50 museus do Rio de Janeiro para agitar sua vida cultural

Escrito por Marta Stegani

O Rio de Janeiro é famoso por suas praias, mas a Cidade Maravilhosa é eclética e também tem espaço para quem aprecia a vida cultural. São muitas opções de passeios cheios de informação e história que vão fazer você conhecer um pouco mais sobre a cultura nacional e também de outras nações. Se liga nessa lista com 50 museus do Rio de Janeiro para você apreciar o melhor da arte.

10 museus com entrada gratuita no Rio de Janeiro

Aqui, você encontra boas opções para você curtir sem colocar a mão no bolso.

1. Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

O Centro Cultural Banco do Brasil vai te encantar logo de cara, a começar pela arquitetura por ocupar um prédio histórico no centro da capital. Inaugurado em 1989, é considerado um dos centros culturais mais importantes do país, estando na 26ª posição da lista dos 100 museus mais visitados do mundo em 2016, segundo a publicação inglesa The Art Newspaper.

O espaço oferece diferentes atrações, como música, teatro, cinema e exposições, além de uma biblioteca e videoteca.

  • Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.
  • Horário de funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21 horas.
  • Telefone: (21) 3808-2020.

2. Caixa Cultural

A Caixa Cultural está localizada no edifício sede do banco e já se tornou um espaço cultural referência na Cidade Maravilhosa. Inaugurada em 2006, abriga um teatro de arena, dois cinemas, quatro galerias de arte e salas de oficina e ensaio.
A programação conta com exposições, debates, visitas guiadas, shows e oficinas, tudo na faixa. Já os espetáculos e mostras de cinema têm preços populares.

  • Endereço: Avenida Almirante Barroso, 25, Centro.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 21h.
  • Telefone: (21) 3980-3815.

3. Instituto Moreira Salles

Desde 1999 a casa onde viveram Walther Moreira Salles e sua família abriga a sede do Instituto Moreira Salles. O espaço oferece aos visitantes exposições, filmes e shows, e conta com um acervo de fotografia, música, literatura e iconografia.

O local por si só já vale a visita por ser um marco da arquitetura dos anos 50, tanto que foi definida pelo arquiteto Guilherme Wisnik como “uma construção monumental, elegante e austera, projetada para abrigar tanto uma família numerosa quanto uma intensa vida social, marcada por frequentes recepções para convidados ilustres”. Não dá para deixar o Instituto fora da sua lista!

  • Endereço: Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.
  • Telefone: (21) 3284-7400.

4. Museu do Índio

O Museu do Índio pertence à Fundação Nacional do Índio, a Funai, e busca contribuir para a conscientização e importância das culturas indígenas. A instituição é dona de um rico acervo relativo a maioria das sociedades indígenas, constituído de mais de 17 mil peças etnográficas e mais de 15 mil publicações nacionais e estrangeiras.

O museu é composto por diversos espaços, entre eles, o Casarão Central, onde estão localizadas as exposições de longa e curta duração, o Espaço Muro do Museu, com cerca de 20 painéis fotográficos que chamam a atenção de quem passa pelo local e divulgam aspectos socioculturais dos povos indígenas de todas as regiões do país, e o Jardim do Museu, uma construção de casas e pátios indígenas que mostram a diversidade cultural dos povos.

  • Endereço: Rua das Palmeiras, 55 – Botafogo.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 17h30; sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h.
  • Telefone: (21) 3214-8730.

5. Fundação Casa de Rui Barbosa

A Fundação Casa de Rui Barbosa tem a finalidade de divulgar a vida e manter o legado de Rui Barbosa – jurista, senador, ministro da fazenda, coautor da Constituição da Primeira República e membro fundador da Academia Brasileira de Letras. O espaço funciona onde Rui Barbosa viveu de 1895 a 1923.

O jardim da casa merece destaque – de estilo romântico, é considerada uma importante área de lazer, recebendo diariamente visitantes em busca de lazer em meio a árvores frutíferas e muito verde.

  • Endereço: Rua São Clemente, 134 – Botafogo.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 17h30; sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h, com a última entrada 30 minutos antes do fechamento; toda última terça-feira útil do mês, das 10h às 20h. O Museu não funciona às segundas-feiras.
  • Telefone: (21) 3289-4600.

6. Museu Aeroespacial

Com uma área de mais de 15 mil m², o Museu Aeroespacial é o maior e mais importante museu de aviação militar e civil do país. Reúne exposições permanentes, de curta e longa duração, além de aeronaves de valor histórico.

A principal peça em exposição é um avião que pertenceu ao ex-líder da Esquadrilha da Fumaça. Entre as armas, destaca-se a metralhadora usada em um combate aéreo em 1914, quando o primeiro avião alemão da história foi abatido, entre outros armamentos do período da Segunda Guerra Mundial.

  • Endereço: Avenida Marechal Fontenelle, 2000 – Campos dos Afonsos.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 16h. Fechado às segundas.
  • Telefone: (21) 2157-2895 / (21) 2157-2899.

7. Casa França-Brasil

Visitar a Casa França-Brasil já vale a pena por sua arquitetura. O edifício foi palco de diversos eventos importantes da história, além de ser o primeiro registro do estilo neoclássico no Rio de Janeiro. O edifício também funcionou como a primeira Praça do Comércio do Rio de Janeiro, em 1820 e, quatro anos mais tarde, foi transformado por D. Pedro I em Alfândega.

Hoje, a Casa é um pólo de difusão de cultura e referência em arte contemporânea. Lá, são oferecidos cursos, seminários, palestras, além de exposições. A instituição conta ainda com sala de leitura e um acervo diversificado com livros de arte contemporânea.

  • Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro.
  • Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 20h; domingo, das 10h às 19h.
  • Telefone: (21) 2332-5275 / (21) 2232-5276.

8. Centro Cultural Correios Rio de Janeiro

O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro está localizado próximo a Casa França-Brasil e ao Centro Cultural Banco do Brasil, então programe-se para conhecer três museu em uma única viagem. O Centro conta com três pavimentos. No térreo, há um teatro e uma Galeria de Arte para pequenas mostras, já no segundo e terceiro pavimentos estão localizadas dez salas de exposições, com infraestrutura para eventos de grande porte.

Anualmente, o espaço recebe cerca de 50 eventos com atrações variadas de teatro, música, dança, cinema e vídeo, além das exposições de diversos tipos de arte. Fique de olho no site para saber o que rola!

  • Endereço: Estrada Rodrigues Caldas , 3400 – Taquara.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 17h.
  • Telefone: (21) 3432-2402.

9. Museu Cartográfico do Serviço Geográfico do Exército

O Museu Cartográfico do Serviço Geográfico do Exército fo Rio de Janeiro é um espaço que ocupa duas salas de um prédio histórico, o antigo Palácio Episcopal, que foi residência do bispo do Rio de Janeiro de 1702 a 1905.

No acervo do museu são encontrados objetos que mostram a evolução da cartografia o Brasil, como fotos, instrumentos utilizados para levantamentos cartográficos, bússolas, lunetas e mapas de diferentes épocas. O passeio é uma verdadeira viagem no tempo!

  • Endereço: Rua Major Daemon, 81. Morro da Conceição
  • Horário de funcionamento: de segunda a quinta, das 8h às 16h; sexta, das 8h às 12h.
  • Telefone: (21) 2223-2177.

10. Museu da Justiça do Estado do Rio de Janeiro

O Museu da Justiça do Estado do Rio de Janeiro é o pioneiro do gênero no país e seu objetivo é resgatar, preservar e divulgar a memória do Judiciário fluminense. O acervo é composto de processos e livros judiciais, documentos, fotografias e objetos diversos relacionados com fatos significativos e personalidades de destaque do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

Entre os mais de 24 mil processos e livros de atos judiciais, destaque para registros de compra e venda de escravos e inventários importantes do Império e da República e processos criminais de grande repercussão.

  • Endereço: Rua Dom Manuel, 29 – Centro – Antigo Palácio da Justiça.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, das 12h às 17h.
  • Telefone: (21) 3133-3515.

Viu só como é possível se divertir sem gastar nada e ainda fazer passeios para sair da mesmisse no Rio de Janeiro?

Outros museus com entrada gratuita no Rio de Janeiro

    11. Memorial Municipal Getúlio Vargas: Praça Luís de Camões, S/N – Glória. Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 17h.

    12. Paço Imperial: Praça XV de Novembro, 48. Centro. Funcionamento: de terça a domingo, das 12h às 19h.

    13. Palácio Tiradentes: Rua Primeiro de Março, s/n – Praça XV. Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 17:00h; domingos e feriados, das 12h às 17h.

    14. Museu Villa Lobos: Rua Sorocaba, 200 – Botafogo. Funcionamento: de segunda a sexta, das 9h às 17h.

    15. Museu do Negro: Praça Monte Castelo, nº 25, Centro. Funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 16h.

    16. Museu da Vida: Avenida Brasil, 4365 – Manguinhos. Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 16h30; sábado, das 10h às 16h.

    17. Museu Light da Energia: Avenida Marechal Floriano, 168 – Centro. Funcionamento: de segunda a sexta, às 11h ou 15h30.

    18. Museu das Telecomunicações: Rua 2 de Dezembro, 63 – Flamengo. Funcionamento: de terça a domingo, das 11h às 17h.

    19. Museu Histórico do Corpo de Bombeiros: Praça da República 45 – Centro. Funcionamento: de terça a sábado, das 09h às 17h.

    20. Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular: Rua do Catete, 179 – Glória. Funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 15h às 18h.

    21. Museu de Astronomia e Ciência Afins: Rua General Bruce, 586 – Bairro Imperial de São Cristóvão. Funcionamento: de terça, quinta e sexta, das 9h às 17h; quarta, das 9h às 19h; sábado das 14h às 19h; feriados, das 14h às 18h.

    22. Museu da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro: Rua Marquês de Pombal, 128 – Centro. Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 16h.

    23. Museu Naval: Rua Dom Manuel 15, Praça XV, Centro. Funcionamento: de terça a domingo, das 12h às 17h.

    24. Museu de Ciência da Terra: Avenida Pasteur, 404 – Urca. Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 16h.

    25. Museu de Imagens do Inconsciente: Rua Ramiro Magalhães, 521 – Engenho de Dentro. Funcionamento: de segunda a sexta, das 9h às 16h.

    Muito conhecimento espera por você. E para finalizar o dia, vale emendar a ida ao museu com uma praia, que tal? É um ótimo programa para a família!

    10 museus com entrada paga no Rio de Janeiro

    O Rio de Janeiro tem outra série de excelentes museus que custam bem pouco e oferecem entrada gratuita alguns dias da semana. Saiba quais são eles!

    26. Museu de Arte do Rio

    O Museu de Arte do Rio é grandioso: o complexo do museu engloba 15 mil metros quadrados e oito salas de exposições. O MAR une mostras históricas e contemporâneas da arte de longa e curta duração, de âmbito nacional e internacional.

    O Museu funciona em dois prédios interligados e contrastantes: o Palacete Dom João VI e seu edifício vizinho, de estilo modernista, que já funcionou como um terminal rodoviário. Em um dos prédios funciona o espaço da Escola do Olhar, é ambiente para produção e provocação de experiências, coletivas e pessoais, com foco principal na formação de educadores da rede pública de ensino.

    O acervo conta com sua coleção própria e também com empréstimos de obras de algumas das melhores coleções públicas e privadas do Brasil.

    • Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro.
    • Valor da entrada: Inteira: R$ 20,00. Meia-entrada: R$ 10,00. A entrada é gratuita às terças-feiras. Ingresso família: aos domingos, o ingresso para 4 pessoas custa R$ 20,00.
    • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 17h.
    • Telefone: (21) 3031 2741.

    27. Museu Nacional de Belas Artes

    O Museu Nacional de Belas Artes presenteia o visitante com uma das coleções de arte mais importantes do país. O acervo começou a ser formado em 1816, com peças vindas da Europa para a construção de uma Academia Real de Artes. Em 1830, passou a fazer parte a Coleção Real, vinda de Portugal com o Príncipe Regente D. João em 1808.

    Com o desenvolvimento da atividade artística, o acervo foi ampliado com a inclusão de obras premiadas e doações de grande relevância. A peça mais antiga da coleção é um busto em mármore de Antínoo, do período de 130 a 138 d. C., presenteado à Academia Imperial pela imperatriz Tereza Cristina.

    Atualmente, o museu conta com um acervo de mais de 20.000 obras, entre elas, esculturas, pinturas, gravuras, artes aplicadas, desenhos, fotografias e muito mais.

    • Endereço: Avenida Rio Branco, 199 – Centro.
    • Valor de entrada: Inteira: R$ 8,00. Meia-entrada: R$ 4,00. A entrada é gratuita aos domingos. Ingresso família: R$ 8,00 para até 4 membros de uma mesma família.
    • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 18h;
      sábados, domingos e feriados das 13h às 18h.
    • Telefone: (21) 3299-0600.

    28. Museu da República

    O Museu da República, antigo Palácio Nova Friburgo, foi erguido quando o Rio de Janeiro ainda era Capital Imperial e tem o objetivo de oferecer ao visitante um panorama da história republicana.

    O local foi palco de importantes fatos históricos, como o velório do presidente Afonso Pena e o suicídio de Getúlio Vargas. Em 1938, o Palácio e seus jardins foram tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

    O acervo é composto por fotos, documentos, objetos, mobiliário e obras de arte dos séculos XIX e XX, que ficam expostos nos diversos salões do Palácio. Para fechar a visita, não deixe de apreciar o jardim do Palácio.

    • Endereço: Rua do Catete 153 – Catete.
    • Valor da entrada: R$ 6,00. Entrada franca às quartas e domingos. Professores, maiores de 60 anos e crianças até 10 anos não pagam. Estudantes e menores de 21 anos têm 50% de desconto.
    • Horário de funcionamento: de terça à sexta, das 10h às 17h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h.
    • Telefone: (21) 2127-0324.

    29. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

    O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro é um centro de difusão cultural por onde passaram as principais tendências da arte moderna e contemporânea no país. Atualmente o MAM possui cerca de 12 mil obras, representando artistas brasileiros e estrangeiros, sendo a mais notável, a obra Mademoiselle Pogany, de Constantin Brancusi.

    O MAM também abriga um Centro de Memória, que é considerado um dos mais importantes do país, e reúne e atualiza informações sobre arte brasileira e internacional para os estudiosos da área. Sua biblioteca chama atenção pelos números: possui mais de 20 mil volumes, aproximadamente 25 mil cartazes e plantas arquitetônicas e cerca de 100 mil fotografias, além de revistas raras.

    • Endereço: Avenida Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo.
    • Valor da entrada: Inteira R$ 14,00. Meia-entrada: R$ 7,00.
    • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, das 12h às 19h. A bilheteria fecha 30 min antes do término do horário de visitação.
    • Telefone: (21) 3883-5600.

    30. Museu de Arte Contemporânea de Niterói

    Os apaixonados por arte certamente já viram, em algum momento, o grandioso prédio do Museu de Arte Contemporânea de Niterói, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer diante da Baía de Guanabara e com uma belíssima vista da Cidade Maravilhosa.

    A famosa estrutura futurista é considerada uma das maravilhas arquitetônicas do mundo e um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro. O acervo conta com 1.217 obras da Coleção João Sattamini, sendo também constituído por um conjunto de 369 obras da Coleção MAC Niterói, formada a partir de doações de artistas que realizaram exposições no museu.

    • Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/nº, Boa Viagem, Niterói.
    • Valor da entrada: Inteira: R$ 10,00. Meia-entrada: R$ 5,00. Entrada gratuita às terças.
    • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 18h.

    31. Museu do Amanhã

    O Museu do Amanhã se denomina como um museu de ciências diferente e agrada tanto aos adultos, quanto crianças. O Museu oferece uma narrativa sobre como poderemos viver e moldar os próximos 50 anos. É composto por uma exposição principal e exposições temporárias.

    O conteúdo da Exposição Principal foi elaborado por mais de 30 consultores brasileiros e estrangeiros de diversas áreas e conta ainda com parcerias com algumas das principais instituições da ciência do Brasil e do mundo, como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e o Massachusetts Institute of Techonology (MIT).

    • Endereço: Praça Mauá, 1 – Centro.
    • Valor da entrada: Inteira: R$ 20,00. Meia-entrada: R$ 10,00.
    • Horário de funcionamento: de terça a domingo, de 10h às 18h. Bilheteria aberta até as 17h.

    32. Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana

    Além de ser um dos principais museus do Rio de Janeiro, o Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana atrai visitantes querem apreciar a belíssima paisagem da praia de Copacabana e saborear as delícias da Confeitaria Colombo, situada no local.

    O Forte de Copacabana foi construído com o objeto de reforçar a segurança da Baía de Guanabara no final do século XIX, além de ter sido palco de diversos eventos históricos. Em 1987, o Forte passou a abrigar o Museu Histórico do Exército, que visa preservar a memória do Exército Brasileiro.

    O museu tem um acervo de 15 mil peças, entre elas, indumentárias, armamentos e objetos de uso pessoal raros de militares, como uma mecha do cabelo de Napoleão Bonaparte, que são expostos esporadicamente nas exposições temporárias.

    • Endereço: Praça Coronel Eugênio Franco, 1 Posto 6 – Copacabana.
    • Valor da entrada: Adultos: R$ 6,00. Estudantes das redes pública e privada, idosos acima de 60 anos e professores: R$ 3,00. Entrada gratuita às terças-feiras e das 18h às 19h30.
    • Horário de funcionamento: de terça a domingo e feriados, das 10h às 18h.
    • Telefone: (21) 2522-4460.

    33. Museu Histórico Nacional

    O Museu Histórico Nacional ocupa um importante complexo arquitetônico e tornou-se o mais importante museu dedicado à história do país, com um acervo de aproximadamente 258 mil itens, entre objetos, documentos e livros.

    Oferece ao público galerias de exposições de longa duração e temporárias, além da Biblioteca especializada em História do Brasil, História da Arte, Museologia e Moda. Além das exposições, o museu conta com uma variada programação que inclui cursos, seminários e palestras.

    • Endereço: Praça Marechal ncora, s/n – Centro.
    • Valor da entrada: Inteira: R$ 10,00. Meia-entrada: R$ 5,00.
    • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 17h30;
      sábados, domingos e feriados das 13h às 17h.
    • Telefone: (21) 3299-0324.

    34. Museu Casa do Pontal

    Para começar, a história do Museu Casa do Pontal já chama a atenção. Tudo começou em 1946, após o pintor Jacques Van de Beuque sair de um campo de trabalho forçado na Alemanha e fugir para o Brasil. Ele chega em Pernambuco, onde se encanta com pequenos bonecos de barro, que contam a vida do homem do sertão pernambucano e inicia sua coleção.

    Compra, então, um sítio no Rio de Janeiro para abrigar sua coleção que, em 1991, tem parte do acervo tombado como referência cultural da cidade do Rio de Janeiro e do Brasil. A exposição permanente tem à mostra 4.500 obras, que representam universo cultural brasileiro, com suas variadas culturas rurais e urbanas.

    A exposição possibilita uma visão da vida brasileira e suas atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas.

    • Endereço: Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo.
    • Valor da entrada: Exposição permanente: inteira: R$ 12,00. Meia-entrada: R$ 6,00. Exposição temporária: inteira: R$ 4,00. Meia-entrada: R$ 2,00.
    • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h30 às 17h, inclusive nos feriados que caem nesses dias.
    • Telefone: (21) 2490-4013/2429.

    Os museus do Rio de Janeiro têm mostras para todos os gostos. É só ficar de olho no site para conferir a programação!

    35. Casa Roberto Marinho

    A Casa Roberto Marinho fica em uma construção feita em 1939 onde, como o próprio nome dá a entender, morou o jornalista e empresário Roberto Marinho. Agora, o espaço virou museu com um acervo com mais de 1.400 obras, feitas por grandes nomes da arte como Tarsila do Amaral e Cândido Portinari.

    • Endereço: Rua Cosme Velho, 1105 – Cosme Velho.
    • Valor da entrada: Exposição permanente: inteira: R$ 12,00. Meia-entrada: R$ 6,00. Exposição temporária: inteira: R$ 4,00. Meia-entrada: R$ 2,00.
    • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 12h às 18h (entrada até às 17h15).

    Os museus do Rio de Janeiro têm mostras para todos os gostos. É só ficar de olho no site para conferir a programação!

    Outros museus com entrada paga no Rio de Janeiro

    36. Museu da Chácara do Céu: Rua Murtinho Nobre, 93 – Santa Teresa. Funcionamento: diariamente, exceto às terças, das 12h às 17h.

    37. Espaço Cultural da Marinha: Boulevard Olímpico, Praça XV. Funcionamento: de terça a domingo, das 11h às 17h. Aberto às segundas somente em caso de feriado.

    38. Museu do Açude: Estrada do Açude, 764 – Alto da Boa Vista. Funcionamento: diariamente, exceto às terças, das 11h às 17h.

    39. Casa Museu Eva Klabin: Av. Epitácio Pessoa, 2.480 – Lagoa. Funcionamento: de terça a domingo, das 14 às 18h.

    40. Museu da Seleção Brasileira: Avenida Luís Carlos Prestes, 130 – Barra da Tijuca. Funcionamento: todos os dias, das 10h às 18h (última entrada às 17h30).

    41. Museu do Samba: Rua Visconde de Niterói, 1296 – Mangueira. Funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 17h.

    42. Casa Firjan: Rua Guilhermina Guinle, 211, Botafogo. Funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 20h (última entrada às 19h30); sábado, das 10h às 17h (última entrada às 16h30); fechado para visitação aos domingos, feriados e segundas.

    43. Museu da Imagem e do Som: Rua Visconde de Maranguape, 15 – Largo da Lapa. Funcionamento: de segunda a sexta, das 11h às 17h.

    44. Museu Casa de Santos Dumont:Rua do Encanto, 22 – Centro – Petrópolis. Funcionamento: de terça a domingo, 9h às 17h30.

    45. Museu Arquidiocesano de Arte Sacra do Rio de Janeiro: Avenida República do Chile, 245 (subsolo) – Centro. Funcionamento: de quarta a sexta, das 9h às 16h; sábados e domingos, das 9h às 12h.

    46. Museu da Favela: Rua Saint Roman, 200 – Copacabana. Funcionamento: de segunda a sábado, das 9 às 17h.

    47. Museu do Meio Ambiente: Rua Jardim Botânico, 1008 Jardim Botânico. Funcionamento: segunda, das 12h às 17h; de terça a domingo, das 09h às 17h.

    48. Planetário do Rio de Janeiro: Rua Vice-Governador Rúbens Berardo, 100 – Gávea. Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 17h; sábado, das 14h30 às 20h; domingo, das 14h às 18h. Fechado às segundas.

    49. Museu do Flamengo: Avenida Borges de Medeiros 997 – Lagoa. Funcionamento: de terça à sexta, das 10h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h.

    50. Museu Nacional: criado por D. João VI em 1818, o Museu Nacional já foi considerado um dos maiores museus de história natural e antropologia das Américas, com um acervo de mais de 20 milhões de itens. Infelizmente, por conta de um incêndio ocorrido em setembro de 2018, ano em que completou 200 anos, grande parte desse acervo foi destruído e as portas do Museu foram fechadas por tempo indeterminado. Apesar disso, tem muita gente lutando para que toda essa história e cultura que ele abrigava não seja esquecida. Saiba como ajudar o Museu Nacional acessando o site oficial.

    Apesar da tragédia que aconteceu com o Museu Nacional, o momento é de força para que a cultura nacional seja valorizada, apoiando os movimentos artísticos dispersos por todo o Brasil. Além do Rio de Janeiro, existem muitos museus em São Paulo esperando sua visita.

PARA VOCÊ