Petrópolis (RJ): a cidade imperial que promete férias dignas da realeza

Petrópolis é o lugar ideal para visitar com a família, amigos ou até mesmo sozinho. Uma das principais cidades turísticas do Rio de Janeiro, o destino é tanto para quem procura tranquilidade quanto para quem gosta de atividades radicais. Acompanhe a matéria para conhecer a cidade imperial!

Publicidade

O que você precisa saber antes de ir a Petrópolis

Petrópolis, também conhecida como ‘A cidade de Pedro’, é um município com muitos encantos e belezas. Antes de marcar a sua viagem, vale a pena conferir algumas dicas importantes para uma melhor experiência na região.

  • Locomoção em Petrópolis: dependendo do seu roteiro, não é preciso alugar um carro. Para conhecer os principais centros turísticos, é possível recorrer aos aplicativos de corrida e ao transporte público. Além disso, muitos locais são próximos, então, com uma boa caminhada, você pode fazer vários passeios.
  • Petrópolis é um local seguro: segundo o estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Petrópolis é uma das poucas cidades do Rio de Janeiro, com população acima de 100 mil habitantes, que se enquadra entre as cidades com melhores índices de segurança do país.
  • Visite Petrópolis de forma compartilhada: um tour organizado é uma dica preciosa para quem não deseja se preocupar com transporte ou ingressos. Você pode comprar um pacote de viagem em uma agência.
  • Atividades radicais: há muitas trilhas e cachoeiras na região. Então, se você gosta de atividades radicais, aproveite para incluir a natureza no seu roteiro.
  • Clima tropical de altitude: a cidade mescla um calorzinho tropical, mas não excessivo, com o frescor das altas montanhas que estão localizadas nas florestas da região.

As dicas estão apenas no começo! Continue a leitura e descubra mais sobre a primeira cidade planejada do Brasil.

Onde fica Petrópolis

Petrópolis está localizada no estado do Rio de Janeiro a 60 km da capital. Na vizinhança, estão Teresópolis, Nova Friburgo e Guapimirim, outros munícipios convidativos com vários pontos turísticos.

Há duas formas principais para chegar ao destino: de carro e de ônibus. Se optar por viajar de carro, saindo do centro do Rio de Janeiro, basta pegar a Linha Vermelha em direção à BR-040 (Rodovia Washington Luiz). Esse trajeto possui apenas um pedágio que custa aproximadamente R$ 12, mas o valor pode mudar. Se o trânsito não estiver congestionado, a viagem dura em média 1h30.

Se preferir ir de ônibus, também partindo do centro do Rio de Janeiro, basta se dirigir ao Terminal Rodoviário Novo Rio. Há vários horários de saída, a viagem dura em média 1h30 e o valor da passagem é de R$ 28. Ao desembarcar em Petrópolis, a locomoção é fácil, pois a rodoviária fica a 15 minutos do centro.

Mapa de Petrópolis

Petrópolis é formada por distritos: Petrópolis, Cascatinha, Itaipava, Pedro do Rio e Posse. Esses são divididos em regiões que contam com atratividades singulares e convidativas. Confira a baixo:

Publicidade

  • Centro Histórico: as principais atividades do Centro Histórico são a Catedral São Pedro de Alcântara, o Ande de pantufas no Museu Imperial, espetáculo Som e Luz, a Avenida Koeler, a Casa da Princesa Isabel, o Palácio Rio Negro e a Praça da Liberdade. Além disso, há o Museu de Cera, o Relógio das Flores, o Museu Casa de Santos Dumont, o Museu Imperial, o Palácio de Cristal e a Cervejaria Bohemia.
  • Fazenda Inglesa: essa região fica próxima ao Centro Histórico. No local, estão o Vale do Amor, o Poço Negro e o Roteiro de bike no Vale do Cuiabá.
  • Araras e Vale das videiras: é possível descobrir mais sobre Petrópolis conhecendo o Vale das Videiras, a Cachoeiras sete quedas, o Centrinho de Araras e o Circuito Araras-Videiras. O local é ideal para aqueles que querer estar mais afastado do centro da cidade.
  • Pedro do Rio e Secretário: um dos locais mais amplos de Petrópolis. Mesmo afastada do centro, a região de Pedro do Rio e Secretário reserva muitas trilhas e cachoeiras. Além disso, há o Centro Cultural Celina de Oliveira Barbosa e a Cavalgada Vale do Barão.
  • Corrêas e Nogueira: uma região repleta de belezas naturais, como o Circuito das Bromélias, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o Circuito do Vale do Bonfim, a Capela de Nosso Senhor do Bonfim e muito mais.
  • Itaipava: outra região com várias atividades na natureza, entre elas, a Trilha Da Pedra de Itaipava, o Sitio do Moinho e a Trilha do Pico do Alcobaça. Também há o Castelo de Itaipava, a Cervejaria Alter, a Cerâmica Luiz Salvador, o Parque Municipal de Petrópolis e mais.
  • Posse e Brejal: a atração mais procurada da região é o Circuito Ecológico de Brejal. O local é o maior fornecedor de produtos naturais orgânicos do estado carioca. No vilarejo, é possível visitar produtores de conserva, geleia, shiitake, escargot, licor, chocolate e ervas aromáticas, além de um criatório de trutas. Você pode visitar os ateliês do ceramista Jean Ruffier e das bordadeiras da comunidade. Também entram nas atrações turísticas o Armazém Sustentável, o Chez Bon Bon (bombons artesanais), entre outras opções.

Há muitos lugares especiais em Petropólis que marcaram a história brasileira. A seguir, saiba um pouco mais sobre o município.

Breve História de Petropólis

Algumas fontes históricas revelam que D. Pedro I não estava contente com o clima de veraneio do Rio de Janeiro. Encantado com os revelos da região carioca mais afastada, o imperador comprou uma fazenda em Petrópolis. Ele pretendia construir um palácio no local.

Infelizmente, antes de concretizar seu desejo, D. Pedro morreu. Mais tarde, a região passou a ser chamada de Cidade de Pedro. Seu filho, Pedro II, herdou as terras e pediu para o major alemão Júlio Frederico Koeler realizar o plano urbanístico do local. Assim, Petrópolis foi fundada em 1843 e se tornou uma das marcas de um Brasil em ascensão.

A região ganhou notoriedade dentro e fora do Brasil. Muitas famílias ricas construíram casarões e palacetes nas diversas ruas existentes. Por isso, Petrópolis é conhecida como cidade imperial.

O que fazer em Petrópolis: principais pontos turísticos

Precisa de opções de atividades para o seu roteiro? Em Petrópolis, não faltam pontos turísticos históricos, culturais, bem como opções de ecoturismo. Veja:

1. Museu Imperial

O museu imperial é o ponto turístico mais visitado na cidade de Petrópolis. No local, há diversos objetos e quadros pertencentes à família real. Além das ricas coleções, o espaço conta com um amplo jardim e proporciona, ao entardecer, um espetáculo de luzes naturais nos cômodos internos do museu.

  • Preço de entrada: a entrada custa R$10.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h30 às 18h.

2. Catedral São Pedro de Alcântara

A construção da catedral levou cerca de 80 anos para ser concluída. Ela foi fruto de muitos esforços por parte da família imperial, especificamente da princesa Isabel que mobilizou recursos, vendendo joias e bens pessoais para concluir a obra.

  • Preço de entrada: a entrada é gratuita.
  • Horário de funcionamento: de terça-feira a sábado das 9h às 17h, nos domingos das 12h30 às 17h. Toda segunda-feira, a catedral está fechada. Vale destacar que não é permitido visitação nos horários das Celebrações da Santa Missa. A igreja está localizada na rua São Pedro Alcântara, n. 60, e é um dos principais centros turísticos da cidade.

3. Cervejaria Bohemia

Faça um tour na Cervejaria Bohemia para conhecer a arte e a ciência da fabricação de cerveja. O local é um centro de experiência com várias antiguidades e documentos históricos. Você pode experimentar a bebida fermentada direta da fonte.

  • Preço de entrada: o tour tem duração média de 1h30. Para maiores de 18 anos, a cervejaria dispõe de políticas diferenciadas e várias opções de visitação livre ou guiada.
  • Horário de funcionamento: de terça-feira a quinta-feira das 12h às 17h; sexta-feira, Domingo e Feriado das 10h às 17h, e sábado das 10h às 18h. O endereço do local é a Rua Alfredo Pachá, n. 166, no centro da cidade.

4. Av. Koeler

Uma das principais avenidas da cidade leva o nome de seu idealizador, o major alemão Júlio Frederico Koeler. A região é uma das mais visitadas especialmente por guardar inúmeros bens preservados. Visite a famosa ponte de pedestres vermelha, que possui uma vista incrível para a catedral, o casarão onde a Princesa Isabel viveu, o Palácio Sérgio Fadel e o Solar Dom Afonso, um edifício construído em estilo neoclássico e datado de 1875.

Publicidade

  • Preço de entrada: circulação livre e gratuita.
  • Horário de funcionamento: período integral.

5. Palácio de Cristal

Se você ama estar em contato com a natureza e não quer se deslocar para fora do centro da cidade, visite o Palácio de Cristal inaugurado em 1844. No local, ocorreu a libertação dos últimos escravizados de Petrópolis. O espaço conta com diversas exposições artísticas temporárias.

  • Preço de entrada: entrada gratuita.
  • Horário de funcionamento: o Palácio fica aberto de domingo a terça-feira, das 9h às 18h.

6. Casa de Santos Dummont

Se você gosta de história e quer conhecer o passado da cidade, coloque esta atividade no seu roteiro. A Casa de Santos Dummont é o local onde o inventor brasileiro passou boa parte de sua vida. Atualmente o espaço funciona como um ponto turístico. Uma curiosidade interessante é que a casa não possui cozinha. Segundo documentos e registros, Santos Dummont fazia todas suas refeições em um hotel próximo.

  • Preço de entrada: o valor de entrada é de R$ 8.
  • Horário de funcionamento: o Museu Casa Santos Dummont funciona de terça-feira a domingo, das 09h às 17h30.

7. Palácio Quitandinha

O Palácio Quitandinha foi inaugurado em 1944. Inicialmente o local funcionou como um cassino hotel e era considerado o maior da América do Sul. Após a proibição de jogos no Brasil, o espaço passou a ser administrado pelo SESC e, atualmente, oferece diversas atividades voltadas para o lazer e diversão, como boliche interno, entre outras.

  • Preço de entrada: a visita guiada custa R$ 20 com duração de 2h, se você tiver a carteirinha do Sesc, paga menos de R$ 10. A entrada sem guia custa apenas R$ 8 para o público em geral e R$ 4 para estudantes.
  • Horário de funcionamento: terça-feira das 9h às 18h; de quarta-feira a sexta-feira das 9h às 20h45; domingo e feriado das 9h às 18h. Há visita livre de terça-feira a domingo e feriado das 9h30 às 17h.

8. Parque Nacional da Serra dos Órgãos

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO) é a melhor opção para aqueles que querem conhecer Petrópolis a partir de suas trilhas e cachoeiras. O Morro do Açú e a Cachoeira Véu da Noiva são ótimas opções. O Circuito das Bromélias também é muito procurado, possui um nível de dificuldade baixo e pode ser percorrido em até 45 minutos.

Publicidade

  • Preço de entrada: de domingo a domingo e feriados, das 7h às 16h.
  • Horário de funcionamento: o ingresso para as 3 sedes do PARNASO é gratuito. Porém há limite de público. O PARNASO está desenvolvendo um sistema informatizado para possibilitar novamente o agendamento on-line de visitação.

9. Vale das Videiras

Para aqueles que apreciam o ecoturismo, o Vale das Videiras é uma possibilidade perfeita. Ele está localizado na região de Araras. Um destino muito democrático, perfeito para um passeio de bicicleta ou moto. Há trilhas para todos os níveis. O lugar é um pedaço do paraíso!

  • Preço de entrada: O Vale das Videiras é uma região de Petrópolis e congrega vários restaurantes, trilhas e demais opções. O local em si não possui valor de entrada.
  • Horário de funcionamento: Todos os dias integralmente.

10. Vale do Amor

O Vale do Amor é um santuário ao ar livre. Ele foi pensado e criado pelo coordenador da Fraternidade Cósmica Universal, Sérgio Fecher, com a finalidade de concentrar todas as simbologias das religiões existentes. Um espaço voltado para a meditação e conexão com a espiritualidade.

  • Preço de entrada: o valor de entrada varia de acordo com os dias: de segunda-feira a sexta-feira, R$ 20 para todas as pessoas. Sábado, domingo e feriado, o valor integral é R$ 40, e a meia entrada é R$ 20 para estudantes, pessoas acima de 60 anos e professores da rede pública. O pagamento é apenas em dinheiro.
  • Horário de funcionamento: O locaal está situado na Estrada Mata Cavalo, na Fazenda Inglesa, e funciona todos os dias, das 08h às 17h.
  • As opções acima são as mais procuradas pelos viajantes. Planeje bem o seu roteiro para conseguir visitar e aproveitar ao máximo cada atividade.

    O que fazer à noite em Petrópolis

    Petrópolis tem muitas facetas! À noite, a cidade ganha novos ares e você pode aproveitar para realizar um passeio calmo, assistir um filme, entre outras opções. Confira:

    1. Rua Teresa

    Toda viagem requer uma parada para realizar algumas compras, ainda mais quando os produtos representam um pouco do lugar. A Rua Teresa é considerada uma parada clássica por ser o polo da indústria têxtil de Petrópolis. Vale a pena fechar o dia com algumas comprinhas!

    2. Rua 16 de Março

    Outra ótima opção para passeios à noite em Petrópolis é a Rua 16 de Março, considerada um dos principais polos de comércio do centro do munícipio. Além das famosas lojas de roupas, há diversos restaurantes e cafés que fazem o passeio valer a pena. O tradicional restaurante Casa do Alemão é o mais procurado pelos visitantes. A Rua é um grande shopping a céu aberto.

    3. Praça da Liberdade

    A Praça da Liberdade é muito mais do que uma simples praça arborizada. O local foi palco de muitos eventos e festejos dos abolicionistas que traziam pessoas para fazer discursos em prol da causa. Hoje a praça recebe muitas festividades e eventos locais, além de ser um espaço ideal para um bom passeio em família ou até mesmo sozinho.

    4. Cine Bauhaus

    O Cine Bauhaus foi criado em 1992 na parte interna do Shopping Bauhaus. Ele é considerado Patrimônio Cultural e Histórico da cidade. Além disso, conta com um amplo catálogo de filmes clássicos, mas é necessário consultar antecipadamente os longas em exibição, visto que ocorrem apenas três sessões por dia. O espaço conta com climatização, wi-fi livre e poltronas muito confortáveis.

    5. Casa D`Angelo

    Se você procura um local mais animado e com mais opções, a Casa D`Angelo é o lugar ideal. O bar foi fundado em 1914 e se tornou um os principais pontos de encontros da cidade. No espaço, há música ao vivo, chopp da melhor qualidade e várias opções gastronômicas. Toda terça-feira, a casa oferece a Terça Acústica, além de outras programações. A atração fica próxima ao Museu Imperial.

Petrópolis é muito mais do que só vegetação, paisagem bonita e arquitetura de qualidade; a cidade é multicultural. A seguir, veja qual é a melhor época para visitar essa preciosidade.

Quando ir a Petrópolis

Em linhas gerais, o clima em Petrópolis é muito equilibrado e varia entre 20 ºC e 25 ºC, mas é importante saber que o inverno na cidade é intenso, chegando até mesmo a alcançar menos de 10 ºC. A melhor época para conhecer o destino vai depender da sua intenção.

Se o seu desejo é realizar muitas trilhas, ecoturismo e curtir o frio da região serrana, o ideal é ir entre abril e junho. O clima e as condições meteorológicas médias da cidade podem ser descritos de acordo com o estudo realizado pelo Weather Spark: o verão em Petrópolis é morno, curto, um pouco abafado, com precipitação e céu encoberto. Por outro lado, o inverno é ameno e de céu quase sem nuvens.

Anualmente, a temperatura varia de 10 ºC a 29 ºC e raramente fica abaixo dos 7 ºC ou acima de 33 ºC. O índice de turismo – que analisa o clima e compara com os índices de viagem – demonstra que a melhor época para visitar a cidade é entre o início de abril e o fim de junho ou do fim de julho até o início de outubro. Vale destacar que o índice de turismo considera os dias mais amenos, pouco encobertos e com uma temperatura entre 18 ºC e 27 ºC.

O clima da cidade ao longo dos meses

O clima na cidade imperial pode ser definido como ameno e agradável. Além disso, tanto no verão quanto no inverno, a região possui atrativos e possibilidades de experiências marcantes. Abaixo, veja as especificidades climáticas e avalie qual é a melhor época para você visitar Petrópolis:

  • Janeiro: clima morno (27 ºC), chuva média, baixa temporada.
  • Fevereiro: clima morno (29 ºC), chuva média, baixa temporada.
  • Março: clima morno (27 ºC), pouca chuva, baixa temporada.
  • Abril: clima agradável (25 ºC), pouca chuva, baixa temporada.
  • Maio: clima agradável (23 ºC), pouca chuva, alta temporada.
  • Junho: clima ameno (22 ºC), pouca chuva, alta temporada.
  • Julho: clima frio (15 ºC), pouca chuva, alta temporada.
  • Agosto: clima ameno (16 ºC), pouca chuva, alta temporada.
  • Setembro: clima ameno (17 ºC), pouca chuva, alta temporada.
  • Outubro: clima ameno, (19 ºC), pouca chuva, alta temporada.
  • Novembro: clima agradável (20 ºC), chuva média, baixa temporada.
  • Dezembro: estação morna (27 ºC), chuva média, baixa temporada.

Cada momento do ano oferece opções agradáveis. As festas e as festividades também merecem a sua atenção na hora de montar o roteiro. Confira no próximo tópico.

Festas e festivais em Petrópolis

Petrópolis conta com várias atrações e festivais que vão do elogiado Natal Imperial à festa tradicional de Bauernfest. Abaixo, conheça as principais:

Bauernfest

Uma das principais festas tradicionais de Petrópolis, a Bauernfest acontece desde o século XIX e comemora a chegada dos imigrantes alemães. O mais interessante dessa festividade anual é que ela evidencia a íntima relação entre a cultura alemã e os tipos de cervejas germânicas desenvolvidas na região.

A Baurenfest acontece no espaço da Cervejaria Bohemia, no Palácio Cristal e nas proximidades, mas vale destacar que todos ficam no Centro Histórico da cidade. O evento conta com apresentações artísticas, como dança, corais e orquestras sinfônicas, além de um concurso de chopp. O festival dura 10 dias e é totalmente gratuito. Você paga apenas o que consumir nos stands.

Bunka Sai (Festa Japonesa)

A Bunka Sai foi criada para homenagear a cultura japonesa. A festividade ocorre no Palácio de Cristal nos meses que marcam o inverno na cidade. Além de uma programação com várias atratividades, como as danças, aulas de artes marciais, mangás, oficinas de origamis e música ao vivo, o festival conta com a tradicional e deliciosa comida japonesa.

Festa Italiana

Se você estiver em Petrópolis com a sua família ou amigos, não deixe de conhecer a tradicional e popular Festa Italiana Serra Serata. No evento, há muita música, dança, teatro e a boa gastronomia italiana. Geralmente, a festa ocorre em setembro e a entrada é gratuita.

Festa Agropecuária (Expo Petrópolis)

A Expo Petrópolis ocorre todos os anos e atrai milhares de viajantes. A festividade dura 5 dias e conta com uma programação altamente diversa. Além disso, muitos artistas marcam presença. Há parque de diversão e espaços de recreação para as crianças e jovens. Vale a pena comprar bons produtos locais fresquinhos, como o leite.

Natal Imperial

Para fechar o ano com muito brilho, não pode faltar o Natal Imperial. Na festividade, há muitas luzes, decoração e a presença dos elementos natalinos. Com o passar dos anos, esse evento ficou famoso no Brasil inteiro. Além do espetáculo de luzes, que começa em dezembro e finda no mês de janeiro, o Natal da cidade conta com muitas programações especiais.

Onde se hospedar em Petrópolis

Para aproveitar as aventuras e a belíssima paisagem de Petrópolis, é importante descansar em boas acomodações. Então, confira algumas hospedagens em diversas regiões da cidade imperial:

Centro Histórico de Petrópolis

Dependendo do seu roteiro, vale a pena se hospedar em hotéis ou pousadas mais centrais. Uma ótima opção é o Hotel Casablanca Imperial. Além de estar bem localização, ele possui uma arquitetura belíssima do século XIX. Os quartos são bem iluminados, requintados e aconchegantes. O buffet de café da manhã inclui uma variedade de frutas da estação, pães, frios, iguarias locais e nacionais, bem como bebidas quentes e frias.

Se você procura um lugar mais tranquilo, a Pousada Monte Imperial é a sua hospedagem ideal. Ela está situada em uma belíssima região montanhosa cercada por paisagens campestres. Os quartos são aconchegantes e o café da manhã é bem variado.A pousada fica pertinho do centro, porém oferece uma experiência bucólica.

Itaipava

Itaipava é uma região mais afastada do centro, porém com muita acessibilidade. Há vários hotéis e pousadas voltados para os mais variados orçamentos. A Wood House possui um ótimo custo-benefício. A hospedagem é cercada por belos jardins e montanhas e fica a 5 km do parque municipal da cidade. O clima interiorano predomina no espaço, bem como o aconchego e a qualidade dos quartos.

Se o orçamento estiver apertado, considere as pousadas de Itaipava. Uma muito bem avaliada é a Pousada Albergo Del Leone. O espaço é um patrimônio vivo, muito bem localizado, com ótimas acomodações, e o preço da diária é um grande atrativo.

Corrêas

Na região de Corrêas, você encontrará natureza e seus dias serão marcados pela tranquilidade. A Casa Villa Constanza é um dos hotéis mais procuradas por ser um espaço muito bonito, confortável, limpo e organizado. Além dos ares históricos do edifício, os quartos contam com banheiro privativo e roupa de cama. Também há uma ótima sauna para os hóspedes.

Apesar de ser considerada mais cara, a Pousada da Alcobaça oferece uma experiência diferenciada. O lugar é muito interligado à natureza e parece um hotel do interior da França. Além disso, é muito bem avaliado pelos visitantes, oferece acomodações com restaurante, estacionamento privativo gratuito, piscina ao ar livre, bar, vista para o lago e um ótimo café da manhã continental.

Para escolher a hospedagem, considere seu orçamento, a localização da maioria das atividades do seu roteiro, bem como as características de cada região. Uma das melhores partes de viajar, você confere a seguir!

Gastronomia em Petrópolis

Até aqui, deu para perceber que a cidade imperial é muito versátil. A gastronomia também é um atrativo que conquista os turistas. Você pode provar vários pratos típicos em diversos restaurantes de Petrópolis:

  • Churrasco local: se você gosta de um bom churrasco, precisa ir à churrascaria Majórica. O prato mais pedido é o Tournedo de Filet Mignon, considerado um dos mais macios e suculentos da cidade. A churrascaria também fornece opções para jantar e sobremesas, como os profiteroles.
  • Cerveja Schnitzel: você não pode ir embora de Petrópolis sem provar uma cerveja alemã, principalmente a Schitzel. Então, passe na Cervejaria Bohemia e desfrute de uma experiência completa com harmonizações de comidas e bebidas.
  • Massas gratinadas: com o lema “Massas para todos os paladares”, o restaurante italiano Luigi é considerado um dos pontos mais tradicionais de Petrópolis. Desde 1979, o local oferece massas totalmente artesanais. Considere pedir a massa gratinada da casa.
  • Vinhos: A casa de vinhos Bordeaux é outro ponto tradicional da cidade desde 1997. O espaço possui uma adega espetacular e serve boas opções de carnes, fondue e uma mesa de antepastos.
  • Hambúrguer Artesanal: se você gosta de uma gastronomia mais descontraída e rotineira, mas sem perder a qualidade, visite a Hamburgueria Dom Gourmet. Além de um espaço bastante confortável e aconchegante, há várias opções de hamburgueres, molhos e carnes artesanais.
  • Croquetes e Pão Linguiça: desde 1945, a Casa do Alemão faz sucesso na cidade. Ela é considerado uma parada obrigatória para quem estar subindo a serra de Petrópolis. Os pratos principais para experimentar são os croquetes de carne e o sanduiche de linguiça, sem contar com os biscoitinhos amanteigados.
  • Burrata: uma ótima opção para conhecer um pouco mais da gastronomia multicultural de Petrópolis é o Empório Maria Maria que fica no centro de Itaipava. Um espaço rústico e agradável com várias lojas de produtos diferentes, por exemplo, vestuário e decoração. Experimente a melhor burrata da cidade com influência italiana.

Gostou de conhecer a variedade gastronômica da cidade imperial? Você será muito bem servido! Uma memória de sabor que colocará Petrópolis entre seus destinos preferidos.

Turistando em Petrópolis: uma cidade multicultural

Abaixo, confira uma seleção de vídeos com curiosidades e informações sobre Petrópolis. Os viajantes apresentam novas atrações e passeiam por pontos turísticos já citados. Então, aproveite para visualizar as maravilhas dessa cidade.

A primeira cidade planejada do Brasil

Nesse vídeo, a turismóloga Meirinho caminha pela cidade e explora alguns dos principais pontos turísticos. Vale a pena assistir, pois há vários detalhes que muitas vezes passam despercebidos pelos turistas, mas podem deixar sua viagem muito mais imersiva.

o que fazer em Petrópolis em 3 dias

O canal “César Por Aí” fez uma viagem leve e descontraída para conhecer Petrópolis. No vídeo, o viajante mostra e fala sobre os melhores pontos turísticos da cidade, incluindo casas históricas, cervejaria, restaurantes e atrações no bairro de Itaipava.

Petrópolis em 1 dia

Esse video é ideal para você que está apenas de passagem, mas quer aproveitar ao máximo o dia. O canal “Arruma Essa Mala” faz um tour pela cidade explorando os principais pontos turísticos em um roteiro muito organizado e divertido.

Se você gostou dos vídeos, no próximo tópico, prepare-se para ficar com mais vontade de conhecer cada ponto turístico pessoalmente.

Um pouquinho sobre o Petrópolis para conhecer antes de ir

Que tal ver um pouquinho do que te espera em Petrópolis? A seguir, aprecie sem moderação uma série de fotos lindas da cidade. Os registros foram feitos por visitantes que trazem perspectivas únicas da região. Confira:

1. Uma cidade que preserva a memória brasileira

2. Rica em cultura e história

3. Cada monumento carrega uma beleza única

4. A natureza é um dos pontos altos da cidade

5. A região montanhosa é perfeita para quem busca aventura

6. E para aqueles que preferem férias tranquilas

7. Aproveite para conhecer as tradições da cidade

8. O presentinho de casamento da princesa Isabel

9. E a arquitetura espetacular da cidade

10. Suas férias serão inesquecíveis!

Depois de aproveitar bastante Petrópolis, que tal pegar a estrada e passar um dia na praia de Itaipu? Niterói fica a 1h da cidade imperial e está na lista de muitos turistas.