Praias de São Paulo: 34 opções para curtir os dias de folga

Escrito por Sheila Almendros

De praias preservadas e escondidas a orlas urbanizadas que se misturam às construções arquitetônicas — o litoral paulista é, definitivamente, uma região de grandes contrastes, mas que atende os mais diversos públicos, desde o turista que busca sossego até os que querem tirar um dia de folga para se divertir e conhecer gente nova. Além disso, as praias de São Paulo são verdadeiros paraísos, com paisagens de tirar o fôlego.

Continua após o anúncio

E se você precisa de uma luz para decidir onde passará seus próximos dias de folga ou férias, eis aqui uma lista de sugestão que te surpreenderá: conheça 34 praias de São Paulo, da região norte ao sul, com suas principais características — assim é possível perceber qual atenderá melhor o seu estilo:

Mapa das praias de São Paulo

O litoral de São Paulo se estende por todo o estado, desde Ubatuba até a Cananéia.

1. Martim de Sá

Quem está em Caraguatatuba e busca por agito, deve mirar na praia Martim de Sá. É lá que se encontra a maior concentração de jovens tanto de dia como de noite, já que na região há diversos barzinhos descolados e restaurantes deliciosos. Os fãs de esportes também serão bem atendidos: as ondas são ótimas para a prática de surf, e alguns estabelecimentos oferecem aluguel de caiaque, e ainda há um calçadão e ciclovia para a galera correr e andar de bike.

2. Praia do Massaguaçu

A orla mais longa Caraguatatuba conta com diversos quiosques em sua extensão, e é dividida em duas partes distintas: do lado direito a correnteza é mais forte, devido a sua característica de praia de tombo, mas do lado esquerdo o mar é bem tranquilo, ideal para curtir o dia com as crianças. O mais legal de tudo é que ela fica bem próxima do centro, a apenas 10 quilômetros.

3. Castelhanos

A chegada até Castelhanos, em Ilhabela, não é das mais fáceis: a estrada de acesso atravessando a Mata Atlântica só passa veículos 4×4, motos e bicicletas, com horários controlados e números limitados de automóveis. E é por conta desta dificuldade que a praia é tão incrível, limpa e preservada – aliás, pode-se dizer até que é uma das mais bonitas do Brasil.

A infraestrutura conta com alguns quiosques espalhados pela orla, administrados pelos tradicionais moradores da região. Por ali há também diversas outras trilhas que dão acesso a outras praias escondidas.

4. Bonete

Este paraíso em Ilhabela é isolado, quase deserto, e com um cenário espetacular: o mar cristalino e areia dourada não nos deixa mentir. O local é rodeado de histórias e tradições, e o turista que procurar este recanto natural para descansar pode esquecer da tecnologia, sinal de celular e internet: em Bonete a energia elétrica é limitada. Mesmo com essa característica selvagem, espere para encontrar campings, pousadas e restaurantes para atender o visitante com bastante simpatia e aconchego.

5. Camburi

A simplicidade de Camburi, a última praia de Ubatuba (fazendo divisa com Paraty-RJ) é um convite para casais apaixonados que buscam por privacidade e sossego, e também para os amantes do ecoturismo e esportes, já que a região conta com algumas trilhas e mar ideal para pesca, snorkeling e surf. A região oferece restaurantes com comida caseira, campings, bares e quiosques.

Continua após o anúncio

6. Praia do Cedro

Esta pequena praia escondida em Ubatuba conta com um mar de tombo, com águas tranquilas e claras, perfeita para a criançada brincar (acompanhadas dos pais) ou para os adultos praticarem snorkel. Há um único bar para atender os banhistas, com preço justo e bom atendimento. Na alta temporada o movimento costuma aumentar, mas não a ponto de lotar.

7. Itamambuca

A 12 km do centro de Ubatuba está a famosa Itamambuca, que durante o mês de julho serve como palco de campeonatos de surf, e mesmo quando não está rolando nenhuma disputa por lá, os praticantes do esporte se fazem presentes, aproveitando as melhores ondas. A orla é grande, escondidinha entre os morros e bastante preservada. A infraestrutura conta com restaurantes, quiosques e bares para atender os visitantes da melhor maneira.

8. Picinguaba

Este paraíso natural conservado fica a 40 km do centro de Ubatuba, e mantém a tradicional vida caiçara de sua vila de pescadores. O mar é tranquilo, cristalino, ideal para se refrescar com a família e praticar snorkel, caiaque e stand up paddle. Um destino perfeito para recarregar as energias e fugir da vida agitada.

9. Praia da Baleia

Aquela viagem feita com a família (principalmente com crianças) ficará ainda mais legal se a praia da Baleia, em São Sebastião, for colocada em sua rota. Isso porque o local é bem tranquilo, preservado, sem badalações no entorno e com poucas ondas na parte central. Há alguns restaurantes pela orla, mas você deve levar o seu próprio guarda-sol e espreguiçadeira, pois lá eles não oferecem este serviço.

10. Barra do Una

A Barra do Una, em São Sebastião, é conhecida por suas águas calmas pertinho do rio, e mais “agressiva” em suas laterais, onde a turma do surf se instala. É acessada por duas vielas, portanto, preste atenção quando estiver na região, pois é capaz de você passar por elas e nem perceber! Conte com bons restaurantes, bares e pousadas na região, além de trilhas no meio da Mata Atlântica para os amantes do ecoturismo.

11. Praia de Toque Toque Pequeno

Uma das praias mais exóticas de São Sebastião é bem reservada, mas bastante frequentada na alta temporada. O mar de tombo é transparente, limpo, porém um pouco agitado, portanto, fique de olho nas crianças! Na baixa temporada o local costuma ter poucas opções de quiosques abertos, então a ideal é levar água, comes e bebes, sem se esquecer de recolher o lixo antes de partir, ok?

12. Maresias

Maresias tem uma popularidade tão grande que podemos até arriscar a dizer que é mais famosa que a própria cidade de São Sebastião! Muito frequentada por gente jovem, descolada, surfistas e artistas, que costumam encher os 5 km de orla até na baixa temporada. O mar desta praia é agitado, límpido e a areia clara, com muitas opções de hospedagens, bares e bons restaurantes no entorno.

13. Juquehy

Os 3 km de extensão de areia clara e fina de Juquehy, em São Sebastião, é bastante frequentado por famílias com crianças e banhistas em busca de sossego. Por lá partem alguns passeios náuticos para as ilhas Montão do Trigo e Cambaquara – uma boa oportunidade para avistar as belas montanhas que são cobertas pela Mata Atlântica do entorno. Aproveite para se refrescar nas águas tranquilas de um dos lados da praia, ou para surfar do lado mais agitado do mar.

14. Boiçucanga

Boiçucanga fica pertinho da Rio-Santos, em São Sebastião, e esta praia de areia grossa conta com uma infraestrutura completa e diferenciada – por lá há até agência bancária e pista de skate! Tudo isso para atender bem os mais diversos frequentadores do local, que vão desde famílias com crianças até jovens em busca de agito.

15. Boracéia

A primeira praia de Bertioga, fazendo divisa com São Sebastião, possui orla urbanizada, com quiosques e campings, e é ótima para caminhadas, levar as crianças para brincar na areia, e tirar um dia para descansar. Se busca um adicional para enriquecer o passeio, vá até o final de Boracéia rumo a trilha para a Praia Brava: o percurso é fácil e o destino final paradisíaco.

16. Guaratuba

Do centro de Bertioga até Guaratuba são apenas 24 km – um local quase deserto onde as famílias se reúnem para curtir um dia de descanso em frente ao Condomínio Costa do Sol. Aliás, é lá que o rio homônimo desemboca, formando um belo encontro entre as águas salgada e doce. Aproveite para passear de bicicleta pela longa orla, com seus 8 km de extensão.

17. Riviera de São Lourenço

Enquanto a praia de Guaratuba é quase desconhecida pelos visitantes de Bertioga, a Riviera de São Lourenço é a mais popular. O local conta com uma infraestrutura de primeira, com diversas opções de hospedagens, restaurantes, bares e lojas, para atender os inúmeros visitantes que passam por lá em qualquer época do ano.

18. Prainha Branca

Na divisa de Bertioga e Guarujá está a Prainha Branca, um local acessado por balsa e trilha, com um destino recompensador. O lado esquerdo da orla é muito frequentado por surfistas, enquanto os banhistas que preferem se refrescar no mar mais tranquilo ficam do lado direito. Há diversos campings hospedando jovens em busca de uma experiência maior em meio a natureza, e alguns restaurantes que servem comida caseira bem caprichada.

19. Praia das Astúrias

Situada na cidade de Guarujá, a praia de Astúrias é bastante badalada na alta temporada, e sossegada na baixa (momento ideal para levar a família para curtir um dia de descanso). Há diversos comércios, restaurantes e quiosques na região, e vendedores ambulantes circulando uma hora ou outra. A prática de stand up puddle tem aumentado consideravelmente por lá – fica a dica caso queira colaborar para aumentar esta estatística.

20. Praia do Tombo

O próprio nome já diz: esta praia do Guarujá possui mar de tombo e ondas bastante agitadas – a queridinha dos surfistas. É muito frequentada tanto de dia como de noite, já que há bares e quiosques que continuam a badalação mesmo depois que o sol vai embora. Ela também está bem próxima do centro (apenas 3 km) e é a única que possui o Certificado Bandeira Azul, concedido pela Organização Não-Governamental Foundation for Environmental Education.

21. Praia de Pernambuco

Se você deseja curtir uma das praias mais bonitas do Guarujá, precisará se programar de acordo com suas expectativas: se a intenção é aproveitar o mar com tranquilidade, sem tumulto na areia, prefira viajar na baixa temporada. Mas se é movimento que você procura, e não se importa em passar um tempinho a mais procurando um lugar para estacionar, vá nas férias de verão e feriados prolongados. Mas há uma explicação para este trecho da cidade ser tão querido: além de estar apenas a 12 km do centro, o mar tranquilo e a areia fofa são a cereja do bolo.

22. Praia do Perequê

A praia do Perequê não é uma opção para você se refrescar no mar: este é um destino contemplativo, para quando você quiser tomar uma cervejinha e comer bem em uma paisagem deliciosa, ou até mesmo pescar. O local é agitado por barquinhos (alguns deles oferecem passeios pela costa do Guarujá) e também o mais indicado para você comprar peixes e frutos do mar para levar para casa.

23. Boqueirão

A praia mais famosa de Santos é bastante badalada em qualquer época do ano, e conta com uma infraestrutura completa, com quiosques, chuveiros, salva-vidas, barracas e banheiros. A região ganha um plus a mais por seus bons restaurantes e bares, que movimentam o local até a noite. O público é formado por pessoas de todas as idades, que costumam passar o dia inteiro por lá.

24. Praia do Gonzaga

Ainda em Santos você encontrará a Praia do Gonzaga e sua orla bem estruturada e urbanizada. O local é frequentado por pessoas de todas as idades, e conta com quiosques, lojas, um extenso calçadão e bares que costumam agitar a vida noturna da região. Um local perfeito para relaxar e tomar uns bons drinks refrescantes.

25. Itararé

Esta extensa faixa de areia que contorna o mar bipolar de Itararé fica em São Vicente (bipolar porque durante o inverno as águas ficam tranquilas, diferente do verão, quando as ondas se tornam mais agitadas). A orla conta com teleférico, jardim, playground, ciclovia, praça, quiosques e barracas oferecendo aluguel de cadeiras e guarda-sóis.

26. Gonzaguinha

Pertinho do centro de São Vicente está a animada praia do Gonzaguinha. O local é frequentado por pessoas de todas as idades, que vão para relaxar, jogar bola, tomar um bronze ou práticar esportes náuticos como jet ski, iatismo e windsurf. Pela região há diversos estabelecimentos comerciais, como mercados, lojas e bons restaurantes.

27. Ilha Porchat

Esta ilha em São Vicente pode ser acessada por uma estrada, e oferece uma vista privilegiada da baixada santista em um mirante erguido em homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer, com acesso gratuito. Além da praia, o turista poderá curtir os diversos restaurantes, casas noturnas, opções de hospedagens e clubes da região. O local oferece uma infraestrutura completa, pra não dizer privilegiada.

28. Praia Agenor de Campos

Localizada na cidade de Mongaguá, a Praia Agenor de Campos possui 2 km de orla com areia compacta, perfeita para uma bela caminhada. O local é cercado por construções residenciais e pousadas, mas está pertinho do centro da cidade e conta com inúmeros quiosques. Como o mar é agitado, pede-se cautela aos banhistas, atraindo os praticantes de surf. Durante o ano o movimento por lá é tranquilo, mas no verão os eventos musicais promovidos pela prefeitura costumam agitar bastante a região.

29. Praião

Esta praia de Itanhaém é tão comprida que alguns trechos até foram batizados com outros nomes, como Praia do Suarão, Praia do Cibratel, Praia do Satélite e Praia do Verde-Mar – afinal de contas, estamos falando de 11 km de extensão, contornada por residências e quiosques. O mar é perfeito para o banho, principalmente com crianças, mas redobre a atenção nos trechos de encontro com o rio, ok?

30. Praia da Saudade

Esta praia isolada de Itanhaém é acessada por uma trilha partindo da rua Sebastião das Dores, na Prainha, e é um destino perfeito para quem busca sossego e contato com a natureza, longe do agito. Muitos frequentadores adoram pescar por lá, e também curtir o mar tranquilo. Leve tudo o que precisar, desde cadeiras, guarda-sol e comidinhas.

31. Praia do Costão

Perto do centro de Peruíbe está a Praia do Costão, entre o Rio Preto e a Serra dos Itatins. O banhista terá a oportunidade de escolher se prefere se refrescar na água doce ou salgada, e isso pode ser decidido enquanto contempla o cenário relaxando na areia fofa e escura. Olha só que tarefa difícil! O local é tranquilo, e ainda conta com quiosques e alguns restaurantes.

32. Prainha

A Prainha, pertencente ao município de Peruibe, faz margem com a Serra do Guaraú, e seu acesso é feito por uma pista arborizada cortando a Serra do Itatins (cuidado com as curvas!), depois por uma escadaria. Ela é isolada, preservada e com atmosfera privativa, já que conta com casas e árvores contornando a orla. O mar é mediano, nem muito agitado, nem muito tranquilo, com temperatura agradável durante o verão, e há um único restaurante e alguns poucos vendedores ambulantes circulando pelo 1 km de extensão da praia.

33. Ilha Comprida

Localizada no extremo sul do litoral paulista, a Ilha Comprida é a segunda maior do Brasil em sua categoria, com 74 km de comprimento. Ela foi eleita pela UNESCO como uma Reserva da Biosfera do Planeta, e tornou-se uma cidade modelo do turismo sustentável. Conte com praias quase desérticas e outras mais movimentadas, mas sem muita muvuca (principalmente na parte sul da ilha), frequentadas por pessoas de todas as idades, desde crianças até idosos. Apesar do mar agitado, alguns pontos contam com piscinas naturais e água doce do rio.

34. Ilha do Cardoso

A Ilha do Cardoso, na verdade, é um parque estadual localizado no município de Cananéia, que possui 130 km de natureza preservada e praias quase desertas. O acesso é feito somente de barco, com número controlado de visitantes por dia. Há pouca infraestrutura, mas que atende bem o turista, e algumas opções de passeios são oferecidas, como trilha no mangue, nado com golfinhos, entre outras opções.

Já se decidiu em qual dessas praias passará os próximos dias de folga? É um lugar mais bonito que o outro, todos esperando a sua visita. Conheça também as belezas escondidas nas praias do Rio Grande do Sul.