Gruta de Maquiné: conheça a caverna mais exuberante de Minas Gerais

Escrito por Bruno Mendes

Situada no município mineiro de Codisburgo, a Gruta de Maquiné é um deslumbrante atrativo turístico do Sudeste. Além de admirar e fotografar as formações rochosas e as mostras naturais do entorno, cada visitante vai aprender bastante neste local cheio de história. Confira informações, imagens e veja como vale a pena visitart preciosidade.

Continua após o anúncio

Onde fica

A Gruta de Maquiné fica a cerca de 120 km de Belo Horizonte. Para chegar lá a partir da capital mineira, o viajante deverá seguir pela BR-040 sentido Brasília, passando por Sete Lagoas até o trevo com ligação para Codisburgo. Deste ponto, é só pegar a MG-231 até Codisburgo. Da pequena cidade até a gruta são mais 5 km em estrada de asfalto.

História da Gruta de Maquiné

Descoberta em 1825 pelo fazendeiro Jaquim Maria Maquiné, a Gruta de Maquiné é considerada o berço da paleontologia no Brasil. Lá, foram encontrados diversos vestígios arqueológicos e pinturas rupestres que provam que o espaço já foi utilizado como abrigo pelo homem pré-histórico.

Os primeiros estudos mais robustos na gruta foram realizados a partir de 1834 pelo naturalista dinamarquês Peter W. Lund. Em 1967, a atração recebeu investimentos que possibilitaram o uso turístico.

Informações que você precisa saber antes de ir

Não tenha dúvidas, vai ser um privilégio caminhar pelos salões e observar as rochas calcárias emolduradas pela contínua ação da água durante milhares de anos. Agora, para você não passar nenhum contratempo ao chegar na gruta mineira, destacamos informações importantes.

  • Endereço: Via Alberto Ramos, MG-231, s/n – Zona Rural, Cordisburgo – MG.
  • Entradas: R$ 25 (menores de 17 anos e estudantes com carteirinha estudantil têm direito à meia entrada. Para idosos acima de 60 anos e crianças com menos de 5 anos a entrada é gratuita).
  • Horário de visita: todos os dias das 8h30 às 16h.
  • Visita guiada: a tour na gruta é feita com o auxílio de um guia e em pequenos grupos.
  • Quando ir: o melhor momento para visitar a Gruta de Maquiné é no período mais chuvoso, geralmente entre dezembro e março. Isso porque a maior quantidade de água infiltra-se nas rochas o que confere uma luminosidade especial aos salões. Resumindo: o visual fica ainda mais primoroso.
  • É obrigatório: o uso de sapatos fechados. Não é permitida a entrada com sandálias ou calçados abertos.
  • Onde comer: Se antes ou depois do passeio você quiser saborear deliciosos exemplares da comida mineira, conheça o Restaurante Chero’s, o qual fica bem pertinho da entrada da atração.

Dica: acorde cedo para aproveitar o solzinho matinal e curtir o passeio pela Gruta de Maquiné o maior tempo possível, tudo bem?

Curiosidades sobre a Gruta de Maquiné

Para deixar você morrendo de vontade de antecipar o passeio, listamos seis fatos curiosos do local. Confira:

  • A tour inicia-se no Museu da Gruta do Maquiné, um espaço que disponibiliza informações visuais e sonoras sobre a história da gruta, o ecossistema do entorno e como funciona toda a logística das visitas.
  • Na gruta há cerca de 650 metros abertos para a visitação, onde existem sete salões interligados por pequenas passagens.
  • A temperatura no interior varia entre 18°C e 22°C.
  • Um equipado sistema de iluminação foi instalado em 1999. Assim, o visitante poderá observar com detalhes as estalagmites, estalactites e colunas da Gruta de Maquiné.
  • Esta foi a primeira gruta no Brasil a receber toda a infraestrutura para o turismo.
  • Cerca de 50 mil pessoas visitam a Gruta de Maquiné todos os anos.

Chegou a hora de você ter certeza absoluta que a principal atração turística de Codisburgo é um encanto visual.

Continua após o anúncio

12 fotos encantadoras da Gruta de Maquiné para você viajar o quanto antes

E que encanto! Aqui estão 12 imagens inspiradoras que vão te fazer chamar os amigos e organizar a viagem o mais rápido possível.

1. Prepare-se para uma experiência surpreendente

2. Você irá observar formações rochosas inéditas

3. E querer tirar muitas fotos

4. O que acha da área verde do entorno?

5. Vale escolher uma iluminação satisfatória

6. Um show de inspirações

7. Olha só este flagrante da natureza

8. Atrativo impecável aos paleontólogos

9. E aos grupos de amigos em busca de emoções diferenciadas

10. Vale a pena programar um passeio com pessoas queridas

11. E desbravar esta maravilha de Codisburgo

12. Acredite, você guardará esta experiência na memória!

E aí, conseguiu pensar nas fotos que você irá tirar nas salas e corredores da gruta para postar no instagram? Então, fique atento ao tópico abaixo e descubra novas ideias.

Vídeos com um gostinho de “quero mais” feitos por quem amou a gruta

Para finalizar este guia com alto nível, selecionamos três registros apaixonantes do atrativo.

Informações e ótimas dicas sobre a Gruta de Maquiné

Com lindas imagens tanto da área externa quanto do interior da gruta, o vídeo apresenta informações históricas e dicas bem bacanas para um passeio seguro e confortável.

O Museu de Maquiné e um pouco da charmosíssima Codisburgo

Além de apresentar a gruta e o museu, o material traz inspiradas mostras de Codisburgo. Vale a pena caminhar, parar em restaurantes e fazer registros fotográficos da cidade natal do escritor Guimarães Rosa.

As luzes da gruta

Aqui você vai ter mais uma pequena impressão de quão bela é a Gruta de Maquiné iluminada.

Depois de observar o rico repertório de belezas da Gruta de Maquiné e de Codisburgo, uma ótima ideia é descobrir outras maravilhas naturais do maior estado do Sudeste. Sendo assim, não deixe de conhecer a Cachoeira do Tabuleiro, a mais alta de Minas Gerais.