Guia completo de Tangará da Serra, a Princesinha do Sudoeste Mato-Grossense

Por
Atualizado em 04.05.21

Tangará da Serra, ou TGA, para os íntimos, é o quinto município mais populoso do estado do Mato Grosso. Essa cidade é muito privilegiada com belezas naturais, como o Bosque Municipal. Além disso, conta com locais para pesca esportiva e esportes radicais. A seguir, veja o que fazer, onde se hospedar e como chegar a esse destino.

Publicidade

Onde fica Tangará da Serra

A cidade de Tangará da Serra fica no sudoeste do Mato Grosso. A distância até a capital do estado, Cuiabá, é de 240 quilômetros. Dessa forma, por ser uma das maiores cidades do estado, ela também é chamada de Capital do Médio Norte.

Como chegar

Para chegar à Princesinha do Sudoeste Mato-Grossense, a partir da capital, é preciso passar por três rodovias estaduais. Ou seja, dirige-se pela MT-246, MT-343 e, por fim, MT-358.

Tangará da Serra é uma das maiores e mais ricas cidades do Mato Grosso. Por isso, o município é conhecido em todo estado. Além disso, devido às suas belezas naturais, a cidade atrai turistas de todo o país. Dessa maneira, não falta o que fazer nesse lugar.

O que fazer em Tangará da Serra para curtir a visita

Quem busca relaxar ou praticar esportes radicais encontrou o lugar certo. Essa cidade é ideal para quem quer conhecer belas cachoeiras. Além disso, no verão, também é possível se encantar com a beleza dos ipês que decoram as ruas da cidade. Por conta disso, selecionamos 10 atividades para fazer na Capital do Médio Norte. Confira!

1. Salto das Nuvens

É o cartão postal da cidade. Essa cachoeira é formada pelas águas do Rio Sepotuba. Além disso, ela conta com uma praia de água doce. A entrada custa 15 reais por adulto, contudo, crianças não pagam.

2. Salto Maciel

O Rio Sepotuba também possui outra cachoeira, o Salto Maciel. Nesse lugar é possível apreciar as faunas e floras nativas e, também, banhar-se nas águas. A entrada é gratuita.

Publicidade

3. Aldeia Formoso

Essa aldeia é o lugar ideal para quem quer se aproximar e conhecer os costumes dos indígenas da etnia Pareci. Além disso, o local também abriga a cachoeira Formoso, a qual é usada para a prática do rapel ao longo dos seus 40 metros de altura. Também é possível fazer flutuação no Rio Bonito.

4. Serra Tapirapuã

Quem gosta de escalada e rapel precisa conhecer a Serra Tapirapuã. Nesse lugar estão a Pedra Solteira e a Pedra do Cacique. Além disso, nessas pedras há um mirante com uma vista incrível para toda a região de Tangará. Para praticar os esportes é necessário contratar uma operadora de turismo ou comprar um pacote que ofereça o serviço.

5. Bosque Municipal Ilto Ferreira Coutinho

É a maior reserva natural dentro da área urbana de Tangará. Nesse bosque é possível observar bem a transição entre as vegetações do cerrado e da floresta amazônica. Isso pode ser uma oportunidade única e, para melhorar, a entrada é gratuita.

6. Cachoeira do Juba

Dos diversos rios que correm pela cidade, um deles é o Rio Juba, o qual é um dos principais afluentes do Rio Sepotuba. Nesse rio é possível admirar a cachoeira e se banhar na praia natural.

7. Estância Amazonas

A maior praia de água doce do município fica na Estância Amazonas. Nesse lugar também é realizado o Festival de Praia. Além disso, é possível passear de jet-ski, pescar e usar outras áreas da estância.

8. Cachoeira Queima-Pé

A cachoeira no Rio Queima-Pé tem incríveis 18 metros de altura. Além disso, é possível praticar esportes radicais como, por exemplo, rapel guiado e cascading. Também é possível tomar banho no local, mas a prática dos esportes deve ser agendada com antecedência.

Com tantas atividades, sua visita à Tangará será inesquecível. Por isso, é necessário levar em conta algumas informações importantes antes da sua viagem.

Dicas e informações importantes para aproveitar melhor sua viagem

A cidade de Tangará não possui o turismo como atividade principal. Por isso, é necessário levar algumas coisas em consideração. Dessa maneira, selecionamos cinco dicas e informações importantes. Veja!

  • Agende as visitas: muitas cachoeiras e praias naturais ficam em propriedades privadas. Por isso, informe-se e agende as visitas com antecedência.
  • Tangará: o nome da cidade foi inspirado em um pássaro. Com sorte, será possível ver algum.
  • Ipês: se a sua visita for durante a florada dos ipês, não se esqueça de passar pelas vias principais da cidade para apreciar a decoração propiciada pelas flores.
  • Clima: atenção ao clima dessa cidade que não é dos mais quentes do estado.
  • Festas: um dos grandes eventos da cidade é uma festa agropecuária realizada no mês de setembro. Nessa festa é possível acompanhar diversos shows de artistas renomados.

Com essas dicas e informações, sua visita à Capital do Médio Norte estará completa. Com tantas atrações, será necessário se hospedar na cidade. Com isso, será possível aproveitar ao máximo sua viagem.

Publicidade

Onde se hospedar

São inúmeros hotéis e pousadas em Tangará da Serra. Selecionamos quatro hospedagens que atenderão diversos orçamentos. Veja!

  • Hotel Itatiaia – $: esse hotel conta com uma ótima localização e preço mais baixo. Contudo, os quartos são mais simples.
  • Almeidas Hotel – $$: ideal para quem quer se hospedar no centro da cidade. Além disso, com as comodidades do hotel, o custo-benefício é ótimo.
  • Colibri palace hotel – $$: essa acomodação está um pouco distante do centro, porém possui piscina e quartos espaçosos. Por isso, com as comodidades, o custo-benefício é muito bom.
  • Maison Hotel – $$$: localizado na região sul da cidade, esse hotel possui acomodações amplas e é ideal para quem precisará trabalhar durante a visita. Porém, o luxo e conforto possuem um preço mais elevado.

Os hotéis em Tangará da Serra deixarão a sua visita mais confortável. Por isso, não se esqueça de aproveitar ao máximo sua visita à cidade.

10 fotos encantadoras de Tangará da Serra para se apaixonar

Toda cidade possui seus encantos e isso é um fato. Porém, alguns municípios não estão para brincadeira. Esse é o caso de Tangará. Assim, para dar mais vontade de conhecer “TGA”, selecionamos dez fotos incríveis. Confira!

1. As águas das cachoeiras abençoam os visitantes

2. Enquanto a sombra relaxa os estressados

3. A Cachoeira do Rio Formoso encanta pela grandiosidade

4. Visitar uma cachoeira é ficar em contato com a natureza

5. Com sorte, é possível fazer novas amizades

6. Algumas delas podem ser mais fáceis que as outras

7. Mas, com certeza, você terá vontade de abraçar a natureza

8. Escalar a Pedra Bonita é um exemplo de superação

9. Quem passa por Tangará da Serra não esquece dela

10. No fim do dia, uma praia de água doce é tudo que a gente precisa

Com toda a certeza essas imagens deixam um gostinho de quero mais. Não é mesmo? Por isso, veja um pouco mais sobre essa cidade incrível.

Publicidade

Vídeos sobre Tangará da Serra para se encantar ainda mais

Quem leva o apelido de Cidade Maravilhosa é outro município, mas TGA é outra forte competidora. Assim, selecionamos três vídeos sobre a Princesinha do Sudoeste Mato-Grossense. Dessa forma, você poderá conhecer ainda mais sobre essa cidade.

Cachoeira Salto das Nuvens

Veja como chegar na cachoeira Salto das Nuvens. Além disso, o canal Viagem por Terra também dá dicas de como aproveitar a visitação a esse lugar incrível. Ao fim do vídeo, é possível entender o porquê essa cachoeira é considerada o cartão postal da cidade.

A cachoeira mais famosa do Mato Grosso

O canal Geo e Ale mostra os motivos da cachoeira Salto das Nuvens ser considerada a mais famosa do Mato Grosso. Além disso, eles mostram porque passar um dia nesse lugar é obrigatório para todo turista.

Vista do Salto Maciel

Quem quer uma prainha ótima para banho e ainda ter a vista de uma linda cachoeira precisa conhecer o Salto Maciel. Assim, para ter um gostinho de como é esse lugar, veja o vídeo do canal Geo e Ale. Nesse vídeo, eles contam tudo o que você precisa saber antes de visitar o Salto Maciel.

Quem disse que um estado precisa de litoral para receber turistas? O Mato Grosso prova que o Centro-Oeste do Brasil é muito rico em diversas atrações. Por isso, veja também o que fazer na Chapada dos Guimarães!