Lago Titicaca: conheça um paraíso de ilhas e belezas naturais

Escrito por Gabriella Soares

O mais alto lago navegável do mundo é o Lago Titicaca: fica a 3.812 metros do nível do mar. E além da própria extensão e altura, o lago andino também apresenta dezenas de ilhas povoadas e cheias de atrações, histórias e belezas naturais. Conhecer um dos maiores tesouros naturais andino é uma viagem imperdível!

Continua após o anúncio

Onde fica

O Lago Titicaca está localizado na fronteira entre o Peru e a Bolívia, na Cordilheira dos Andes. Do lado boliviano, o Titicaca se estende até a península de Copacabana. Já na costa peruana, o lago faz divisa com a cidade de Puno, a capital folclórica do sul do Peru.

Como ir

Para chegar ao Lago Titicaca pelo lado peruano é preciso ir até Puno, que fica às margens do lago. Para chegar na cidade você pode utilizar diferentes meios: avião (a partir de 280 dólares), trem (a partir de 225 dólares), ou ônibus (a partir de 30 dólares), em uma viagem de cerca de oito horas partindo de Cusco.

Do lado boliviano, você pode sair de La Paz e ir para Copacabana, que também faz divisa com o Titicaca. A melhor forma de cruzar a distância de aproximadamente 140 quilômetros é de ônibus, que saem do Terminal de ônibus Municipal e custam cerca de 45 bolivianos (6,50 dólares).

Seja de Copacabana ou de Puno é possível pegar embarcações que saem de hora em hora para as diferentes ilhas que formam o Lago Titicaca. Os preços variam de acordo com a ilha ou conjunto de ilhas que você desejar visitar.

Curiosidades

Além das lindas paisagens, o Lago Titica também apresenta algumas características únicas. Confira abaixo alguns fatos curiosos:

  • O nome Titicaca: a origem da palavra Titicaca é na língua Aymara, um idioma indígena local e significa Pedra do Puma. Isso porque, segundo lendas, o lago é a representação de um puma caçando um coelho.
  • O mais alto lago navegável do mundo: o Lago Titicaca fica a 3.812 metros de altitude, o que faz dele o mais alto lago a ser navegável. Além disso, ocupa 8,3 mil quilômetros quadrados e se estende por 190 quilômetros, ou seja, em volume é também o maior da América do Sul.
  • Paraíso natural: o Titicaca é rico em recursos naturais. Existem mais de duas mil espécies de peixes, além de atrair um grande número de aves, que usam a encosta do lago como um refúgio. É também o lar de uma espécie de rã gigante que só pode ser encontrada ali.
  • Berço da civilização inca: a mitologia também permeia o Lago Titicaca. Muitos estudos indicam que a civilização inca se originou naquela região. Além disso, lendas afirmam que o lago foi uma eleito pelo Deus Sol e seus filhos como o local perfeito para o desenvolvimento de seu povo.
  • Totora: existe no Titica uma espécie de planta aquática, a totora, que é utilizado na produção artesanal das embarcações típicas peruanas. A planta também é usada para a confecção de casas, medicamentos, alimentos e até ilhas.
  • Ilhas flutuantes: elas são as maiores atrações do Lago Titicaca. As ilhas são feitas a partir da totora e outros materiais e foram construídas a centenas de anos. Até hoje essas ilhas são habitadas por populações indígenas.

As maravilhas do Lago Titicaca e seus segredos garantem uma viagem inesquecível, em que um pouco de todas essas curiosidades podem ser exploradas.

Passeios

Algumas das principais atrações do Lago Titicaca são as suas diferentes ilhas. O local conta com 41 entre naturais e artificiais. Confira algumas das melhores ilhas para visitar e conhecer um pouco mais:

Continua após o anúncio

Ilhas flutuantes Los Uros

As ilhas flutuantes de Los Uros são algumas das maiores atrações do Lago Titicaca. Elas foram construídas a centenas de anos com a totora. Elas são povoadas por comunidades indígenas que sobrevivem da pesca, artesanato e do turismo. Os turistas são apresentados a cultura indígena da ilha, as produções de seus moradores e podem ainda velejar em um barco de totora. Algumas ilhas possuem também serviço de hospedagem, como a Khantati, o que pode ser uma boa ideia para quem deseja conhecer mais de uma das ilhas flutuantes.

Ilha Taquile

Um ponto turístico importante, a Ilha Tequile tem uma das vistas mais bonitas do lago. Por causa da sua altitude, 4.050m em seu ponto mais alto, é possível observar boa parte do Titicaca. A população da ilha é bem tradicional e todo o turismo é controlado pelos idosos, que orientam os visitantes sobre restaurantes, hotéis e as melhores trilhas para conhecer Tequile.

Ilha del Sol

A maior ilha do Lago Titicaca é a Ilha del Sol e a forma mais fácil de chegar até ela é por Copacabana. Parte do folclore, essa ilha é considerada como solo sagrado dos antigos incas e é possível encontrar vários indícios de sua conotação religiosa. Na Ilha del Sol existem diversos templos em ruínas, mesas que eram utilizadas para sacrifício humano, além do Museu do Ouro, com diversos tesouros incas e a Fonte da Juventude.

Ilha de La Luna

Perto da Ilha del Sol está a Ilha de La Luna, que segundo a tradição inca era dedicada ao culto do feminino. Segundo lendas, nenhum homem além do imperador era autorizado a entrar nessa ilha. Ali é possível visitar o antigo Templo de Las Virgens, o mirante da ilha, além de realizar trilhas.

Ilha Amantaní

Mais longe das costas do Lago Titicaca está a Ilha de Amantaní. O ambiente e a população também são bem tradicionais, mas a inserção cultural é um pouco maior: é possível até mesmo cozinhar com os nativos. Pela distância, é comum que os visitantes passem a noite em Amantaní e é aí que descobrem a melhor atração da ilha: a festa típica diária. Todas as noites nativos e visitantes se vestem com roupas tradicionais e comem e dançam juntos!

Viajar pelas ilhas do Lago Titicaca é uma incrível inserção na cultura e na vida de populações indígenas que ainda são muito conectadas com seus antepassados. Os viajantes são apresentados a um novo e rico mundo com muita diversão, conhecimento e respeito pelas diferenças. Uma viagem que vale muito a pena.

Informações importantes paras os viajantes

Conhecer o Lago Titicaca pode trazer muitas aventuras e diversão, mas é necessário prestar atenção em alguns detalhes:

  • Clima: a melhor época para visitar o Lago Titicaca e suas ilhas é entre os meses de abril e julho. Isso porque é quando as temperaturas estão mais agradáveis, sem o frio do inverno e sem as tempestades de verão, que castigam a área.
  • Altitude: como o lago em si e as ilhas são muito altas, é comum que os visitantes passem mal, já que não estão acostumados. Para ajudar, a população da região recomenda o chá de coca ou, para quem sofre de pressão alta, o chá de muña, que ajudam a respirar mais facilmente.
  • Roupas: também pela altitude, mesmo nas estações de clima mais ameno ainda faz muito frio no Lago Titicaca durante a noite. É importante que você tenha roupas para esses momentos.
  • Moedas: dependendo da ilha e do serviço que você precisará contratar, é possível que você seja cobrado em dólar ou em boliviano. Então, é necessário ter um pouco das duas moedas para evitar imprevistos durante a viagem.

Seguindo essas dicas, sua viagem será muito mais tranquila e você não vai precisar lidar com problemas no meio do caminho, apenas curtir!

Dicas de quem já foi ao Lago Titicaca

Nada melhor para se preparar ainda mais para a sua viagem do que conferir as dicas de quem já visitou o Lago Titicaca. Abaixo estão alguns dos melhores vídeos para você se preparar.

Ilhas Flutuantes de Uros e Taquile

A youtuber Angela, do Apure Guria!, conta um pouco da sua viagem ao Lago Titicaca que se focou no lado peruano do lago.

O que fazer no Lago Titicaca

Já o vídeo do canal SULAMERICANOS conta um pouco sobre como é a viagem até o lago pelo lado boliviano.

3 atrações imperdíveis na região do Lago Titicaca

O canal 3em3 dá três dicas sobre as principais ilhas a visitar no lago.

Seguir as dicas e aprender com a experiência desses viajantes pode te ajudar ao planejar melhor a sua viagem!

12 fotos do Lago Titicaca que vão fazer com que você queira viajar hoje

Mais algumas fotos do Lago Titicaca para se preparar para todas as emoções e aventuras que te aguardam!

1. A Ilha del Sol é um dos destinos mais mitológicos do Lago Titicaca

2. A Ilha Taquile tem algumas da mais belas vistas da região

3. A vista noturna de Puno também é uma das belezas das ilhas do Titicaca

4. As ilhas flutuantes de Los Uros são uma atração única

5. As chuvas são tão constantes quanto belas no Lago Titicaca

6. Conhecer as diferentes culturas das ilhas é uma parte imperdível da viagem

7. As grandes altitudes do lago proporcionam paisagens únicas

8. A beleza dos espelhos d’água são potencializadas pelo lindo céu entre o Peru e a Bolívia

9. Os visitantes são recebidos por locais dispostos a ensinar tudo sobre sua cultura e costumes

10. As ilhas do Lago Titicaca têm um dos mais belos pôr-do-sol

11. Até durante as viagens às ilhas já é possível ter contato com a cultura andina

12. As atrações das ilhas vão desde trilhas incas até as belezas naturais do Lago Titicaca

O Lago Titicaca oferece aventura, imersão em culturas ancestrais, gastronomia típica e muita diversão. O que você está esperando para começar a planejar sua próxima viagem? Aproveite e conheça também os pontos turísticos do Chile.