Vale do Amor: um lugar de encontros e conexões em tempos acelerados

Imagina poder em um só lugar ter contato com a natureza, passeios fascinantes e conexão com a vida. Em um contexto social marcado pela aceleração, é importante tirar férias, respirar e relaxar. A seguir, conheça um lugar perfeito para isso: o Vale do Amor.

Publicidade

Como chegar ao Vale do Amor

O Vale do Amor está localizado em meio às montanhas de Petrópolis, e é considerado um dos principais santuários ao ar livre do Brasil. O lugar em si é ideal para quem quer se conectar consigo e com o mundo ao seu redor.

Para chegar até lá, o ponto de referência será a cidade do Rio de Janeiro – por ser a capital do estado. O principal acesso ao Vale do Amor é via Estrada Mata Cavalo s/n, localizada na Fazenda Inglesa.

Sendo assim, para quem vem do Rio, sentido Itaipava (BR 040), é preciso fazer o retorno no Km 71 (Posto Brasão) e voltar no sentido Rio de Janeiro. A partir do Posto Brasão, siga na BR 040 por cerca de 3 Km, então, entre à direita em direção à Fazenda Inglesa. Depois, é só seguir até a ponte (ponto final do ônibus Fazenda Inglesa) e atravessá-la.

Feito isso, siga pela rua Frederico Guilherme Emmel, depois pegue a Estrada Mata Cavalo, que é de terra. Em aproximadamente 2,5 Km, você estará na entrada do Vale. O estacionamento é gratuito e fica a 100 m do início do passeio.

História do Vale do Amor

O Vale do Amor é um santuário ao ar livre, pensado e criado pelo coordenador da Fraternidade Cósmica Universal, Sérgio Fecher, com o objetivo de concentrar todas as simbologias das religiões existentes. É um lugar voltado para à meditação e conexão com a espiritualidade.

O Vale foi idealizado, nas palavras de Fecher, para conectar o homem à terra, “curando e emancipando a alma através do amor ao próximo e profundo respeito aos caminhos que nos levarão a nossa origem, a grande força criadora: Deus”.

Na região do vale, há um Ashram universalista (comunidade que promove a vivência e difusão espiritual dos seus membros), com templos cristãos, hindus, budistas e taoistas, além de uma piscina de batismo, uma cachoeira da umbanda e de limpeza de aura. Também há espaços ao ar livre para peregrinação, uma montanha sagrada, um viveiro ambiental e muito mais.

Publicidade

O santuário se apresenta como um espaço destinado para todos que buscam um encontro profundo consigo mesmo, independente de suas crenças, etnias e religião (ou a falta dela). Os cantinhos mais visitados do Vale do Amor são o altar franciscano (conhecido como Santuário de Francisco e Clara) e os jardins de Yin-Yang.

O lugar, além das atrações fascinantes com o seu turismo natural, proporciona possibilidades de encontros e memórias, por meio da vivência do seu lema: ser um espaço de diálogo religioso, medicina espiritual e consciência ambiental.

Informações importantes para ir ao Vale do Amor

Que tal agilizar a sua ida ao Vale do Amor? Confira abaixo algumas informações importantes para a organização e planejamento da sua viagem!

  • Endereço: Estrada Mata Cavalo, s/n, na Fazenda Inglesa, Petrópolis (RJ) – 25752-560.
  • Horário de Funcionamento: Todos os dias, das 8h às 17h.
  • Valor da entrada: segunda à sexta – R$ 20,00 (para todas as pessoas); sábados, domingos e feriados – R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada para estudantes e jovens de até 21 anos, pessoas acima de 60 anos e com deficiência física e professores da rede pública). O pagamento é apenas em dinheiro.
  • Contato: (24) 98801-0310.
  • O que não é permitido: subir nos altares, subir nos bancos, fumar, bebida alcoólica, banho de cachoeira, piquenique, fotos para fins lucrativos, levar animal de estimação, subir nas pedras e tocar nas imagens.

Essas informações são essenciais para viver uma bela experiência no Vale do Amor. Planeje o seu roteiro com antecedência e escolha uma ótima hospedagem. Chegando lá, é só aproveitar o descanso!

Onde se hospedar

Todas as atividades no Vale do Amor duram apenas um dia. Entretanto, você pode visitar o local e continuar em Petrópolis para dar aquela relaxada. Confira algumas dicas e opções de onde se hospedar:

  • Ace Casinha & Chalet – Centro histórico – $: oferece uma experiência histórica nas colinas de Petrópolis, a 1,4 km do Museu Imperial. Além de aceitar pets, ter serviço de quarto e Wi-fi gratuito, a diária é acessível, com taxas e impostos inclusos. Vale destacar que o valor varia de acordo com o quarto e a temporada.
  • Hotel Casablanca Imperial – $$: a pousada fica ao lado do Museu Imperial, no coração do centro histórico de Petrópolis. Com um estilo colonial, é possível curtir a lareira no lounge. Além de ser uma hospedagem com um valor razoável, ela oferece Wi-fi gratuito em todos os espaços, TV de tela plana a cabo, telefone, frigobar e banheiro privativo com chuveiro. Algumas unidades contam com ar-condicionado, outras com ventilador. Por fim, o belo café da manhã é um diferencial.
  • Casablanca Center Hotel – $$$: o Casablanca está situado no centro de Petrópolis, a 700 m do famoso Museu Imperial e da Casa de Santos Dumont. Em comparação com as outras hospedagens, aqui, a diária é um pouco mais alta, porém, a estrutura é impecável, com quartos modernos, ar-condicionado, além de café-da-manhã, Wi-fi gratuito e estacionamento. O Hotel é muito elogiado por sua ótima acomodação, limpeza e equipe atenciosa.

Escolha a melhor opção para você. Aproveite para conhecer outros lugares turísticos, mas deixe um dia inteirinho só para curtir o Vale do Amor.

15 fotos encantadoras do Vale do Amor para conhecê-lo de pertinho

Abaixo, confira algumas imagens do Vale do Amor em toda a sua dimensão, grandeza e sacralidade!

1. Encante-se pela vista

2. A passagem para o lugar de paz

3. Encontro, plenitude

4. E contato com a natureza

5. Sinta a aproximação com o sagrado

6. E limpe a mente com uma incrível caminhada

7. Um Vale entre as montanhas

8. Longe da correria da cidade

9. E bem pertinho de tudo o que a natureza oferece

10. Todas as crenças são bem-vindas

11. A diversidade e o respeito prevalecem

12. O Jardim de Yin Yang é encantador

13. Local para construir boas memórias

14. Refletir sobre a vida

15. E viver uma experiência divina

A viagem começa antes mesmo de você sair de casa! A seguir, encante-se ainda mais pelo Vale do Amor.

Um pouquinho do Vale do Amor

Calma aí, segura a vontade de fazer as malas só mais um pouquinho. Chegou a hora de conferir uma seleção de vídeos sobre o Vale do Amor. Veja!

Publicidade

Imersão no Vale do Amor

Nesse vídeo, o canal 4 Trips Stories apresenta o Vale do Amor com capturas maravilhosas. Além da linda paisagem, há o relato dos viajantes. Confira!

Tudo sobre o Santuário

O canal Viagem Top foi conhecer o santuário e filmou tudo. Assita o vídeo para saber mais sobre a história do Vale, curiosidades e outras dicas!

Publicidade

O que fazer após a visita ao Vale do Amor

Nesse vídeo, a viajante visita o santuário e também faz um tour recheado de informações e imagens de Petrópolis. Com certeza, sua viagem ficará muito mais completa com tantas dicas. Confira!

Agora, você já consegue criar e planejar um roteiro perfeito! Conheça a região e curta muito um dos locais mais fascinantes do Brasil. Se estiver com dias livres, aproveita e já marca para conhecer a Vista Chinesa. Boas conexões!