São Petersburgo: 24 atrações que não podem faltar em seu roteiro

Escrito por Sheila Almendros

Uma cidade nova, cosmopolita e com uma atmosfera histórica de peso. Estas são as principais características de São Petersburgo, a segunda maior cidade da Rússia, com seus quase 5 milhões de habitantes e uma arquitetura de tirar o fôlego. O município foi criado por czar Pedro, o Grande em 27 de maio de 1703, com características europeias que justificam a aparência de “metrópole ocidentalizada” e também o título de capital cultural do país.

De construções nomeadas como Patrimônio Mundial pela UNESCO a inúmeros museus que exaltam a época em que grandes czares comandavam a Rússia, São Petersburgo oferece o que há de melhor para o viajante em busca de conhecimento. Confira a seguir uma lista completa de opções para enriquecer o seu roteiro de viagem em grande estilo:

O que fazer em São Petersburgo?

Carinhosamente chamada de Peters, a capital cultural da Rússia possui atrações que são parada obrigatória durante a viagem. Quer saber quais são?

1. Nevsky Prospekt

É nessa movimentada avenida que o viajante encontrará restaurantes, bares, lojas e alguns dos pontos turísticos mais famosos de São Petersburgo. A dica é: faça o passeio a pé, com seu calçado mais confortável, contemplando o entorno com bastante tranquilidade. E não deixe de tomar um cafezinho no КоФе Хауз e fazer umas comprinhas no Elisseeff Emporium e na Dom Knigi.

2. Rio Neva

Também conhecida como a Veneza do norte, o rio mais popular da cidade possui 74km de comprimento, e “abriga” alguns pontos turísticos que podem ser explorados em um passeio de barco, como cerca de 300 pontes, a Fortaleza de Pedro e Paulo, o Cruzador Aurora, o museu Hermitage, entre outros. Algumas empresas que promovem tours pelo Rio Neva disponibilizam áudios guias em inglês e espanhol, partindo do píer a 500 metros da Praça do Palácio.

3. A Cabana de Pedro, o Grande

Durante a construção de São Petersburgo, o czar Pedro, conhecido como Pedro, o Grande, precisava de um lugar para se abrigar, e esta estrutura simples foi construída no tempo recorde de 3 dias, em 1703, com uma sala de jantar, escritório, quarto e banheiro. Hoje ele é o edifício mais antigo da cidade, e está aberto para visitação pública com ingressos a partir de 70 RUB.

4. Palácio de Inverno – Museu Hermitage

Construído no século XVIII, este belo edifício de estilo barroco serviu como residência dos czares por mais de 200 anos, e hoje abriga um importante museu do país: o Hermitage. O acervo conta com cerca de três milhões de itens de arte e história (uma das maiores coleções do mundo), expostos em 200 mil m² do edifício principal.

5. Fortaleza de Pedro e Paulo

A Fortaleza de Pedro e Paulo é um marco na história da Rússia, erguida em 1703 na ilha Zayachy para proteger São Petersburgo de uma possível invasão sueca. O local abriga a linda Catedral de São Pedro e São Paulo, onde estão os restos mortais de toda a dinastia dos Romanov, a prisão de Trubetskoy, na qual diversos condenados políticos cumpriram pena, e alguns museus (entre eles, o Museu da Cosmonáutica e Tecnologia de Foguetes, que é imperdível!)

6. Praça do Palácio

Esta praça está localizada no coração da cidade, e é onde você encontrará o Palácio de Inverno. O local possui uma visão incrível do edifício, e bem ao centro, a coluna de Alexandre, com seus 40 metros de altura, homenageando a vitória russa contra as tropas de Napoleão. Para chegar até lá, basta pegar as linhas verde e azul e descer na estação Nevsky Prospekt. Depois é só caminhar até a rua Bolshaya Morskaya e passar o arco do triunfo.

7. Gostiny Dvor

O shopping mais antigo da cidade chama a atenção logo pela fachada, e mesmo que você não tenha a intenção de comprar nada, vale a pena a visita só por sua arquitetura. Há cerca de 150 lojas, que vão desde marcas populares, até grifes de luxo, como Versace, Ermenegildo Zegna, Versace, entre outros.

8. Catedral de São Isaac

A Catedral de São Isaac é uma atração a ser curtida por vários ângulos: do lado de fora, o exterior impressiona com a enorme cúpula de ouro, que pode ser avistada de diversos pontos da cidade. Do lado de dentro, um museu encantador com artigos de extremo valor (peças em ouro e mármore, mosaicos e pinturas assinadas por Karl Bryullov). E no alto do edifício há a Kolonnada, uma espécie de miradouro que oferece uma das vistas mais bonitas de São Petersburgo.

9. Jardim de Verão

Em 1704, o czar Pedro acreditava que a cidade merecia um belo jardim para contrastar com as construções de concreto. O local ganhou árvores, plantas e flores estrategicamente cultivadas entre fontes e esculturas de mármores, tornando-se o espaço preferido da nobreza russa. O espaço foi mantido desde então, e pode ser visitado gratuitamente, rendendo belíssimas fotos.

10. Museu Russo

O primeiro museu da Rússia teve suas portas abertas pela primeira vez em 1898, e hoje reúne diversos artigos que narram a história do país em exposições permanentes, disponíveis no Castelo Mikhailovsky (que você conhecerá a história mais a fundo ainda neste post). Há ainda algumas mostras itinerantes expostas no Palácio de Mármore e também no Stroganov — outros dois edifícios do Museu Russo. Fique atento aos valores dos ingressos, pois podem variar de preço de acordo com o número de palácios que deseja visitar.

11. Cruzador Aurora

Durante o seu passeio pelo Rio Neva, não deixe de visitar o Cruzador Aurora, ancorado em sua margem. Este navio possui uma importância imensa na história da Revolução de 1917, na guerra Russo-Japonesa, e também nas duas Guerras Mundiais, e hoje ele está aberto ao público, abrigando um museu. A entrada custa 600 RUB para adultos e 350 RUB parao e crianças.

12. Catedral Kazan

Passando pela Nevsky Prospekt não terá como não notar a cúpula de 80 metros de altura e as 96 colunas da Catedral Kazan. E esta estrutura chama a atenção não só por sua arquitetura, mas também por sua enorme importância: ela foi construída para abrigar o Ícone da Virgem de Kazan, uma figura de grande respeito para a igreja ortodoxa. A entrada é gratuita, mas é proibido conversar e tirar fotos no interior da catedral.

13. Igreja do Salvador do Sangue Derramado

iStock

Tão colorida quanto a Catedral de São Basílio, em Moscou, a Igreja do Salvador do Sangue Derramado impressiona não só pela sua estrutura, como também por sua história. O local foi construído no mesmo lugar que czar Alexsander II foi morto, para celebrar a sua morte (e por isso o curioso nome dado a ela). Lá você conhecerá não só esta história, como também verá uma das maiores coleções de mosaicos da Europa.

14. Museu literário de Alexander Pushkin

Alexander Pushkin foi o maior poeta da Rússia, e esta foi sua última residência antes de morrer em um duelo com Georges d’Anthès, em 1837. O local permanece intacto, com tudo o que foi deixado por ele em seu devido lugar, e o que mais chama a atenção dos visitantes são alguns objetos curiosos entre os seus poemas e cartas: há desde uma mecha de cabelo até uma máscara fúnebre. A entrada custa 200 RUB.

15. Teatro Mariinsky

Aproveite a sua viagem à Rússia para conhecer a fundo a cultura local, que está recheada de grandes óperas e grupos de balé. No Teatro Mariinsky é possível assistir a algum espetáculo desta magnitude, mas para isso, você terá que ser rápido e garantir o seu ingresso com muita antecedência no site oficial da casa. Caso não consiga, não desanime: a arquitetura do edifício também fará valer a visita.

16. Peterhof

O complexo de palácios de Peterhof fica apenas 30km de distância de São Petersburgo, e já serviu como residência de verão de diversos czares russos. Hoje abriga alguns museus (cada um com seu ingresso individual) e jardins que merecem a sua visita. Logo na entrada há os Jardins Superiores com seus 15 surpreendentes hectares que podem ser desbravados gratuitamente. Esta área antecede as bilheterias, e lá você pode escolher quais pavilhões e palácios deseja visitar. Vale cada centavo investido!

17. Palácio Yusupov

Yusupov, também chamado de Palácio Moika, é mundialmente conhecido por ter sido palco de uma das maiores tragédias da história da Rússia: o assassinato de Grigory Rasputin, em 1916. O local preserva toda a arquitetura nobre da antiga residência da família Yusupov, um charmoso teatro, e claro, uma atração exclusiva ligada a morte do místico russo (ingresso cobrado a parte). O local fica aberto todos os dias, das 11h às 17h.

18. Tsarkoye Selo

Tsarkoye Selo fica a cerca de 30 km de distância de São Petersburgo, em uma cidadezinha chamada Pushkin. Esta espécie de vila imperial é tão grande que precisa de um mapa para você se localizar — e conhecer tudo sem perder nenhum detalhe! As atrações a serem exploradas (somente durante o verão russo) são os Palácios de Alexandre, de Catarina, a Galeria Cameron e os jardins, com algumas outras construções.

19. Castelo Mikhailovsky

Você também poderá ouvir falar desta atração como Castelo de São Miguel ou Castelo do Engenheiro, um antigo palácio real que fica no coração do centro histórico da cidade. Cada face da fachada do prédio tem um estilo diferente, com referências do Classicismo francês, o Renascimento italiano e o Gótico.

Mas a história deste edifício é o que mais surpreende o turista: ele foi construído pelo Imperador Paulo I como se fosse uma fortaleza impenetrável por conta de seu medo obsessivo de ser assassinado. Em apenas um mês morando lá, o czar foi morto enquanto dormia.

20. Palácio de Pavlovsk

Pertinho de Tsarskoye Selo está o Palácio de Pavlovsk, construída por czarevich Paulo para servir de residência campestre, inspirada na arquitetura italiana. Não deixe de conhecer cada cômodo do edifício, assim como seus jardins e “A Grande Cascata”.

21. Kunstkamera

Em frente ao Palácio de Inverno fica o Kunstkamera, o edifício que abriga o Museu Pedro o Grande de Antropologia e Etnografia, com um acervo formado por mais 2 milhões de itens. Entre os pavilhões divididos por andares e separados por continentes, você encontrará objetos antigos, animais e até corpos preservados no formol – um passeio um tanto curioso.

22. Avrora Saint Petersburg

Em 1913 foi inaugurado o Avrora Saint Petersburg, chamado na época de Piccadilly, trazendo a São Petersburgo o cinema mais moderno do país. Tanto é que esta estreia foi um evento importante para a sociedade, recebendo diversas pessoas famosas e da alta nobreza. Com a popularização do espaço, o nome foi alterado em 1932, mas todo o seu interior foi mantido até os dias atuais. Assistir uma sessão neste clássico edifício será como uma viagem no tempo.

23. Kronstadt Naval Cathedral

A igreja principal da marinha russa foi construída entre os anos de 1903 e 1913, e durante um período, ela foi desativada, sendo convertida em um cinema, e depois em uma Casa de Oficiais. Em 2013, depois de muitas restaurações, o edifício voltou a servir como uma catedral, e está aberta para visitação diariamente, das 07h às 19h.

24. Campo de Marte

Bem pertinho da Catedral do Sangue Derramado, no centro de São Petersburgo, está o Campo de Marte, construído para homenagear o deus romano da guerra. O local conta com um enorme gramado aberto, muitas árvores, e espaço para praticar caminhadas e fazer piquenique. Não deixe de visitar o memorial as vítimas que morreram nas revoluções e guerras que aconteceram na cidade — uma chama permanentemente acesa.

Algumas informações importantes

Antes de viajar até São Petersburgo, é importante que você saiba dessas seguintes informações:

  • Se comunicar em São Petersburgo é menos difícil: por lá é possível encontrar pessoas (mesmo que poucas) que falam ou arranham o inglês, restaurantes e bares com cardápios em cirílico e também em nosso alfabeto, pontos turísticos com tour guiada em diversos idiomas, e mais algumas facilidades que nos deixam menos perdidinhos.
  • Informações básicas: na cidade todas as tomadas são a tipo C (aquela com dois pinos redondos paralelos) e 220v, a moeda oficial é o rublo e o fuso horário é de seis horas a mais que Brasília.
  • A cidade é um pólo de produção cultural e científica: muitos poetas, músicos, autores, psicólogos, entre outros cultos de renome mundial viveram em São Petersburgo, e não só as suas obras, mas também a memória de todos esses ícones russos são mantidas vivas em cada canto da cidade.
  • Alta temporada: o verão de São Petersburgo é bastante movimentado, recebendo um grande número de turistas do mundo todo. Por isso, o comércio fica aberto até mais tarde (já que o sol vai embora só de madrugada) e diversos eventos ocorrem na cidade.
  • Visto: brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia, mas é necessário preencher um formulário com duas vias: a primeira você entrega na alfândega, ao entrar no país, e a segunda na volta (portanto, tome cuidado para não perdê-lo durante a viagem).

Tomou nota? Agora é só preparar as malas e fazer uma ótima viagem!

Onde se hospedar?

Há viajantes que preferem ficar mais afastados dos pontos turísticos para garantir diárias mais baratinhas. Há ainda quem prefira ficar mais próximo do agito para não ter que se preocupar com o transporte. Independentemente do seu perfil, nesta lista você encontrará opções para todos os gostos e bolsos:

1. Corinthia Hotel St Petersburg – $$$$$

Hotel cinco estrelas com toda a infraestrutura de luxo, próximo a Catedral de Cazã. Há dois restaurantes com bar e lounge, serviço de translado para o aeroporto, academia, terraço com cobertura, wi-fi grátis, entre outras regalias.

2. Kaleidoscope on Moyka – $$$$

Esta estrutura 3 estrelas fica próxima da Catedral do Sangue Derramado, e oferece aos seus hóspedes acomodações estilo apart-hotel com cozinha completa e ar condicionado, wi-fi gratuito e assistência para excursões e ingressos como diferencial.

3. Hotel Allegro Ligovsky Prospect – $$$

O Hotel Allegro Ligovsky Prospect fica bem no centro da cidade, ou seja, você estará pertinho de vários pontos turísticos, lojas e restaurantes. Os quartos são equipados com ar condicionado, contam com arrumação diária e o wi-fi é por conta da casa.

4. Port Inn Apartment – $$

Para quem busca uma opção mais acessível, mas sem perder o conforto e a qualidade nos serviços, o Port Inn é a solução. O apart-hotel conta quartos com ar condicionado, wi-fi gratuito, translado de ida e volta para o aeroporto, lavanderia e assistência com ingressos.

5. Spring Hotel – $

Com diárias baratinhas e decoração bem charmosa, o Spring Hotel garante simplicidade e conforto durante a sua estadia. O edifício fica próximo da Catedral de Cazã, possui estacionamento e wi-fi grátis, microondas disponível na área comum e serviço de arrumação diária.

Já sabe qual é a melhor opção para a sua viagem?

20 fotos de São Petersburgo que farão você se apaixonar por esse lugar

Surpreenda-se com toda a arquitetura histórica da linda São Petersburgo e apaixone-se antes mesmo de sair de casa.

1. Cada construção da cidade narra um trecho de sua história

2. E a fotogenia de seus pontos turísticos é impressionante

3. Aliás, é impossível voltar para casa sem tirar milhares de fotos da Catedral do Sangue Derramado

4. Nos dias mais quentes, São Petersburgo fica ainda mais colorida

5. Espia só esta vista de cima da fortaleza de Pedro e Paulo

6. Há arte e cultura espalhadas por todos os cantos

7. E muitos palácios que se tornaram grandes (ou pequenos) museus

8. Toda a magnitude do Castelo Mikhailovsky

9. A arquitetura antiga do palácio Yusupov devidamente preservada

10. A face de Pushkin em frente a sua última residência

11. São Petersburgo é linda até debaixo de neve

12. Todo o encanto do Rio Neva e sua orla

13. Os ricos detalhes da Catedral de Kazan

14. E este fim de tarde apaixonante?

15. A Cabana de Pedro, O Grande nos dias mais frios

16. Uma bela panorâmica do alto da Kronstadt Naval Cathedral

17. Um belo monumentos se despedindo de mais um dia

18. Aquele vai e vem de pedestres na Nevsky Prospekt

19. Que tal uma voltinha de carruagem em frente do Palácio de Inverno

20. De cima, a cidade é ainda mais bela

Difícil será fazer as malas para ir embora deste lugar tão singular, não acha? Conheça também Moscou e todos os encantos dessa cidade incrível.

PARA VOCÊ