Yokohama: o que fazer na segunda maior cidade do Japão

Escrito por Marta Stegani

Embora Tóquio detenha o posto único de principal cidade do Japão, a vizinha Yokohama, a aproximadamente 30 minutos de distância, também é de impressionar. Yokohama acumula superlativos: estamos falando da segunda maior cidade japonesa, que abriga o maior porto do país e tem uma das maiores Chinatowns do mundo!

Yokohama tem parques, áreas ao ar livre e um mirante de onde é possível avistar até o Monte Fuji. Se estiver planejando uma viagem para o Japão, você não vai se arrepender de separar um dia para conhecer essa cidade. Descubra aqui o que fazer e o que precisa saber antes de embarcar!

Mapa de Yokohama

Yokohama está localizada na província de Kanagawa, região metropolitana de Tóquio, a pouco mais de 30 km da capital japonesa. É a segunda maior cidade do Japão e tem também o maior porto do país.

Chegar em Yokohama é bem fácil e é possível conhecer a cidade em um bate e volta. Da estação de Tóquio, pode-se chegar a Yokohama pelas linhas Tokaido ou Keihin-Tohoku da Japan Railways em menos de 30 minutos.

Breve histórico de Yokohama

Em 1854 Yokohama era uma pequena aldeia que vivia da pesca. Após a chegada do comodoro norte-americano Matthew Calbraith Perry, a povoação começou a se desenvolver, até que em 1859 se tornou um porto de comércio importante essencialmente conhecido pela exportação de seda, embora continuasse ligada à pesca.

O comércio estrangeiro conduziu para o rápido crescimento de Yokohama, que funcionou durante a segunda metade do século XIX como um dos principais portos do Oceano Pacífico. Em 1872 foi construída a primeira estrada de ferro ligando Yokohama a Tóquio, o que impulsionou seu desenvolvimento e fez com que em 1889 ela se tornasse uma cidade.

Agora, ao caminhar por Yokohama, você irá entender melhor a importância que o porto tem para cidade.

Curiosidades

Conheça algumas informações sobre Yokohama que podem ser úteis na sua viagem!

  • Idioma: o idioma de Yokohama é o japonês. O inglês é falado apenas em alguns hotéis e serviços turísticos.
  • Visto: para os brasileiros é obrigatório o visto para entrar no Japão.
  • População: 3,7 milhões de habitantes.
  • Fuso horário: o fuso horário está 12 horas à frente do Brasil.
  • Melhor época para visitar: primavera, que vai da metade de março ao fim de abril e deixa a cidade ainda mais linda graças à florada das cerejeiras, e outono, que vai de setembro a dezembro, época em que as temperaturas são mais amenas.
  • Moeda: yen – ¥.

Agora, é só começar a montar o seu roteiro de atrações pela cidade!

O que fazer em Yokohama

Caminhar é uma ótima forma de conhecer a cidade ao mesmo tempo em que aprecia as belezas e construções modernas. Confira os programas que não podem faltar no seu roteiro!

1. Chinatown – Chukagai

Conhecer a Chinatown de Yokohama é um passeio quase que obrigatório, já que estamos falando de uma das maiores Chinatowns do mundo! O bairro tem os tradicionais e imponentes portões chineses, templos, centenas de lojinhas e restaurantes para saborear a comida típica chinesa no esquema pague e coma à vontade. É uma ótima parada para a hora do almoço ou para um passeio noturno, quando as luzes dos estabelecimentos se acendem e dão um show à parte.

2. Parque Yamashita

Saindo da Chinatown, aproveite para relaxar um pouco no Parque Yamashita, um espaço à beira mar, florido, organizado, perfeito para uma caminhada ou momento de descanso. De lá se tem uma bela vista do porto e do skyline da cidade e rende fotos belíssimas.

  • Endereço: 279 Yamashitacho – Naka Ward.
  • Horário de funcionamento: 24 horas.

3. Terminal de Osanbashi

O Terminal de Passageiros de Osanbashi é o local onde navios de cruzeiros internacionais atracam quando chegam a Yokohama, mas é uma atração interessante mesmo para quem não vai embarcar em um navio. O píer é um dos melhores locais da cidade para uma caminhada, um piquenique, sentar observando o movimento e apreciar um visual incrível.

  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 21h30.

4. Red Brick Warehouse

A Red Brick Warehouse é um galpão construído há mais de um século que foi transformado em galeria e hoje abriga um mix interessante de lojas, bares, cafés e restaurantes. São dois espaços modernos e descolados, onde você também pode ser surpreendido com eventos e apresentações.

  • Endereço: 1-1-2 Shinko, Naka-ku.
  • Horário de funcionamento: prédio 1: diariamente, das 10h às 19h; prédio 2: diariamente, das 11h às 20h; o horário de abertura dos cafés e restaurantes pode variar.

5. Cosmo World

O Cosmo World é um parque de diversões onde fica a enorme roda-gigante com um relógio que é o símbolo de Yokohama. Do alto dela, é possível ter uma bela vista da cidade e da baía. O parque é pequeno, mas com atrações que rendem uma tarde de diversões para as crianças e para os adultos. A entrada é gratuita, você pega apenas pela atração que quiser brincar.

  • Endereço: 2-8-1 Shinko, Naka-ku.
  • Horário de funcionamento: consulte o funcionamento do parque no site.
  • Valor de entrada: a entrada é gratuita e as atrações custam entre ¥ 300 a ¥ 500.

6. Landmark Tower

A Landmark Tower é uma das torres mais altas do Japão, com 296 metros de altura. O local é um shopping, mas o destaque ali é o observatório, que fica no 69º andar, de onde se tem uma vista panorâmica da cidade. Em dias de céu claro é possível avistar até o Monte Fuji, mas o visual à noite também é deslumbrante. Para chegar até lá é só pegar o elevador mais rápido do país, que leva ao topo em pouco menos de 40 segundos. Vai encarar?

  • Endereço: 2-2-1 Minatomirai, Nishi-ku.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 10h às 21h.

7. Minato Mirai

Minato Mirai é uma área urbana à beira-mar cujo nome significa “porto do futuro”. O bairro está no centro da cidade e onde estão diversas atrações importantes da cidade, como a Landmark Tower, além de shoppings, lojas, restaurantes e muito mais. É um local agradável para uma caminhada e para conhecer melhor o modo de vida dos habitantes de Yokohama.

8. Museu do Ramen de Shin-Yokohama

O Museu do Ramen é um espaço dedicado ao lámen, o tradicional macarrão japonês. Ali o visitante conhece a origem do macarrão, a variedade de tipos existentes e, claro, tem a chance de saborear o prato em nove restaurantes que servem a massa de diferentes regiões do Japão. O museu é uma réplica de uma rua japonesa no ano de 1958, ano em que o prato foi inventado. É um passeio interessante e delicioso!

  • Endereço: 2-14-21 Shinyokohama, Kohoku-ku.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 11h às 22; domingo, das 10h30 às 22h.
  • Valor de entrada: 310 ¥.

Anote aí outros programas que você pode fazer na cidade: o Sankeien Gardens, um belo jardim em estilo japonês, o Estádio de Yokohama, onde o Brasil se tornou pentacampeão e o museu todinho dedicado ao Cup Noodles.

Hospedagem

Se você pensa em passar alguns dias em Yokohama, conheça algumas opções de hospedagem que vão desde um quarto no prédio mais alto com a cidade à sua janela até um hostel superbem localizado.

Yokohama Royal Park Hotel – $$$$$

O Yokohama Royal Park Hotel está localizado nos últimos andares da Landmark Tower, o que significa que você terá uma bela visão da cidade da sua janela. A acomodação conta com várias opções de suítes, todas luxuosas e muito espaçosas. Os hóspedes têm à disposição academia, piscina coberta, bar e diversos restaurantes. A localização é ótima, no Minato Mirai, com diversas atrações turísticas ao redor.

  • Endereço: 2-2-1-3 Minatomirai, Nishi-ku.

InterContinental Yokohama Grand – $$$$

O InterContinental é um prédio que não passa despercebido no skyline de Yokohama. Se hospedando ali, você estará a uma curta distância de diversas atrações, como o Cosmo Word, o Parque Yamashita e o Museu Cup Noodles. Os quartos são espaçosos, confortáveis, bem equipados e com uma bela vista para a baía. Os hóspedes também podem contar com academia, spa, dois bares, cinco restaurantes e diversos serviços à disposição.

  • Endereço: 1-1-1 Minatomirai, Nishi.

Daiwa Roynet Hotel Yokohama-Koen – $$$

O Daiwa Roynet Hotel está localizado em frente ao estádio de Yokohama, próximo à Chinatown e com fácil acesso às demais atrações da cidade. Os quartos são confortáveis e contam com wi-fi, frigobar, secador de cabelo, produtos de higiene pessoal gratuitos e chá verde disponível. O café da manhã é cobrado à parte e conta com cerca de 30 opções de pratos japoneses e ocidentais.

  • Endereço: 231-0023 Kanagawa.

Yokohama Central Hostel – $$

O Yokohama Central Hostel está localizado no coração da cidade, próximo ao Estádio de Yokohama, de outras atrações famosas e com fácil ao acesso ao metrô. Outras vantagens para os hóspedes são wi-fi gratuito, cozinha, lavanderia, secador de cabelo, massageador de pés e uma sala em comum projetada para você relaxar enquanto faz novas amizades.

  • Endereço: 222, Yamashitacho, Naka-ku.

Seja em um hotel de luxo ou em uma opção mais simples, o essencial é descansar bem para curtir a cidade.

Onde comer em Yokohama

Em Yokohama, além dos pratos tradicionais, você encontra também culinária ocidental de primeira. Conheça aqui algumas opções famosas na cidade para não errar.

Araiya

O Araiya é um dos restaurantes mais recomendados e tradicionais da cidade. Todos os pratos incluem carne bovina e a receita de sucesso da casa são os potes com carne, cuja receita vem passando de geração em geração.

  • Endereço: 2-17 Sakaimachi, Naka-ku.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 11h30 às 14h30 e das 17h às 22h.

Charcoal Grill Green Bashamichi

O Charcoal Grill Green é um restaurante que serve pratos inspirados na culinária americana e europeia. O cardápio inclui carnes, lanches, pizzas, saladas, sobremesas, café, além de uma boa curadoria de cervejas artesanais e vinhos. O ambiente é acolhedor e casual, perfeito para um jantar diferente na cidade.

  • Endereço: 6-79 Benten-dori, Naka-ku.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 11h30 às 14h30 e das 17h à 0h.

Heichinro Yokohama Honten

O Heichinro Yokohama Honten é um restaurante tranquilo e sofisticado em meio à movimentada Chinatown. É o restaurante chinês mais antigo do Japão, fundado há mais de 130 anos e é famoso por servir de um delicioso Dim sum até pratos mais elaborados.

  • Endereço: 149 Yamashitacho Naka Ward.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 11h às 15h e das 17h às 21h; sábado, das 11h às 22h; domingo, das 11h às 21h.

Yokohama Daihanten

O Yokohama Daihanten é um dos restaurantes mais famosos da Chinatown. O restaurante fica logo na entrada do bairro, ao lado do portão principal, e não passa despercebido. O espaço é dividido em quatro andares e a cozinha abrange os quatro principais tipos da culinária chinesa e uma variedade enorme de opções para que você possa desfrutar dos sabores de cada região.

  • Endereço: 154 Yamashitacho, Naka Ward.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 11h às 21h30.

E se quiser mais opções, é fácil! Basta uma caminhada pela Chinatown que você vai encontrar centenas de opções de restaurantes para fazer uma boquinha!

10 fotos de Yokohama para se encantar pela cidade

Yokohama encanta com suas belas paisagens à beira-mar e, durante a noite, o cenário vibra com as luzes da cidade e um skyline de tirar o fôlego!

1. As luzes de Yokohama à beira-mar rendem um suspiro

2. Caminhar à noite pela cidade é assim…

3. No maior porto do país desembarcam grandes transatlânticos

4. O píer é um lugar perfeito para um passeio

5. Tenha fôlego para conhecer uma das maiores Chinatowns do mundo!

6. Por lá também existem belos templos

7. A cidade fica especialmente linda na primavera

8. Foi em Yokohama que a Seleção Brasileira se tornou pentacampeã

9. O Monte Fuji surge imponente do topo da Landmark Tower

10. Renda-se à beleza de Yokohama!

Visitar o Japão é uma daquelas viagens da vida, como mostram essas imagens! Por isso, programe-se bem, coloque no roteiro o máximo de lugares que puder e se apaixone pela Terra do Sol Nascente!

PARA VOCÊ