Parques em São Paulo: 15 opções para se divertir ao ar livre

Escrito por Sheila Almendros

Apesar de ser conhecida como “a cidade de pedra”, os parques em São Paulo são uma opção para fugir da famosa correria dessa atmosfera urbana e, de quebra, ter a oportunidade de praticar atividades ao ar livre, curtir um piquenique e até conhecer alguns animais em seu habitat. Saiba quais são essas áreas verdes que merecem a sua visita:

Continua após o anúncio

1. Parque Ibirapuera

O parque mais famoso de São Paulo fica na zona sul da cidade, precisamente no bairro Vila Mariana, e é também um dos mais fotografados do mundo. Além da área verde, a atração conta com diversos edifícios que abrigam eventos culturais, além de festivais de música sazonais que ocorrem durante o ano. A entrada é gratuita e o horário de funcionamento é das 5h às 0h.

2. Parque Ecológico do Tietê

O Parque Ecológico do Tietê foi inaugurado em 1982 na zona leste, em uma área de proteção ambiental, na várzea do rio homônimo. Muitas atividades esportivas, culturais e recreativas são promovidas por lá, recebendo cerca de 300 mil visitantes por mês. O local fica aberto das 8h às 17h, e as principais atrações são o Centro de Educação Ambiental, o Centro Cultural, o Museu do Tietê, a biblioteca e o Centro de Recepção de Animais Silvestres.

3. Parque da Água Branca

Localizado na famosa Avenida Francisco Matarazzo, na Barra Funda, o Parque da Água Branca é o local ideal para a prática esportiva, meditar e passar momentos de entretenimento com toda a família. O local conta com diversas áreas de lazer, como parquinho, espaço de leitura e pavilhões de eventos, e a atração mais procurada às terças, quintas e sábados é o baile da terceira idade. O horário de funcionamento é das 6h às 20h.

4. Parque Aclimação

Inaugurado em 1939, o Parque da Aclimação é uma das áreas mais tradicionais da região sul. Muito frequentado pelos moradores das redondezas, o local recebe muitas visitas de esportistas, famílias e grupos de amigos para piquenique na beira do lago, e pets em busca de um divertido passeio. Conte ainda com uma concha acústica, jardim japonês, quadras e pista para corrida, entre outras opções, que podem ser curtidas todos os dias, das 6h às 20h.

5. Parque da Independência

Sheila Almendros

O Parque da Independência tem uma importância não só para a região, por manter uma área verde preservada, mas também para a história do país, pois foi lá que aconteceu o famoso “grito da independência” de D. Pedro I, tornando-se também um patrimônio histórico cultural brasileiro. O local conta com o Museu do Ipiranga, o Monumento à Independência, a Casa do Grito e outras belezas. Aproveite cada espaço das 5h às 21h.

6. Parque Trianon

Todos os dias, das 6h às 18h, você poderá curtir gratuitamente o Parque Trianon, no coração da Avenida Paulista, com seus aparelhos de ginástica, playgrounds e a “Trilha do Fauno”, que recebeu esse nome por conta das esculturas “Fauno” do artista Victor Brecheret e “Aretusta”, assinado por Francisco Leopoldo. Muitas referências do parque são uma homenagem às dependências de Maria Antonieta no Palácio de Versalhes, incluindo o próprio nome.

7. Parque Villa Lobos

Com seus 741 mil m² de área verde, esse parque público no Alto de Pinheiros disputa a atenção dos paulistanos com o famoso Ibirapuera. São diversas atrações voltadas para todos os tipos de público, como ciclovia, playground, ilha musical para shows, bosque de Mata Atlântica, além de uma área de lazer completa para os fãs de esportes. A estrutura ainda conta com anfiteatro aberto com 450 lugares, orquidário, sanitários adaptados para deficientes físicos, lanchonete e estacionamento.

8. Horto Florestal

Localizado na zona norte, o Horto Florestal possui 187 hectares de área, sendo 35 acessíveis pelo público. Há uma grande área de Mata Atlântica preservada, uma verdadeira raridade na cidade, e conta com lagos, áreas de lazer e bicas, além de espécies exóticas de eucalipto e pau-brasil. Aproveite o passeio para observar os moradores do local: tucanos, maritacas, esquilos e capivaras, que passeiam livremente pelo parque.

9. Parque da Juventude

O Parque da Juventude Dom Paulo Evaristo Arns foi responsável por mudar a vista de quem passa de metrô pela avenida Cruzeiro do Sul, já que desde 2003 o complexo cultural substituiu a Penitenciária do Carandiru, dando espaço para o surgimento de uma área de lazer e entretenimento ao ar livre. Os edifícios remanescentes encontrados por lá abrigam a Biblioteca de São Paulo, o Acessa São Paulo, programa de inclusão digital do governo, e referências históricas mantidas da época do Carandiru.

Continua após o anúncio

10. Parque do Carmo

O Parque do Carmo é o segundo maior parque urbano da cidade, abrangendo 1,5 milhão de m² na zona leste de São Paulo. Sua área conta com lagos naturais, aparelhos de ginástica, ciclovia, campos de futebol, playground, espaço para piquenique e churrasco, quiosques e atrações imperdíveis como o Museu do Meio Ambiente, Monumento à Imigração Japonesa, Viveiro Arthur Etzel e Bosque da Leitura. O horário de funcionamento é das 5h30 às 20h.

11. Parque Linear Tiquatira

Fundado em 2007, o Parque Linear Tiquatira fica no bairro da Penha, na região leste da cidade. O local foi implantado ao longo do córrego homônimo, e possui 3 km de extensão, contando com uma infraestrutura completa para receber toda a família. As atrações principais do parque são a pistas de caminhada, skate e bicicleta, quiosques para piquenique, quadras, campo de futebol, anfiteatro aberto, bosques e cancha de bocha.

12. Jardim Botânico de São Paulo

Os 143 hectares do Jardim Botânico de São Paulo abrigam, além de várias espécies vegetais, o Instituto de Botânica, com uma biblioteca com mais de 6 mil livros dessa temática, e também o Museu Botânico, com amostras de plantas da flora brasileira, coleção de produtos extraídos das plantas e exemplares do ecossistema local. Não deixe de visitar as estufas que abrigam plantas da Mata Atlântica, o Jardim de Lineu, o marco das nascentes do Ipiranga e o portão histórico. O ingresso custa a partir de R$5 e o horário de funcionamento é de terça a domingo, das 9h às 17h.

13. Parque Jardim da Luz

Pertinho da Estação da Luz e do Museu de Arte Sacra de São Paulo, o Parque Jardim da Luz é um verdadeiro refúgio verde em meio ao caos paulistano. Ele é o parque mais antigo do município, e conta com uma incrível área arborizada, além do espaço para shows e atividades físicas, playground, mirantes, espelhos d’água, museu, grutas, entre outras atrações. Você ainda pode conferir a programação local para curtir as atrações sazonais, que podem rolar em seu horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 18h.

14. Parque Piqueri

Se o passeio é pela zona leste, não deixe de visitar o Parque Piqueri para desfrutar de momentos contemplativos e de descanso. O local oferece áreas de estar, pista para corrida e caminhadas, bicicletário, além de quadras de várias modalidades, aparelhos de ginástica e uma área arborizada de cair o queixo. Conte ainda com pontos de leitura, canchas de bocha, playground e palco para shows, que podem ser usufruídos das 6h às 19h.

15. Parque Alfredo Volpi

Localizado no bairro de Cidade Jardim, no distrito do Morumbi, o Parque Alfredo Volpi funciona todos os dias, das 6h às 17h30, e nele você poderá aproveitar, junto com os moradores das redondezas, as trilhas para caminhadas, lagos, pista de corrida e playground. Apesar de ser um parque pequeno e simples, é o espaço ideal para quem deseja fugir dos parques mais famosos (e concorridos) da cidade.

Depois de conhecer os parques da cidade, que tal aproveitar também um tour gastronômico pelos restaurantes de São Paulo?

 
   

PARA VOCÊ