20 lugares abandonados em Berlim que você pode visitar

Por
Atualizado em 17.01.20

Lugares abandonados são um prato cheio para boas fotos. No entanto, eles podem ir muito além de imagens bonitas quando têm uma história forte por trás. O site Abandoned Berlin reúne vários locais abandonados na capital alemã e região, contando o que foi cada um deles e mostrando imagens de “antes e depois” que vão deixar você totalmente fascinado.

Publicidade

Selecionamos alguns desses lugares abaixo, que poderão ser visitados por você em uma viagem à cidade. São fábricas, prédios, casas e todo o tipo de local abandonado que contam a história cheia de reviravoltas de uma cidade que um dia já foi literalmente dividida ao meio por ideologias políticas – muitos desses locais estão relacionados à Segunda Guerra Mundial, à Guerra Fria e à dominação da União Soviética sobre parte da Alemanha. Confira a lista de imagens e crie seu roteiro!

1. Aeródromo Rangsdorf

Este aeródromo fica a cerca de uma hora de carro da capital alemã e tem uma história incrível: foi de lá que saiu a bomba do atentado contra Adolf Hitler que ficou conhecido como Operação Valquíria, realizado no dia 20 de julho de 1944.

Rangsdorf foi um importante aeroporto do Terceiro Reich. Atualmente, é um local abandonado e que pode ser facilmente visitado, com cercas fáceis de pular. O trajeto atá lá pode ser de carro ou pegando um trem para a cidade de mesmo nome.

Onde fica: Walther-Rathenau-Straße, 15834 – Rangsdorf.

2. Supermercado Kaiser

Este local já foi um supermercado da cadeia Kaiser, mas agora mais parece o cenário de um filme sobre apocalipse. Em cada lugar e em cada foto, você consegue imaginar um zumbi vindo em sua direção, pronto para devorar seus miolos.

Atualmente, o lugar está totalmente abandonado e tomado por grafites e pichações que deixam seu visual ainda mais interessante. O nível de dificuldade para entrar é bem baixo e, segundo o site Abandoned Berlin, você pode até mesmo dar uma festinha por lá.

Onde fica: Flutstraße 5, 12439 – Berlim.

3. Metalúrgica VEB Berliner

Esta antiga metalúrgica foi desativada em julho de 1990, acusada de contaminar severamente o rio Spree. Mais de 2 mil trabalhadores foram mandados embora e o local permanece abandonado até hoje.

Publicidade

A metalúrgica havia sido fundada em 1880 e mudou radicalmente o visual da regial, com casas e pequenas lojas sendo demolidas na metade do século passado para que o local fosse ampliado.

Onde fica: Fließstraße, Schöneweide, 12439 – Berlim.

4. Hospital infantil Weißensee

Weißensee foi um hospital infantil bastante importante no começo do século passado. Fundado em 1911, ele foi responsável por diminuir a mortalidade infantil da região. Depois de mais de 85 anos de funcionamento, ele foi fechado em janeiro de 1997.

Até o momento, o local permanece abandonado e é motivo de brigas judiciais com o governo local. Enquanto nada é resolvido, o hospital abandonado recebe festas underground e grafites divertidos que cobrem salas inteiras do prédio.

Onde fica: Hansastraße 178-180, 13088 – Berlim.

5. Aeroporto Schönwalde

Este é mais um aeroporto que fica a uma hora da cidade de Berlim, na cidade de Schönwalde-Glien. Ele foi construído pelos nazistas em 1939 e depois ficou sob responsabilidade da União Soviética.

Apesar de ser utilizado até a metade dos anos 1950 pelos russos, ele acabou sendo abandonado por completo em 1992. O local fica mais afastado, mas não é difícil de chegar. É recomendado que você vá ainda na parte da manhã, para ter tempo e luz suficiente para explorar todo o local.

Onde fica: An den Bauernhörsten, 14621 – Schönwalde-Glien.

6. Padaria SS

Como muitos locais nesta lista, esta antiga padaria está associada à história da Segunda Guerra Mundial. O local foi construídos pelos nazistas e começou a funcionar em 1941. A padaria fazia alimento para diversos campos de concentração da região, e seus 80 trabalhadores eram prisioneiros que precisavam caminhar quase 3 km por dia para chegar ao local. O regime de trabalho era cruel, com horas extensas que geravam cerca de 40 mil pães por dia.

Publicidade

Ao final da guerra, a padaria ficou dentro dos domínios da União Soviética, sendo posteriormente comprada por uma empresa privada, funcionando do ano de 1948 até 1991, quando fechou suas portas.

Onde fica: An der Lehnitzschleuse, 16515 – Oranienburg.

7. A cidade proibida de Wünsdorf-Waldstadt

Wünsdorf-Waldstadt foi um local muito importante durante a ocupação soviética na Alemanha pós-guerra, chamado de “a cidade proibida” os alemães não podiam entrar lá. Conhecida também como “Pequena Moscou”, a cidade foi o maior quartel-general dos russos fora da União Soviética, e tinha trens diretos para Moscou diariamente.

Após a unificação alemã, a cidade e seus prédios foram completamente abandonados pelo exército vermelho. Atualmente, parece uma cidade fantasma, mas ainda exibe algumas estátuas de Lênin em suas ruas.

Publicidade

Onde fica: Wünsdorf-Waldstadt, Zossen – a 54 km de Berlim.

8.Siemensbahn: a estação fantasma

A Siemensbahn foi uma estação de trem que funcionou entre os anos de 1929 e 1980, e que foi muito importante para a empresa Siemens e seu parque industrial. Depois de uma queda nos serviços e uma greve de funcionário por conta dos baixos pagamentos, a S-Bahn, que cuidava da estação, decidiu fechá-la – assim como várias outras estações no lado oeste de Berlim.

Ao longo de sua história, o lugar teve diferentes gerências e muitas mudanças. Além da estação, quem visita este local abandonado ainda poderá ver um belo jardim cheio de plantas e flores.

Onde fica: S-Bahnhof Wernerwerk, Siemensdamm 54, 13629 – Berlim.

9. Hospital Königin-Elisabeth

Este local mostra o que restou do hospital Königin-Elisabeth. Fundado em 1843, ele recebeu este nome por conta da rainha Elizabeth da Prússia e, inicialmente, era dedicado a crianças. Depois de sobreviver à guerra, ele passou a cuidar também de adultos e, posteriormente, era responsável por tratar militares russos.

Em 1980, o hospital foi transferido para outro local e, desde então, os prédios ficaram abandonados. Algumas partes do terreno foram vendidas e uma parte do hospital foi demolida. Tudo o que restou foram dois prédios que agora estão tomados de pichações e em condições bastante críticas.

Onde fica: Treskowallee 210-232, 12459 – Berlim.

10. Residências para acolher refugiados em Hohenschönhausen

Estes prédios construídos na década de 1980 pelo governo da Alemanha Oriental tinham como objetivo abrigar os trabalhadores que ajudaram a construir a República Democrática Alemã (que era de dominação soviética). Depois da unificação do país, eles foram destinados a receber refugiados das guerras Balcãs, mas estão abandonados desde 2002.

Uma empresa privada comprou o local e afirma que vai transformar o lugar em residências de classe média alta, mas, até o momento, apenas moradores ocupam os apartamentos, especialmente durante o inverno. Apesar da beleza das salas destruídas, é necessário ter cuidado ao visitar estes prédios.

Onde fica: Gehrenseestraße 1-2, Wartenberger Straße 4-10 e Wollenberger Straße 3-9, 13053 – Berlim.

11. Hangares Karlshorst

Os hangares Karlshorst foram construídos entre os anos de 1916 e 1917. Durante o governo dos nazistas na Alemanha, o local foi utilizado a partir de 1937 como uma escola para novos pilotos, e mais de 20 novos prédios foram construídos.

Durante o período de dominação da União Soviética, o local se tornou um quartel-general da STASI, a polícia secreta da Alemanha Oriental – e especula-se que até mesmo a KGB tenha trabalhado por lá. Este é mais um local que foi abandonado após a reunificação alemã.

Onde fica: Köpenicker Allee, Karlshorst, 10318 – Berlim.

12. A casa de Richter

Esta casa de campo que fica na região metropolitana de Berlim foi de um judeu conhecido apenas como Richter. O local ficou sob a dominação nazista até 1945 e foi uma escola durante a Alemanha Oriental.

No final do século passado, a propriedade foi de uma cooperativa, mas permanece abandonado desde o ano 2000. Por não ter grades e estar com as portas abertas, é um local de fácil acesso e que pode render ótimas imagens.

Onde fica: Barutherlandstraße, Sperenberg, Am Mellensee – Teltow-Fläming.

13. Antigo cassino em Kladow

A beira do rio Havel, no oeste de Berlim, está este prédio abandonado que um dia foi um cassino. Ele foi construído em 1950 pelo arquiteto Norman Braun e abandonado em 1995, embora o autor de Abandoned Berlin não tenha identificado o motivo.

O local é fácil de chegar e oferece uma bela vista do rio. Atualmente, está tomado por belos grafites em suas paredes. Especula-se que a construção será transformada em um restaurante e centro cultural, com a injeção de quase € 3 milhões.

Onde fica: Mascha-Kaleko-Weg, Kladow, 14089 – Berlim.

14. Fábrica de produtos químicos Rüdersdorf

A imponente fábrica de produtos químicos Rüdersdorf começou a ser construída em 1899, ainda como uma fábrica de cimentos. A partir de 1939, o lugar era responsável por produzir bauxita, que era utilizada pelos nazistas em seus esforços de guerra. Sob o comando dos soviéticos, a fábrica só voltou a ser utilizada em 1950 pela companhia VEB.

As atividades continuaram até 1999, mas, desde então, a imponente construção está abandonada. Recentemente, ela foi utilizada com cenário para videoclipes e também no filme Caçadores de Obras-Primas, com George Clooney.

Onde fica: Gutenbergstraße, 15562 – Rüdersdorf.

15. Os segredos nucleares de Vogelsang

Vogelsang, que fica a pouco mais de uma hora de carro de Berlim, foi mais um local desta lista dominado por russos durante o período da Guerra Fria. As construções começaram em 1951 e mais de 15 mil soldados tinham o lugar como base, uma espécie de cidade que era proibida para os alemães orientais.

A partir de 1959, armas nucleares começaram a chegar, algo que nem mesmo a polícia alemã tinha conhecimento. Eram bombas mais potentes do que aquelas enviadas pelos norte-americanos ao Japão, durante a Segunda Guerra Mundial. Mesmo depois da reunificação, somente em 1994 os russos deixaram o local em definitivo.

Onde fica: Vogelsang, 16792 Zehdenick, Oberhavel – Brandenburg.

16. Cervejaria Bärenquell

Assim como muitos estabelecimentos da Alemanha Oriental que acabaram caindo nas mãos do Estados, a cervejaria Bärenquell é mais um exemplo que não sobreviveu após a reunificação do país.

Depois de 112 anos de história, ela fechou suas portas em abril de 1994, não resistindo à competição com outras marcas locais e mesmo internacionais que já eram muito populares no outro lado do muro. O prédio permanece abandonado até hoje, mas ainda tem muitas histórias para contar.

Onde fica: Schnellerstraße 137, Schöneweide, 12439 – Berlim.

17. A antiga rádio estatal de Grünau

Este prédio foi construído nos anos de 1929 e 1930 e já passou por diversos donos e funções. Durante o período de guerra, foi um hospital militar e depois ficou sob o comando da União Soviética. Ele é mais conhecido por ter sido a sede de uma rádio estatal durante o período da guerra fria.

Depois de 1991, ele ficou abandonado, sendo motivo de disputas judiciais e indo à leilão. Em 2012 um grupo de artistas tomou conta do local e realizou diversas intervenções, apresentações e workshops, mas eles foram expulsos e o local permanece esquecido desde o final de 2013.

Onde fica: Regattastraße 277, Grünau, 12527 – Berlin.

18. Hospital Beelitz-Heilstätten

Beelitz-Heilstätten foi um hospital durante quase um século. Construído em 1898, ele serviu como hospital militar durante a Primeira e a Segunda Guerra, e também sob o comando dos russos durante a Guerra Fria. Seu paciente mais famoso foi Adolf Hitler, que tratou um machucado na perna por conta de um acidente com uma granada na Primeira Guerra Mundial.

Depois da queda dos nazistas, o hospital foi tomado pelos soviéticos e se tornou o maior hospital militar fora da União Soviética. Os russos só deixaram o local em 1994 e, desde então os prédios estão abandonados.

Onde fica: Beelitz-Heilstätten, 14547 Beelitz – Berlim.

19. Sanatório Elizabeth

A 30 minutos de Berlim, você poderá encontrar o Sanatório Elizabeth. O local foi construído por Walter Freimuth em 1912, e o nome foi dado em homenagem à sua esposa. Por serem judeus, eles fugiram do país durante o período de dominação nazista, mas o hospital sobreviveu à Segunda Guerra Mundial.

Ele tratava em especial pacientes com tuberculose e o local chegou a ser modernizado na década de 1980. No entanto, acabou sendo abandonado em 1994, quando a clínica mudou de endereço.

Onde fica: Potsdamer Damm 1, 14532 – Stahnsdorf.

20. Instituto de anatomia Abgehackt

O último prédio em nossa lista está abandonado há aproximadamente 10 anos. Abgehackt foi o Instituto de Anatomia da Universidade de Berlim e funcionou de 1949 até 2005. No local, os alunos lidavam com cadáveres e assistiam aulas, até que o curso foi mudado para outro prédio dentro da cidade.

Ainda é possível identificar salas de aula e até mesmo gavetas para conservar os corpos, mas grande parte do local já está tomado por pichações. Uma grande cadeia de supermercados comprou o terreno e promete construir um shopping center por lá.

Onde fica: Königin-Luise-Straße 15, 14195 – Berlim.

Vale ressaltar aqui todo o esforço dos responsáveis pelo site Abandoned Berlin, que se lançam em várias aventuras para ter essas fotos e informações incríveis sobre a cidade e seus arredores. A lista acima pode trazer um roteiro totalmente alternativo e muito divertido para quem gosta de explorar este tipo de lugar.