20 atrações da Cidade do México que você precisa conhecer

Escrito por Clara Fagundes

A Cidade do México, a capital mais antiga das Américas, é uma metrópole que transborda história, cores e tradições. O destino dos sonhos de quem busca um lugar vibrante, agitado e de cultura riquíssima para passar as férias, alguns dias ou mesmo um final de semana.

Saiba que a capital do México merece mais do que ser uma simples conexão até Cancún. Se tiver escolha, reserve ao menos quatro dias para conhecer seus museus, parques, monumentos históricos e pontos turísticos, como o Castelo de Chapultepec e as ruínas de Teotihuacán. Não deixe de desfrutar com olhos e coração abertos as suas expressões artísticas, artes urbanas e as cores das ruas. A cidade transborda de tantas opções de passeios legais!

Abaixo, confira os 20 pontos turísticos obrigatórios para quem vai visitar a Cidade do México pela primeira vez. Mas antes, fique atento nestas 5 importantes dicas, para garantir que o seu passeio seja perfeito:

5 dicas para quem vai viajar para a Cidade do México pela primeira vez

  1. O metrô e o metrobus são opções mais limpas, seguras e rápidas do que táxis. Não vale a pena alugar carro na Cidade do México, pois o trânsito é intenso, a tarifa de táxi é baixa e o transporte público funciona perfeitamente.
  2. Na dúvida entre táxi ou Uber, escolha Uber. Mas, se precisar de táxi, evite chamá-lo na rua. Peça no hotel, ligue para uma cooperativa ou use aplicativos. Os taxistas mexicanos são conhecidos por enrolarem os turistas, então sempre exija imediatamente que o taxímetro seja ligado. Se ele insistir muito, ao menos negocie um preço fixo antes que seja tarde. Outro cuidado importante é conferir se a foto do taxista na licença que fica no vidro traseiro do carro corresponde ao motorista. Se não for o caso, não entre.
  3. Os melhores bairros para se hospedar estão na chamada Zona Rosa da cidade. Entre eles La Condesa, La Roma e arredores do Bosque de Chapultepec. Polanco também é um bairro da moda, mas é menos bem servido do metrô e um pouco mais residencial.
  4. Embora a moeda seja o Peso Mexicano, o melhor mesmo é levar dólares americanos. Casas de câmbio podem ser encontradas na Zona Rosa e em alguns lugares do Zócalo.
  5. Sabe essa história de que tem pimenta em tudo no México? É verdade. Por isso, já pode decorar a pergunta “la salsa pica?”, que significa “o molho é picante?”, em português.

1. Zócalo (Centro Histórico)

IStock

O centro histórico é a principal região turística da Cidade do México, porque reúne as ruínas astecas de Tenochtitlan, o Templo Mayor, a arquitetura colonial da Nova Espanha, — como era chamada a Cidade do México — a Praça da Constituição, o Palácio do Governo e outros dos pontos turísticos mais famosos do país. Portanto, se o seu tempo de estadia é limitado, sugerimos começar pelo Zócalo.

2. Paseo de La Reforma

IStock

Uma das principais avenidas da capital. É basicamente a Times Square ou a Avenida Paulista da Cidade do México. A Paseo de La Reforma liga várias regiões interessantes para os viajantes, como a Zona Rosa, o Zócalo e o Bosque Chapultepec. Aos domingos, semelhante à sua prima paulistana, a avenida é aberta para bicicletas e fechada para os carros.

3. Museo Nacional de Antropología

IStock

Uma das mais famosas atrações da Cidade do México, o Museo Nacional de Antropología merece todas as recomendações. Ele é uma atração única, que pode tranquilamente preencher todo o seu dia. Entre exposições, esculturas e pequenos templos, você irá se apaixonar um tantinho a mais pela cultura dessa cidade tão encantadora.

4. Bosque de Chapultepec

IStock

O Bosque de Chapultepec é um parque enorme e super arborizando, que vira point dos mexicanos aos finais de semana. O lugar abriga atrações para todos os gostos, como um zoológico, museus, restaurantes, ciclovias e passeios de barquinho pelo lago. Para curtir um fim de tarde gostoso ou começar bem o dia.

5. Castillo de Chapultepec (Castelo de Chapultepec)

IStock

O Castelo de Chapultepec fica dentro do Bosque de Chapultepec — obviamente. O acesso custa, em média, 70 pesos durante a semana e é gratuito aos domingos. O palácio foi construído na colina do Chapulín (gafanhoto), daí o seu nome Chapultepec, que significa exatamente “colina do gafanhoto”. Dentro, você vai saber um pouco mais sobre a história dos governantes do México do século XX.

6. Basílica de Guadalupe

IStock

A Basílica de Guadalupe é a igreja mais importante do México. Além disso, é a mais visitada nas Américas e a segunda mais visitada no mundo. Ela “perde” somente para a Basílica de São Pedro, em Roma.

7. Catedral Metropolitana de la Ciudad de México

IStock

É a sede episcopal da Arquidiocese do México, portanto, a catedral primacial do país. Sua construção durou mais de 200 anos, o que marcou sua arquitetura com diferentes estilos: o barroco, o neoclássico e o renascentista. Um passeio obrigatório para quem gosta de conhecer igrejas dos lugares aonde passa.

8. Xochimilco

IStock

Também conhecida como a “Veneza do México”, Xochimilco é um dos pontos turísticos queridinhos dos próprios habitantes. E isso, como todo viajante sabe, é sempre um ótimo sinal. Não deixe de fazer um passeio de barco (“trajinera”) pelos canais da região.

9. Museo Frida Kahlo

IStock

O Museo Frida Kahlo, também conhecido como a Casa Azul, é a mesma casa onde a artista nasceu e morreu. Não é um museu com diversas obras de artes da pintora, mas é perfeito para quem deseja adentrar o seu universo, a sua história. Quem visitou o Museu de Anne Frank, em Amsterdã, vai reconhecer o formato.

10. Museo Soumaya

IStock

Só a arquitetura deste edifício já é uma atração especial. Fundado em 1994, o Museo Soumaya possui um acervo de mais de 60.000 peças. Destaque para a coleção com 380 esculturas de Auguste Rodin, a segunda maior do mundo. Preciosidade!

11. Museo Dolores Olmedo

Dolores Olmedo foi uma grande amiga do emblemático casal Frida Kahlo e Diego Rivera. Por isso, o museu que leva o seu nome expõe uma coleção invejável de obras dos dois artistas.

12. Teotihuacán

IStock

As ruínas de Teotihuacán são o sítio arqueológico mais visitado do México. Acredita-se que cidade tenha sido fundada por volta de 100 a.C., enquanto os principais monumentos continuaram sendo construídos até cerca de 250 d.C. A Pirâmide do Sol, com 65 metros de altura e 225 metros de cada lado, vai atrair o seu olhar de longe.

13. Palácio de Belas Artes

IStock

O teatro mais importante da Cidade do México atrai turistas do mundo inteiro, principalmente, pelos famosos murais de Diego Rivera. Mas eles não são os únicos pontos de interesse do Palácio de Belas Artes, que possui uma agenda lotada com as mais variadas óperas e apresentações artísticas, além de abrigar dois museus: o Museu do Palácio de Belas Artes e o Museu da Arquitetura.

14. Casa dos Azulejos

IStock

Conhecida pela sua bela fachada, coberta de azulejos espanhóis da região de Talavera da Rainha, a Casa dos Azulejos é um belíssimo monumento mexicano. Desde 1919, ela abriga uma loja de departamento da rede Sanborns. É possível tomar café e almoçar por lá.

15. Barrio Chino

Embora traga “bairro” no nome, a região chinesa da Cidade do México não passa de um quarteirão. Em 2017, o governo decidiu aumentá-lo, mas a iniciativa ainda está em processo. Ainda que pequeno, o Bairro Chinês vale a visita por suas lojinhas, restaurantes e a decoração característica.

16. Secretaría de Educacion Publica

Mais um legado artístico de Diego Rivera, a atual sede da Secretaria de Educação Pública está localizada no lugar da antiga escola de Frida Kahlo. Grandes murais pintados a mão, de Rivera e outros artistas, adornam o edifício. A entrada é gratuita.

17. Cineteca

Construída em 2014, a Cineteca é um complexo com salas de cinema que exibem filmes e mostras fora do circuito comercial. O edifício de arquitetura estonteante fica próximo a Casa Azul de Frida Kahlo e a casa de Trotsky.

18. Casa de Trotsky

IStock

Leon Trotsky, marxista revolucionário e conhecidamente amante de Frida, mudou-se para a Cidade do México depois de ter sido exilado da União Soviética por seu rival Stalin. O museu conta a história se sua vida pelo interior da casa onde morou entre 1939 e 1940, quando foi assassinado.

19. Museo Memoria y Tolerancia

Extremamente importante, o Museu Memória e Tolerância aborda os maiores genocídios da história do mundo. A intenção ao revelar o pior do ser humano é promover a tolerância e evitar a repetição dos mesmos erros do passado. Passeio essencial para o seu cronograma de viagem.

20. Torre Latinoamericana

IStock

Próxima do Zócalo está a Torre Latinoamericana. O prédio conta com um mirante no 42º andar, onde se pode ver a Cidade do México em 360 graus. A entrada é diária, o que significa que você pode ir durante o dia e depois voltar à noite para uma vista completamente diferente. Só não se esqueça de manter no braço sua pulseira de acesso.

Agora que você já tem um roteiro de viagem completo, é hora de pesquisar preços de passagens e hotéis e garantir uma das melhores férias da sua vida!

PARA VOCÊ