Curaçao: onde fica, o que fazer, dicas, praias e fotos lindas deste paraíso

Escrito por Clara Fagundes

Trinta e oito praias de águas tranquilas banham Curaçao, a maior ilha do antigo arquipélago das Antilhas Holandesas. O território tornou-se um dos destinos mais procurados do Caribe, e não é para menos: além da natureza estonteante e de transbordar diversidade cultural, possui uma vantagem marcante em relação à maioria dos países da região: está fora da chamada rota dos furacões. Por isso, pode ser visitada com segurança em qualquer estação do ano.

Continua após o anúncio

A alta temporada turística em Curaçao começa em novembro e vai até março, quando muitos europeus buscam o destino para fugir do inverno no velho continente. No entanto, a ilha é abençoada com clima quente e sem muitas chuvas durante todo o ano. Em junho e julho, fortes ventos costumam aparecer, mas nada que prejudique a viagem.

Onde fica Curaçao?

Curaçao está localizada ao sul do Mar do Caribe, a aproximadamente 50 km da costa noroeste da Venezuela. Até 2010, fazia parte das Antilhas Holandesas, como dito anteriormente. Hoje, é o “C” das queridinhas Ilhas ABC (junto com as igualmente famosas Aruba e Bonaire).

9 dicas quentes para quem vai visitar Curaçao

  1. Brasileiros não precisam tirar visto e nem tomar vacina para visitar a ilha, só é necessário passaporte válido.
  2. A moeda do país é o Florim das Antilhas Holandesas (NAF), mas dólares americanos são aceitos em qualquer lugar.
  3. Está fora da zona de furacões do Atlântico, ou seja, é uma viagem segura em qualquer época do ano.
  4. Com exceção das excursões com agências de turismo, alugar um carro é essencial para explorar a ilha. Não se esqueça de deixar o veículo sempre abastecido, porque de uma praia para outra raramente há postos de gasolina.
  5. Leve repelente, pois lá tem bastante mosquito!
  6. Se você é fã de esportes aquáticos, não deixe de procurar uma agência local para atividades como kayak, SUP, snorkel e mergulho.
  7. O comércio fecha cedo, não deixe para jantar tarde se não quiser ficar com opções bastante restritas.
  8. Se possível, transforme a viagem a Curaçao em uma trip pelas Ilhas ABC (Bonaire, Aruba, Curaçao).
  9. O idioma oficial da ilha é o Papiamento, mas dá para se virar tranquilamente falando francês, holandês e até espanhol por lá.
  10. 13 atrações de Curaçao que você precisa conhecer

    Curaçao é um daqueles destinos que agrada a todos os tipos de público. Desde os que desejam encontrar um refúgio do agito da civilização em praias quase desertas até os que pretendem virar noites dançando ou jogando em cassinos e baladas caribenhas. Conheça 13 atrações desse fascinante país:

    1. Mambo Beach

    IStock

    Uma das praias privadas de Curaçao que tiveram ajuda do homem para existir. Suas águas foram represadas e a baía de areia branca foi construída. Abriga um bar de mesmo nome que é dos mais agitados da ilha.

    2. Kenepa Grandi

    IStock

    Considerada por muitos como a praia mais bonita de Curaçao. Ela é pública e não tem nenhuma estrutura. Por isso, leve água, canga e comidinhas para passar um dia por lá. Chegue cedo, pois Kenepa Grandi lota em alta temporada!

    3. Kenepa Chiki

    IStock

    Ao lado de Kenepa Grandi, a menorzinha (e tão linda quanto) Kenepa Chiki, ou Kleine Knip, também vale a visita. Assim como a praia irmã, é pública, tranquila e tem águas calmas e de temperatura amena. Não deixe de tirar um dia para relaxar neste pequeno paraíso.

    4. Cas Abao

    IStock

    Cas Abao é uma das praias privadas mais famosas de Curaçao. Com estrutura básica e beleza estonteante, encontrar lugar na sombra só é possível para quem chega cedo. A água é tão calminha que parece de piscina. Se gostar de atividades aquáticas, dê uma passada na Dive Shop para andar de kayak, praticar mergulho, etc.

    5. Jan Thiel Beach

    IStock

    Na região tipicamente holandesa de Jan Thiel é possível notar com clareza a colonização europeia da ilha. Além de contar com o badalado Papagayo Beach Club, é uma praia bastante procurada por quem ama mergulhar. Se esse é o seu caso, procure o centro de scuba diving Curaçao Water Sports, com saídas por lá mesmo.

    Continua após o anúncio

    6. Punda

    IStock

    Declarada como Patrimônio Mundial pela UNESCO, Willemstad, a capital de Curaçao, pode ser dividida em duas regiões principais: Punda e Otrobanda. Punda é a parte mais rica da cidade e é o local equivalente aos principais cartões postais de Curaçao, com suas casinhas holandesas coloridas.

    7. Otrobanda

    IStock

    Como o nome indica, fica do outro lado de Punda, o que resulta em belas fotos das casinhas coloridas do lado de lá da ponte que liga as duas regiões. Era a região onde moravam os escravos, mas ganhou nova vida após a construção do novo porto para receber cruzeiros enormes e a restauração do Rif Fort. Muitas das lojas fecham em dias sem cruzeiros aportados, procure saber sobre isso antes de se deslocar até lá.

    8. Dolphin Academy

    IStock

    Nade com os golfinhos — e tire muitas fotos! — na Dolphin Academy, que fica na Seaquarium Beach. Quem tem carteirinha PADI também pode mergulhar com cilindro em mar aberto. Inesquecível!

    9. Klein Curaçao

    IStock

    “Pequena Curaçao” em português, é uma ilha de aproximadamente 1,7 km de extensão, a cerca de 2h de barco de distância. Com águas turquesas, natureza exuberante e pouca intervenção humana, é um passeio imperdível por sua beleza impressionante.

    10. Hato Caves

    IStock

    Descobertas há aproximadamente 240 anos por escravos que fugiam das plantações enquanto se escondiam, as Cavernas Hato existem há mais de 250 mil anos. O passeio no local dura 50 minutos e o trajeto é repleto de belas estalactites e estalagmites que formam desenhos curiosos. Imperdível!

    11. The Liqueur Factory

    IStock

    O produto mais famoso do país é certamente seu licor. Produzido em diferentes fábricas e exportado para todo o mundo, amantes da bebida vão amar conhecer a fábrica de licor Curaçao da Senior & Co. Quem deseja levar uma garrafa para casa, deve aproveitar a breve visita à Liqueur Factory para comprá-la com preços até 50% menores do que nas lojas de Punta ou Otrobanda.

    12. Cassinos

    IStock

    Assim como a vizinha Aruba, não faltam opções de cassinos em Curaçao. Quase todos os 35 grandes hotéis e resorts da região possuem cassinos abertos ao público em suas instalações. Três que se destacam para quem busca tentar a sorte são os do Renaissance, do Emerald Casino e do Howard Johnson Hotel.

    13. Baladas

    Todas as ilhas caribenhas são conhecidas por sua vida noturna agitada, e Curaçao não poderia ser diferente. Com opções para todos os gostos, idades e níveis de animação, o país é bem servido de bares, baladas, pubs e festivais de música, como o Curaçao North Sea Jazz Festival e o Curaçao International BlueSeas Festival.

    10 fotos de Curaçao de tirar o fôlego

    O clichê mais verdadeiro que existe continua sendo: “uma imagem vale mais do que mil palavras”:

    1. O pitoresco Shete Boka National Park

    IStock

    2. A deserta Playa Jeremi

    IStock

    3. A tranquila Santa Martha Bay

    IStock

    4. A charmosa Punda

    IStock

    5. A sossegada Laguun Beach

    IStock

    6. O azul turquesa de algumas praias

    IStock

    7. O azul cristalino das outras praias

    IStock

    8. Os agitados bares à beira-mar

    IStock

    9. A desértica região das Hato Caves

    IStock

    10. A turística região de Rif Fort

    IStock

    E aí, ficou com vontade de conhecer Curaçao? Qual atração não ficaria de fora do seu roteiro?

     
       

PARA VOCÊ