Vilnius: um guia extraordinário para conhecer a capital de Lituânia, na Europa

Vilnius é a capital da Lituânia. Recheada de construções históricas e cenários que lembram conto de fadas, a cidade possui um bairro que se autodeclarou independente. Lá é possível fazer um voo de balão e visitar a cidade vizinha, Trakai, que conta com um castelo deslumbrante. Confira um guia surpreendente deste destino europeu.

Publicidade

O que você precisa saber antes de ir a Vilnius

Apesar de ser uma capital, Vilnius é muito pequena e, por isso, em 2 dias você consegue visitar as atrações. Para começar a planejar seu roteiro, fique por dentro de dicas e informações importantes:

  • Língua: o lituano é a língua oficial, mas você não vai ter muitas dificuldades de se comunicar em inglês em restaurantes, hotéis e atrações turísticas.
  • Como são os lituanos: as pessoas que já visitaram Vilnius costumam relatar que os lituanos são receptivos, simpáticos e, por Vilnius ser o centro de uma universidade, há muitos jovens. No geral, a população gosta de quando você tenta falar algumas palavras em lituano. Além disso, eles são muito pontuais.
  • Qual é a moeda: desde janeiro de 2015, a moeda oficial da Lituânia é o Euro. Estabelecimentos aceitam cartão e há poucas agências de câmbio na cidade. Por isso, vá preparado.
  • Bebidas alcoólicas: bebidas alcoólicas só podem ser compradas das 10h às 20h de segunda a sábado e das 10h às 15h aos domingos. Ademais, não beba andando pelas ruas, pois é proibido e você pode ser parado por algum policial. Por fim, dia 1 de setembro é o ‘dia sem álcool’ e as bebidas não são vendidas em nenhum lugar.
  • É barato: apesar de você gastar bastante com a passagem aérea, a Lituânia é um país barato para se visitar. Uma boa refeição custa em média €15. É possível encontrar hospedagens que variam de €20 a €60 por noite. O transporte público custa cerca de €2 e os aplicativos de viagem giram em torno de €3 para uma locomoção mais distante. E, claro, você vai andar muito a pé por lá, uma ótima maneira de economizar.
  • Não precisa de visto: como a Lituânia faz parte do Acordo Schengen da Europa, brasileiros podem ficar até 3 meses em Vilnius apenas com apresentação de passaporte.

Outro aviso importante é que assoviar na Lituânia é considerado rude e, por isso, é legal evitar para não entrar em encrenca. Assim, considere todas as dicas e informações na hora de montar o seu roteiro.

Onde fica Vilnius

A capital da Lituânia está situada no extremo leste da Europa e faz parte dos Países Bálticos, juntamente com Estônia e Letônia. Vilnius fica a 332 km de Polanga, 105 km de Kaunas, 309 km de Klaipeda e cerca de 35 km de Trakai, sendo outros destinos famosos do país.

A cidade é pequena, apenas 600 mil habitantes. Então, muitas pessoas incluem no roteiro outros destinos famosos da Lituânia, como Kaunas, Klaipeda, Kernavė, Neringa, Palanga e Trakai. Além disso, muitos viajantes passam também pela Polônia e Letônia.

Como chegar

Do Brasil até Vilnius, certamente a melhor porta de entrada é pelo aeroporto. De lá, é possível pegar um táxi, ônibus ou usar um aplicativo de viagem para chegar até o centro para fazer as demais atividades a pé.

Há turistas que fazem viagem de ônibus, partindo de cidades próximas ou até mesmo de outros países, como Polônia, Letônia ou Estônia. Saiba que comer ou beber dentro de ônibus não é permitido, então vá preparado. O trem é mais utilizado para quem parte da Rússia, já que a distância é de 800 km aproximadamente.

Publicidade

O aeroporto de Vilnius

Não há voo direto do Brasil para Vilnius. Isso significa que você fará escala, sendo que os lugares mais comuns são Lisboa, França, Alemanha ou Londres. Para isso, você pode sair do Brasil com companhias brasileiras e depois vai fazer troca para aeronaves internacionais. O aeroporto de Vilnius não é muito grande e está a cerca de 5 km do centro da cidade.

Agora que você já sabe onde fica e como chegar a Vilnius, siga a leitura para entender um pouco da história do destino, visto que o local está repleto de passeios culturais.

História de Vilnius

Dizem que Vilnius existe desde o ano de 1253, inclusive há cartas do Grão-Duque Gediminas que relatam a vinda de judeus e alemães para a cidade. A história é um pouco conturbada, visto que a Guerra Russo-Polonesa, em 1653, massacrou grande parte da população. De lá para cá, Vilnius já foi ocupada por alemães, foi anexada à Rússia, tomada pelos poloneses e pertenceu à antiga União Soviética. Após a união dos países Bálticos, a URSS anunciou a independência da Lituânia. Em um momento de perdas, o país e a capital se reconstruíram tentando apagar o passado trágico, mas ainda é possível ver resquícios da cultura e história espalhados por lá.

Com tanta história, você já percebeu o que te espera por lá, não é mesmo? Por isso, confira as principais atrações de Vilnius no tópico a seguir e selecione seus passeios favoritos para montar o roteiro.

O que fazer em Vilnius para uma imersão cultural

A Old Town, ou cidade histórica, é o ponto de partida de muitas pessoas, pois a diversas atrações estão situadas aos redores deste ponto. Para começar, ande pelas ruas charmosas, visitando lojas e restaurantes. Não deixe de passar pelas ruas Pilies, Didzioji, Skapo e Sauvicious. Depois desse momento de apreciação, confira os principais pontos e atividades:

1. Voo de balão

A experiência mais procurada pelos viajantes é um voo de balão sobre a cidade antiga de Vilnius, que dura em torno de 1h sobrevoando e 3h incluindo o preparo. Após reservar o passeio com empresas especializadas, um transporte irá pegar você na porta do hotel e levará para uma região mais afastada da cidade. Pronto, você sobe no balão e aproveita o passeio incrível. No final, você vai beber um champanhe para comemorar. Além disso, em Trakai também há uma experiência parecida. As empresas mais procuradas são a Hot Air Lines ou Balloon.LT.

  • Preço de entrada: o preço depende do passeio, mas o de 1h sobrevoando custa em torno de €120 por adulto.
  • Horário de funcionamento: o horário de funcionamento da loja em si é das 9h às 19h, mas os passeios costumam ser logo cedo ou no fim do dia, quando o sol está se pondo, que pode ser bem tarde no verão.

2. Praça da Catedral

Essa praça é um dos pontos mais procurados para fotos, pois é onde se concentravam as forças militares antigamente. A Catedral, com o nome de Basílica Arquicatedral de São Estanislau e São Ladislau, está logo ali com uma arquitetura que impressiona. Ao lado você também encontra a famosa torre do sino. No interior, é possível visitar capelas e catacumbas no subsolo. A Basílica está aberta todos os dias e a entrada é gratuita.

3. Uzupis ou Uzupio

Se for traduzir, ‘Uzupis’ significa ‘do outro lado do rio’. O local se trata de um bairro artístico e boêmio que se declarou independente em 1.º de abril, após a ocupação soviética. Obviamente que essa independência não é reconhecida oficialmente, mas o bairro tem até constituição própria, que fica exposta na rua Paupio. O mais legal é visitar as ruas com casas antigas e apreciar os grafites das construções. Você pode até carimbar o seu passaporte ao passar por ali, para registrar o seu passeio. A entrada é gratuita e sem horário de funcionamento.

4. Vilnius Town Hall

A prefeitura é um dos pontos turísticos devido à arquitetura: a aparência lembra um museu e no interior acontecem shows, concertos e eventos. Muita gente visita o local para fotografar a fachada, que é incrível. Logo na frente tem uma pequena praça onde acontecem algumas feiras ou músicas ao vivo.

Publicidade

  • Preço de entrada: a entrada pode ser gratuita, mas dependendo da exposição, show ou evento, há um ingresso pago à parte.
  • Horário de funcionamento: geralmente é das 11h às 19h, mas aos sábados abre a partir das 10h.

5. Igrejas

Você vai encontrar muitas igrejas pela cidade e todas possuem arquitetura única e deslumbrante. Você pode dar uma passada na Igreja de Santa Anna (St. Anne and Bernardine Church), com uma arquitetura que surpreende e uma cor salmão muito bonita. Além disso, você pode ir à St. Peter e St. Paul, Saint Catherine e St. Francis of Assisi. As entradas são gratuitas.

6. Universidade de Vilnius

A arquitetura da universidade já impressiona, mas a atração principal é o Campanário da Igreja de Saint John. Trata-se do prédio mais alto da cidade histórica, ou seja, da Old Town. Lá, os visitantes podem subir e apreciar uma vista incrível.

  • Preço de entrada: para subir até o topo do Campanário é cobrado um preço que gira em torno de €5.
  • Horário de funcionamento: diariamente das 10h às 19h, mas pode sofrer alterações.

7. Colina das Três Cruzes e Torre de Gedimidas

Do lado da Universidade está a Colina das Três Cruzes, onde é possível subir um morro com três cruzes, é claro. Lá é possível ter um olhar panorâmico da cidade, mas a atração principal da região é a Torre de Gedimidas, que foi uma parte do castelo de uma figura importante da Lituânia, o Grão-Duque Gediminas.

  • Preço de entrada: a entrada para a Colina das Três Cruzes é gratuita e a Torre de Gedimidas gira em torno de €5.
  • Horário de funcionamento: a Colina das Três Cruzes não tem horário de funcionamento, já a Torre de Gedimidas funciona das 10h às 20h, mas fique atento, pois pode sofrer alterações.

8. Jardins de Bernardine

Localizado às margens do Rio Vilnele, os jardins de Bernardine foram criados em 1870 por monges e são um espaço rodeado por áreas verdes, com brinquedos para crianças, uma biblioteca ao ar livre e um chafariz. Ou seja, é um ótimo local para descansar e relaxar. A entrada é gratuita e o parque não fecha.

Publicidade

9. Palácio Presidencial e Museu Nacional da Lituânia

O Palácio presidencial, obviamente, é a residência oficial e escritório do presidente da Lituânia. É possível visitar o pátio, que nem sempre está aberto ao público, como também fotografar a fachada. Nos domingos ou datas especiais, acontece a Cerimônia de Substituição da Bandeira. O mais impressionante é que, por Vilnius ser segura, quase não há guardas na entrada. Já o Museu da Lituânia possui peças históricas e é uma visita muito legal para conhecer a cultura.

  • Preço de entrada: o preço para entrada no museu gira em torno de €5.
  • Horário de funcionamento: o Museu da Lituânia funciona das 10h às 18h.

10. Torre de TV em Vilnius

A 8.ª torre de TV mais alta da Europa e a 26.ª do mundo é uma atração digna de entrar no seu roteiro, já que há uma plataforma com vista panorâmica incrível da cidade nessa estrutura. Ali também está localizado o restaurante giratório Milky Way.

  • Preço de entrada: em torno de €10 a €13 por adulto e estudantes pagam €6.
  • Horário de funcionamento: diariamente das 11h às 21h.

11. Castelo de Trakai

Vilnius é vizinha da cidade de Trakai, distante dela apenas 40 km. Por isso, muitos turistas pegam um trem ou ônibus e visitam tal cidade, um dos cartões postais mais famosos da Lituânia. Em uma pequena ilha ao longo do lago Galvė fica o castelo de Trakai, onde é possível fazer um tour pelo lado de fora. Para a visita gratuita você não precisa pagar, já o passeio pago te dá direito de visitar o interior, com direito a um museu. Ao redor do lago há passeios de pedalinho e stand up paddle em algumas épocas do ano. O restaurante Apvalaus stalo klubas tem uma vista para o castelo e serve pratos típicos da Lituânia.

  • Preço de entrada: às vezes acontecem eventos, então o preço pode variar. Porém, varia entre €3 e €12.
  • Horário de funcionamento: no verão, em novembro e dezembro funciona diariamente das 10h às 19h. E em março, abril, outubro e novembro, das 10h às 18h ou das 12h às 18h, dependendo do dia. Sempre confira o horário em sites ou redes oficiais antes de ir.

Você vai andar bastante e, por isso, prepare o seu corpo para aguentar longas caminhadas. Prepare-se também para se adaptar ao fuso horário, que é 6 horas à frente do horário de Brasília. Esse fuso pode alterar, já que existe horário de verão por lá.

Roteiros em Vilnius para conhecer cada canto da cidade

O ideal é ficar a partir de 2 dias na cidade, mas há pessoas que preferem fazer um bate-volta ou até mesmo passar mais tempo na cidade. Por isso, veja alguns roteiros que contemplam 1, 2 e 4 dias:

O que fazer em Vilnius em 1 dia

Muita gente aproveita para visitar os países vizinhos, como Polônia, Letônia e Rússia e faz um passeio de bate-volta até Vilnius. Por isso, siga este roteiro e não deixe de ir a esses pontos:

  • Praça da Catedral
  • Igreja de Santa Anna
  • Universidade de Vilnius + subida no Campanário da igreja de Saint John
  • Almoce no Etno Dvaras, que possui diversos pratos típicos no cardápio
  • Colina das Três Cruzes
  • Torre de Gedimidas
  • Jardins de Bernardine

Caso o dia não esteja muito bom, com chuva ou muito frio, faça alterações no roteiro ou itinerário. Lembre-se sempre que é possível adaptar o roteiro, seja pelo clima ou para inserir atividades que combinem mais com o seu estilo de viajante.

O que fazer em Vilnius em 2 dias

Esse é o roteiro ideal, pois em 2 dias é possível conhecer cada canto de Vilnius e ter a sensação que você viu de tudo um pouco. Acompanhe a sugestão a seguir:

Dia 1:

  • Vilnius Town Hall
  • Palácio Presidencial
  • Torre de Gedimidas
  • Colina das Três Cruzes
  • Almoce no Etno Dvaras, que possui diversos pratos típicos no cardápio
  • Jardins de Bernardine
  • Visite o Bairro de Uzupis
  • Vá aos bares excêntricos em Uzupis, como o Snekutis e/ou o Uzupio Kaviné

Dia 2:

  • Comece na Praça da Catedral
  • Universidade de Vilnius, com subida no Campanário da igreja de Saint John
  • Igreja de Santa Anna
  • Almoce no Leiciai e experimente comidas típicas
  • Museu da Lituânia
  • Voo de balão sobre a cidade antiga
  • Jante no Prie Angelo Restoranas

Se sobrar tempo ou você achar que alguns pontos podem ser substituídos, não deixe de passar também pela parte nova da cidade, conhecida como Naujamiestis.

O que fazer em Vilnius em 4 dias

Se você quer um passeio mais calmo, reserve quatro dias para ficar na cidade com viagens bate-volta até cidades próximas, como a incrível Trakai. Para isso, o ideal é alugar um carro para esse roteiro. Veja a sugestão:

Dia 1:

  • Vilnius Town Hall
  • Palácio Presidencial
  • Torre de Gedimidas
  • Colina das Três Cruzes
  • Almoce no Etno Dvaras, que possui diversos pratos típicos no cardápio
  • Jardins de Bernardine
  • Visite o Bairro de Uzupis
  • Vá aos bares excêntricos em Uzupis, como o Snekutis e/ou Uzupio Kaviné

Dia 2:

  • Vá para a cidade de Trakai para conhecer o famoso Castelo
  • Almoce no restaurante Apvalaus stalo klubas com vista para o castelo
  • Faça um voo de balão sobre o castelo
  • Retorne para Vilnius e faça um passeio na parte nova da cidade, conhecida como Naujamiestis
  • Jante no Baltoji Kate, ali mesmo em Naujamiestis

Dia 3:

  • Parta para a cidade de Kernavé, distante a 30 km de Vilnius, visite os sítios arqueológicos e almoce na cidade
  • Retorne para Vilnius e visite o Portão da Madrugada
  • Visite outras igrejas
  • Rua Literatu
  • Visite as ruas da cidade antiga e procure restaurantes para jantar

Dia 4:

  • Comece na Praça da Catedral
  • Universidade de Vilnius, com subida no Campanário da igreja de Saint John
  • Igreja de Santa Anna
  • Almoce no Leiciai e experimente comidas típicas
  • Museu da Lituânia
  • Jante no Prie Angelo Restoranas

Por fim, opte por andar a pé, pois dessa forma você vai apreciar as ruas charmosas e cheias de história da cidade, que são atrações à parte. Você pode também optar por fazer o passeio por conta própria ou realizar tours guiados em inglês e até espanhol em dias selecionados. Esses tours costumam ser gratuitos com saída do Town Hall, mas lembre-se de dar gorjetas aos guias.

Qual a melhor época para ir a Vilnius?

Por ser um pouco desconhecida por parte dos turistas, você não vai encontrar a cidade lotada. Porém, se você quer aproveitar o passeio passando menos frio, pode viajar entre os meses de maio a setembro. Confira como é o clima mês a mês na capital da Lituânia:

  • Janeiro: muito frio (-6ºC a -2ºC), chuva moderada, baixa temporada
  • Fevereiro: muito frio (-5ºC a -1ºC), pouca chuva, baixa temporada
  • Março: muito frio (0ºC a 4ºC), pouca chuva, baixa temporada
  • Abril: frio ameno (6ºC a 12ºC), pouca chuva, baixa temporada
  • Maio: pouco frio (12ºC a 18ºC), pouca chuva, alta temporada
  • Junho: pouco frio (16ºC a 22ºC), pouca chuva, alta temporada
  • Julho: pouco frio (18ºC a 24ºC), chuva moderada, baixa temporada
  • Agosto: pouco frio (17ºC a 23ºC), chuva moderada, baixa temporada
  • Setembro: pouco frio (12ºC a 18ºC), pouca chuva, alta temporada
  • Outubro: frio ameno (6ºC a 11ºC), pouca chuva, alta temporada
  • Novembro: muito frio (2ºC a 5ºC), pouca chuva, baixa temporada
  • Dezembro: muito frio (-2ºC a 0ºC), chuva moderada, alta temporada

Por fim, saiba que no inverno o sol quase não aparece em Vilnius. Por exemplo, em dezembro Vilnius possui apenas 4 horas de sol. Já no verão, o sol pode nascer às 5h e se pôr às 22h. Nessa estação é possível andar com roupas mais leves e até sentir a necessidade de um ar condicionado.

Onde se hospedar em Vilnius

A cidade é muito pequena e, por isso, é tudo muito próximo. Porém, é possível separar Vilnius nas regiões de Old Town e Naujamiestis. Confira alguns hotéis que são muito bem avaliados:

Old Town

O centro histórico da cidade é a melhor opção para se hospedar, já que está próximo das principais atrações de Vilnius. Se você procura algo mais em conta, mas com um conforto incrível e perto da rodoviária, pode ficar no Old Town Trio Hostel Rooms. Opte também pelo Hotel Vilnia, que possui muito conforto, os quartos são muito chiques e o preço não é tão caro. Outro muito procurado com as mesmas características do anterior é o Radisson Blu Hotel Lietuva. Se você quer algo avaliado com 5 estrelas, pode ficar no Hotel PACAI.

Naujamiestis

Essa é a parte nova da cidade e ainda está em expansão, mas é o local perfeito para compras e para experimentar restaurantes incríveis. Você pode escolher ficar no Hilton Garden Inn Vilnius City Centre ou no 15th Avenue. Além disso, outros muito bem avaliados e com um toque de requinte são o Neringa Hotel e o Ratonda Centrum Hotels. Se procura algo mais econômico, dê uma olhada no Railway Hotel & Apartments, onde você mesmo faz o seu check-in.

Por fim, saiba que na alta temporada você pode ter dificuldades de encontrar um quarto vago, já que a cidade é pequena e os hotéis não são tão grandes. E não deixe de olhar Airbnb em Vilnius, pois há opções muito confortáveis.

Gastronomia em Vilnius

Por ser uma região muito fria, os pratos mais tradicionais são pesados, com muita carne de porco e batata. Você também vai encontrar bolinho, panqueca, pudim e até salsichas de batata. Sopa de beterraba e um pão diferente também estão no cardápio.

  • Panqueca de Batata (bulviniai blyna): o nome mesmo diz, é uma panqueca de batata que pode ser recheada com carnes e servida com molho azedo. Para experimentar, vá no Etno Dvaras, no Prie Angelo Restoranas ou no Langaminas.
  • Capelinai: bolinhos de massa de batata cozidos e recheados com carne. Você pode até encontrar nos estabelecimentos do tópico anterior, mas pode ter certeza de que vão servir no Senoji trobelė e no Bernelių Užeiga.
  • Sopa fria ou quente de beterraba (šaltibarščiai): beterraba, cebola, pepino e creme de leite são os ingredientes principais desta sopa de beterraba que fica linda em fotos. Esse prato é servido frio no verão e quente no inverno. Para experimentar, vá na
    Snekutis e no Lokys.
  • Kibinai: uma espécie de empanada da Lituânia com recheios diversos, sendo os mais comuns de cogumelo, coalhada e espinafre. Para experimentar, vá no Senoji Kebinini.
  • Kepta Duona: pão típico da Lituânia, com cor escura e frito. Você pode encontrar na maioria dos restaurantes e é servido principalmente como aperitivo.

Além disso, há outros pratos que você pode experimentar, como o pudim de batata, sopa, queijo de maçã (uma espécie de goiabada, mas feita com maçã) e outras delícias preparadas com cogumelo. Saiba que muitos restaurantes oferecem pratos típicos da Lituânia, então você não vai ter dificuldades de encontrar. Entretanto, sempre chegue cedo e reserve lugar, pois as mesas costumam lotar, visto que os espaços não são tão grandes.

Turistando em Vilnius para se encantar com o destino

Você sabia que é comum os banheiros públicos em restaurantes e bares não terem divisão de feminino e masculino? Veja outras dicas como essa e outras informações na seleção de vídeos a seguir:

História e cultura se unem

Marjorie Lopes visitou a cidade e compartilhou dicas para quem gosta de arte e cultura. Ela passou por vários pontos importantes para a história da cidade, inclusive um grafite feito por brasileiros está exposto em uma construção. Aperte o play para saber mais.

Um passeio por prédios históricos

O Canal Taru Cultura compartilhou a viagem para Vilnius em vários episódios. Neste primeiro capítulo você vai conferir prédios históricos, como a Câmara Municipal, a Universidade e o Palácio Presidencial. Confira as dicas.

Os Países Bálticos

O Diogo Kyrillos chegou à capital da Lituânia para conhecer comidas típicas, atrações e o maior centro histórico da Europa declarado patrimônio da Unesco. Ele ainda compartilhou uma opção de hotel. Aproveite para saber um pouco mais deste destino.

Gostou de conhecer esses pontos turísticos e as dicas extras de Vilnius? Para finalizar o guia, siga para o próximo tópico e confira fotos surpreendentes do destino.

10 fotos encantadoras de Vilnius para conhecer o destino

A Lituânia foi ocupada pela União Soviética na época da Segunda Guerra e foi a primeira a se desligar da URSS. Mesmo assim, é possível encontrar resquícios desse tempo pela cidade. Veja, algumas fotos que demonstram toda a história e cultura da cidade:

1. Bem-vindo à cidade de Vilnius, você vai pousar no aeroporto da cidade

2. Ou chegar pela incrível estação de trem

3. Aliás, a estação possui uma escultura do Tony Soprano, da série ‘Sopranos’

4. Visite a Colina das Três Cruzes

5. Depois vá para a Rua Literatu

6. O Portão da Madrugada é outro destino histórico da cidade

7. A Gedimidas Tower possui uma vista incrível

8. Há shoppings na cidade, como o Centras Cup, o Europa e o Panorama Mall

9. O Castelo de Trakai é um ótimo passeio para fazer na cidade vizinha

10. Não deixe de visitar os bares excelentes da região

Gostou de conhecer Vilnius? Muita gente une essa cidade com Riga e Tallin, e outros destinos famosos dos Países Bálticos. Confira agora 12 roteiros pela Europa que vão fazer sua viagem ser muito especial.