Prainha Branca: 13 imagens deste paraíso pertinho de São Paulo

Escrito por Sheila Almendros

Entre Bertioga e o Guarujá existe um paraíso de difícil acesso formado por uma paisagem preservada, campings rústicos e uma imensidão azul em meio à natureza para ser curtida. Descubra qual é este destino e como chegar lá:

1. Esta é a Prainha Branca

Um lugar ideal para quem busca uma experiência em meio a natureza, com infraestrutura rudimentar.

2. Ela fica entre as cidades de Bertioga e Guarujá, no litoral paulista

Se você chegar por Bertioga, terá que fazer uma travessia de balsa (gratuita para pedestres). Chegando no Guarujá, a caminhada continua por cerca de 30 minutos.

3. Esta é a trilha pavimentada com destino à felicidade

Reserve um tênis confortável e antiderrapante para seguir o caminho, que passa por uma Vila de Pescadores, campings e pousadas.

4. O destino final desta caminhada é recompensador

Do lado esquerdo, o mar é ideal para surfistas, e do lado direito, bom para os banhistas. Tudo isto está devidamente indicado em placas espalhadas pela orla.

5. Há uma pequena ilha logo a frente

E na maré baixa é possível fazer a travessia a pé, sem o menor problema. Por lá, as árvores fazem uma sombra fresquinha, ótima para relaxar longe dos banhistas.

6. Quem acampa por lá ainda ganha um bônus

… que é poder ficar na praia até o fim da tarde para apreciar este maravilhoso pôr do sol. Quem faz bate e volta precisa voltar pela trilha antes que escureça por questões de segurança.

7. É possível acessar mais dois destinos pela trilha da Prainha Branca

A Prainha Preta e uma deliciosa cachoeira são outros dois lugares que podem ser explorados saindo da Prainha Branca. É só seguir as placas indicativas pela trilha.

8. Há cerca de 350 habitantes somente

E eles são os responsáveis por conservar os costumes e tradições dos caiçaras, como a simplicidade do local, as casas em meio a Mata Atlântica e as festas.

9. Apesar do clima rústico, a praia atende bem os turistas

A procura pela Prainha Branca aumentou tanto ao longo dos anos que os habitantes sentiram a necessidade de criar uma estrutura melhor para atender os seus visitantes. Feriados prolongados costumam lotar os campings e pousadas.

10. É um destino para todas as tribos

Antes a Prainha Branca era destino exclusivo de jovens buscando por isolamento do caos das grandes cidades. Hoje, ela é frequentada por jovens, famílias, idosos e todos que querem estar em meio à natureza de forma simples.

11. Reggae, porçõezinhas e artesanato a beira mar

Você pode contar com boas refeições de PFs (prato feito) ou porções nas barraquinhas ou pousadas, as feirinhas de artesanato que rola na própria areia da praia com cheirinho de incenso, tudo isso regado a muita música, como Reggae e Forró.

12. São apenas 116km de São Paulo

Dá para ir de ônibus partindo da capital por menos de 30 reais, mas caso queira ir de carro, há um estacionamento no início da trilha. Claro que a partir deste ponto, o acesso é só a pé mesmo.

13. Você pode curtir festas e luais na alta temporada

Eles rolam em dias de feriado prolongado e férias de verão. No ano novo e carnaval é a época que a Prainha mais fica lotada.

Não é preciso nem a ajuda de um guia para chegar até a Prainha Branca, basta seguir as placas com muita atenção e olhar para onde olha. No mais, separe o repelente, protetor solar, o tênis de caminhada e boa viagem!

PARA VOCÊ