17 cachoeiras imperdíveis em Minas Gerais que você precisa conhecer

Escrito por Débora Silva

Minas Gerais é (re)conhecida pelas suas belezas naturais, delícias gastronômicas e simpatia do povo mineiro. Além de palavras características como “trem” e “uai”, o estado localizado na região Sudeste do Brasil se destaca pelo pão de queijo, suas montanhas e belas cachoeiras.

Continua após o anúncio

Selecionamos 17 cachoeiras espalhadas pelo estado de Minas Gerais para você aproveitar um banho gelado que recarrega todas as energias.

1. Cachoeira Lagoa Azul, Capitólio

Conhecida como “Mar de Minas”, Capitólio está localizada entre a Serra da Canastra e o Lago de Furnas. A cidade possui muitos atrativos naturais de belezas surpreendentes, como cachoeiras, piscinas naturais e montanhas.

Dentre as quedas d’água da região está a Cachoeira Lagoa Azul, que merece uma visita e um mergulho.

2. Cachoeira do Tombador, Parque Nacional da Serra do Cipó

A Cachoeira do Tombador é considerada uma das mais belas da Serra do Cipó, região encantadora de grande beleza natural. Possui duas quedas e um poço para banho, e o seu acesso é feito por trilha em meio à vegetação do Cerrado.

O Parque Nacional da Serra do Cipó também conta belas quedas d’água, como a Cachoeira Grande, Cachoeira Véu da Noiva, da Capivara, Braúnas, Bicame e outras.

3. Poço Encantado, Brumadinho

Para chegar à cachoeira do Poço Encantado, é preciso andar em uma trilha simples, bonita e movimentada.

4. Cachoeirinha, Parque Estadual do Ibitipoca

O Parque Estadual do Ibitipoca é uma das grandes atrações da região. São três os circuitos principais: Janela do Céu, Circuito das Águas e Pico do Pião, que contam com cachoeiras, lagos e paredões rochosos. A Cachoeirinha está situada próxima à Janela do Céu.

5. Cachoeira Paraíso, São Thomé das Letras

A Paraíso é uma das cachoeiras mais distantes da cidade, mas, é muito frequentada devido à proximidade com outras quedas d’água e poços de São Thomé das Letras.

6. Cachoeira da Fumaça, Carrancas

Carrancas é conhecida pela sua grande quantidade de belezas naturais, uma vez que possui mais de 50 cachoeiras catalogadas, grutas, poços de águas transparentes e matas preservadas. Uma das cachoeiras da região que merece uma visita é a Cachoeira da Fumaça, com uma queda d’água de 25 metros.

Continua após o anúncio

7. Cachoeira dos Cristais, Diamantina

A cerca de 12 km do centro de Diamantina, podemos encontrar a incrível Cachoeira dos Cristais.

8. Cachoeira Sempre-Viva, Parque Estadual do Rio Preto

O Parque Estadual do Rio Preto está localizado na cidade de São Gonçalo do Rio Preto, ma Serra do Espinhaço. As duas principais cachoeiras da região são a do Crioulo e Sempre-Viva.

Para chegar até lá, é preciso caminhar por uma trilha de 13 quilômetros. A presença de um guia é obrigatória.

9. Cachoeira das Irmãs, Araguari

Também conhecida como Cachoeira das Freiras, a Cachoeira das Irmãs está localizada a 36 km de Uberlândia. A altura da queda d’água é de 42 metros.

10. Cachoeira de Santo Antônio, Raposos

A trilha para a Cachoeira de Santo Antônio é leve e pode ser feita a pé, de bicicleta, jeeps e motos. A queda tem cerca de 20 metros e o poço apresenta partes fundas e rasas.

11. Cachoeira do Bom Despacho, Santa Cruz de Minas

De fácil acesso e águas calmas, a Cachoeira do Bom Despacho é uma das atrações de Santa Cruz de Minas, localizada próxima às cidade de São João del-Rei e Tiradentes, interligadas pela Estrada Real.

12. Cachoeira Alta, Ipoema

Com uma queda d’água imponente, a Cachoeira Alta é bastante procurada por banhistas e praticantes de rapel.

13. Cachoeira do Tempo Perdido, Capivari

Para chegar à Cachoeira do Tempo Perdido, em Capivari, é necessário caminhar por uma trilha tranquila e curta. A cachoeira possui uma espécie de “praia”, formada com areia branquinha, 3 quedas d’água altas e uma lago raso.

14. Cachoeira do Guatambu, Carrancas

Já mencionamos que Carrancas é o paraíso mineiro dos adoradores de cachoeiras, não é? Por esse motivo, a cidade aparece mais uma vez na nossa lista.

O complexo mais famoso de Carrancas é o Complexo da Zilda, localizado a cerca de 12 km do centro da cidade. Dentre os atrativos estão a Cachoeira dos Índios, Cachoeira da Zilda, Cachoeira da Proa e Poço do Guatambu. O caminho para se chegar até a Cachoeira do Guatambu não é tão simples, mas a queda d’água enche os olhos dos visitantes.

15. Cachoeira do Fundão, Serra da Canastra

De difícil acesso, a Cachoeira do Fundão é considerada uma das mais belas e paradisíacas cachoeiras da Serra da Canastra. É formada pelas águas cristalinas do Rio Santo Antônio e está situada a 52 km de distância de São Roque de Minas.

16. Cachoeira do Bicame, Lapinha da Serra, Santana do Riacho

Formada pelo Rio de Pedras, a Cachoeira do Bicame é considerada uma das mais exuberantes da região. Possui um pae de quedas de aproximadamente 25 metros de altura e um poço de águas acobreadas.

17. Cachoeira do Tabuleiro, Conceição do Mato Dentro

Para fechar a lista, deixamos a cachoeira mais alta de Minas Gerais e a terceira maior do Brasil. No poço formado pelas quedas d’água, há partes mais rasas adequadas para banho.