9 motivos para você conhecer Cambará do Sul: a terra dos cânions

Escrito por Bruno Mendes

O contato com belas paisagens, em longas caminhadas e a passeios de cavalo, e a contemplação de cânions grandiosos estão entre os principais atividades turísticas de Cambará do Sul, uma cidadezinha gaúcha com 7 mil habitantes, localizada a 185 quilômetros de Porto Alegre.

Continua após o anúncio

Ainda que seja procurada pela calmaria, Cambará desperta maior atenção de entusiastas do turismo de aventura e do ecoturismo, sempre ávidos por trilhas, banhos de cachoeira, prática de esporte radicais e, é lógico, a contemplação de uma natureza de tirar o fôlego.

É na região Parque Nacional de Aparados da Serra e no Parque Nacional da Serra Geral que o visitante irá vislumbrar os paredões arborizados com mais de 900 metros de altura e ter a certeza que escolheu o melhor destino. Veja 9 razões para você fazer as malas(olha lá heim, inclua alguns itens de viajante aventureiro) e desbravar esse paraíso!

1. Cânion Fortaleza, o maior de todos

Como cada visitante tem seus predileções e nunca é 100% preciso apontar o ‘principal motivo’ para visitar Cambará do Sul, no entanto, em termos de grandiosidade, nenhuma outra formação natural supera os paredões de 900 metros do cânion Fortaleza, que se estende por mais de 7 quilômetros de extensão.

Protagonista entre os atrativos do Parque Nacional da Serra Geral, o cânion tem três trilhas: a Cachoeira do Tigre Preto(3km), Mirante do Fortaleza(3,2km) e Pedra do Segredo(2,7km).

2. Pedra do Segredo

A trilha até a Pedra do Segredo, citada na indicação acima, é uma das mais procuradas pelos aventureiros e até chegar o destino final, o trilheiro caminha pela fauna preservada, que fica pertinho da fronteira com Santa Catarina. O grande atrativo dessa trilha nem é tão grandioso, mas gera muita curiosidade.

A famosa Pedra do Segredo é um bloco monolítico de 5 metros de altura com o peso de aproximadamente 30 toneladas, e que – pasmem! – está por cima de uma base de apenas 50 centímetros de altura.

3. Cascata dos Venâncios

Localizada a cerca de 23 quilômetros do núcleo urbano de Cambará do Sul e já na divisa com o município de Jaquirana, a Cascata dos Venâncios tem quatro quedas d’águas e é considerada a cachoeira mais bela da região, sendo chamada por algumas pessoas de ‘mini Foz do Iguaçu’. As águas são limpinhas e cristalinas, ou seja, o ambiente mais do que convidativo para aquele banho memorável.

A atração fica na fazenda homônima, que oferece mais alguns passeios eu um delicioso café da manhã!

4. Cânion do Itaimbezinho, o mais bonito

Se o cânion Fortaleza destaca-se como o mais alto, o Itaimbezinho é agraciado como o mais belo da região de Cambará do Sul, e está situado no Parque Nacional de Aparados da Serra. Por 6 quilômetros, as paredes verticais de mais de 720 metros de altura se estendem, e a depender da perspectiva, é possível contemplar aquele visual cinematográfico que nem parece ser verdadeiro.

Continua após o anúncio

Pelas trilhas do cotovelo (6km) e do vértice(1.5km), o visitante passará pelas bordas do cânion e poderá observar as araucárias. O trajeto é bem estruturado e seguro, no entanto, é recomendado seguir com o auxílio de guias.

5. Realizar passeios a cavalo

Se você não gosta de andar , pode ficar tranquilo que é viável percorrer as paisagens cortadas de paredões a cavalo. Há diferentes roteiros pelas bordas do cânion Cambajuva, Pinheirinho e da Pedra, e na atividade o visitante, além de contemplar o visual, poderá conhecer um pouco da cultura dos tropeiros.

Caso você nunca tenha montado em um cavalo na vida não se preocupe, os animais são mansos e próprios para quem não tem prática na montaria. Pode curtir sem medo!

6. Provar o famoso e autêntico churrasco ao fogo de chão

O churrasco de chão é uma tradição gaúcha, que mesmo sem ideia exata do seu princípio, passa de geração para geração em famílias de todo o Rio Grande do Sul. Acredita-se que por não existir fogão em tempos antigos, os tropeiros colocavam a costela e pedaços de carne no espeto de madeira de cambuí e deixavam a carne assar a certa distância do chão.

Esta na dúvida se vale a pena provar? Faça um favor a si mesmo e experimente e, com certeza, você incluirá na programação diária mais uma rodada de churrasco!

7. Conhecer o museu Municipal Irmã Tarsila

Criado em 2001, o Museu Municipal Irmã Tarsila, é uma atração fora dos ‘trajetos pela natureza’ que vale a pena ser apreciada. O espaço possui 400 peças doadas por moradores de Cambará do Sul, entre móveis, roupas, documentações, fotografias e moedas que contam um pouco da história do município ao longo dos anos.

As principais metas do museu são conservar a história local e apresentar aos visitantes um pouco dos hábitos da população cambarense.

8. Cachoeira do Tigre Preto

O passeio pelo Parque Nacional da Serra Geral ficará incompleto se não houver uma parada na cachoeira do Tigre Preto, destino final de uma das trilhas indicadas nessa lista. Durante o trajeto dá para ver três quedas d’águas e atravessar um rio com a água na altura do joelho para observar a maior cachoeira.

É indicado contratar o guia para fazer o trajeto, que dura cerca de 30 minutos.

9. Ficar hospedado no Parador Casa da Montanha

É sempre bom ter um lugar bonito e confortável para descansar depois das atividades de lazer e o hotel Parador Casa da Montanha, mais do que uma acomodação, promove excelentes atividades por Cambará do Sul. Situado na fazenda dos Campos de Cima da Serra, o hotel tem suítes rústicas e aconchegantes, cuja estrutura e localização, mantém o hóspede próximo à natureza o tempo todo.

Além de ter relaxantes noites de sono, o sortudo visitante poderá fazer passeios de quadriciclo, a cavalo e até de helicóptero.

Aí estão alguns motivos para você agendar uma viagem para Cambará do Sul e ter mais uma comprovação de que no Brasil, não há limites em termos de beleza e grandiosidade da natureza.

 
   

PARA VOCÊ