Emirados Árabes: o que fazer, dicas e pontos turísticos nos 7 emirados

Escrito por Carla Brasiliense

Se você é um viajante que gosta do calor, não dispensa um belo cenário, adora fazer compras e ama passeios que oferecem uma experiência única, o seu destino perfeito são os Emirados! Formado por uma confederação de monarquias árabes (Abu Dhabi, Dubai, Sharjah, Ajman, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujairah) com suas respectivas soberanias, o grupo possui a sexta maior reserva de petróleo do mundo, além de uma das mais desenvolvidas economias do Oriente Médio.

Outro fator que atrai viajantes de todos os cantos do planeta é a mistura entre a tradição, cultura, história e a modernidade que os Emirados oferecem. Entre as construções imponentes, praias lindíssimas e inúmeras lojas com preços atrativos, há a forte influência do islamismo no calendário local e comportamento de seus moradores, que também devem ser respeitados e seguidos por seus visitantes.

Onde fica os Emirados Árabes?

Os emirados pertencentes ao grupo estão localizados ao sudeste da Península Arábica, precisamente no Golfo Pérsico, e fazem fronteira com Omã e com a Arábia Saudita. No total, são 9,5 milhões de habitantes espalhados entre as sete cidades.

11 coisas que você precisa saber sobre o Emirados Árabes antes de viajar

  1. Nos Emirados Árabes Unidos, os moradores não trabalham na sexta e nem no sábado. Já o domingo é dia útil para eles. A maioria das companhias privadas funcionam de domingo a quinta-feira.
  2. A sexta-feira é sagrada para os muçulmanos. Alguns estabelecimentos podem não abrir, pois é neste dia que as famílias costumam ir às mesquitas para orar. Fique esperto e se programe: a circulação dos ônibus pode diminuir.
  3. O Ramadã é nono mês do calendário islâmico, e um período muito sagrado. A cada ano ele acontece em uma data diferente, de acordo com a posição astronômica da lua, mas costuma ser entre agosto e setembro. Apesar dos muçulmanos praticarem o jejum, os restaurantes dos hotéis funcionam normalmente, e você não passará fome!
  4. A melhor época para visitar os Emirados Árabes é durante o inverno, de dezembro a fevereiro, quando o clima fica mais agradável, com temperatura beirando os 20 e poucos graus. Mesmo assim não descuide do protetor solar e beba bastante água.
  5. A moeda oficial é o Dirham, também conhecida por Dirame. É fácil de usá-la, já que a numeração das notas e moedas é similar ao nosso Real.
  6. Brasileiros precisam de visto para entrar nos Emirados Árabes. Caso seja apenas para um dia (escala), o visto pode ser adquirido gratuitamente com a sua cia aérea.
  7. Viajantes que pretendem ficar mais dias precisam solicitar um visto através do “sponsors” (patrocinadores) que ficam responsáveis pelos visitantes enquanto durar sua estadia no país. É possível adquiri-lo em hotéis ou agências de turismo, ou parentes de primeiro grau residindo e trabalhando nos Emirados.
  8. O idioma local é o árabe, mas o inglês é muito utilizado, como se fosse uma segunda língua oficial.
  9. Quem for alugar um veículo por lá precisará ter uma carteira de habilitação internacional, a PID (Permissão Internacional para Dirigir). Ela deve ser apresentada à locadora junto com o passaporte e a carteira de habilitação brasileira.
  10. Não é permitido ingerir bebida alcoólica em público: você pode ser preso por isso.
  11. Evite manifestações de afeto em público: por lá isto é considerado uma ofensa à cultura muçulmana.

7 cidades dos Emirados Árabes que você precisa conhecer

Conheça a seguir um pouco sobre cada emirado árabe, e os principais atrativos que cada cidade tem a oferecer:

1. Dubai

IStock

Dubai conquistou fama mundial por ser o mais importante centro comercial e turístico na região do Golfo, sendo um dos destinos mais queridinhos entre os brasileiros. Não faltam sugestões de roteiros para curtir Dubai da melhor maneira, e garantir uma experiência única durante as suas férias ou viajem de negócios:

  • Dubai Creek: Para garantir um panorama da região, não deixe de passear por este calçadão do canal que corta a cidade. A mistura de prédios modernos e construções históricas recém restauradas garantirá muitos registros fotográficos incríveis.
  • Abra no Creek: O passeio de Abra no Creek é uma travessia feita em pequenos barcos de madeira, bem ao estilo veneziano. O custo é de 1 Dirhams por pessoa (menos de R$1).
  • Museu de Dubai: Os amantes de história vão amar este museu! Ele revela, através de várias galerias pitorescas, a vida na cidade antes dos anos 1950, que foi o período de descoberta do petróleo. O passeio custa 3 Dirhams por pessoa.
  • Al Bastakia: Um quarteirão marcado por casas históricas que foram restauradas mantendo os seus traços originais. Diversos labirintos fáceis de encontrar, porém difíceis de sair. Muitas destas construções foram transformadas em galerias de arte, museus, centro de eventos, hotéis, lojas, cafés e restaurantes.
  • Souk de Ouro: O famoso mercado de ouro, onde turistas também podem comprar outros tipos de jóias. No Souk de Ouro você encontrará diamantes e outras pedras preciosas por bons preços.
  • Souk de Especiarias: O mercado de especiarias atrai turistas e os próprios moradores que saem em busca de canela, açafrão, vários tipos de pimenta, anis, etc. O cheiro é bastante convidativo, aproveite.
  • Burj Khalifa: O prédio mais alto e mais conhecido do mundo, com 828 metros de altura e 160 andares, deixa seus visitantes maravilhados com a vista que proporciona.
  • Palm Jumeirah: Uma ilha em formato de palmeiras, linda demais, vista de cima! É um arquipélago artificial que dispõe de apartamentos, casas, hotéis e resorts luxuosos cercados por praias privadas.
  • Mesquita de Jumeirah: Atraente por sua beleza arquitetônica islâmica, a mesquita segue as linhas de um estilo chamado Fatimida. Apesar de ser a única na cidade que aceita convidados não muçulmanos, as mulheres devem se cobrir com lenços durante a visita.
  • Dubai Mall: O maior shopping do mundo, com cerca de 1.200 lojas, diversas grifes renomadas, restaurantes, um aquário com a mesma grandiosidade, pista de patinação de gelo e shows de águas dançantes. Um verdadeiro espetáculo!
  • Dubai Miracle Garden: O maior jardim do mundo no meio do deserto, com 150 milhões de flores que formam arcos, mosaicos, túneis e cascatas, espalhadas em 72 mil metros quadrados. O passeio custa 30 Dirhams, e pessoas com deficiência e crianças menores de três anos não pagam.
  • Butterfly Garden: Junto do Miracle Garden há o Butterfly Garden, uma espécie de zoológico com diversas espécies de borboletas. O ingresso custa 50 Dirhams, e pessoas com deficiência e crianças menores de três anos não pagam.

2. Abu Dhabi

IStock

A cidade de Abu Dhabi é a capital federal dos EAU. Possui uma arquitetura fascinante, onde foram preservados edifícios mais velhos, como as pequenas mesquitas, misturadas confortavelmente nas sombras de arranha-céus modernos e futurísticos.

  • Sheikh Zayed Grand Mosque: A enorme e linda mesquita é realmente de tirar o fôlego! Tão grande que consegue ser vista da estrada de Abu Dhabi! Inaugurada em 2007 em homenagem ao falecido Sheikh Zayed Bin Sultan Al Nahyan, o fundador dos Emirados, que também se encontra enterrado no pátio externo. Considerada a terceira maior mesquita do mundo, com capacidade de acomodar 40 mil fiéis.
  • Ferrari World: Um parque temático incrível para quem busca diversão e conhecimento sobre uma das maiores fabricantes de automóvel do mundo. São mais de 20 atrações, um museu, uma super loja com produtos da Ferrari, além de restaurantes deliciosos.
  • Marina Mall: O maior shopping da capital, que conta com mais de 400 lojas e opções de lazer e entretenimento, além de um hipermercado.
  • Heritage Village: O pequeno museu mostra a vida do povo beduíno através de antigas fotos em preto e branco. Há uma réplica do tradicional sistema de irrigação dos oásis (falaj), e também de uma torre de vento, o primeiro ar condicionado do mundo.
  • Yas Marina – Circuito de F1: Este é o mais luxuoso autódromo do mundo, com uma pista de 5,5 km de extensão. O Yas Marina recebe todo ano, precisamente no mês de novembro, a Fórmula 1™ Etihad Airways Abu Dhabi Grand Prix. Acomoda aproximadamente 50mil expectadores em áreas cobertas, e tem uma torre destinada ao público VIP acima da pista com uma vista invejável.

3 e 4. Sharjah e Ajman

IStock

Sharjah é a terceira maior cidade e a mais populosa dos EAU. Ocupa uma área de 235,5 km² e tem uma população de mais de 800 mil habitantes. Já Ajman é o menor emirado do grupo, com uma área aproximada de 260 km². A população, que chega em torno de 235 mil habitantes, tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, devido à imigração de nativos dos estados vizinhos como Dubai e Sharjah.

Conheça agora as atrações desses dois emirados mais conservadores e tradicionais. Fogem um pouco às tendências cosmopolitas encontradas nas populares vizinhas Dubai e Abu Dhabi, podendo ser conhecidas através de uma citytour:

  • Museu Ajman: O Museu Ajman, localizado num forte, foi a residência dos sheiks do Emirado de Sharjah, e hoje está aberto para visitação. É de impressionar!
  • Souk Arsah: Um dos poucos remanescentes bazares tradicionais do local, e quem não dispensa umas boas comprinhas, vai adorar passar por lá.
  • Blue Souk: Este bazar de arquitetura iraniana conta com 600 lojas, comercializando os mais diversos tipos de artigos, como tapetes, ouro, prata, antiguidades e muitas outras tentações.
  • Centro da Caligrafia Árabe: Conheça mais a fundo a caligrafia e idioma árabe neste museu e oficina. Um adicional a nossa bagagem cultural.
  • Corniche Sharjah: Tenha um dia mais tranquilo e relaxante passeando pela charmosa orla da cidade, com passagem por um remanescente porto.
  • Museu Islâmico: Se você é daqueles turistas que adoram conhecer a cultura local, não deixe de visitar o Museu Islâmico. Além de conferir um edifício belíssimo por dentro e por fora, ainda terá uma aula sobre a história do mundo árabe e da religião muçulmana.
  • Canal Al Qasba: Centro de entretenimento com restaurantes e lojas espalhados pelos dois lados de um lindo canal. O percurso pode ser feito de barco, adicionando um Q a mais ao passeio. A Roda Gigante Panorâmica é o ponto alto da atração, oferecendo uma vista incrível de Abu Dhabi.
  • Ajman Beach: As águas azuis e a linda vista vão roubar o seu coração. Lugar perfeito para relaxar e fugir da agitação da vida da cidade grande.

5. Fujairah

IStock

Fujairah não é apenas mais um dos sete emirados que compõem os Emirados Árabes Unidos. A cidade, onde está a mais antiga mesquita da região, é também o único com área costeira no Golfo de Omã. Seu porto recebe navios de cruzeiros e dá as boas vindas aos visitantes com muita história para mostrar.

  • Mesquita de Al Bidya:A menor e mais antiga mesquita, construída em 1446, continua preservada em sua estrutura erguida com tijolos e barro. Localizada a 35 quilômetros do centro, chama atenção por sua arquitetura diferenciada.
  • Forte Fujairah:Localizado na zona costeira entre jardins de palmeiras e a zona moderna, este é um dos fortes da cidade que merece a sua visita. Sua posição, no topo de uma rocha natural, tem vista para a antiga vila, da costa e da entrada de Wadi Ham.
  • Forte Awhala: Próximo a divisa com Omã, este forte passou por uma investigação arqueológica, e foi descoberto que sua construção foi feita sobre uma estrutura defensiva datada da era do ferro. Interessante, né?
  • Forte Al Bithna: Bem perto da moderna vila de Bithna, este forte foi construído em formato quadrangular, com duas torres em cada canto da face oeste. Visite suas câmaras sepulcrais e fique de olho nos traços das batalhas registradas nas paredes do edifício.
  • Montanha Hajar: Aberta para trilhas e passeios. Fica a dica: separe um confortável calçado e prepare para andar bastante, pois a montanha é a mais alta do leste da península, e vai dos Emirados Árabes Unidos até Omã. Seu cume fica a 1527 metros e é chamado de Jabal Yibir.

6. Ra’s Al-Khaimah

IStock

Ra’s Al-Khaimah abrange uma área de 1700 km², ao norte da Península Arábica, fronteira com Omã. É um destino ainda pouco desbravado por turistas, mas a sua vista para o Golfo Pérsico certamente mudará isso logo mais. O emirado fica apenas 45 minutos do Aeroporto Internacional de Dubai e a menos de 3 horas da capital, Abu Dhabi. Prepare-se para conhecer o deserto de areia vermelha mais exuberante que você já viu, além de belas montanhas, lagoas e riachos:

  • Shopping Al Hamra Mall: Sempre há um shopping em qualquer cidade, certo? Claro que em Ra’s Al-Khaimah não faltaria um centro de compras! São 2 pisos com mais de 100 lojas, restaurantes, cafeterias e um supermercado, além de cinema e área para as crianças brincarem.
  • Jabal Jais: Suba até o topo desta montanha para ter uma bela vista da cidade. É possível acampar durante a trilha, e ainda encontrar lugares para fazer um belo piquenique. Não aconselhamos ir com crianças, devido à falta de estrutura. Ao chegar ao topo, o asfalto termina e uma estrada de terra batida começa.
  • Ras Al Khaimah National Museum:Este museu também abriga alguns escritórios do governo. Você pode subir até um mirante e obter uma bela vista da cidade e do mar. Explore todos os setores com exposições de fotos, artefatos, entre outros artigos do acervo exposto.
  • Ice Land Water Park: E o que não poderia faltar em um país tão quente é justamente um parque aquático, certo? Com diversas opções de entretenimento, como piscinas, toboáguas e futebol de sabão, o local ainda tem um charme todo especial da era do gelo. Não deixe de conhecer as jacuzzis com água fresquinhas, ideais para aliviar o calor.
  • FunCity: Este mini parque conta com atrações bem divertidas, como o elevador, acertar as latinhas com a bolinha para ganhar uma pelúcia, bater com o martelo para o medidor chegar nas alturas, entre outros. Um pouco mais de diversão para a garotada durante a viagem.
  • Saqr Park: O passeio perfeito para reunir toda a família durante a viagem. O parque, totalmente arborizado, possui um lindo gramado para piquenique e também alguns pontos com churrasqueira. Há também uma série de brinquedos para as crianças. Aproveite para conhecer todo o local em um passeio de trem, e também os cavalos e pôneis que vivem por lá.

7. Umm Al Qaywayn

IStock

Umm Al Qaywayn possui um verão longo, bem quente e árido. Se a ideia é fugir do calor, o melhor período para visitar este emirado é entre dezembro e março, com temperaturas beirando os 25 °C. De maio a setembro é o alto verão, com os termômetros batendo os 38 °C, precisando assim usar e abusar do protetor solar e de muitas garrafas de água. Confira a seguir as principais atividades do local, independentemente do período que a sua visita estiver marcada:

  • Dreamland Aqua Park: Um delicioso parque aquático para se refrescar com toda a família durante as altas temperaturas. Não deixe de aproveitar o bar na piscina, e a piscina de ondas com alto teor salino, permitindo flutuar facilmente, como no Mar Morto. Há também duas áreas recreativas para crianças.
  • UAQ National Museum: Confira uma exibição de transportes antigos, canhões, e também uma pequena prisão no interior deste museu que relata a fundo a história dos Emirados Árabes.
  • Umm Al Qwain Open Beach: Praia é o que não pode faltar nesta tour por Umm Al Qaywayn. O local é lindo, com uma paisagem paradisíaca, e é permitido acampar e fazer churrasco na areia. Apesar da estrutura não oferecer chuveiros para tirar o sal do corpo depois de um mergulho, vale se programar para ficar por lá durante toda a tarde, e assistir o belo pôr do sol.

Após conhecer e se surpreender com tantos passeios que os Emirados Árabes oferecem, certeza que suas próximas férias já tem destino escolhido e data marcada!

PARA VOCÊ