para desfrutar as delícias com um toque especial da culinária portuguesa, como os premiados pasteizinhos e empadinhas. Mas além disso, o visual do bar é imbatível: ele fica às margens da Baía de Guanabara, com vista para o Cristo Redentor.

Se você não quiser esperar por uma mesa, também é possível pegar sua cerveja e seu petisco e se sentar para bebericar na Mureta da Urca e assistir ao pôr do sol, um programa tipicamente carioca.

3. Academia da Cachaça (Leblon)

A Academia da Cachaça é um bar bem brasileiro, afinal, tem bebida mais típica do que a caipirinha? A cachaça é a estrela do bar, que reúne uma carta com mais de 100 rótulos. O destaque do cardápio é a Caipirinha Acadêmica, feita com cachaça, limão galego e mel. Para acompanhar, os pratos de maior sucesso são a feijoada e o escondidinho, mas o cardápio é repleto de brasilidades. A Academia da Cachaça está em dois endereços: no Leblon e na Barra.

4. Bar Pavão Azul (Copacabana)

O Pavão Azul é um típico boteco pé sujo queridinho de Copacabana. O bar já foi eleito por diversas vezes o melhor da cidade e ganhou o título de Patrimônio Cultural Carioca. Ele abriu as portas em 1957 e, desde então, as pataniscas de bacalhau são a grande estrela do cardápio.

O botequim tem preços honestos e mesas e calçada disputadas. Na hora do almoço, o destaque vai para o inconfundível risoto de camarão, além de receitas clássicas da culinária carioca.

5. Bar Bracarense (Leblon)

O Bracarense é um bar que tem sua fama espalhada pelo mundo. Ele já foi citado pelo jornal The New York Times como o melhor do país e também foi eleito por quatro vezes como o melhor da cidade.

No balcão de vidro, brilha o sanduíche de pernil, nas mesas, faz sucesso o bolinho de aipim com camarão e catupiry e o de bacalhau, além dos diversos petiscos deliciosos, cerveja no ponto e caipirinhas. Não é à toa que as mesinhas e até a calçada estão sempre cheias.

6. Casa da Cachaça (Lapa)

A Casa da Cachaça foi a primeira cachaçaria do Rio de Janeiro e está de portas abertas desde 1960, sendo também considerada um Patrimônio Cultural. Como o nome já entrega, a cachaça é o carro-chefe: ao todo são servidos mais de 200 tipos diferentes da bebida, acompanhadas por um cardápio com petiscos típicos.

No menu estão cachaças raras e também as de sabores especiais, como de jambú, pistache, gengibre, jurupinga, e a famosa Gabriela com cravo, canela e melado de cana.

7. Bar Carioca da Gema (Lapa)

Em um casarão de dois andares no bairro da Lapa está o Carioca da Gema, um dos bares mais animados da região. O local traz a combinação que é a cara do Rio de Janeiro: samba de raiz, petiscos de boteco e uma ampla carta de cervejas, drinks e caipirinhas. A música não se resume só aos finais de semana e quase todos os dias uma banda sobe ao palco. A casa costuma estar sempre cheia, então nunca é demais fazer uma reserva.

8. Casa Paladino (Centro)

A Casa Paladino é mais um bar centenário e Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro. O local funciona também como armazém e mercearia, e mantém os móveis de madeira e cristaleiras gigantes do passado, que trazem charme ao ambiente. Os carros-chefe da casa são as omeletes e os sanduíches – muito bem servidos – com chopp pra acompanhar. O bar é simples, mas aconchegante e é uma ótima pedida para o almoço e um bate-papo com os amigos.

9. Boteco Belmonte (Copacabana)

O Belmonte é uma rede de botecos bem conhecida pelos cariocas. A matriz, localizada no Flamengo, surgiu em 1952 e hoje são nove unidades espalhadas pela cidade. O badalado botequim faz a linha chique e está sempre cheio, nem a calçada escapa da movimentação. Não faltam opções para petiscar, mas a marca registrada da casa são as empadas abertas, que circulam a todo momento pelo salão, e o tradicional chopp Brahma.

A lista de bares tradicionais no Rio é longa. Se no caminhar você encontrar o Bar Brasil, Adega Pérola, Armazém São Thiago ou o Amarelinho da Cinelândia, também pode parar sem dúvida de sucesso!

Bares descolados no Rio de Janeiro

Se você prefere aquele barzinho da moda, com serviço diferenciado, conheça essas opções!

10. Comuna (Botafogo)

O Comuna é um espaço para quem gosta de lugares alternativos. O local reúne bar, arte, música e comida. No lugar dos petiscos, o que faz a fama da casa é o hambúrguer, considerado pelos frequentadores como um dos melhores do Rio de Janeiro. O som é comandado por DJs e às vezes acontecem festas bem animadas, é só ficar de olho na agenda!

11. Brewteco (Leblon)

O Brewteco é o lugar certo para quem gosta de cerveja artesanal. A casa tem três unidades e, no total, 66 torneiras plugadas em rótulos nacionais e importados. O cardápio está recheado de petiscos tradicionais, além de invenções da casa. O bar tem ambiente informal, cara de boteco e, se estiver cheio, não hesite em pegar seu copo e fazer companhia aos frequentadores que ficam na calçada.

12. Void General Store (Leblon)

A Void General Store é o point dos descolados. Lá você encontra camisetas, tênis, bonés, meias e diversos acessórios, mas também cerveja, cachaça e comidinhas. Isso mesmo, o local funciona como loja e bar ao mesmo tempo. A Void está presente em diversos bairros do Rio de Janeiro, além de ter unidades em São Paulo e Porto Alegre.

13. Canastra Bar (Ipanema)

O Canastra é um bar que nasceu da ideia de três franceses e hoje faz o maior sucesso em Ipanema. O espaço é bem pequeno e se esconde sob o toldo de uma loja de material de construção, onde a maior parte da clientela se reúne em mesinhas na calçada. O cardápio é enxuto e composto por vinhos, queijos e tira-gostos nacionais a preço de boteco. No subsolo do Canastra funciona um outro bar escondido, animado por DJs e com festa todos os dias.

14. Riba (Ipanema)

O Riba, mais conhecido pelo badalado quiosque de praia no Leblon, traz sofisticação para a botecagem carioca com um elegante bar em Ipanema. O local atrai um público jovem, tem ambiente moderno e aconchegante, e um cardápio com drinks, lanches e pratos sofisticados. Além do bar, no primeiro andar funciona o Riba Lounge, com DJ, e no segundo um karaokê para soltar a voz.

15. Bar da Laje (Vidigal)

O Bar da Laje tem a visão mais privilegiada e linda da cidade: ele está no Morro do Vidigal, junto ao Morro Dois Irmãos e de frente para o mar do Rio de Janeiro. O cardápio é bem variado e vai desde porções até uma deliciosa feijoada. Para dar o clima, não poderia faltar um bom samba. Além de ser um lugar descolado e alto astral, é uma experiência única e diferente de tudo o que você já viveu!

16. Bar Astor (Ipanema)

O Astor, já conhecido entre os paulistas que frequentam a badalada Vila Madalena, ganhou uma filial no Rio de Janeiro e também faz sucesso por lá. O bar é famoso pela variedade de drinks e agrada pela comida saborosa, bom atendimento e vista espetacular para a Praia de Ipanema, que fica ainda mais perfeita no happy hour, na hora do pôr do sol.

17. Bar da Lapa (Lapa)

Nem só de bares antigos e tradicionais vive a Lapa. O Bar da Lapa foi inaugurado em 2016 e é sucesso total. O bar funciona em um casarão do século XIX e possui decoração que remete ao autêntico espírito carioca, com mobiliários, objetos e imagens de grandes artistas do samba e da boemia. A combinação não poderia ser melhor: cerveja, petiscos e samba ao vivo.

Não importa qual o seu estilo ou ritmo preferido, os bares cariocas abraçam todo mundo!

Bares exóticos no Rio de Janeiro

Quer fugir do tradicional e conhecer um bar temático e com decoração diferenciada? No Rio de Janeiro tem também!

18. Rio Scenarium (Centro)

Localizado em um casarão do século XIX no Centro Histórico, o Rio Scenarium funciona como casa de shows, bar e restaurante. São sete ambientes distribuídos em três andares e programação musical autenticamente brasileira. O local é decorado por um grande acervo de móveis e objetos antigos. É um bom lugar para dançar, ouvir música boa, comer bem e se divertir.

19. Cine Botequim (Centro)

O Cine Botequim é um bar temático para os amantes da sétima arte. A casa é decorada com cartazes de clássicos do cinema e as comidas são batizadas com nomes que fazem referência ao universo das telonas.

O destaque do cardápio são as coxinhas de sabores diferentes, entre elas a spartacus, recheada de costela bovina desfiada, e a potter, de galinha com gorgonzola e tomate seco. O menu de cervejas também é bastante variado, com rótulos nacionais e importados.

20. Bar Bukowski (Botafogo)

É fã da combinação cerveja e rock’n roll? Então você não pode deixar de conhecer o Bar Bukowski, a casa de rock mais antiga do Rio de Janeiro. O local abre apenas às sextas, sábados e vésperas de feriado, mas vai até o dia amanhecer. O espaço conta com uma grande área ao ar livre, quatro bares e três pistas de dança onde se ouve todas as vertentes do rock.

21. Leviano Bar (Lapa)

O Leviano é um bar que une todas as tribos em busca de música, bebida e petiscos. A casa recebe todos os ritmos: samba, forró, pop, rock e muito mais. Além disso, ainda rolam performances artísticas como o show de tecido, onde acrobatas sobem e descem do teto em um espetáculo de força e beleza, e também o show de passistas, que trazem a arte do carnaval carioca e dão um show de brasilidade.

22. Bar das Quengas (Centro)

Não se espante com o nome nem ao chegar no bar e se deparar com o varal de roupas íntimas enfeitando o casarão, que no passado funcionou como um bordel. Decoração pitoresca à parte, o Bar das Quengas tem ambiente familiar e no cardápio cervejas, cachaças e bons petiscos. O ambiente é descontraído no melhor clima boêmio do bairro da Lapa.

Separa um tempo no seu roteiro para conhecer também essas opções!

Pubs no Rio de Janeiro

Apesar do calor carioca, no Rio de Janeiro também tem aqueles cantinhos que vão fazer você se sentir na Europa!

23. Cafofo Pub (Botafogo)

O Cafofo Pub une a informalidade do botequim carioca e a cultura do pub europeu. Com alma de boteco, o local traz comida boa e sem frescura, como hambúrguer e petiscos, e drinks originais além, claro, da cerveja. A casa abre todos os dias e é uma ótima pedida para o almoço, happy hour ou para assistir futebol às quartas.

24. The Lord Jim (Ipanema)

Inspirado no filme inglês Lord Jim, o pub traz a atmosfera britânica para o Rio de Janeiro. A casa existe desde 1974 e é o ponto de encontro de moradores e turistas para assistir futebol, beber chopp, jogar dardos e ouvir aquele clássico do rock ou uma banda nova que se apresenta ao vivo.

25. Lapa Irish Pub (Lapa)

O Lapa Irish Pub é uma opção diferente das encontradas no bairro boêmio. A fachada pequena e verde, bem ao lado dos Arcos, torna fácil a identificação da casa, que traz rock’n roll, blues e jazz para a pista e um karaokê para quem quiser soltar a voz. Para comer tem hambúrguer, petiscos e uma carta de cerveja com mais de 20 rótulos.

26. Beefbar Escondido, CA (Copacabana)

O famoso e antigo Pub Escondido passou por uma reformulação e agora se chama Beefbar Escondido, CA. O bar é o lugar certo para os amantes de uma boa carne, cervejas artesanais e drinks especiais. São 24 torneiras de chopp, sem falar nos hambúrgueres e delícias preparadas com carnes nobres. O local tem ambiente descontraído e informal, ótimo atendimento e rende só elogios por parte dos frequentadores.

27. Big Ben Pub (Botafogo)

Fazendo referência a um pub inglês, o Big Ben é um dos mais animados da cidade. O maior sucesso da casa é o karaokê, no qual uma banda acompanha os desavergonhados. Quem não se arrisca, pode acompanhar as bandas que tocam MPB, rock, blues e pop ao vivo, enquanto se delicia com hambúrguer, batata frita, croquete de carne e cervejas.

28. Brooks Pub Méier (Méier)

Rock’n roll, uma carta de cerveja com mais de 80 rótulos nacionais e importados, cocktails, shots e chopp geladíssimo. Quer mais? O Brooks Pub oferece muita diversão com karaokê com banda ao vivo e fantasias para cantar a caráter, mesa de sinuca, transmissão de jogos e shows para apreciar enquanto toma uma gelada e come um aperitivo.

Não é à toa que o Rio de Janeiro é tão amado por turistas do Brasil e de todo o mundo: além de suas paisagens incríveis e belezas naturais, não faltam lugares para comer, beber, dançar e se divertir. E se você é do tipo de viajante que gosta conhecer novos sabores, descubra aqui os melhores restaurantes do Rio de Janeiro e tenha uma deliciosa experiência gastronômica!

PARA VOCÊ