20 atrações históricas de Verona para incluir em seu roteiro de viagem

Escrito por Sheila Almendros

Verona é uma cidade que faz qualquer um se apaixonar facilmente. Cenário de um dos maiores romances shakespeariano, foi declarada patrimônio da humanidade pela UNESCO devido a sua arquitetura cheia de bagagem a ser explorada por seus visitantes. A atmosfera da região é contagiada pela arte e cultura, que podem ser desbravadas a pé mesmo, com tranquilidade e atenção. Saiba quais são os principais pontos turísticos deste destino fortificado, que narram diversas etapas da incrível história europeia:

1. Arca di Cangrande I

A Arca di Cangrande I nada mais é que um dos cinco memoriais erguidos pela família Scaligeri, chamados de “Le Arche Scaligere”. Este foi o primeiro a ser construído, posicionado acima da porta lateral da igreja de Santa Maria Antica, na parte histórica de Verona. Seu estilo gótico possui várias referências, as quais são devidamente explicadas por um guia turístico local. Mas se você estará por conta em sua viagem, procure bem o monumento, pois ele está meio escondidinho no meio de outros edifícios!

2. Castelvecchio

IStock

O maior edifício público medieval de Verona abriga um museu desde 1925, mas foi construído às margens do rio Ádige em 1354 para servir de rota de fuga e defender a cidade de possíveis invasões. Ele faz parte de um complexo que também inclui uma fortificação da idade média e também a Ponte Scaligero, que dá acesso ao castelo, ideal para caminhar e tirar várias fotos do rio através de seus vãos.

3. Catedral de Verona (Duomo)

A Duomo de Verona foi construída sobre as ruínas de duas igrejas cristãs, que foram totalmente destruídas após um terremoto ocorrido em 1117. Ela é dedicada a Santa Maria Assunta, e pertence a um complexo arquitetônico junto com outros edifícios: a igreja San Giovanni in Fonte, a Catedral Santa Elena, a biblioteca Capitular, o claustro e museu canônico, um bispado e também uma praça. Seu estilo romântico recebeu várias reestruturações, devido às reformas realizadas ao longo dos anos, e além de sua estrutura monumental, é possível também se deslumbrar com escavações arqueológicas e batistério mantidos em seu interior.

4. Teatro Romano (Arena)

IStock

É no Teatro Romano que você poderá conferir a mais bela visão da cidade, além de um pôr do sol inesquecível! As ruínas abrigam um museu com artigos encontrados durante as escavações ocorridas pela cidade, como pinturas, estátuas e vasos históricos. Mais interessante que tudo isso, só a sua bagagem: a arena foi construída no começo do século I d.C., com blocos de calcário branco e cor de rosa em forma de círculos concêntricos. Imagine quantas coisas já aconteceram por lá?

5. Chiesa di San Giorgio in Braida

Localizada no bairro medieval Borgo Trento, esta belíssima igreja foi construída no lugar de um antigo mosteiro, e abriga belíssimas obras que devem ser admiradas e conhecidas com calma. Não é um local muito visitado por turistas, o que deixa o passeio ainda mais agradável, longe da muvuca. Sua imponente cúpula pode ser avistada de longe, de vários outros pontos de Verona.

6. Giardino Giusti

O silêncio deste clássico jardim criado em 1570 destoa até dos outros pontos turísticos da cidade, mas pode apostar que sua visita será revigorante! Além de sua imponente construção, há um mirante que oferece uma bela vista de Verona, além de fontes, estátuas mitológicas e um dos mais antigos labirintos europeus. Sua estrutura original foi mantida e perfeitamente conservada, dando uma ideia de como era a vida naquela época, cheio de visitas ilustres como Goethe e Mozart!

7. Piazza delle Erbe

IStock

É nesta histórica praça que você terá a oportunidade de avistar belos palácios, o chafariz de Nossa Senhora de Verona, o Palazzo della Ragione, a torre Dei Lamberti e o capitel símbolo da República de Veneza. De segunda a sábado, um mercado ao ar livre funciona neste antigo fórum romântico, atraindo muitos turistas e moradores em busca de souvenires, roupas, bolsas, Panini, sorvetes e frutas. Ao seu redor também há diversos restaurantes e cafés deliciosos, perfeito para desfrutar de uma bela refeição italiana durante a tour pela cidade.

8. Piazza Brà

A praça mais famosa de Verona se tornou popular por abrigar o ponto turístico mais movimentado de Verona: a Arena. Outros prédios importantes também fazem parte do cenário deste animado local, como o Palazzo Barbieri, a prefeitura de Verona, o Portoni della Bra e os diversos restaurantes que servem pratos típicos italianos, com uma paisagem incrível de brinde.

9. Piazza dei Signori

Também conhecida como a praça Dante, a Piazza dei Signori abriga não só a estátua de Dante Alighieri em seu centro, como também diversos edifícios da Prefeitura, datados de 1400, como o Palácio da Razão, do Conselho de Juízes (Domus Nova), e da Assembléia (Loggia del Consiglio).

10. Porta dei Leoni

Porta dei Leoni é um dos sítios arqueológicos de Verona, só que ao ar livre. Nele você encontrará sobreposições de três igrejas extintas, e um arco indicando este tesouro histórico. Em volta, ruas de mármore, edifícios modernos, bares e lojas criam um contraste interessante ao local. Um destino de passagem para outros pontos turísticos que você não pode deixar passar batido!

11. Porta Palio del Sanmicheli

Verona é um destino cercado por muralhas históricas, e a Porta Palio, assim como a Porta Borsari, é um dos portais de acesso à cidade. Se você tiver um tempo em seu roteiro, dá para conhecer todos os portões contornando o muro, em um percurso de aproximadamente três horas.

12. Arca di Cansignorio

A Arca di Cansignorio é um dos primeiros arcos medievais, e talvez o mais elaborado de todos. Construído por Bonino da Campione, sua arquitetura complexa conta com estátuas de Guerreiro Santos Lodovico, Martino, Sigismondo, Quirino, Valentino e Giorgio, além de figuras representando cenas do Evangelho. Fica bem próximo a Piazza dei Signori.

13. Casa di Giulietta

IStock

Pertinho da Piazza Bra e da Arena fica a Casa da Julieta, um dos pontos turísticos que mais atrai visitantes à Verona. Não é uma atração tão grandiosa como as outras da cidade, mas o casarão de 3 andares tem toda a sua importância para a cultura local, já que Shakespeare a transformou em um verdadeiro santuário dedicado ao amor, depois que a incluiu no romance Romeu e Julieta como sendo a famosa sacada onde o casal se encontrava.
Logo na entrada do edifício você encontrará a estátua de bronze da protagonista, assinada por Nereo Costantini. Reza a lenda que se você pousar a mão em um dos seios da estrutura, terá sorte no amor! No interior do pátio, um muro com centenas de cartas fixadas, deixadas por quem passou por lá, falando sobre seus grandes amores. Já no portão, cadeados e fitas coloridas representam a união de diversos casais. A entrada é gratuita, sendo pago somente o acesso ao museu, no interior da casa.

14. Torre dei Lamberti

IStock

Localizada próxima a Praça de Dante, a torre foi construída em 1464 com tufo, tijolos e mármore, para abrigar os sinos Rengo e a Marangona em seus 84 metros de altura. O primeiro sino servia para alertar os moradores de Verona de algum possível incêndio, e o segundo era responsável por convocar os cidadãos para alguma batalha. Em 1779, um grande relógio foi instalado em sua estrutura, e hoje é possível subir até o topo através de um elevador, para desfrutar de uma bela panorâmica da cidade.

15. Basílica de S. Anastasia

Considerada a maior basílica da cidade, o edifício foi construído em 1280 sobre as ruínas da igreja que levava o mesmo nome, em homenagem ao dominicano San Pietro da Verona Martire. Seu estilo gótico conta com colunas de mármore branca e vermelha, um órgão revestido em ouro, a estátua do Corcunda sustentando a pia de água benta, entre outras obras de arte riquíssimas.

16. Ponte Pietra

IStock

Construída no século I, pode-se dizer que Pietra é a ponte mais antiga da cidade. Sua arquitetura possui diversas referências, já que a cada reforma ou conserto, o estilo da época da obra em questão era aplicado. A vista é impecável, com panorâmica para diversas outras atrações, como a arena, e também algumas casas italianas lindíssimas! É este o caminho principal para se chegar até o Centro Histórico.

17. Via Mazzini

Próximo a Casa da Julieta fica a Via Mazzini, uma rua com acesso somente para pedestres e toda revestida de mármore. Além de ser passagem para a Torre dei Lamberti, nela você também encontrará diversas lojas de grifes famosas, alguns restaurantes e cafés.

18. Basílica de San Zeno Maggiore

iStock

A igreja de estilo romântico possui um verdadeiro arsenal de obras primas com grande importância para a história de Verona. Não deixe de admirar a porta revestida de cobre logo na entrada, o altar posicionado ao centro e todos os detalhes da arte sacra pelo interior do edifício.
Dica importante: é possível adquirir uma espécie de bilhete único que dá direito a uma tour por 4 igrejas de Verona: Basílica di San Fermo, Duomo di Verona, Santa Anastácia e Basílica di San Zeno Maggiore.

19. Área arqueológica di Corte Sgarzerie

Próxima a Piazza delle Erbe, esta área arqueológica é o destino ideal para quem deseja mergulhar a fundo na história de Verona. Neste pequeno templo romano, algumas ruínas do século XII estão expostas em seu subsolo, e toda a história por trás delas é narrada em um vídeo bem explicativo. A visita é curta, porém bem interessante!

20. Galleria d’Arte Moderna Achille Forti

Localizada no centro histórico de Verona, a galeria está instalada no interior do Palazzo della Ragione, e conta com obras assinadas por Vittorio Avanzi, Giacomo Balla, Ettore Beraldini, Umberto Boccioni, entre outros artistas. O arsenal pertencia anteriormente ao Palazzo Forti, que hoje abriga o museu AMO, dedicado à ópera.

Onde ficar?

iStock

Uma das primeiras coisas que deve ser feita ao fechar uma viagem é reservar uma hospedagem de acordo com suas expectativas e orçamento. Em Verona, os hotéis mais próximos do Centro Histórico, onde o agito acontece, costumam ser mais caros. Em contrapartida, estar próximo dos pontos turísticos te dá a oportunidade de economizar com transporte. Mas se o orçamento estiver baixo, vale a pena pesquisar locais perto da estação de trem Porta Nuova.
Confira a seguir algumas sugestões de hotéis que podem te ajudar, para todos os tipos de bolsos e gostos:

  • Hotéis de luxo: Se você deseja ficar pertinho das principais atrações de Verona sem medo de investir, uma ótima sugestão é o Hotel Milano & SPA. Ele fica apenas 50 metros de distância da Arena, e ainda oferece wi-fi gratuito, spa e um centro de bem-estar, ideal para relaxar depois de um dia de caminhada! Outra opção parecida é o Hotel Mastino, que fica apenas 5 minutos a pé da Arena. As acomodações variam entre o estilo clássico ou moderno, para que o hóspede tenha a oportunidade de escolher se quer ou não entrar no clima histórico da cidade. Já o Hotel San Pietro não fica tão próximo do centro como os outros, porém oferece aluguel de bicicletas para que o turista possa pedalar até os pontos turísticos como um verdadeiro europeu! A estrutura ainda conta com equipamentos para chá e café, TV LCD via satélite e frigobar nos quartos, bar e lounge com internet e até jornais internacionais para os visitantes.
  • Hotéis confortáveis: Para quem não liga para luxo, mas não abre mão do conforto, o Novo Hotel Rossi pode ser uma opção favorável. Ele fica a apenas 300 metros da Estação de Trem de Verona Porta Nuova e da Rodoviária de Verona, além de possuir uma infraestrutura bem moderna, com estacionamento gratuito e empréstimo de bicicletas (mediante reserva). Mas para quem pretende ficar no meio do caminho (não tão longe do Centro Histórico e nem tão perto da estação de trem), o ideal é se hospedar no Hotel Siena. Ele fica apenas 10 minutos a pé tanto da arena como da Estação, e o mais legal é que durante o verão, o estabelecimento serve o café da manhã em seu jardim privativo. Pensa que delicia? E falando na refeição matutina, a mais elogiada é a do Hotel Fiera. Afinal de contas, é bom estar bem alimentado antes da tour pela cidade, né? Bem em frente ao hotel há um ponto de ônibus com acesso as principais rotas turísticas da cidade, e o hóspede ainda pode contar com alguns serviços gratuitos, como empréstimo de bicicletas, wi-fi e academia.
  • Hotéis simples: O Hotel Gardenia fica apenas 10 minutinhos de carro do Centro Histórico, e seu custo benefício atende bastante as expectativas. Fica em Borgo San Michele, um local perfeito para viajantes interessados em monumentos, passeios e história, e que não querem pagar muito caro por uma hospedagem. E se a ideia é realmente alugar um carro, o SHG Hotel Verona é uma ótima opção por oferecer estacionamento gratuito, e fica no mesmo bairro do Hotel Gardenia. Quem pretende prolongar a estadia por Verona, um quarto espaçoso é a melhor solução! O Residence Viale Venezia possui acomodações grandes, decorado como se fosse uma casa mesmo, com varanda e tudo! Sua distância é de apenas 10 minutos a pé de Piazza Brà e próximo a estação com conexões diretas de trem para Veneza.

Passeios bate e volta

IStock

Verona é uma das sete províncias de Vêneto, no nordeste da Itália, com fácil acesso a outros destinos que valem a pena incluir no roteiro, se o tempo e o orçamento permitirem:

  • Veneza: Um trem de alta velocidade partindo de Verona demora cerca de 1h30 para chegar até Veneza. Pertinho né? Neste link aqui você encontrará algumas sugestões bem legais para aproveitar a cidade no melhor estilo.
  • Milão: Pegar um trem de Porta Nuova até Milão pode sair mais barato do que percorrer os 160 quilômetros de carro, não só pelo combustível, mas também pelo pedágio, a não ser que sua turma seja grande – aí certamente dividir todas as despesas doerá menos no bolso. O tempo de duração para ambas as possibilidades é praticamente o mesmo, mas independentemente do deslocamento escolhido, a viagem valerá cada minuto. Confira o roteiro clicando aqui.
  • Pádua: dependendo do tipo de trem que você pegará, a viagem até Pádua pode durar entre 40 minutos a 1h20min. Por fazer parte de uma das sete províncias de Vêneto, possui características muito semelhantes à Verona: é uma cidade rica em história preservada, cultura e beleza, além de abrigar uma das universidades mais antigas e importantes da Europa. Para um passeio de um dia, é sugerido conhecer o centro histórico (a pé mesmo, para aproveitar melhor a viagem!), passando pela Capella degli Scrovegni e seus afrescos assinados por Giotto, a antiga universidade, o Caffè Pedrocchi, o Palazzo della Ragione, e as Basílicas de Sant’Antonio e de Santa Giustina.
  • Dolomitas: A viagem até Dolomitas de carro dura em torno de 2h30min via A22/E35, e esta região montanhosa é o destino ideal para quem busca um dia dedicado para a prática de atividades esportivas, por exemplo. Ela é perfeita para ser visitada em qualquer estação do ano, com suas pequenas aldeias, lagos pitorescos e um cenário de tirar o fôlego. Não deixe de explorar a Cortina d’Ampezzo, que tem como cenário montanhas nevadas, convidativas para a prática de esqui.

Verona pode aparentar ser um destino pequeno, mas oferece tantas opções de passeios que acabam engrandecendo o local! São mais de 2 mil anos de história presentes (e muito bem conservadas) em todas as esquinas da cidade, e que com certeza transformarão a sua viagem em uma experiência inesquecível!

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS

PELA WEB