Nagoya: o que você precisa saber sobre esse fantástico destino japonês

Escrito por Sheila Almendros

Nagoya é um destino que pode abranger dois mundos distintos: de um lado, uma agitada região, parecida com a famosa Tóquio; de outro, características culturais marcantes, assim como Kyoto. Conheça as principais atrações da cidade, informações importantes para a sua comodidade durante os seus passeios, e fotos que irão te surpreender e aumentar a sua vontade de viajar!

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

Mapa e localização

Situada a leste de Tóquio (a 350 km), e a oeste de Kyoto (128 km de distância), Nagoya é a capital da província de Aichi, e o quarto centro urbano mais populoso do país, com cerca de 2 milhões de habitantes. Seu centro econômico é agitado pela indústria automobilística e também por seus portos, um dos maiores da região, tornando-se a terceira cidade mais rica do Japão.

Como chegar

Saiba como chegar em Nagoya partindo do Brasil ou de outras cidades japonesas:

  • Avião: diversas companhias aéreas oferecem voos do Brasil para o Aeroporto Chuubu Centrair, em Nagoya, com escalas em alguns destinos, como Detroit, Chicago ou Tóquio. Não existem voos diretos para a cidade sem uma paradinha básica para esticar as pernas.
  • Trem: o serviço de trem-bala está disponível nas principais cidades japonesas com destino à Nagoya, e o preço da passagem pode variar de acordo com o local. Para você ter uma base, na alta temporada o ticket com partidas em Tóquio custam JPY 11.290.
  • Ônibus: essa não é a forma mais prática para chegar à Nagoya, porém é a mais barata. A Willer Express é uma das empresas de transporte urbano mais conhecida entre os turistas, e os valores de passagem variam entre JPY 2.000 a JPY 5.000.
  • Carro: alugar um carro e dirigir no Japão é ir pela contramão do fluxo turístico, e garantir uma experiência diferenciada à sua viagem. Partindo de Tóquio você terá duas opções para trafegar até Nagoya: pela rota costeira, seguindo a rodovia Tomei Expressway, ou dirigir pela Chuo Expressway e garantir a vista mais bonita, passando pelas montanhas de Yamanashi, Nagano e Gifu.

Independentemente do transporte que escolher, uma coisa é certa: o trajeto até Nagoya já será uma experiência inesquecível!

Clima

clima anual em nagoya

O clima de Nagoya é subtropical úmido, sem restrições de épocas para as chuvas. Porém, as tempestades ocorrem mais durante o verão, quando os termômetros chegam a marca de até 30 graus. O período com maior fluxo de turistas é durante a primavera (de março a junho), época em que as cerejeiras florescem, deixando a paisagem encantadora.

O que fazer

Tome nota das principais atividades turísticas de Nagoya que merecem entrar em seu roteiro:

Castelo de Nagoya

O Castelo de Nagoya é o principal cartão postal da cidade, construído em 1525, e servindo de moradia ao filho de Tokugawa Ieyasu a partir de 1610. Durante a Segunda Guerra Mundial, um incêndio destruiu quase por completo toda a estrutura interna e adornos do edifício, sendo restaurando somente em 1959. Aproveite para conhecer essa histórica construção e as obras de arte que foram salvas do incêndio a qualquer dia, das 9h às 16h30.

Continua após o anúncio

Santuário de Atsuta

Localizado no interior de um bosque, o Santuário de Atsuta é um templo xintoísta tradicional, que ficou conhecido depois que o samurai Oda Nobunaga procurou o local para fazer a oração da vitória antes da batalha de Okehazama. Aos finais de semana e feriados, há a disposição dos turistas guias voluntários que contam histórias interessantes sobre a espada de Kusanagi e a Cerca de Nobunaga, doada pelo ilustre visitante citado.

Torre de TV Nagoya

A antiga antena de TV analógica da cidade oferece uma vista panorâmica incrível de Nagoya, e você pode apreciá-la nas duas plataformas de observação que ficam em seu interior, juntamente com o restaurante e uma galeria. O horário mais disputado pelos turistas é durante o pôr do sol, mas a visita vale a pena a qualquer momento. A atração fica aberta todos os dias, das 10h às 19h.

Aquário de Nagoya

Inaugurado em 1992, o Aquário de Nagoya fica no porto da cidade, e possui cerca de 500 espécies de criaturas marinhas, além de um museu que abriga uma coleção de mais de 500 mil artigos dessa temática. Há diversas atrações imersivas, que ensinam adultos e crianças sobre a vida dos animais. Os ingressos variam entre JPY 500 a 2000 e a atração funciona todos os dias, das 9h às 17h (em julho e agosto o funcionamento vai até às 20h).

Toyota Commemorative Museum of Industry and Technology

A Toyota é uma das inúmeras empresas da indústria automobilística que possui sede em Nagoya, e claro que não podia faltar por lá um museu que contasse a história de uma das principais e mais famosas marcas japonesas desse setor. O acervo do museu conta com mais de 160 veículos de diferentes épocas e nacionalidades, narrando a história do automóvel desde a sua concepção.

Osu Kannon

Osu Kannon é um templo budista, eleito como um dos três locais sagrados da divindade da misericórdia do Japão. Além de conhecer um pouco mais sobre a cultura oriental, o turista ainda poderá ver de perto a Estátua de Hotei e a Biblioteca Shinpukuji com seus velhos manuscritos. O local fica aberto todos os dias, das 6h às 19h, com entrada gratuita.

Passear por Nagoya é fazer uma imersão à cultura japonesa de uma forma única!

Comida em Nagoya

Diferente de outras cidades japonesas da rota turística, a gastronomia de Nagoya é conhecida por ser mais caseira e saudável, mas que ainda oferece uma experiência diferenciada. Os pratos mais conhecidos por lá são o goheimochi, um grelhado feito de mochi com calda doce de missô vermelho, o miso-katsu, uma carne de porco empanada servida com salada de repolho e arroz, o tenmusu, um onigiri recheado com tempura de camarão, entre outras especialidades.

Para conhecer todas essas especialidades, você terá que escolher bastante entre as inúmeras opções espalhadas pela cidade (e acredite, são muitas mesmo!). O Atsuta Horaiken Matsuzakaya é uma opção sofisticada para quem deseja ter um jantar mais caprichado, e que não abre mão de um rápido e bom atendimento. Já no Miyakishimen Jingu é possível experimentar os famosos lamens no almoço ou brunch. E para quem procura por uma refeição baratinha, o Sumiyoshi JR, na Station Shinkansen Down Line Platform pode ser incluído na lista a qualquer dia de sua viagem.

12 fotos de Nagoya para aumentar a sua vontade de viajar

Conheça um pouco mais do que Nagoya te reserva, dessa vez com imagens ainda mais caprichadas desse destino asiático:

1. Nagoya é um destino que oferece o melhor dos dois mundos

2. Um centro urbano bastante agitado

3. E atrações históricas que mostram muito da cultura local

4. Os edifícios antigos mostram muito do surgimento da cidade

5. E ainda preservam pinturas milenares que causam arrepios

6. Por ser uma cidade japonesa, também não podia faltar construções futurísticas

7. E avenidas que são movimentadas pelo forte comércio

8. Mas a tranquilidade estará garantida durante os passeios pelos templos

9. E uma vista panorâmica irá te surpreender no ponto mais alto da cidade

10. Você poderá aprender mais sobre a vida marinha

11. E também sobre a indústria automobilística

12. E voltar para casa com uma bagagem carregada de aprendizado

Além de Nagoya, você também poderá incluir outras cidades japonesas em seu roteiro, como Tóquio e Osaka. Assim, sua viagem ficará ainda mais completa.

 
   

PARA VOCÊ